-  Atualizado 24/03/2013

ESPANHA: o idioma do ¡poquito!

Publicado por: Silvia Oliveira Espanha

Na Espanha você precisa saber que pelado é um homem careca, que exquisito (com “x”) é algo muito gostoso, que largo é comprido e que caray é só uma interjeição que quer dizer vixe maria! É que não existe brasileiro a quem você pergunte ¿Hablas español?, que ele não responda: ¡Poquito! Todos nós temos essa falsa sensação de saber falar um pouco o espanhol e não nos damos conta (até a começar a estudar o dito cujo de verdade) que é uma língua complexa, cheia de manhas, exceções e parece que nasceu para pregar peças em brasileiros desavisados. E não se iluda: você até pode compreender o que eles dizem – desde que falem bem devagar – mas eles (quase) nunca poderão compreender você.

Para piorar – ou deixar mais excitante – a Espanha tem outros três idiomas oficiais: catalão (uma mistura de espanhol com francês), o galego (bem parecidinho com o português) e o euskara (só um estudioso de hieróglifos para decifrar). Este último acho que é uma mistura de russo com alemão mais um dialeto próprio. Na verdade nunca sei. Mas sei que é impenetrável. Não existe diferença entre castellano e español. É o mesmo idioma, o que muda são os regionalismos. Assim, como o português de Portugal e o português do Brasil.

Já o Catalão você vai conhecer quando andar pela Catalunha, cuja capital é ninguém menos que a vedete da Espanha: Barcelona. O Galego é possível escutar (e até falar um pouquinho) na Galícia, no norte do país onde está a cidade de Santiago de Compostela, ponto final dos peregrinos que fazem o caminho cristão. Já o Euskara, você vai encontrar no País Basco. Falei que esse último era meio esquisito. (Não confunda: esquisito com “s” é em português e significa algo muito estranho, desconhecido ou exótico). Olha só: galego vem da Galícia, catalão da Catalunha e o Euskara vem do País Basco. País Basco? Não combina. Devia ser algo assim como basquiano ou basquemês. Né, não?



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


6 comentários

  1. Ana Cristina Gonçalves
    Comentário do dia 12/6/2006 às 05:23

    ¡Yo hablo un PUECO de español!

    (Responder)

  2. Gica
    Comentário do dia 12/6/2006 às 09:39

    É só colocar un "ón" no final de tudo que dá certo!
    Veja: mundón, beijón, lindón, amorzón… e por aí vai! huahua

    (Responder)

  3. Anonymous
    Comentário do dia 13/6/2006 às 09:10

    Silvinha, olha eu aqui de novo "matraqueando" com você…rsrs… Concordo com você sobre o idioma. E o que dizer do "jeitão" rápido e alto de falar? Tenho amigos (brasileiros desavisados…rsrs) que se assustaram mais com o jeito que com o idioma (estando em Espanha). E até hoje quando vejo uma criança, solto o " que monada!!!!" rsrs… Gosto muito do teu texto e quando puder fale-nos sobre comidinhas espanholas… (mejor que mejor!!!..rsrs). Bjos.

    (Responder)

  4. nair siqueira
    Comentário do dia 13/6/2006 às 09:12

    Nossa…. desculpe, sou meio "lerda" na tecnologia…ahahaha.. e não sei porque saiu anônimo!!! Mas sou eu Nair.
    Te cuida.

    (Responder)

  5. silvia oliveira
    Comentário do dia 13/6/2006 às 09:21

    Oi Nair!
    Às vezes eu também perco a classe com essa tecnologia de blog, quando dizem que é "tudo automático". Nananinanô. Só para colocar a primeira foto levei umas três horas. hahaha

    Eu, quando cheguei às Ilhas Canárias, em 2001 (ano em que fiz meu mestrado) quase tive um surto psicótico-depressivo com o jeito "meigo" de hablar dos españoles! huahuahua. Pois aqui em Sevilha a caixa de som no cerébro deles é muito mais potente e os auto-falantes na boca, entao, nem se fale! huahuahua! Sobre comidinhas, em breve!
    Um abraço e apareça sempre!
    Silvia

    (Responder)

  6. Edileuza Lima de Oliveira
    Comentário do dia 28/7/2006 às 12:01

    Eita, que é ua delícia passear por êste blog!!!!!
    chose de loque, po!
    Continue, pq ADORO ler!
    Parabéns, coisa mais linda!
    Beijos
    Tia Edi

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar