quarta-feira, 30 de março de 2011

23 motivos para você conhecer e se apaixonar por Curitiba

Parque tangua

1. Curitibanês
Dialeto oficial da cidade. Só aqui você encontra cachorro quente com duas vinas (salsicha), piá (menino) com um penal (estojo) na mão e, claro,diversas variáveis de leitE quentE! Tesão e lazarento, aliás, podem ter o mesmo significado, dependendo do contexto.

2. Poty Lazarotto
Um dos maiores muralistas brasileiros era curitibano. Deixou sua marca em vários trabalhos espalhados pela cidade.

3. Bairro de Santa Felicidade
É a região gastronômica de Curitiba. São quase 350 estabelecimentos, muitos dedicados à cozinha italiana, incluindo o Madalosso – considerado pelo Guinnes Book o maior da América Latina com 4645 lugares. (Evite ir nos fins de semana quando o local fica lotadíssimo e com fila de espera). Lá você encontra também o Vinhos Durigan, uma adega charmosa que oferece degustação de frios, sucos e vinhos grátis. (Relato completo aqui!)

4. Estações-tubo
Um marco do transporte público. Embora o curitibano reclame dos ônibus lotados, as estações-tubo permitem um embarque e desembarque mais rápido.

5. Ópera de Arame
É o teatro mais original de Curitiba. A antiga cratera de uma pedreira desativada deu espaço a um inusitado espaço cultural com estrutura tubular feita em aço e teto transparente. Funciona de ter/dom, 8h às 21h. Visita grátis.

6. Rua Teffé
Considerada a primeira rua temática de calçados do Paraná, oferece grande variedade de sapatos infantis, masculinos e femininos. Vai da ponta de estoque a marcas conhecidas. (Relato completo aqui!)

+ Alugue seu carro aqui para circular em Curitiba com economia e segurança

7. Cafés, chocolaterias e casas de sopa
Para aquecer o corpo na capital mais fria do país temos inúmeros cafés, chocolaterias e casas de sopa. Entre meus buffets preferidos que servem cremes e caldos com acompanhamentos temos o Manjhericão e Dona Ambrosina. Já para o melhor doce e café no centro da cidade eu aposto no Paris Cake House.

8. Paço da Liberdade
É o edifício histórico mais importante da cidade, o único da capital tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. Todo restaurado, se transformou num movimentado espaço cultural. Tem um charmoso café, biblioteca e acesso gratuito à internet. Fica na Praça Generoso Marques. Já falamos dele aqui.

9. Pinhão
O símbolo das araucárias está por toda a parte, até na faixa de segurança. Fofo!

10. Rua das Flores
Foi o primeiro calçadão do Brasil, inaugurado em 1972. Abriga prédios históricos e movimentado comércio de rua. A via também se transformou em palco para artistas, estátuas vivas e músicos. Com canteiros sempre floridos, é ótimo passeio aos sábados pela manhã.

11. Torre Panorâmica
Tem quase 110 metros de alturas, o mesmo que um prédio de 40 andares. Permite uma visão ímpar de 360º da capital. Funciona de ter/dom, 10h às 19h.

12. Feira do Largo da Ordem
Uma muvuca se forma todos os domingos, das 9h às 14h, no centro histórico de Curitiba para receber as milhares de barracas (e de turistas!) que formam uma das maiores feiras de artesanato do país. Veja o post que fiz lá!

+ Dicas de hospedagem boa e barata em Curitiba

+ Guia de hospedagem em Curitiba: opções para as classes alta, média e muquirana

13. MON – Museu Oscar Niemeyer
O único museu em formato de olho do mundo. O projeto é de Oscar Niemeyer, arquiteto que dá nome à instituição. Esculturas, quadros, design e artes visuais disputam espaço entre as galerias. Funciona de ter/dom, 10h às 18h. Entrada R$ 4. No primeiro domingo do mês é gratuito. (Relato completo aqui.)

14. Parques

São quase 80 milhões de metros quadrados de área verde preservada, distribuídos por quase 30 parques. Destaque para o Jardim Botânico, Parque Barigui, Tanguá, Memorial Ucraniano, Bosque do Papa e Bosque do Alemão. Veja como conhecer a maioria destes parques utilizando a prática Linha Turismo de Curitiba.

15. Festival de Teatro de Curitiba
Orgulho artístico da cidade. Referência nacional, o festival é um ícone fora do eixo Rio-São Paulo. Este ano o evento completa 20 anos e já conta com quase 3 mil espetáculos apresentados para um público de 1,6 milhão.

16. Batel Soho
Ao redor da Praça da Espanha, um quadrilátero reúne dezenas de estabelecimentos que costumam atrair milhares de visitantes aos fins de semana. Lojas de design e restaurantes bacanas formam duplas perfeitas para quem busca passar o tempo por ali. Aos sábados, uma Feira de Antiguidades e a concentração de carros antigos dão um ar retrô ao local.

17. Igreja do Rosário
A Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos é de 1946 e tem estilo barroco. A original (demolida em 1931) foi erguida por e para os escravos. Fica no Centro Histórico.

18. Bolinho de aipim com carne seca
Patrimônio imaterial da cidade. Encontrado aos domingos na Feira do Largo da Ordem, na barraquinha que fica na esquina da rua Dr. Muricy.

19. Feira Noturna
Na Praça da Ucrânia, toda sexta feira, a partir das 17h, acontece uma deliciosa feira, cheia de quitutes que variam do yakissoba ao tradicional pierogi (pastel típico polonês). Relato completo aqui.

20. Universidade Livre do Meio Ambiente
Integra arquitetura e meio ambiente, incentiva a discussão sobre ecologia e valoriza a sustentabilidade. A sede foi construída com troncos de eucalipto. Uma rampa em espiral dá acesso a salas de aula e a um mirante de 25 metros. Visitas gratuitas. Relato completo aqui.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial (e ainda dá para dividir em até 6 vezes!)

21. Teatro Paiol
Antigo depósito de pólvora, o teatro tem apenas 225 lugares, mas recebe grandes nomes da música nacional. Totalmente reformado, reabriu em 2010 com lindas cadeiras assinadas pelo designer Sérgio Rodrigues.

22. Junior Durski
Ele já foi eleito o melhor chef e restaurateur do ano pelo Guia Quatro Rodas. Hoje, Junior Durski toca a famosa rede Madero, especializada em carnes e hambúrgueres.

23. Mercado Municipal
O único mercado do mundo que espalha poesia pelos corredores. Num anexo ao lado fica o Mercado de Orgânicos, o primeiro do gênero no Brasil.

Posts relacionados

Linha Turismo Curitiba: veja como aproveitar o city tour oficial da cidade

Cinco atrações grátis e estreladas em Curitiba

Como ir da rodoviária de Curitiba ao centro da cidade

Como ir do aeroporto de Curitiba ao centro da cidade

E ainda

Mary Ann Apple: as maçãs gourmet de Curitiba

Paris Cake House: cafeteria temática no centro de Curitiba

Café do Paço: música, arte e aroma

Vinhos Durigan: parada estratégica em Santa Felicidade com degustação grátis

Leia também

Paço da Liberdade: o edifício do centro cultural é o único tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional em Curitiba

Curitiba ganha primeiro mercado de orgânicos do Brasil

Rua Teffé: a primeira rua temática de calçados de Curitiba

Quintana Restaurante e Café: gastronomia responsável e estrelada que cabe no seu bolso

Guia de Hospedagem em Curitiba: opções para as classes alta, média e muquirana

Hospedagem boa e barata em Curitiba

Bate e volta desde Curitiba

Vila Velha, Paraná: sítio geológico de 300 milhões de anos está a uma hora de Curitiba

Lapa: como organizar um bate e volta perfeito saindo de Curitiba

Colônia Witmarsum: café colonial, história alemã menonita e descanso ao lado de Curitiba

Vinícola Família Fardo: arquitetura medieval e degustação grátis nos arredores de Curitiba

Cidades Históricas, Serra do Mar e Estrada da Graciosa: quando ir?

Estrada da Graciosa

Passeio de trem pela Serra do Mar

Antonina

Morretes

Ilha do Mel

Fotos: Raul Mattar e Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

———————————–

Procurando hospedagem em Curitiba? Pesquise no Booking.com — onde sempre faço minhas reservas. Não cobra taxa alguma e tem cancelamento grátis! É rápido e prático! 😀

Booking.com é uma das ferramentas mais completas para reserva de hotéis, pousadas e apartamentos. E sempre que você fizer sua reserva clicando nos links acima nós ganhamos uma pequena comissão, o que ajuda a manter o Matraqueando cheio de dicas quentíssimas, atualizadas e GRATUITAS para você!

Então já sabe, né? Vai viajar? Busque aqui sua hospedagem e depois conte pra gente como foi sua experiência! :)

————————————

E você, tem um motivo especial para se apaixonar por Curitiba? Coloque aí, pufavô, na caixa de comentários!

Share