-  Atualizado 24/08/2010

Egito: vá, mas não tropece na cabeça de Ramsés

Publicado por: Silvia Oliveira África, Egito

Um pouco da história da humanidade está literalmente amontoada no Museu do Cairo. É possível ver uma cabeça de Ramsés II esculpida em basalto jogada em algum canto do museu ou ainda os pertences de Tutankamón – incluindo a máscara do faraó-menino (foto) – catalogados em pequenos pedacinhos de papel escritos à mão. Os turistas encontram vitrines cheias de poeira e, às vezes, até sem identificação. Ainda assim foi o museu mais espetacular que conheci. (Não, não foi o Louvre). É certo que um visitante museístico fundamentalista não teria gostado muito. Mas você está na alma do Egito e é essa desorganização que dá ao país boa parte do seu charme. Em tempo: lugares exóticos costumam não funcionar muito bem. Se funcionassem, não seriam exóticos. Seriam Nova York, Londres ou Curitiba.

Foto: Matraca´s Image Bank


Artigos Relacionados


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 comentários

  1. silvia oliveira
    Comentário do dia 08/2/2007 às 13:22

    AVISO AOS MATRAQUEADORES
    Não cliquem em links de comentários em inglês. Provavelmente são vírus. A mensagem acima foi removida por causa disso.

    (Responder)

  2. Fábio N. Hasegawa
    Comentário do dia 22/2/2007 às 02:32

    me fez lembrar muito a Bolívia… hahahahaha
    to adorando….

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar