-  Atualizado 29/01/2016

Curitiba: primeiro mercado de orgânicos do Brasil

Publicado por: Silvia Oliveira Curitiba
Curitiba tem mania de ser primeirona em tudo. Tem a primeira Universidade Federal do país. A primeira rua brasileira projetada em espaço fechado (hoje decadente e em reforma) – a Rua 24 Horas – está bem no centro da capital. O único museu do mundo em forma de olho está aqui. Assinado por Oscar Niemeyer.

Agora, a capital recebe o primeiro Mercado de Produtos Orgânicos do país. Com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, o lugar é amplo e oferece mais de mil tipos de produtos certificados com selo de sem agrotóxicos e aditivos químicos.

O espaço está integrado ao Mercadão Municipal, por onde passam milhares de pessoas diariamente. Fui durante a semana e a ala dos orgânicos estava tranquila. A ideia é facilitar o acesso da população á alimentação saudável. E deve beneficiar, principalmente, a agricultura familiar paranaense.



As frutas e verduras são fresquinhas, mas menos vistosas que o de costume. Imagino que a falta de agrotóxico deixe as raízes e folhas menores e menos coloridas, por exemplo. Mas o que eu a-d-o-r-e-i é o arsenal de coisinhas gostosas para comer, livre de veneno! Geléias, mel e conservas. Além de todos os grãos que existem na terra.

Até ovo de páscoa certificado você encontra lá. O prédio tem arquitetura moderna. A entrada lembra o acesso de um museu contemporâneo. São 3.700 metros quadrados e 22 bancas e lojas. O branco impera na decoração e dá uma ar de limpeza jamais visto em mercadões.

Além do hortifrutigranjeiros, o Mercado de Orgânicos tem açougue, cosméticos, confecção e restaurante. Tudo… orgânico! Aliás, todas as lanchonetes da praça de alimentação são certificadas. Na parte de cima do mercado foi construído um anfiteatro que servirá para cursos de empreendedorismo e gastronomia.

Não, não virei natureba. Tanto que o que me chamou atenção foi a picanha. Picanha orgânica. A carne é obtida de animais tratados apenas com homeopatia ou acupuntura. ACUPUNTURA! Os boizinhos e as vaquinhas são alimentados em pastos sem qualquer vestígios de agrotóxicos. Are baba!

SERVIÇOS:
Local: Rua da Paz, 608.
Horário: Terça-feira a sábado, das 7h às 18h
Segunda-feira, das 7h às 14h
Domingo, das 7h às 13h

O que fazer em Curitiba

Curitiba | Vinhos Durigan: parada estratégica em Santa Felicidade com degustação grátis

Linha Turismo Curitiba: como aproveitar o city tour oficial da cidade

Curitiba: faça da cidade seu melhor destino de inverno

23 motivos para você conhecer e se apaixonar por Curitiba

Cinco atrações grátis e estreladas em Curitiba

Leia também

Vila Velha, Paraná: sítio geológico de 300 milhões de anos está a uma hora de Curitiba

Lapa: como organizar um bate e volta perfeito saindo de Curitiba

Colônia Witmarsum: café colonial, história alemã menonita e descanso ao lado de Curitiba

Parque Histórico de Carambeí: espaço temático reproduz um pedaço da Holanda no Paraná

Cidades Históricas, Serra do Mar e Estrada da Graciosa: quando ir?

Estrada da Graciosa

Passeio de trem pela Serra do Mar

Antonina

Morretes

Ilha do Mel

______________ 

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


5 comentários

  1. A DONA DO MUNDO
    Comentário do dia 02/4/2009 às 23:43

    VALEU A DICA!!!!
    INICIATIVA BACANA DE CURITIBA E SUA POR DIVULGAR ESSA IDÉIA!!!!
    TÉ MAIS

    (Responder)

  2. Camila
    Comentário do dia 03/4/2009 às 18:23

    Esses últimos posts estão me deixando morrendo de vontade de conhecer Curitiba!

    (Responder)

  3. Ana Carolina
    Comentário do dia 04/4/2009 às 19:00

    Oi, Silvia!
    Sou consumidora dos orgânicos do Municipal, ou melhor, o Miguel é!
    Sempre compro verduras, legumes e carne para fazer as comidinhas pra ele! Aliás, a carne é muito boa, até o cheirinho quando está cozinhando é diferente!
    beijos

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 04/4/2009 às 23:29

    DONA DO MUNDO: é bom divulgar e incentivar as pessoas a irem lá… porque nem todo mundo tem o hábito de comer BEM e MELHOR!

    CAMILA: o que cê tá esperando, miiinina! Vem logo!

    ANA CAROLINA: acho que sou uma mãe meio desnaturada… porque demooorei muito para ter a ideia de comprar as comidinhas da Mariana lá! 🙂

    (Responder)

  5. Silvia Machado
    Comentário do dia 18/4/2013 às 18:40

    Sei que estou atrasada, mas que inveja branca de vocês aí de Curitiba!!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar