-  Atualizado 16/08/2015

Aeroporto de Curitiba ganha a primeira lanchonete popular do Brasil

Publicado por: Silvia Oliveira Curitiba

A capital do Paraná é uma cidade teste. Se algum empreendimento der certo por aqui, dará em todo o país. Trata-se de um público exigente, dizem os especialistas.  Não à toa começou a funcionar, nesta semana, no Aeroporto Internacional Afonso Pena a primeira lanchonete popular em aeroportos do país.

É uma espécie de projeto piloto que deve se espalhar por mais 11 aeroportos das cidades-sede da Copa de 2014.

Os produtos terão os preços controlados (existe um valor máximo definido) pela Infraero. Ontem, a Família Matraca foi até o aeroporto conhecer a Rapid In — do grupo Markplan — que ganhou a licitação para operar em Curitiba.

Pedimos um Cheese Burguer, uma porção de mini pão de queijo (vem 6 unidades), um refrigerante, uma garrafa de água 500 ml e um cafezinho. Total: R$ 12,10!!! DOZE REAIS E DEZ CENTAVOS.

Nem no centro da cidade um pedido desses custa tão pouco assim. Só para efeito de comparação, na segunda–feira passada, indo para o Rio de Janeiro, pedi somente um Cheese-Salada e um refrigerante na lanchonete Jatinho (a popular ainda não havia sido inaugurada) e paguei R$ 21,00!

O Raul gostou tanto do cafezinho que até acabou pedindo outro. A lanchonete é pequena (ocupa um espaço de 34 metros quadrados), mas o atendimento foi rápido e simpático. O cardápio de lanchonete popular é grande. Tem pratos executivos, bolos e diversos tipos de sanduíches.

Confira os preços de alguns produtos:

Cafezinho – R$ 1

Porção de mini pão de queijo (6 unidades) – R$ 1

Pão com manteiga – R$ 1

Pão de Queijo grande – R$ 1,90

Agua mineral 500 ml: R$ 2,20

Coxinha – R$ 3,10

Lasanha – R$ 9,90

Filé Grelhado (Filé, Arroz e fritas) – R$ 10,90

O prato mais caro na Rapid In é o Filé Aperitivo com Pão Fatiado e Cebola (porção de 500 g) que sai R$ 22,90.

Eu ainda estou em estado de graça. Nos primórdios da minha carreira mão-de-vaca-muquirana eu já cheguei a levar lanche de casa para não ter que pagar os preços abusivos e, quase sempre, desonestos praticados nos aeroportos brasileiros. Agora é torcer para que esse projeto não seja fogo de palha e que venha, de fato, mexer com a concorrência!

Atenção, a lanchonete popular fica no 3º piso do aeroporto, no terraço panorâmico, em frente aos janelões que dão para pista.

Posts relacionados

Curitiba: faça da cidade seu melhor destino de inverno

Como ir do aeroporto de Curitiba ao centro da cidade

Como ir da rodoviária de Curitiba ao centro da cidade

Linha Turismo Curitiba: como aproveitar o city tour oficial da cidade

23 motivos para você conhecer e se apaixonar por Curitiba

Cinco atrações grátis e estreladas em Curitiba

Para entender Curitiba

Curitiba em fotos

Onde dormir

Guia de Hospedagem em Curitiba: opções para as classes alta, média e muquirana

Hospedagem boa e barata em Curitiba

Onde comprar

Curitiba ganha primeiro mercado de orgânicos do Brasil

Presentinhos e souvenires é na Feirinha do Largo da Ordem

Rua Teffé: primeira rua temática de calçados do Paraná

Bate e volta desde Curitiba

Vila Velha, Paraná: sítio geológico de 300 milhões de anos está a uma hora de Curitiba

Lapa: como organizar um bate e volta perfeito saindo de Curitiba

Colônia Witmarsum: café colonial, história alemã menonita e descanso ao lado de Curitiba

Cidades Históricas, Serra do Mar e Estrada da Graciosa: quando ir?

Estrada da Graciosa

Passeio de trem pela Serra do Mar

Antonina

Morretes

Ilha do Mel

_______________________

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


13 comentários

  1. Ilma Madureira
    Comentário do dia 15/7/2012 às 16:49

    Oi Sílvia, eu assisti a matéria na televisao e estava “doida” para saber de alguém como foi tudo. Ai que inveja?!rsrsrsr
    Tomara se estenda a todos as capitais, pois eu, como vc, já levei e levo lanche de casa por conta dos preços absurdos que sao cobrados nesses espaços – isso, quando se encontra algum lugar aberto depois de uma certa hora. Adorei saber que vc já “foi lá conferir” rsrsr
    Ótima notícia mesmo.
    Bom domingo

    (Responder)

  2. Claudia
    Comentário do dia 15/7/2012 às 16:57

    Silvinha….
    Eu tinha visto mesmo essa novidade na tv….achei o maximo….
    Era isso que precisavamos nesses aeroportos…..
    Valeu a dica aqui….Bj
    Clau

    (Responder)

  3. Comentário do dia 15/7/2012 às 18:00

    Que bom que você aprovou, Silvia. Tava com medo desses preços populares forçarem uma queda na qualidade dos produtos.
    Mas eu achei essa ideia genial. Faço questão de virar frequentador assíduos dessas lanchonetes. Os preços praticados nos aeroportos brasileiros são um abuso!
    O ruim é que Vitória, mais uma vez, não está nesses planos. E, pelo visto, nem nos seus, né Dona Silvia? Tô só esperando a retomada da série Brasil Express e a sua vinda para Vix. 🙂

    (Responder)

  4. Comentário do dia 15/7/2012 às 22:54

    Ah se eu soubesse disto antes! rs, desci em Curitiba e nem vi esta lanchonete lá hehe fui para Mafra com fome 🙁 – e até que enfim alguém decidiu popularizar a comida de aeroporto. Em Brasília, uma coxinha e um refri custam R$15 prata. Já em BH…

    Abraço e ótima semana!

    (Responder)

  5. Thiago Pereira
    Comentário do dia 16/7/2012 às 01:37

    Enquanto isso aqui em Guarulhos… 8,00 reais um pedaço de Brownie ressecado, 4,50 a garrafinha de água, 7,90 uma xícara de chá e refeições completas em torno de 35 reais. O que mais me irrita são as franquias conhecidas, como aquela que tem a tiazinha gordinha no logotipo ou aquela que tem o mesmo nome da capital da Austria, cobrarem preços diferentes das lojas fora do aeroporto e oferecerem qualidade inferior. 🙁

    (Responder)

    Resposta de anna

    nem me fale – na da *austria* comi um bombom de morango que custou 9,5 reais!!! um absurdooooooo

    (Responder)

  6. Vicente de Paula
    Comentário do dia 16/7/2012 às 11:50

    Boa iniciativa, pelo menos acaba com as exploração destas lanchonetes espalhada pelos aeroportos brasileiros.

    (Responder)

  7. Evelyn
    Comentário do dia 16/7/2012 às 18:56

    Podiam bem fazer um projeto piloto desse nas rodoviárias tbm, né? Pq na Novo Rio no Rio de Janeiro é um abuso cobrarem 4 reais por uma batatinha chips e quase 5 reais num salgado massudo sem recheio… as lanchonetes de rodoviária também deixam muuuito a desejar… e quem viaja de busão tbm quer economizar neam? 🙂

    (Responder)

  8. Oscar | MauOscar.com
    Comentário do dia 18/7/2012 às 00:45

    Que otima noticia.. Em nossa ultima ida ao Brasil fiquei chocado ao pagar 5,60 numa lata de guaraná em guarulhos.. Pior que nem era antárctica.. O preço do pão de queijo então ainda mais infame.. Agora é torcer para o negocio dar certo e se espalhar pelo BR

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Se Deus quiser, Oscar, vai chegar logo aos outros aeroportos!!! 🙂

    (Responder)

  9. Thaiana
    Comentário do dia 08/8/2012 às 23:35

    Oi Silvia, gostaria de dicas sobre hospedagens.
    Meu marido e eu viajeremos em novembro serão 4 ou 5 dias.
    Queria um lugar charmoso, aconchegante e que não me custassem os olhos da cara!
    Vc poderia me sugerir algumas opções?
    Obrigada.

    Seu blog é uma graça e tem me ajudado bastante. Parabéns!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hospedagem onde? Em Curitiba? 🙂

    (Responder)

  10. Rodrigo
    Comentário do dia 22/8/2012 às 11:09

    O segredo do baixo preço e ótima qualidade dos produtos está na parceria da Markplan com a Ryco Alimentos de São Paulo. Muito bom mesmo! Estão de parabéns!

    (Responder)

  11. Lucineia
    Comentário do dia 22/5/2013 às 23:26

    Adorei os posts sobre Curitiba! eu e meu marido queríamos fazer uma viagem para aproveitar o feriado de 09 de julho, eu queria ir a Petrópolis e ele a Curitiba. Como ele ganhou no cara ou coroa, rs, então lá vamos nós para Curitiba.

    (Responder)

  12. Mariana
    Comentário do dia 20/12/2013 às 20:28

    Tinha guardado essa dica sua para quando fosse a Curitiba e não poderia deixar de passar aqui para agradecer. Não me lembro da última vez que havia pagado um preço justo por um lanche em um aeroporto. Café da manhã para duas pessoas, com duas porções de pão de queijo, café e achocolatado saiu por R$ 7,50. A mesma coisa, no Rio, tinha me custado R$ 21. Adorei a vista para a pista de decolagem. Não bastasse o melhor preço, a lanchonete ainda tem a melhor vista 🙂 Mais uma super dica da Matraca! 😀

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Uhu!!! Que legal! No ano passado eu comi um prato executivo enoooorme, com carne alcatra, arroz, feijão, salada e batata frita… por R$ 12!!! 🙂

    (Responder)

  13. osmar
    Comentário do dia 15/1/2015 às 17:37

    Até que enfim alguem teve essa iniciativa, porque nos aeroportos nacionais é uma vergonha, os preços, são uns bandidos, e mal atendidos ainda.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar