-  Atualizado 24/08/2010

A prova do crime

Publicado por: Silvia Oliveira Matraca News

atacama silvia copy

Já sei. Estou demorando tanto para começar a falar do Deserto do Atacama – a 2ª parte da nossa viagem ao Chile – que você deve achar que foi pegadinha. (Liga, não. Eu, às vezes, também acho!)

Só para dizer que volto a pegar no tranco nessa semana. Tá tudo atrasado. E para ajudar minha bebê de 1 ano e sete meses resolveu desembestar a falar. “Boia, mamaê”. Tradução: Vamuembora, mamãe. E sai arrastando a mochilinha da escola. Deusolivre, num dou conta, não.

Foto: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


7 comentários

  1. Comentário do dia 05/1/2010 às 12:57

    Entendemos, mas não demora não. To louca pra saber do deserto do Atacama! Inté 😉

    (Responder)

  2. Carmen
    Comentário do dia 05/1/2010 às 14:34

    Adorei a foto!

    (Responder)

  3. Comentário do dia 05/1/2010 às 14:56

    Linda foto!!! E que destino ter filhota supertramp ja com menos de dois anos, hein? rsrsrs

    (Responder)

  4. Comentário do dia 05/1/2010 às 14:57

    Vai “bóia pá” escola levar a filhota linda
    A gente fica aqui esperando…
    Na maior ansiedade, é verdade, mas esperamos…
    No final sempre valerá a pena…
    beijocas
    Deus abençoe

    (Responder)

  5. Comentário do dia 06/1/2010 às 14:21

    TÔ AQUI, FIRME E FORTE. BRIGADIM A TODOS(AS) PELO APOIO….

    (Responder)

  6. Comentário do dia 09/1/2010 às 10:50

    Atacama, saudade… Espero que tenham curtido muito!
    Bjs

    (Responder)

  7. Comentário do dia 08/2/2010 às 10:02

    Hehehe – amei a foto 🙂 E, nossa, sua bebê já está falando? Que cedo!!! Uau!!! E viva a baby-matraquete :-)))
    Beijos, Angie

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar