-  Atualizado 08/05/2015

As ostras do Costão

Publicado por: Silvia Oliveira Florianópolis

Imagine uma pessoa como eu – acostumada a comer quirera com lingüiça – se deparar com um panelão de ostras para comer à vontade. Muita gente acha que essa iguaria é gosmenta e que tem de ser comida crua.

Mas a ostra do Costão não era qualquer ostra. Essas eram gratinadas com queijos “finos” (assim me explicou o cozinheiro), quer dizer, chef – profissional especializado em dar nome bonito a quitutes esquisitos! O prato é típico no Costão do Santinho e em toda Florianópolis, maior produtora nacional do molusco.


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


3 comentários

  1. Patricia de Camargo
    Comentário do dia 21/8/2008 às 07:33

    Amiga, o clima por aqui está péssimo, o avião saía de Barajas para Gran Canaria! E nós voltamos na sexta! Que mundo …
    Beijos

    (Responder)

  2. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 21/8/2008 às 13:55

    Olha, nem me fale! Pensei em te chamar pelo skipe, mas primeiro fui ver os nomes na lista de passageiros! Ufff, ninguém conhecido. Mas, sim, poderia ter sido vocês, a gente… sempre penso isso! Eu mesma já voei duas ou três vezes de Madri para Gran Canária pela Spanair! É uma tremenda fatalidade, pode acontecer com qualquer um! No ano passado, imagine só, num mesmo avião eu, o Raul, meu pai, minha mãe e minha tia! A gente só tem que rezar… e tratar de cumprir nossa missão aqui, porque nunca se sabe quando nem onde será a passagem! Bjs!

    (Responder)

  3. Patricia de Camargo
    Comentário do dia 21/8/2008 às 17:42

    Totalmente de acordo, por isso a desfrutar amiga mía!
    Beijos

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar