Silvia Oliveira

Na categoria Barcelona

quarta-feira, 16 de março de 2016

Barcelona bairro a bairro: 2º dia | Eixample e Gràcia

Casa Batlo Barcelona

A Barcelona que existe no seu imaginário está aqui. Atrações, museus, parques, praças e igrejas de grande interesse se misturam entre os bairros vizinhos Eixample e Gràcia.

Comecei meu roteiro de 4 dias em Barcelona pelo Bairro Gótico, La Ribera e El Born por uma questão cronológica em relação à história da fundação da cidade. Mas se você tiver um único dia na cidade, sugiro que se concentre nos bairros de hoje.

Gracia Barcelona Imas

Eixample tem uma zona urbana bem desenhada com algumas das maiores preciosidades do modernismo como a Casa Batló e a Sagrada Família de Antoní Gaudí.

Já Gràcia possui um traçado peculiar com características ainda preservadas de quando era uma imensa área rural independente da capital da Catalunha. Abriga alguns mercados bacanas e o fabuloso Hospital de la Santa Creu i Sant Pau (que na verdade está em Horta Guinardó, bairro vizinho — mas muito próximo da Sagrada Família, por isso encaixei aqui).

Continue lendo o texto…

Share
quarta-feira, 09 de março de 2016

Barcelona bairro a bairro: 1º dia | Bairro Gótico, La Ribera e El Born

La Ribera Arquitetura

A capital da Catalunha talvez seja a cidade espanhola com mais atrativos por metro quadrado. Vibrante, colorida e com bairros demarcados com uma identidade muito própria, Barcelona circula com harmonia do medieval ao modernismo, das callejuelas às avenidas contemporâneas.

Antonio Gaudí, o arquiteto que revolucionou a arquitetura da cidade, dá o tom. O povo catalão ensina a melodia. Mas é você quem organiza o ritmo. Elaborei um roteiro de quatro dias bairro a bairro. Mas como o post virou quase um livro resolvi dividi-lo em quatro artigos recheados de informações, fotos e mapas.

Continue lendo o texto…

Share
terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Como ir do aeroporto de Barcelona ao centro

Casa Batlo Barcelona

Sair do aeroporto El Prat de Barcelona (18 km do centro) é bem fácil e econômico, principalmente se você optar pelo transporte público ou pelo ônibus oficial. A sinalização é excelente e facilmente você encontra as paradas de trem, ônibus e metrô.

Aliás, o que me motivou a escrever este post foi justamente o metrô que acabou de chegar ao aeroporto. Mas como alegria de pobre dura pouco acabei descobrindo que ele sai mais caro do que o trem. Achei melhor alertar! 😀

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Europa Barata: Barcelona pela primeira vez

Barcelona pontos turisticos  Casa Mila la Pedrera

A série Europa Barata do Matraqueando pretende matar duas questões com uma só postada: orientar quem vai pela primeira vez à Europa, mas tem o orçamento restrito. Não ambiciono esgotar todos os aspectos da cidade, muito menos elaborar listas do que é ou não é obrigatório fazer nas principais capitais que aparecerão aqui. A proposta é oferecer alternativas que gerem satisfação através da economia inteligente.

BARCELONA PELA PRIMERA VEZ

A capital da Catalunha é, na minha opinião, a cidade mais vibrante da Europa. Passou por uma enorme transformação para a Olimpíada de 1992 e ganhou cara nova mais uma vez no Fórum Mundial das Culturas, realizado há pouco mais de 10 anos. Depois da forte crise que abalou a Espanha, Barcelona voltou a despontar na cena gastronômica e a cidade começa novamente a florescer.

Mesmo com tantos atrativos — e muitos deles bem caros para nosso padrão mão de vaca muquirana — é possível deliciar-se aqui sem gastar os tubos. Gaudí transformou a cidade num emaranhado de curvas que se misturam com caquinhos de azulejos. Existem ainda ícones como a igreja Sagrada Família — com sua conflitante arquitetura — e bairros inteiros, cada um com sua marca, para você se perder.

Barcelona pontos turisticos Parc Monjuic

COMO IR DO AEROPORTO AO CENTRO

Do aeroporto El Prat ao centro prefira o Aerobus  (€5,90 ou € 10,20, ida e volta), linha circular que ligar o aeroporto à Plaça Catalunya (a parada está ao lado do El Corte Inglés) em 35 minutos. No caminho, há mais duas paradas: Plaça Espanya e Gran Vía.

Você também pode usar o trem do aeroporto que está conectado ao transporte público de Barcelona, mas dependendo do seu destino final tem que fazer mil e uma baldeações. Compre o bilhete T-10 (que dá direito a 10 viagens e custa € 9,95).

Com este tíquete você vai do aeroporto ao centro de Barcelona em 25 minutos e lá poderá fazer integração com metrô ou ônibus (dentro de 1h15 após a validação na saída do aeroporto) sem pagar nova passagem. E ainda vão sobrar mais nove passagens para circular pela cidade. O táxi ficará em torno de € 30 e cada bagagem é cobrada à parte.

COMO CIRCULAR NA CIDADE

Vale comprar o tíquete T-10 (€ 9,95) que dá direito a dez viagens de metrô, ônibus ou funicular (que garante a subida ao Parc Monjuïc, por exemplo). Barcelona é uma cidade grande e dividida por bairros bem marcados. Alguns poderão ser desbravados a pé, mas existem outras atrações mais afastadas que vão exigir o deslocamento com transporte público.

+ Leitor do Matraqueando tem desconto de 15% no seguro de viagem da Mondial

Barcelona como comprar tiquete metro

BARCELONA CARD

Benefícios | O cartão turístico de Barcelona dá direito ao transporte público gratuito (metrô e ônibus, incluindo o trem ao aeroporto), entrada em pouco mais de 20 atrações (basicamente museus e centros culturais) sem enfrentar fila, além de descontos em lojas e restaurantes. Funciona como um 3 em 1: passe de transporte, entrada de museus e cartão de descontos.

Validade | É possível comprar bilhetes válidos para três, quatro ou cinco dias. O cartão fica ativo na primeira vez que você usá-lo, seja no transporte público ou na entrada de uma das atrações que aceitam o cartão.

Quanto custa | O passe de três dias custa € 45, o de quatro dias sai por € 55 e o de cinco dias está € 60.

Onde comprar | Os cartões podem ser comprados nos pontos de informação de turismo em Barcelona ou on-line com 10% de desconto.

Vale a pena? | Levando em consideração que é sua primeira vez em Barcelona e sabendo que as principais atrações da cidade NÃO são gratuitas com o cartão, mas apenas têm um pequeno desconto (como Casa Milá, Casa Batló e Sagrada Família), é necessário avaliar quantos dias você tem disponível e o que poderá fazer durante a validade e preço propostos pelo Barcelona Card.

Dica | Faça as contas. Se em três dias você conseguir visitar a Fundação Miró (€ 11), Museu Picaso (€ 14, inclui a exposição temporal), Casa Milá (€ 20,50), Casa Batló (€ 21,50) e Sagrada Família (€ 19,50), mais o bilhete T-10 (€ 10,30) para se locomover vai gastar menos se pagar cada entrada à parte do que se comprar o Barcelona Card de 3 dias. Destas atrações, somente a Fundação Miró é grátis com o cartão e o Museu Picasso sequer tem desconto. Ou seja, além de pagar € 45 pelo passe de três dias, você ainda investe o valor de todas as outras entradas com um pequeno desconto.

Barcelona catedral horarios

12 ATRAÇÕES  E PROGRAMAS GRÁTIS EM BARCELONA

1. A monumental Catedral de Barcelona. Sua construção teve início em 1928 sobre as fundações de um templo romano e de uma mesquita. O horário para visitação gratuita é de segunda a sábado, 8h/12h45 e 17h15/19h30 e domingos/feriados, 8h/13h45 e 17h15/19h30. (Na parte da tarde, entre 14h e 17h, a entrada pede um “donativo” de € 6.)

2. O passeio por Las Ramblas, o mais famoso calçadão de Barcelona. Ao todo são seis trechos com nomes e personalidades diferentes que formam uma estridente artéria de quase dois quilômetros. Vai da Plaça Catalunya à estatua de Colombo na Plaça Colón e é a linha divisória entre dois bairros clássicos da cidade: Gótico e Raval. Metrô Catalunya.

Barcelona pontos turisticos Mercado La Boqueria

3. O fascinante e megaturístico Mercat de la Boquería, um dos mais coloridos e movimentados da cidade. São dezenas de barracas de frutas, embutidos, queijos, doces e pescados. Mas não toque em nada para não levar um bela bronca! Só pegue na mão o que for realmente comprar.

4. O queridinho Parc de la Ciutadella. Oferece belos jardins e esculturas. O local é o preferido entre moradores e turistas para correr, andar de bicicleta, fazer piquenique e passear com os cachorros. Metrô Arc de Triunf e Ciutadella/Vila Olímpica. Abre das 9h até o pôr do sol.

Barcelona Carrer del Bisbe

Carrer del Bisbe no Bairro Gótico

5. As ruelas do Bairro Gótico. A região abriga a memória da fundação da cidade pelos romanos há mais de 2 mil anos. São mais de 500 construções tombadas e diversas edificações dos séculos 8 ao 15. Não se esqueça da tradicional foto do arco na Carrer del Bisbe, a principal via da cidade na época romana.

6. O espetáculo de água e luz da Font Màgica de Monjuïc.  É a maior fonte ornamental de Barcelona. A música embala os movimentos da água iluminada por um inteligente jogo de cores. Sexta e sábado, 19h/21h (outono e inverno) e quinta a domingo, 21h/23h30 (primavera e verão). Em janeiro e fevereiro sempre há um período de recesso. Confira no site. Metrô Plaça de España.

7. A simbólica Casa de L’Ardica. Construída no século 15, a casa é a sede desde 1924 do Arquivo Histórico de Barcelona. Na entrada, pela porta principal, você já vê o fofo claustro, um pequeno pátio com uma fonte medieval no meio. Na parte interior é possível observar vestígios da muralha romana da cidade. Fica ao lado da catedral. Metrô Jaume I e Liceu.

8. A vista panorâmica da cidade no Parc de Monjuïc. O parque tem várias atrações, mas seus mirantes oferecem vistas espetaculares da capital da Catalunha. O acesso à parte alta do parque pode ser feito por escadas rolantes. Metrô Plaça Espanya.

9. A emblemática e escondidinha Plaça Sant Felip Neri, um marco da Guerra Civil Espanhola. O arquiteto Antônio Gaudí frequentava a igreja de Sant Felip Neri que está aqui, onde é possível ver até hoje as marcas de bala dos bombardeios. Fica no Bairro Gótico.

10. O espetaculoso interior da igreja Santa María del Mar, o único exemplo de arquitetura gótica-catalã sem interferências de outros estilos. O acesso é gratuito, mas para subir ao topo é necessário pagar € 8. Metrô Jaume I e a Barceloneta.

Barcelona pontos turisticos  Casa Vincens

Casa Vincens: primeira obra de destaque de Antoní Gaudí

11. A Casa Vincens. A construção, projetada por Gaudí, marca o início do modernismo e foi considerada sua primeira obra importante. Não pode ser visitada por dentro, mas vale a vista externa. Carrer Carolines, 18. Metrô Fontana.

12. O novo centro cultural Mercat del Born. Inaugurado há menos de dois anos, está sobre um sítio arqueológico que foi descoberto durante as obras. Metrô Jaume I.

VALE O INVESTIMENTO!

Barcelona pontos turisticos  Casa Batlo

Casa Batló: minha obra preferida de Gaudí

1. As célebres casas projetadas por Antonio Gaudí: Casa Batló (€ 21,50) e Casa Milá (€ 20,50) — também chamada de La Pedrera. A primeira é um dos símbolos da Barcelona modernista e a segunda, com fachada recém restaurada, foi um dos trabalhos mais ousados do arquiteto catalão.

2. A indispensável Sagrada Família, o único “castelo de areia” gigante construído no meio de uma cidade. Talvez seja a obra mais inusitada de Gaudí. O arquiteto trabalhou nela de 1883 até 1926, ano de sua morte. Vem sendo erguida baseada nas ideias de Gaudí e a promessa é que fique pronta antes de… 2040! € 19,50 com audioguia.

Hospital-Saint-Pau-Barcelona-Detalhes-teto1

Hospital de la Santa Creu i San Pau

3. O inenarrável Hospital de la Santa Creu i Sant Pau, obra do arquiteto Lluís Doménech i Montaner — outro modernista não tão famoso entre os brasileiros, mas tão genial e grandioso quanto Gaudí. O hospital, Patrimônio da Humanidade, é considerado o maior conjunto civil modernista do mundo. € 8 (visita livre) e € 14 (visita guiada).  (Veja nosso relato completo aqui).

4. O surrealismo fantástico da Fundació Miró. Mesmo que você não entenda nada de arte não sairá incólume desta visita. O artista catalão Joan Miró sabia como ninguém comunicar-se através de seus coloridos e enigmáticos quadros, pinturas e litografias. € 11.

Barcelona pontos turisticos  Parc Guell

5. O curvilíneo e colorido Park Güell, outra obra-maestra de Antonio Gaudí. Até há bem pouco tempo era gratuito. Mas mesmo pagando, não dá para perder! € 8.

CITY TOUR GRATUITO

O Walking Free Tour de Barcelona  funciona como seus similares em outras cidades da Europa. Um guia descolado e divertido leva você, a pé, para desbravar os principais pontos de interesse da cidade. No final, eles geralmente sugerem uma gorjeta. E fica a seu critério dar quanto achou que valeu o passeio. O city tour acontece todos os dias, às 11h e às 14h. O ponto de encontro é no metrô Jaume I, na saída da Plaça de l’Ángel. É recomendável reservar on-line.

REFEIÇÕES POR MENOS DE € 10

Os restaurantes da GustosBCN são especializados em paella e tapas. A proposta é oferecer paella de alta qualidade, num ambiente temático agradável a preços competitivos. São quatro endereços em Barcelona. Um deles fica no shopping Arenas, antiga Plaza de Toros da cidade.

Barcelona onde comer barato Gustos BCN

Este prataço saiu por € 7,90. No cardápio também constam saladas, sobremesas e o fideuá, prato com fideos (macarrão fininho) e mariscos tradicionais da zona costeira de Valencia.

Em diferentes cidades da Espanha você encontra a cadeia de restaurante FrescCo, especializada em comida saudável e mediterrânea. O buffet completo inclui saladas, prato quentes, sobremesas (geralmente frutas das estação) e bebida (que pode ser água, refrigerante, chopp ou vinho) por módicos € 9,95 por pessoa até às 18h. À noite, fins de semana e feriados custa € 11,95. Consulte o site deles para saber onde há um restaurante mais próximo de você.

Barcelona onde comer Taberna del Cura

Com decoração rústica e ambiente familiar, o restaurante La Taberna del Cura é um clássico na cidade, principalmente entre moradores. Todos os dias oferece o Menú del Día com entrada (pão, sopa, e salada), prato principal e sobremesa por um preço fixo: € 7,05. Taça de vinho por € 2,50 (a água sai quase o mesmo preço!). Ambiente superagradável e atendimento simpático. A cozinha funciona todos os dias, das 12h à 1h. Fica perto da Casa Vincens. Carrer Gran de Gràcia, 83.

Ah, e para seu churros com chocolate quente se aconchegue no El Gran Café, no centro histórico de Barcelona. Para comer lá é caro, mas dois churrinhos não vão matar ninguém, né? O edifício, todo em arte noveau — belíssimo — é de 1920. Ambiente sofisticado para você se lembrar de que também é filho de Deus. Carrer d’Avinyo, nº 9.

5 DICAS DE HOSPEDAGEM BOA E BARATA

Hostal Hola Eixample |  Hostel baratíssimo. Está a 500 metros da Estação Rodoviária Barcelona Nord, de onde saem ônibus para o aeroporto e viagens internacionais. A Sagrada Família está a 15 minutos a pé e a Praça da Catalunha a 20 minutos caminhando. Não conte com muito espaço. Lençóis e cobertor incluídos. Toalhas disponíveis para alugar. Camas em dormitório coletivos a partir de € 12. (Veja nosso relato completo aqui)

Albergue Hostel bom e barato em Barcelona

Café da manhã no Rodamón Barcelona Centre

Rodamón Barcelona Centre | Fica a 100 metros da estação de metrô Diagonal. Está a cinco minutos da Casa Milá (La Pedrera) e a 10 minutos da Casa Batló, ambas de Gaudí. O hostel fica entre a Rambla Catalunya e o Passeig de Gràcia. Cada cama tem cortininha e luz individual. Lençóis e cobertor incluídos. Toalhas disponíveis para alugar. Está num prédio do século 19 todo restaurado. Tem instalações novas, localização privilegiada e um excelente café da manhã incluído. Cama em quartos compartilhados a partir de € 19,90. (Veja meu relato completo aqui)

Alberguinn |  Ótima opção para quem quer (ou precisa) ficar próximo à Estação Barcelona Sants, de onde sai o trem para o aeroporto El Prat e o AVE (trem rápido) para Madri. Há uma sala de TV e cozinha com micro-ondas e máquina de lavar louça. O albergue também tem uma máquina de lavar roupa. Há secador nos banheiros femininos. Diárias no quarto coletivo a partir de € 16. (Veja meu relato completo aqui)

Blue Barcelona |  Considere como “o” achado em Barcelona para quem não quer dividir o quarto com desconhecidos, mas quer pagar pouco. É o tradicional Bed and Breakfast. Está no fofo bairro de Gràcia. Os quartos têm ar condicionado, TV de tela plana, mesa de trabalho, piso de madeira e está lindamente decorado. Oferece wi-fi gratuito. A estação de metrô Fontana fica a 300 metros do hotel. Diárias para casal a partir de € 48 (quarto duplo com banheiro compartilhado) ou € 75 (com banheiro privativo, o que encarece bastante). Café da manhã, bem simples, incluído. Veja mais fotos aqui.

Hostal Ninot |  Observe que “hostal” na Espanha se refere a um tipo de pensão. Mas o Hostal Ninot tem toda a pinta de hotel com quartos bonitos e piso de madeira. Inclue TV de plasma. A maioria oferece banheiro privativo e ar condidionado. Wi-fi gratuito. Está no charmoso bairro de Eixample, a poucos minutos caminhando da Avenida Diagonal. Alguns dos principais monumentos de Gaudí estão a 10 minutos a pé do hostal. Diárias a partir de € 49 (quarto duplo com banheiro privativo). Veja mais fotos aqui. 

+ Dicas de hotel bom e barato em Barcelona no Booking.com: o sistema não cobra taxa de reserva e o cancelamento é grátis para a maioria dos quartos!

Barcelona pontos turisticos  1

ALUGUEL DE TEMPORADA

O site AirBnB oferece incríveis barbadas para aluguel de temporada em Barcelona. Apartamentos moderninhos em regiões bacanas saem a partir de € 30 o casal. Mas há ofertas de aluguel de quartos (com cozinha disponível para o hóspede) a partir de € 10 por pessoa. Jupurdeus! O site conta com avaliação dos hóspedes e taxa de resposta do proprietário, o que vai deixar você mais tranquilo na hora de fazer sua reserva!

COMPRINHAS LEGAIS

O La Roca Village é um enorme outlet nos arredores de Barcelona. Abriga um conglomerado de marcas (Armani, Adolfo Domínguez, Burberry, Ralph Lauren, Hugo Boss, Puma, Versace, entre outras) com descontos que podem chegar a 70%. Está a meia hora de Barcelona.

Barcelona onde comprar Muy Mucho

Loja Muy Mucho: qualidade e bom preço

Um dos lugares para morrer de amor são as lojinhas da Muy Mucho. Lembram um pouco a seção de casa, cozinha, decoração e presentes da Tok&Stok brasileira, mas com preços incrivelmente em conta! Diversos objetos fofíssimo por € 1! São várias unidades espalhadas pela cidade. Encontre o endereço mais próximo aqui.

BLOGOSFERA

Passaporte BCN | O blog mais completo sobre Barcelona é feito pelo casal Tony Gálvez (espanhol) e Cecília Candeias (brasileira). Além de textos completinhos e roteiros esmiuçados, as fotos são um capítulo à parte na belezura do site.

INFORMAÇÕES ESSENCIAIS

DDI | 34
Língua Oficial | Castelhano e catalão
Fuso Horário | Quatro horas a mais do que o Brasil
Quando ir | O calor do verão espanhol pode ser insuportável. Mas ao contrário de Madri, Barcelona tem praia às margens do Mediterrâneo. Evite julho e agosto, não só por causa das altas temperaturas, mas porque é altíssima temporada. A cidade acontece o ano inteiro. Gosto de maio (temperaturas amenas), junho (dias mais longos), setembro (marca o fim do verão, baixa temporada, mas com dias longos ainda), e outubro.
Site do país | www.spain.info
Site da cidade | www.bcn.cat
Informações turísticas | www.barcelonaturisme.com
Consulado brasileiro | Avingunda Diagonal, nº 468, 2ª andar. www.brasilbcn.org
Brasil Direto a cobrar via Embratel | 900 990 055
Companhias aéreas low cost | Vueling

Posts relacionados

Europa Barata: Berlim pela primeira vez

Europa Barata: Paris pela primeira vez

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Europa Barata: Londres pela primeira vez

Europa Barata: Madri pela primeria vez

Europa Barata: Roma pela primeira vez

Veja também

E-book | O Barato de Paris

E-book | O Barato de Lisboa

E-book | Barato de Roma

E-book | O Barato de Madri

____________________

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
sexta-feira, 08 de agosto de 2014

Trem-bala entre Madri e Barcelona: a experiência de viajar a 300 km por hora

Trem bala entre Madri e Barcelona

Seiscentos e vinte quilômetros separam Madri de Barcelona. De carro (ou ônibus) você leva, no mínimo, seis horas e meia para fazer o trajeto. Se optar pelo avião o percurso dura 1h10, mas tem o inconveniente de chegar uma hora antes do embarque (sem contar o tempo de locomoção até o aeroporto) e a restrição de bagagem, principalmente se você optar por uma low cost.

Se sua opção for o AVE — o trem de alta velocidade espanhol — você poderá fazer a mesma rota entre 2h30 e 3h (dependendo do número de paradas), mas com a vantagem de embarcar e chegar em estações centrais. Ambas, tanto em Madri quanto Barcelona, estão conectadas ao metrô.

Sem contar que a façanha apresenta alguns “up grades” de lambuja: as poltronas são muito mais espaçosas que as do avião, o banheiro é enorme (desculpe, me esqueci de tirar foto do dito cujo), você tem tomada (que funciona!) para carregar seus dispositivos, a internet do telefone trabalha praticamente durante todo o trajeto (mas não tem wi-fi), pode chegar mais próximo da hora do embarque, não tem que ficar esperando as malas nas esteiras, além de ter uma franquia de bagagem maior que a do avião.

+ E-book | O Barato de Madri —> Baixe o seu agora mesmo!

Vagao restaurante trem bala Madri Barcelona

Há vagões-lanchonete que vendem sanduíches, snacks, bebidas e água. Este combo com sanduíche de atum e ovos, batata chips e uma bebida saiu por € 6,90.

Por fim, um painel eletrônico vai mostrando a velocidade que o trem vai desenvolvendo: 120, 180, 230… até chegar a incríveis 300 km por hora!

Mas vamos alinhar as expectativas: você não vai sentir grandes trepidações, nem vai provar aquele impulso que faz as costas grudarem na poltrona como se estivesse num Concorde, muito menos terá a sensação de estar dentro de um carro de fórmula 1. A experiência, nesse quesito, é mais psicológica do que prática!

COMO COMPRAR

É possível comprar diretamente no site da Renfe, empresa que administra a rede ferroviária espanhola. Você escolhe entre ida e volta ou somente ida.

Na origem, selecione a estação Madrid-Puerta de Atocha e no destino, Barcelona-Sants. (Ou vice-versa se você quiser fazer o trajeto ao contrário). Determine o número de pessoas que vão viajar e clique em comprar.

Matraqueando Instagram

Renfe Como comprar passagem Madri Barcelona

Na segunda tela aparecerão as possibilidades de preços e horários. Existem as categorias Turista, Turista Plus, Preferente e Club. Na categoria “Turista” seriam os vagões e poltronas mais simples (mas, ainda, assim, mais confortável que as dos aviões).

E na categoria mais alta (e mais cara), a Club, você tem direito à sala VIP, menu a bordo e poltronas de couro e que reclinam mais. Eu testei a basiquinha mesmo! :mrgreen:

+ Madrid Card: inclui entrada gratuita em 50 museus e visita ao estádio do Real Madri + brinde. Compre o seu aqui!

Renfe Como comprar passagem Madri Barcelona pay pal

Às vezes a tarifa mais barata é a 4P, que significa cuatro personas. Ou seja, você compra aquelas mesinhas de quatro lugares, mas a pegadinha é que você será obrigado a adquirir as quatro passagens juntas para obter o melhor preço individual.

Geralmente a melhor melhor opção será a tarifa P (de Promo). Com antecedência você pode encontrar passagens a partir de € 32 por trecho.

Importante: bilhetes comprados com, no mínimo, 15 dias de antecedência podem custar até 50% mais baratos. No entanto, se você simular viagens para daqui a três meses, às vezes, não aparecem as opções.

Agora, selecione o dia, horário e tarifa. Em seguida aparecerá a tela para você preencher com seus dados pessoais. Clique em continuar.

Renfe Como ir Madri Barcelona trem bala

E, por fim, a forma de pagamento. Você pode pagar com cartão de crédito ou pelo PayPal. Tentar pagar com o cartão de crédito pode ser uma tortura, porque o sistema é tão moderno que acaba sendo um atraso de vida.

Ele só aceita cartões com uma tecnologia avançada de autenticação on-line (como Verified by Visa ou MasterCard Secure Code).

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro viagem da Mondial. Pegue sue cupom aqui.

Renfe Como comprar passagem de trem

Mas, ATENÇÃO, eu fiz uma tentativa de compra com o meu cartão Diners Club Exclusive (que eu nem sabia se tinha essa tecnologia) e a compra foi aprovada de primeira, sem qualquer drama.

Por outro lado, a inclusão de pagamento através do Pay Pal (adotada recentemente pelo site) facilitou e muito a vida de quem quer comprar na Renfe. É só se cadastrar no Pay Pal, um sistema de pagamento on-line altamente seguro e fácil de utilizar.

Outras opções: você pode comprar sua passagem na Espanha, diretamente nas estações (mas se comprar muito em cima da hora os valores podem ser absurdos) ou em sites de agências on-line que não têm essa burocracia do cartão, mas que cobram uma taxa pela emissão.

E-book | O Barato de Madri —> Baixe o seu agora mesmo!

ONDE EMBARCAR

Em Madri você embarca (ou chega) na estação Puerta de Atocha, conectada ao metrô da cidade. A estação é linda e “arborizada”. O AVE tem local de embarque próprio. Siga as placas (que não são muitas, eu mesma me perdi) ou pergunte ao centro de informações como ir até à plataforma.

Importante: tenha seu cartão de embarque impresso. Será necessário apresentá-lo para acessar as plataformas. Chegue com pelo menos 30 minutos de antecedência, porque você terá que passar as bagagens por um sistema de raio-x. De qualquer maneira, flui rápido.

Madrid Estacao Porta de Atocha

Estação Puerta de Atocha em Madri

Em Barcelona você chega (ou embarca) na estação Barcelona Sants, no bairro de Sants-Montjuïc, que também está conectada ao metrô da cidade.

QUANTO PODE LEVAR DE BAGAGEM

Todo vagão tem um compartimento específico para colocar bagagens maiores. Mala de mão ou volumes menores podem ser acomodados na parte de cima dos assentos. Ao contrário do que muita gente pensa, o número de bagagens não é ilimitado.

Você poderá levar até três malas com até 25 quilos os três volumes juntos e a soma das dimensões (altura, largura e profundidade) das três malas não podem ultrapassar 290 cm. Cadeirinhas e carrinhos de bebê contam como uma bagagem.

+ Barcelona Card: transporte público gratuito, entrada grátis em museus e diversos descontos. Compre o seu aqui!

Como ir de Barcelona a Madri com o AVE

Dica de segurança: eu tenho pavor de deixar minha mala lááá no compartimento próprio (que é aberto) se não puder ficar olhando para ela todo o tempo.

Como eu viajo com mala pequena, para mim é fácil acomodá-la no compartimento acima do assento. Não é comum relatos de roubos de bagagens nos trens, mas pode acontecer. Fique atento e ¡buen viaje! 😉

Posts relacionados

MADRI

Europa Barata: Madri pela primeira vez

Madri: dois hostels novos, descolados e baratim

Como ir do aeroporto de Madri (Barajas) ao centro

Tour no estádio do Real Madri: compre seu ingresso antecipado e evite filas!

Madri bairro a bairro

Barrio de las Letras

Chueca e Malasañas

Salamanca

La Latina

Gran Vía e Callao

BARCELONA

Europa Barata: Barcelona pela primeira vez

Hospital de la Santa Creu i Sant  Pau: o atrativo modernista da vez em Barcelona

Palau de la Música Catalana: a única sala de concertos modernista Patrimônio da Humanidade

Barcelona: três hostels bacanas, baratos e bem localizados

Ônibus Turístico Hop On Hop Off: a maneira mais econômica de conhecer Barcelona para quem tem pouco tempo

Leia também

Espanha a 50 euros por dia

Figueres e Girona: passeio de um dia à cidade natal de Salvador Dalí

______________________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner Guia Madri 2015

Share
terça-feira, 03 de junho de 2014

Barcelona: três hostels bacanas, baratos e bem localizados

Matraqueando Instagram

Para quem não sabe, hostel é o nosso bom e velho albergue da juventude de guerra. A diferença é que hoje esse tipo de hospedagem está bem mais sofisticada. Não estou falando de luxo, mas por conta da concorrência — toda cidade europeia tem algumas dezenas deles — os hostels melhoraram muito em termos de estrutura e atendimento.

Já faz muito tempo que os albergues não são mais direcionados somente a “jovens”. Muitos oferecem quarto-família ou até mesmo aceitam crianças a partir de certa idade em quartos coletivos. E seguem imbatíveis no preço das diárias para viajantes solitários e com orçamento restrito. Exatamente meu caso na última viagem à Espanha.

Para mão de vaca muquirana | Hostel Hola Eixample

Hostel bom e barato Barcelona Hostel Hola Eixample

Reserva | Pelo Booking.com. O sistema não cobra taxa de reserva e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos. O Hostel Hola tem nota 8,4.

O quarto |  Fiquei no quarto coletivo com 16 camas. Não conte com muito espaço. Tem armários individuais que abrem e fecham com cartão magnético. Lençóis e cobertor incluídos. Toalhas disponíveis para alugar. Banheiro fora do quarto. Veja mais fotos aqui.

Wi-fi | Ótimo e gratuito.

Localização |  Está a 500 metros da Estação Rodoviária Barcelona Nord, de onde saem ônibus para o aeroporto e viagens internacionais. A Sagrada Família está a 15 minutos a pé e a Praça da Catalunha a 20 minutos caminhando. A estação de metrô mais próxima do hostel é a Tetuan (fica a umas duas quadras).

Hospedagem boa e barata em Barcelona

Check-in | A partir das 14h. Pagamento na chegada. Aceitam Visa e Máster.

Check-out | A partir das 11h

Atendimento | Simpático.

Vantagem | O preço. Foi o albergue mais barato que encontrei com café da manhã incluído (café bem mixuruca, não se anime!) e nota acima de 8,0 no Booking. Oferece aluguel de bicicleta (€ 8 a diária). Cozinha disponível ao hóspede. Há secador nos banheiros femininos.

Desvantagem | Não havia limpeza diária de banheiros, cozinha ou quartos. Nos dois dias que passei aqui só tiravam o lixo e repunham o papel higiênico. O chuveiro era chatíssimo, daqueles que você aperta a “torneirinha” e depois de 30 segundos a água some. Ou seja, lava uma perna, aperta a torneirinha. Lava a outra perna, volta a apertar a torneirinha. Ecologicamente é ótimo. Mas bem que poderia durar pelo menos um minuto a vazão.

Preço | A partir de € 12. DOZE EUROS. (Deu para relevar bem o café da manhã sem pão  — só com torradas do tipo bauducco — o chuveiro com vazão de 30 segundos e a limpeza a cada 48 horas). :mrgreen:

_____________________________________

Para quem prioriza excelente localização | Rodamón Barcelona Centre

Hostel bom e barato Barcelona - Rodamon

Reserva | Pelo Booking.com. O sistema não cobra taxa de reserva e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos. O Rodamón tem a incrível nota 9,1.

O quarto | Fiquei no quarto coletivo com seis camas. Cada cama tem cortininha e luz individual. Os armários são trancados com cadeados. Leve o seu ou terá que comprar um na recepção do hotel. Lençóis e cobertor incluídos. Toalhas disponíveis para alugar. Banheiro fora do quarto. Chuveiro ótimo. Veja mais fotos aqui.

Wi-fi | Ótimo e gratuito.

Localização | Fica a 100 metros da estação de metrô Diagonal. Está a cinco minutos da Casa Milá (La Pedrera) e a 10 minutos da Casa Batló, ambas de Gaudí. O hostel fica entre a Rambla Catalunya e o Passeig de Gràcia. A Plaça de Catalunya está a 20 minutos de caminhada ou a duas estações de metrô, partindo da estação Diagonal.

Check-in | A partir de 14h. Pagamento no check-in. Aceita Visa e Máster.

Check-out | Até às 11h.

Albergue Hostel bom e barato em Barcelona

Atendimento | Simpático. Tem atendentes que falam português.

Vantagem | Foi o meu hostel preferido, disparado, entre os três que testei na cidade. Está num prédio do século 19 todo restaurado. Tem instalações novas, localização privilegiada e um excelente café da manhã incluído. (Ó, café da manhã “excelente” em hostel é ter – além do básico – frutas frescas, suco natural e iogurte. Não conte com tapioquinha, ovos e bacon). Além disso, o Rodamón tem um lindo terraço, onde você pode tomar seu café da manhã ao ar livre. Tem lavanderia. Um criança menor de quatro anos é grátis pelo uso de cama existentes no quarto.

Desvantagem | Não encontrei.

Preço |  A partir de € 19,90. O quarto com duas camas de solteiro (banheiro compartilhado) está € 55.

_____________________________________

Para quem quer ficar perto da estação Barcelona Sants | Alberguinn

Dicas hospedagem boa e barata em Barcelona

Reserva | Pelo Booking.com. O sistema não cobra taxa de reserva e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos. O Alberguinn tem nota 8,8.

O quarto | Fiquei no quarto coletivo com 12 camas. Armários individuais com chave. Lençóis e cobertor incluídos. Toalhas disponíveis para alugar. Banheiro fora do quarto com secador e ótimo chuveiro. Veja mais fotos aqui.

Wi-fi | Ótimo e gratuito.

Localização |  Está a menos de 10 minutos caminhando da Estação Barcelona Sants, de onde sai o trem para o aeroporto El Prat e o AVE (trem rápido) para Madri. (De Barcelona Sants são 20 minutos até o Terminal 2 do aeroporto, parada final do trem. E mais uns 15 minutos em ônibus grátis do Terminal 2 para o Terminal 1, de onde sai a maioria dos vôos para o Brasil).

Check-in | A partir das 13h. Pagamento na chegada. Aceita Visa e Máster.

Check-out | Até às 11h.

Hostel bom e barato Barcelona - Alberguinn

Atendimento | Excelente. O café da manhã começa às 8h. Mas quando informei que faria check-out cedíssimo e, portanto, não tomaria café da manhã, a atendente Ewelina — uma simpática polonesa — disse que prepararia o café para mim em horário especial. Assim, às 7h estava eu lá tomando meu cafezinho feliz da vida.

Vantagem | Há uma sala de TV e cozinha com microondas e máquina de lavar louça. O albergue também tem uma máquina de lavar roupa. Há secador nos banheiros femininos.

Desvantagem | Como eu disse aí em cima é um hostel para quem quer ficar perto da Estação Barcelona Sants. Portanto, de uma maneira geral não vejo desvantagens. Mas se sua ideia é desbravar todo a cidade deve saber que daqui para o centro são 15/20 minutos de metrô, está meio fora de mão dos principais atrativos, mas fica bem perto do Montjüic. Um pequeno detalhe que incomdou foi que as tomadas não ficam perto da cama, o que me obrigou a deixar celular carregando longe da minha visão.

Preço | A partir de € 16. (Eu paguei € 18 porque optei por um quarto feminino). Mas quartos mistos são mais baratos.

Posts relacionados 

Hospital de Sant Pau: a obra modernista da vez em Barcelona

Sagrada Família

Parc Güell

Pueblo Español

Barcelona combina com

Madri

____________________________

Pagamos todas as nossas despesas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. A proposta é mostrar para você uma resenha íntegra e isenta do lugar . Aqui, você pode confiar!

Disclaimer | Este post contém links para o Booking.com (parceiro comercial do blog) inseridos espontaneamente pela autora.
____________________________

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
terça-feira, 20 de maio de 2014

Hospital de la Santa Creu i Sant Pau: o atrativo modernista da vez em Barcelona

Hospital Saint Pau Barcelona Fachada

No começo do mês desembarquei pela quarta vez em Barcelona. No meu roteiro não havia grandes expectativas a não ser fazer um mergulho profundo pelos bairros da cidade.  Além de matar as saudades da minha metrópole preferida na Europa, eu queria entender de uma vez por todas como funciona o Modus Operandi da capital da Catalunha.

Hospital Saint Pau Barcelona Detalhes teto

Hospital Saint Pau Barcelona Como chegar

Nesse contexto tô nem aí acabei me achando. Saí um pouco daquele transe ParcGüell-SagradaFamília-CasaBatló (que, claro, onde também bati cartão) e dei uma chance às obras do arquiteto Lluís Domènech i Montaner, outro modernista não tão famoso entre os brasileiros, mas tão genial e grandioso quanto Gaudí.

Hospital Saint Pau Barcelona Localizacao

Hospital  de la Santa Creu i Saint Pau Barcelona Localizacao

O Hospital de la Santa Creu i Sant Pau, Patrimônio da Humanidade, é considerado o maior conjunto civil modernista do mundo e uma das mais antigas instituições sanitárias da Europa. Passou por um ambicioso projeto de recuperação nos últimos anos e foi reaberto recentemente à visitação. O complexo ocupa uma quadra inteira e, como bem definiu o blog Passaporte BCN (onde peguei essa dica incrível), parece uma minicidade com alamedas, jardins e edifícios.

Hospital Saint Pau Barcelona Vista Aerea

Hospital Saint Pau Barcelona Arco

Os pavilhões do Recinto Modernista de Sant Pau – como também é chamado o local – abrigam várias instituições das áreas de saúde, sustentabilidade e educação. Entre elas estão a Casa Ásia (que tem o objetivo de impulsionar as relações entre Espanha e países asiáticos), Instituto Forestal Europeo  (que trabalha para promover a preservação de florestas) e até um escritório da OMS – Organização Mundial da Saúde.

Matraqueando Instagram

Hospital Saint Pau Barcelona Direccion

Hospital Saint Pau Barcelona Tuneis

Logo na entrada um vídeo mostra a importância patrimonial e artística do conjunto arquitetônico, a evolução histórica e a herança que o prédio deixou para a medicina. Estes pavilhões estão conectados por túneis, o que facilitava a remoção e transporte de pacientes.

Durante a visita interna, algumas imagens são projetadas nas paredes destes corredores subterrâneos representando a vida dentro do hospital no começo do século 20, período em que Barcelona conheceu um incrível desenvolvimento urbanístico.

Hospital Saint Pau Barcelona Torre

Lluís Domènech i Montaner (guarde este nome, ele aparecerá em outros posts), autor deste projeto – e do memorável Palau de la Música Catalana – levou muitos conceitos do Modernismo Catalão ao complexo hospitalário.

Hospital Saint Pau Barcelona Detalhes

São esculturas, ferro forjados, cerâmicas, formas arredondadas, cúpulas, vitrais, mosaicos, cores e diversos elementos decorativos que dão aquele movimento único às obras dessa corrente artística. (É certo falar corrente artística? Ou seria arquitetônica?)

Hospital Saint Pau Barcelona Arquitetura Modernista

O que posso afirmar com propriedade: é lindo, impactante, grandioso e, principalmente, está em Barcelona – a poucas quadras, olha só, da Sagrada Família, a igreja inacabada de Gaudí e um dos monumentos mais visitados da cidade.

A diferença é que para entrar na Sagrada Família existe uma enorme fila e o templo está sempre lotado. Enquanto isso, o Hospital de la Santa Creu i Sant Pau ainda não foi descoberto pela massa e quase nunca há filas, o que faz parecer que toda aquela imensidão é só sua. (Bom, isso até antes do Matraqueando contar a novidade para você!) :mrgreen:

Hospital  de la Santa Creu i Saint Pau Barcelona Como chegar

SERVIÇO

Hospital de la Santa Creu i Sant Pau

Local: Calle  Sant Antoni Maria Claret, 167 (esquina com Calle Cartagena) | Barcelona | Metrô (Linha 5):  Sant Pau – Dos de Maig. Da Sagrada Família pegue a Avinguda Gaudí e em pouco mais de 10 minutos de caminhada você chega ao complexo projetado por Domènech i Montaner.

Horário: segunda a sábado, 10h às 18h30 (abril a outubro) e 10h às 16h30 (novembro a março) e domingos e feriados, 10h às 14h30 (ano inteiro). Você pode fazer a visita livre, mas se preferir o Recinto Modernista de Sant Pau oferece visitas guiadas em catalão, castelhano, inglês e francês (e em outras idiomas com previsão solicitação). Veja aqui os horários das visitas guiadas.

Visita livre: 8 euros. Pessoas de 16 a 25 anos e maiores de 65 anos pagam 5,60 euros. Menores de 16 anos não pagam.

Visita guiada: 14 euros. Pessoas de 16 a 25 anos e maiores de 65 anos pagam 9,80 euros. Menores de 16 anos não pagam.

Atenção: gratuito no primeiro domingo do mês. Para comprar seu tíquete on-line clique aqui.

Dica da Matraca | Portadores do guia da Ruta Del Modernismo de Barcelona tem 50%  de desconto sobre a tarifa do Recinto Modernista de Sant Pau.

Posts relacionados

Sagrada Família

Parc Güell

Pueblo Español

Barcelona combina com

Madri

________________________

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
sexta-feira, 01 de junho de 2012

O dia em que o consulado de Barcelona emitiu um novo passaporte, sábado, à meia-noite, para uma brasileira que foi roubada: minha tia!

No final de semana passado foi um quiproquó. Em pleno sábado, acordo com uma mensagem da minha mãe — que está na Europa com quatro irmãs numa viagem de 30 dias — dizendo que uma delas havia sido roubada (em Barcelona) e que o ladrão levou tudo: dinheiro, cartões de crédito e passaporte.

Devolvi a mensagem: faça um boletim de ocorrência e vá ao consulado solicitar outro documento. E ela: mas hoje é sábado, o consulado está fechado e amanhã temos voo para Madri. Aí, começou a correria. Como tirar um novo passaporte se o consulado estava fechado? Como minha tia poderia embarcar no voo do dia seguinte sem qualquer documento que a identificasse?

Para resumir a história, depois de horas, consegui o telefone de emergência de consulado — um celular publicado no site deles — e quem atendeu foi a vice-consulesa Cristina. Ela perguntou se não dava para elas adiarem a viagem para Madri e irem ao consulado na segunda –feira. Eu disse que se elas não embarcassem no dia seguinte para Madri ocorreria uma série de cancelamentos com passagens aéreas e hotéis, acarretando um enorme prejuízo — financeiro e emocional.


As cinco mocinhas da Europa em Madri, depois do susto. Da esquerda para a direita: Tia Olga, Tia Julia, minha mãe (Sílvia), Tia Izabel e Tia Neuza.

Já numa segunda conversa por telefone, a vice-consulesa pergunta para o Raul: mas elas foram em excursão, né? E o Raul: “Rapaiz, são cinco idosinhas viajando por conta”. A vice-consulesa, boa alma e, muito provavelmente horrorizada, determinou: diga para ela preencher o formulário no site, tirar uma foto para passaporte e anexar uma fotocópia do documento de identidade (que foi enviado para minha tia por e-mail, digitalizado). Depois, liguem de novo para mim, finalizou.

Assim que as cinco mocinhas da Europa providenciaram tudo, ligaram para a vice-consulesa que foi ao encontro das meninas e abriu o consulado em regime de emergência, em pleno sábado, à noite. Quase à meia-noite minha tia recebia seu passaporte novo para continuar a viagem.

O que a gente pode aprender com essa história:

1. Nunca, nunquinha, jamé você deve andar com todos os documentos e dinheiro em um só lugar, muito menos na bolsa (caso da minha tia, que colocou tudo dentro de uma bolsa que havia acabado de comprar em Roma). Use o money port, aquela pochete fininha feita para usar debaixo da roupa, vendida em lojas de malas.

2. Digitalize seus documentos e cartões de crédito e envie uma cópia para seu e-mail. Isso facilita no caso de ter que cancelar os cartões ou de ter que emitir novo passaporte. Se você ficar receoso de mandar para seu e-mail (medo de invasão de hacker, por exemplo) crie um e-mail que só você conheça para mandar as digitalizaçõs. E memorize a senha, por favor!

3. Se a perda ou roubo acontecer nos fins de semana ou feriados o pepino é bem maior. Os consulados não funcionam nestes dias. E, embora, ofereçam um telefone de emergência, eles costumam atender somente os casos que consideram graves como prisão, morte ou hospitalização de cidadão brasileiro. O fato da vice-consulesa ter atendido minha tia às dez horas da noite entra no rol tive-sorte-de-encontrar-uma-pessoa-de-muito-boa-vontade!

Obrigada, Cristina! Profissionais como você sempre deixam um legado e fazem toda a diferença na história das pessoas.

Leia também

Perdi meu passaporte. Como faço para obter outro?

O dia em que a GOL indenizou uma mala destruída em menos de 24 horas.

Foto: Arquivo Pessoal

———————–

Siga o Matraqueando no Twitter | @matraqueando

Curta nossa página no Facebook | Matraqueando

Assine nossa Newsletter | Matraca News por e-mail

Adquira nosso guias | Lojinha Matraqueando

Share
terça-feira, 20 de outubro de 2009

Barcelona tem a primeira loja com produtos (quase) grátis da Europa

.

Funciona assim: você adquire um passaporte por 5 euros – válido por seis meses. Durante esse período poderá adquirir cinco produtos grátis a cada duas semanas. Único requisito: não é permitido repetir nenhuma mercadoria. São produtos de higiene, cosméticos, água e alimentos.

A empresa se chama Es lo último e faz parte do grupo Guía de Tendencias – que se dedica a fazer estudos de mercado. Não é caridade nem a crise. Trata-se de divulgar artigos que estão entrando no mercado. As empresas participantes oferecem parte do estoque como uma espécie de amostra grátis. 

Para obter o passaporte é necessário responder um questionário com seus dados e gostos pessoais e apresentar um documento de identificação. Segundo a diretora de marketing do Guía de Tendencias, Cristine Mínguez, a previsão é abrir uma loja Es lo último em Madri ainda este ano. 

Melhor, impossível: até junho de 2010 outras capitais europeias como Berlim, Londres, Paris, Roma e Amsterdam devem receber lojas similares da mesma rede. E ainda: Nova York, Los Angeles, Otawa, Monterrey e, veja só, Rio de Janeiro também estão na mira do empreendimento. Iça! 

SERVIÇO:
Es lo último
Onde: Ronda Universit, 9. Barcelona – Espanha.
Horário: segunda a sábado, das 10h às 21h. 

Tel.: + 34 934 701 045

Leia também:

Espanha a 50 euros por dia

Sevilha

Madri

Barcelona

Share
quarta-feira, 04 de março de 2009

Barcelona: Pueblo Español

Parece uma maquete gigante das mais diversas regiões da Espanha. Uma construção tipo Lego, em que um bloco se encaixa no outro perfeitamente. O Pueblo Español (ou Poble Espanyol em catalão) é conhecido como um museu arquitetônico. Retrata, por meio de suas fachadas, o que há de mais bonito, simbólico e tradicional na arquitetura do país.



Foi concebido durante a Exposição Universal de 1929 (era o pavilhão dedicado às artes) e deveria durar o mesmo tempo do evento, seis meses. Mas o impacto causado nos visitantes foi tão grande que acabou sendo preservado.

Há quem rechace o lugar, dizendo que é coisa para turista. Ora, por favor! Quando se viaja quase sempre é para ter experiências… de turista! Descobrir um cantinho ou outro diferente geralmente está no caminho que você faz (a pé, de preferência) entre uma atração e outra. E estando ali, no bairro Montjuïc (onde se encontra a Fundació Joan Miró, por exemplo) não há porque não visitar o pueblo.

São 117 edifícios entrecortados por calles y plazas reproduzindo deliciosamente um passeio por paragens como Andaluzia, Aragón, Asturias, Cantabria, Castilla y León, Madri, Murcia, Galicia, Extremadura, entre outras.

Dentro dos edifícios se estabeleceram vários tipos de comércio: lojas, restaurantes, associações e até oficinas de arte, pintura e artesanato. Nós almoçamos por ali o menu turístico (uns 11 euros por pessoa) – com entrada, prato principal e salada.

O projeto é do arquiteto Puig y Cadalfach em parceria com Ramón Reventós e Francesc Folguera, além dos artesões Miquel Utrillo e Xavier Nogués. Já estive duas vezes no Pueblo Español. Em ambas não havia muita gente, o passeio é tranquilo. É possível caminhar calmamente pelas callejuelas e perder-se no interior da Espanha. Mesmo estando em Barcelona.

   

SERVIÇO:

Horário:
Segunda das 9h às  20h
De terça a quinta das 9h às 02h
Sexta das 9h às 04h
Sábado das 9h às 05h
Domingo das 9h às 24h
Importante: os restaurantes ficam abertos até de madrugada em alguns dias da semana, mas as lojinhas geralmente fecham às 20h.

Preço:
Adultos: 8,50 €
Crianças de 4 a 12 anos: 5,50 €
Crianças co menos de 4 anos: gratuito
Familiar (2 adultosa e duas crianças de 4 a 12 anos): 20,00 €
Estudantes e Aposentados: 6,50 €

Como chegar:
O metrô mais próximo (e que para bem longe) desce na estação Espanya. O melhor é ir de ônibus (nº 13, 50 e 61). Desça bem em frente, na parada Poble Espanyol.

Fotos: Raul Mattar

Posts relacionados:
Barcelona
Madri
Sevilha

Espanha combina com:
Portugal

Share
quarta-feira, 05 de novembro de 2008

Barcelona | Park Güell

Sempre que vou à Europa eu quero passar por Barcelona. E toda vez que vou a Barcelona quero voltar ao Parc Güell.

Não canso de tentar decifrar a mente extraordinária e criativa de Antoni Gaudí, o arquiteto responsável pela delicadeza do lugar. Nada por aqui é convencional. Curvas se misturam com caquinhos de azulejos que formam os mais belos mosaicos da arte contemporânea.

 

Tombada pela UNESCO como patrimônio cultural, a obra foi encomendada à Gaudí pelo magnata catalão Eusebi Güell, que queria fazer do projeto um grande bairro residencial, algo como uma cidade-jardim. Nem tudo saiu como o planejado e do traçado original sobrou somente o Park Güell, que seria a entrada do tal bairro.

Pela praça serpenteia um banco todo sinuoso também ladrilhado de infinitas nuances. Como o parque está localizado em uma colina, dali se tem uma vista estupenda de boa parte de Barcelona. Nas escadarias de acesso está o célebre lagartão, todo coloridinho – no estilo inconfundível de Antoni Gaudí – jorrando água pela boca. Depois, qualquer meia volta pelo local leva você ao mundo lúdico do arquiteto.

A parte de cima do Parque Güell é sustentada por 86 colunas, com rosetas encravadas no teto.É tudo muito inusitado, atraente e sedutor. Não tenho criatividade suficiente para descrever em um par de linhas o que representa uma mão-de-obra como a de Gaudí. O trabalho dele é dinâmico, transcende o óbvio, não busca chocar nem se indispor com ninguém.



É um tipo de arquitetura que tem textura, dá vontade de passar as mãos nas paredes, tocar os tetos, encostar os dedos nos pedacinhos de vidros e cristais que dão os matizes precisos deixados pelo espanhol. Como se estivéssemos em uma lojinha cheia de penduricalhos, onde ninguém resiste e pega tudo na mão. A grande herança de Antoni Gaudí foi a harmonia. Uma capacidade de integrar obra e natureza, sempre voltada ao que o ser humano chama de belo e irresistível.

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.

Share
segunda-feira, 30 de julho de 2007

Barcelona: a maravilha que ficou de fora…

Não da minha última viagem à Europa. Mas daquele concursinho fajuto, organizado por um milionário oportunista, que conseguiu ficar ainda mais rico às custas dos nossos clicks para eleger o Cristo Redentor. (Sim, eu votei no Cristo, porque sou brasileira e não desisto nunca!). Até hoje não entendi quais foram os critérios para selecionar as novas maravilhas do mundo moderno. Misturar em uma mesma categoria as ruínas de Machu Picchu e uma construção moderníssima como a Ópera de Sidney só me deixou mais confusa.
.

Com o resultado final, divulgado no começo do mês, todo mundo ficou cochichando que o palácio andaluz Alhambra, em Granada, foi completamente injustiçado por não figurar entre os sete mais votados. Mas quem não poderia ter ficado de fora foi o único castelo de areia gigante construído no meio de uma cidade: a catedral Sagrada Família, de Antonio Gaudí, em Barcelona.
.

O projeto começou quando Gaudí tinha 31 anos e foi o último de sua vida. Dedicou mais de 40 anos à obra. O arquiteto morreu e não deixou nem os esboços para que pudessem finalizar o monumento mais criativo e genial dos últimos séculos.

Diversos artistas, engenheiros e arquitetos já deram várias contribuições, tentando finalizar a obra. Mas já se passaram mais de 70 anos desde a morte do visionário catalão e a previsão é de que fique totalmente pronta só em 2025.
.
No meu concurso particular para eleger as novas maravilhas do mundo eu colocaria o monumento em destaque pelo simples fato de ser único e original: tem inusitada e conflitante arquitetura, está em construção há 125 anos e a gente pode brincar de fazer sagradas famílias nas areias de qualquer praia do Brasil.

Fotos: Raul Mattar

Posts relacionados:

Barcelona: Parc Güell

Barcelona: Pueblo Español

Sevilha: nem todos são toureiros!

Madri: a bem sucedida capital espanhola

Espanha: venha para cá se…

Share
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio