-  Atualizado 10/08/2013

Documentação necessária para viajar com crianças

Publicado por: Silvia Oliveira Viagens com bebê

VIAGENS NACIONAIS

Os documentos de identificação do bebê – como RG ou certidão de nascimento – devem estar com ele durante a viagem. Eu tenho uma fotocópia autenticada para o dia a dia, mas em viagens de ônibus ou avião dentro do Brasil, por exemplo, você deve levar os originais.

Em território nacional uma criança com até 12 anos só pode viajar acompanhada. Se for sozinha, os pais e /ou responsável devem providenciar uma autorização judicial original. O documento pode ser solicitado no fórum ou cartório. A autorização judicial muitas vezes não é necessária se o menor estiver acompanhando de algum parente de até 3º grau. Mas o grau de parentesco deve ser comprovado com documentação. Informe-se antes na empresa em que vão viajar para saber as recomendações específicas.

VIAGENS INTERNACIONAIS

Em qualquer viagem internacional o passaporte do bebê é documento obrigatório. Caso vá circular entre os países do Mercosul, a identidade serve. Para saber como tirar o passaporte, clique aqui. Lembrando que o novo passaporte azul brasileiro NÃO traz os nomes dos pais. Por isso, além de apresentar o passaporte leve junto o RG (caso a criança tenha) OU a certidão de nascimento ORIGINAL para comprovar a filiação. Só com a certidão ninguém embarca.

Em voos internacionais, a criança deve ter a autorização de ambos os pais. Se o bebê estiver viajando só com a mãe deve apresentar autorização do pai e vice-versa. Caso um dos pais tenha falecido, o atestado de óbito deve ser apresentado. Viajando com terceiros é necessária autorização judicial.

TARIFAS

Nas viagens rodoviárias nacionais, menor de até cinco anos não paga, desde que não ocupe assento. Depois dessa idade a passagem é cobrada integralmente.

 

No transporte aéreo a regra é cobrar 10% dos bebês de 0 a 2 anos, desde que fiquem no colo. Mas a GOL e a TAM não cobram essa taxa, por exemplo. Mas já viajei com a Mariana pela Trip quando ela tinha 50 dias e cobraram R$ 24,00 – exatos 10% da tarifa. Crianças de 2 a 12 anos pagam entre 50% a 75% do valor do bilhete e têm direito a assento.

IMPORTANTE

Informe-se com antecedência sobre a legislação do país de destino, já que pode haver variação nas exigências de cada um.

Não deixe para a última hora. As autorizações devem ser solicitadas com tempo e – atenção – não se esqueça de colocar os documentos na mala!

Leia também:

 


Artigos Relacionados


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


7 comentários

  1. Claudia Pimenta
    Comentário do dia 07/5/2009 às 12:50

    oi sílvia! série completa, hein? ah, ontem postei sobre rouen… passa lá! bjs, querida!

    (Responder)

  2. Ozenilda Amorim
    Comentário do dia 07/5/2009 às 14:30

    Esses posts sobre viagens com criança tem sido muito bons, Silvia. Parabéns.

    (Responder)

  3. Joaninha Bacana
    Comentário do dia 08/5/2009 às 03:52

    Ótimo você lembrar as regras por aqui! A alguns anos atrás, uma prima minha foi com a filha pequena passear na Argentina: ficou retida na fronteira porque achou que os documentos dela e do marido seriam suficientes para deixarem eles passarem. Esqueceram totalmente da documentacao da baby, e aí tiveram que voltar :o( Mega frustrante, nao? :o(((
    Beijocas, e bom final de semana pra voces!!!
    Angie

    (Responder)

  4. bianca
    Comentário do dia 01/10/2012 às 17:43

    oi silvia, tenho uma dúvida, vou fazer uma viagem daqui um mês a argentina para visitar o pai da minha filha, nesse caso como faria para ter a autorização se o pai estará no país de destino?

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Olá, Bianca! Não saberia informar. Sugiro que entre em contato com o Juizado de Menores e depois venha aqui nos contar! 🙂

    (Responder)

  5. SANDRA
    Comentário do dia 11/6/2013 às 20:04

    Criança maior de 12 anos alem do passaporte tem que estar com certidao de nascimento tbem para viajar para Europa? o RG nao serve como identificação dos pais? agradecida

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sandra! Confirme na cia aérea. Mas, em tese, o RG substitui a certidão de nascimento.

    (Responder)

  6. Soraia Haidar
    Comentário do dia 27/6/2013 às 00:24

    Oi Silvia, vou viajar para europa (França, Holanda, Inglaterra) com meu filho em setembro (daqui 2,5 meses) e pelo que eu li só precisava da declaração do pai autorizando a viagem e com assinatura reconhecida em cartório, aquele formulário padrão onde constam os dados dos pais, da criança e data da viagem, já que vai somente eu e meu filho. No entanto, estive falando com uma sobrinha que mora na Holanda e ela me falou que talvez fosse necessário eu providenciar esta carta Juramentada. Seria mesmo necessário??

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Soraia, sugiro que você confirme diretamente no cartório e na cia aérea! Ultimamente cada um tem falado uma coisa! 😉

    (Responder)

  7. Daniela
    Comentário do dia 10/11/2015 às 08:13

    Oi bom dia… Moro na France e vou viajar com o meu filho para São Paulo, gostaria de saber se nos aeroporto eles normalmente pede o carne de vacinação?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Se o Brasil exigir alguma vacina obrigatória de quem mora na França, sim, podem pedir. Mas se não houver vacina obrigatória não pedem.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar