Silvia Oliveira

Na categoria Matraqueando

quinta-feira, 30 de março de 2017

A ditadura da mala pequena

mala pequena

Não tem muito arranjo técnico ou segredo místico. Para viajar sem despachar é preciso desapego. Observe, as pessoas que conseguem atravessar o oceano — e passar 15 dias do outro lado do mundo — com uma malinha de bordo são seres enxutos por natureza. Nem evoluídos nem descolados. Apenas renunciam aquilo que parece indispensável ao outro.

Nunca fiz (e não pretendo fazer) um post mostrando a montar mala pequena. Algumas dicas vêm a calhar, verdade. Faça rolinhos com as camisetas. Coloque as meias dentro dos calçados. Leve o casaco na mão. Use embalagem miniaturas para cremes e shampoo.  Deixe o secador em casa.

Já falei aqui, aqui e aqui de itens que considero essenciais na bagagem, mas se fosse para eu investir tempo no tema, abordaria essencialmente técnicas de libertação e desprendimento emocional.

Não adianta ensinar a fazer rolinhos com camisetas se você quer levar 14 blusinhas numa viagem de cinco dias. A essência não está na montagem ou no método de organização, mas na abnegação.

O desapego, veja bem, não é indiferença ao bem vestir. É a capacidade de abandonar o desnecessário. Quantas vezes você foi e voltou com um monte de badulaque que sequer chegou a usar? Acontece com todo mundo. Inclusive comigo.

— Ah, mas se eu precisar daquele vestido oncinha? Ou do sapato azul com laço branco?

— 18 pares de brincos são suficientes.

— Huuum, xaver… sete dias… sete calças, é isso!

— Mas eu sou homem, minhas coisas tomam espaço.

Men-ti-ra. Tenho um marido que até há bem pouco tempo se recusava a viajar somente com mala de mão. Pois ele ia e voltava com a bagagem cheia de camisetas, meias e cuecas s.e.m. usar.

Pode não parecer, mas quem viaja sem despachar nem sempre tem vocação para hippie. Meu objeto de contracultura é justamente a não imposição de regras. Criar uma ordem celestial para viajantes desapegados é o que eu não quero fazer aqui.

Quem parte somente com uma malinha de mão ou com uma mochila nas costas não é mais aventureiro, empreendedor ou ousado do que você. Nós apenas queremos tomar conta da viagem. E não o contrário.

Mala é um ser vivo mimado com genoma muito próprio. É um personagem autoritário e dominador. Invariavelmente causa suplício e tormento. A raiz do sofrimento é o apego — como bem dizia Buda. A bagagem que carregamos é a parábola mais bem contada da nossa vida.

Lembra a última vez que você teve que se sentar em cima dela para tentar fechar o zíper daquela bagaça? É necessário impor respeito. Já disse e repito: sua mala não pode ser mais empoderada do que você.

Por outro lado, a mala é sua. A viagem é sua. E sua história é com você. Não deixe que criminalizem ou até ridicularizem seu passeio só porque você chegou à casa da tia para passar o fim de semana com uma samsonite-conteiner de 25 quilos.

Tá, eu confesso que daria um sorrisinho no canto dos lábios. Mas imediatamente me lembraria daquela calça de couro que eu levei na minha primeira viagem à Europa numa mala acoplada a um carrinho de feira. São anos de treinamento e evolução, rapá!

Diga não à ditadura da mala. A imposição desta ou daquela forma de viajar gera um sentimento de frustração naqueles que pre-cis-am carregar o closet nas costas.

E digo mais: se tiver dificuldade de acomodar na bagagem aquele unicórnio que estava passando na sala BEM na hora que você arrumava a tralha, é só colocá-lo dentro de um saquinho plástico zipado. Se fecha, encaixa!

Levem o que quiser. Quem vai arcar com as consequências é você mesmo. Nós não temos nada a ver com isso. Ninguém é obrigado a passar por este sofrimento de escolha e triagem pessoal justamente nas férias se não faz este exercício diário na vida cotidiana.

Posts relacionados

10 coisas que aprendi viajando

10 coisas que você não sabia sobre a Matraca

O mundo acabando e você aí, falando de viagens?

Farofeiros de raiz, uni-vos!

Ofício de blogueira versus espírito de viajante: como manter um sem acabar com o outro

Sílvia Oliveira, a moça do tempo

Pela atenção, muito obrigado!

Generalizar é pecado

Por favor, deixem o turista em paz!

O que se aprende com uma viagem

Os 10 mandamentos do viajante

Os sete pecados capitais do turista

Foto: Pixabay.com | Image Bank

Share
terça-feira, 14 de março de 2017

Como transformar os ingressos dos atrativos turísticos em charmosos imãs de geladeira

Imas de Geladeira de Viagem 02

Durante muito tempo guardei meus tickets de viagem dentro de um potinho de vidro que ficava na sala. Ali, eu conseguia reunir um pouco da história das férias. A entrada do museu preferido, o cartão de embarque, o passe de metrô, pedaços de mapas e ingressos dos principais atrativos.

Imas de Geladeira de Viagem 01

Com o passar do tempo quase tudo se perdia. Sem o armazenamento adequado, alguns papéis ficavam completamente apagados ou acumulavam mofo. Já viu, moro em Curitiba e aqui o índice de umidade, principalmente no inverno, é absurdo.

Abaixo você vê alguns exemplos destas relíquias sendo usadas in loco. Da esquerda para a direita: passe do transporte público de Praga, ingresso do Museu Rijksmuseum em Amsterdam e o ticket do Museu Mucha, que reúne as obras do principal expoente tcheco do movimento Art Nouveau.

Imas de Geladeira de Viagem 15Matraqueando-Instagram1

Eis que um dia a querida Adri Lima  deu a dica de transformar essas lembranças de viagem em… imãs de geladeira. Acabei fazendo vários e ficam realmente lindos! Achei que você poderia se interessar pelo passo a passo. Rá! 😀

Imas de Geladeira de Viagem 14

Material:

– 01 manta de imã (manta magnética)

– Papel contact transparente

– Tesoura, estilete, régua e cola bastão (se a manta for adesiva, dispense a cola)

– Tickets, ingressos ou qualquer papelzinho que queira imortalizar na sua geladeira ou quadro de avisos.

Como fazer:

– Cole os tickets no imã. Se for uma manta adesiva, é só tirar o papel adesivo e grudar os papéis da viagem sobre o imã. Como a minha manta era um antiguinha que eu tinha em casa, não era adesiva. Então eu usei cola mesmo.

Imas de Geladeira de Viagem 13Imas de Geladeira de Viagem 12Imas de Geladeira de Viagem 11

 

– Com um guardanapo fixe suavemente os papéis sobre a manta.

Imas de Geladeira de Viagem 10

– Depois finalize com o papel contact por cima. Use uma régua para aplicar o contact, evitando bolhas.

Imas de Geladeira de Viagem 09Imas de Geladeira de Viagem 08

– Por fim, recorte os ingressos com estilete e régua. Importante:  segure beeem firme a régua na hora de passar o estilete, se não ela vai deslizar sobre o papel contact.

Imas de Geladeira de Viagem 07

– Se algum ingresso tiver a bordinha redonda, finalize estes detalhes com a tesoura.

Imas de Geladeira de Viagem 06

Eis o resultado final (você não imagina a minha felicidade!):

Imas de Geladeira de Viagem 05Imas de Geladeira de Viagem 04Imas de Geladeira de Viagem 03

Dicas da Matraca

Você encontra a manta magnética em algumas papelarias, lojas de serigrafia, de embalagens plásticas, na Kalunga e até nos sites de leilão como o Mercado Livre. Coloque no Google “manta magnética” que vão aparecer as ocorrências.

Imas de Geladeira de Viagem 16

É possível dispensar o papel contact, mas a durabilidade dos imãs será bem menor. 😉

_________________

Fotos: Sílvia Oliveira e Mariana Matar (todas as fotos em que eu estou com as duas mãos ocupadas foram feitas pela Matraquinha. #aos8) 😀 

Share
quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Empório Canela: comidinhas, café, bistrô e livraria

Emporio Canela - Fachada

Se o Empório Canela fosse uma pessoa daria vontade de apertar de tão fofo. Está entre os lugares que indico no guia O Barato de Gramado e Canela que fazem mais sucesso com os leitores.

Mistura café, livraria, loja de artesanato e antiguidades. Fica numa antiga casa residencial reformada. Tem decoração rústica, criativa e despojada. Os donos são os mesmos do Magnólia, o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha.

Continue lendo o texto…

Share
sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Entrevista da Matraca no novo programa de turismo da Rádio Jovem Pan São Paulo

O lançamento do novo programa com dicas de viagem da Rádio Jovem Pan aconteceu há quase três semanas. E nóis tava lá! 😀

Mas, mesmo com atraso, eu não poderia deixar de incluí-lo aqui para nosso futuro museu do Matraqueando na Mídia.

Toda semana, um blogueiro especializado em viagem vai dar dicas. No episódio de estreia, o Matraca News foi o primeiro convidado. \0/

Continue lendo o texto…

Share
sexta-feira, 06 de janeiro de 2017

10 coisas que aprendi viajando | #matraqueando10 anos

10-coisas-que-aprendi-viajando

1. Todo mundo pensa que você é rico.
Hellooou! Prioridades, migo. O livre arbítrio existe para que a gente decida o que fazer com o próprio dinheiro. Eu invisto em experiências. Mas não se prenda por mim. Fique à vontade para gastar com roupa, tecnologia ou tratamento de beleza.

Continue lendo o texto…

Share
sábado, 26 de novembro de 2016

Pós Black Friday | Seguro viagem com 30% de desconto

seguro-viagem-com-desconto

De 26 a 30/11 | DESCONTO DE 30% NO SEGURO DE VIAGEM 

A Mondial — parceira queridíssima do Matraqueando — surtou total. Se você perdeu os descontos de até 50% OFF oferecidos pela empresa na Black Friday (foi só ontem!), ainda pode garantir seu seguro viagem internacional com 30% (TRINTA PORCENTO!) de desconto. D.e.s.c.o.n.t.o. r.e.a.l.

Continue lendo o texto…

Share
terça-feira, 22 de novembro de 2016

Entrevista da Matraca para o canal Conta pro Tio

A pessoa estuda uma vida inteira, trabalha anos a fio carpindo um blog sério, mas é sempre lembrada pelo seu estilo único de viajar, o jacu style!

Dessa vez, meu testemunho de fé foi para o divertidíssimo canal Conta pro Tio, do querido jornalista Edenilson Almeida.

Sabe quando você quer se abrir, contar algo para alguém, mas não sabe o que fazer? Então, Conta pro Tio!

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 17 de outubro de 2016

10 coisas que você não sabia sobre a Matraca #matraqueando10anos

silvia-oliveira-matraqueando-10-anos

1. Eu não existo até o meio-dia. E isso não é força de expressão. Quando os primeiros raios de sol começam a aparecer eu me pergunto se é só o dia amanhecendo ou o Apocalipse chegando.

2. Estou há 20 anos com meu marido. Casada há 10. Dessa história nasceu a Mariana, hoje com 8 anos. Das poucas crianças que conheço que gostam mais de Buenos Aires do que da Disney. Moramos num apartamento pequeno, fofo e organizado. Sempre que pensamos em comprar um imóvel maior, desistimos quando nos damos conta do tanto de chão e vidro que teremos que limpar. Não somos de luxos. Gostamos de comida caseira. Toda quinta-feira, tem sessão cinema em casa.

3. Fui bailarina por 12 anos, daquelas que fazem parte do corpo de baile e viajam o Brasil com apresentações. Percorri o Nordeste com o premiado espetáculo de balé A Casa de Bernarda Alba, baseado na obra de Federico García Lorca, representando a personagem Adela. Eu não tinha nem 20 anos.

Continue lendo o texto…

Share
sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Promoção de aniversário: todos os nossos guias de viagem por apenas R$ 10 cada #matraqueando10anos

loja-matraqueando-10-anos

Modéstia às favas, o brogue não decepciona. Para comemorar os 10 anos do Matraqueando lançamos essa s.u.p.e.r. promoção de aniversário. Todos (eu disse TODOS) os guias da Loja Matraqueando por apenas R$ 10 cada.

Zifio, isso dá coisa de três dólares por e-book. Acho que nem isso. É agora ou nunca! 

Continue lendo o texto…

Share
sexta-feira, 07 de outubro de 2016

Bolo integral de banana com castanha, ameixa e damasco

bolo-integral-de-banana

Tô viciada nissaqui! Fofinho, cheiroso e padrão matraca de ser: sem complicações. Ótimo acompanhado com chá ou cafezim e boa opção para o lanche da criança. Embora tenha açúcar e glúten, ainda é mais saudável do que bolinho Ana Maria industrializado. 😀

Continue lendo o texto…

Share
quinta-feira, 28 de julho de 2016

Europa Barata: Praga pela primeira vez

Praga Calvario Ponte Carlos

Inquietação, alvoroço e euforia definem minha tentativa de escrever sobre este lugar. Praga é um império medieval que carrega alguns dos principais acontecimentos da humanidade. Dos tanques soviéticos às revoltas estudantis, da submissão à independência, a cidade é considerada hoje uma das capitais mais vibrantes — e baratas! — da Europa.

Bastaria dizer que a capital da República Tcheca reúne castelos grandiosos, pontes centenárias, bairros históricos, ruas de pedra (e a melhor e mais barata cerveja do mundo) para demarcar a cidade como urgente e vital no seu próximo roteiro pelo continente. Sem contar que faz um triângulo perfeito com Viena e Budapeste, outros destinos luminosos do Leste Europeu.

Praga Casario

Praga, porém, não se contenta com pouco e eleva a níveis transcendentes a expressão “vem ni mim que eu tô facim”. Tem arquitetura que caminha do gótico ao renascimento e ainda consegue circular com desenvoltura pela art nouveau e contemporânea.

Nutre ainda uma verdadeira adoração pela vida noturna (não à toa fica numa região chamada Boêmia) e reúne incríveis galerias de arte. Cortada pelo rio Vltava (Moldava, em português), oferece oportunidades memoráveis para nosso book de selfies.

Praga - Vista da torre do relogio

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 18 de julho de 2016

Valle Nevado: como é (e quanto custa) o bate e volta à estação de esqui mais badalada da América do Sul

Valle Nevado 2016

Se existe algo que não me atrai como turista é frio, neve, esqui e tudo o que seja relacionado a baixas temperaturas. Eu moro em Curitiba, então só saio daqui para o calor. Mas desta vez não consegui fugir. Marido e filha (lobotomizada pela saga Frozen) armaram um complô familiar e lá fomos nós para o Valle Nevado, no Chile.

Valle Nevado Santiago Chile esquis e bastoes

Sou obrigada a confessar que mesmo com muita informação em sites, blogs e guias (este post do Ricardo Freire foi bem didático), antes de chegar ao local eu não entendia direito como funcionava a bagaça ou exatamente como me locomover dentro do complexo. Pelas fotos e textos não é exatamente fácil para uma Matraca de Humanas entender para que lado fica o quê. Rá!

Minha maior preocupação era decifrar o que seria uma boa experiência de neve (levando em conta nosso orçamento e custo-benefício) numa estação de esqui… para quem nunca esquiou na vida. Assim, vamos ao passo a passo direcionado a você que está indo pela primeira vez ao Valle Nevado.

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 18 de abril de 2016

O conteúdo deste blog está sendo usado sem autorização

nao autorizado

Se você está lendo esse post fora do Matraqueando tem alguma coisa errada.

O conteúdo dos blogs de viagem brasileiros está sendo usado — sem autorização — por “agregadores”. São sites que não têm conteúdo próprio e que, através de recursos técnicos (como RSS e iframes), puxam os posts dos blogs de viagem e exibem como se o agregador fosse um portal.

Explicando melhor: tem gente que abre um site, não produz nada a não ser reunir o trabalho sugado de vários blogs, alegando que está direcionando tráfego para nós.

Pelo amor dos meus filhinhos: imagine, por exemplo, um site que acabou de abrir, que não tem qualquer visibilidade e usa o MEU conteúdo que vem sendo elaborado e consolidado há 10 anos (DEZ ANOS!) e ainda diz que vai ser bom para mim, que ele (o site chupinha) está direcionando visitas para o meu blog. Oi?

Leia mais…

Share
domingo, 07 de fevereiro de 2016

Promoção de carnaval: na compra de um Guia Matraqueando você leva outro totalmente grátis

Loja Matraqueando

Não tem pegadinha nem letrinha pequena no rodapé. Na compra de qualquer guia de viagem da Loja Matraqueando você leva outro inteiramente grátis à sua escolha. Nós temos sete guias disponíveis. Todos escritos por mim com roteiros testados e aprovados!  \0/ \0/ \0/

Os guias são focados em dicas de economia inteligente para seu dinheiro render mais nas férias. Onde ficar, onde comer, o que fazer, onde comprar e agitar. E ainda:  sugestões mão-de-vaca-muquirana e momentos de extravagância. 😀

Continue lendo o texto…

Share
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio