-  Atualizado 19/09/2011

Feira de San Telmo: antiguidades, badulaques e os melhores personagens de Buenos Aires

Publicado por: Silvia Oliveira Buenos Aires

Desde 1970, sem falhar um domingo sequer, a Feria de San Telmo reúne hordas de turistas e portenhos no passeio mais antropológico de Buenos Aires. No meio da Plaza Dorrego, barracas tiram do fundo do baú um arsenal de antiguidades, quinquilharias e badulaques de encher os olhos e o coração de saudade.

São quase 10 mil visitantes – que se dividem entre compradores e curiosos como nós, por exemplo. Embora seja ponto “obrigatório” para quem vem a Buenos Aires pela primeira vez considero a Feria de San Telmo um dos melhores lugares da capital argentina para apreciar os personagens da cidade.

Ao contrário do Caminito – onde você vai topar com jovens dançarinas e seus vestidos de fenda tentando imitar uns passinhos de tango – só na Feria de San Telmo você poderá ter um dos melhores espetáculos da cidade com a, digamos, velha guarda do baile argentino.

Seguindo o compasso e a exigência da própria feira (mercadorias posteriores aos anos 70 são proibidas), o casal de tangueiros foi uma das melhores coisas que encontramos ali. O bairro de San Telmo – que acabou dando nome à feririnha – é um dos meus preferidos na cidade. Tanto que na primeira vez em que estive em Buenos Aires fiquei hospedada aqui.

É o bairro dos antiquários e das principais casas de tango. Já foi a região mais rica de Buenos Aires, mas uma epidemia de febre amarela vinda do porto espantou os barões deste recanto. Recomendo fortemente, inclusive, um passeio por aqui durante a semana, longe deste burburinho.

Depois de muitos anos o bairro foi redescoberto, os casarões foram restaurados e hoje muitos deles abrigam pequenos hotéis e mais de 500 antiquários, que considero pequenos museus com entrada franca. Circulando pela feira você vai encontrar talheres, bandejas de prata, xícaras especiais e pôsteres do tempo em que farmácia se escrevia com “ph”. Fiquei apaixonada por estas latinhas antigas que abrigavam maquiagens e medicamentos.

Se você tem impulsos consumistas descontrolados, cuidado! A feirinha é cheia daqueles caraminguás e xurumbambos de que você nunca vai precisar, mas o excesso de coiseiras espalhadas pelas barracas nos faz pensar que são indispensáveis. Cada vez que você colocar a mão no bolso para levar qualquer bugiganga lembre-se: onde foram parar o berimbau que você trouxe da Bahia e as máscaras que vieram de Veneza?

Apesar de ser uma muvuca, passear pela Feira de San Telmo é uma experiência bárbara – na minha opinião, repito – que mistura história, cultura e diversão. Como concentra muitos turistas, os artistas de rua se espalham pelo local tentando fazer algum dinheiro em troca de suas performances pra lá de manjadas.

É o lugar ideal, também, para você tirar sua foto-jacu. Os protagonistas desta vez foram minha mãe e o Raul – que simulou pagar o pirata de araque para dar um susto na sogra. Rá rá!

Diquinha extra: aproveite para conhecer a loja Cualquier Verdura (que só abre de quinta a domingo, 12h às 20h). Está num antigo casarão do século 19 e parece uma casa de verdade com a diferença de que tudo ali dentro está à venda: dos copos na cozinha ao sabonete do banheiro, passando pelas colchas coloridas do quarto. Uma delicinha de lugar. Os donos etiquetam os produtos com “Nuevo”, “Antiguo”, “Industria Argentina” e “Nos da pena vender”. A meia quadra da feirinha.

SERVIÇO
Feria de San Telmo
Local: Plaza Dorrego | San Telmo | Buenos Aires
Horário: domingo, 10h às 17h.

Fotos: Raul Mattar (menos a última que pertence ao Matraca’s Image Bank)



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


11 comentários

  1. Marcia
    Comentário do dia 20/9/2011 às 15:36

    Parece muito divertido e com grande apelo “cultural”. Adorei! 🙂

    (Responder)

  2. Comentário do dia 20/9/2011 às 19:03

    Silvia, eu também adorei San Telmo! O clima alegre durante a ferinha de domingo é contagiante!

    (Responder)

  3. Paula Honório
    Comentário do dia 20/9/2011 às 19:31

    Hahaha, sensacional o artigo! E a foto da sua mãe com o Raul ficou muito engraçada! Aliás,todas as imagens do posts estão super divertidas,o que é aquele casal dançando tango! rsrsrsrs òTEmo!

    (Responder)

  4. Murilo Campos
    Comentário do dia 21/9/2011 às 00:58

    Sou arquiteto e design e assim como você acho um luxo a feria de San Telmo. Mesmo sendo um lugar super turístico sempre há diversão, bons restaurantes na região e produtos legais para comprar! Muito bom seu blog. parabéns!

    (Responder)

  5. elizangela
    Comentário do dia 31/7/2012 às 18:46

    parabéns essa feira as coisas sao muito caro?
    obrigadoi

    (Responder)

    Resposta de Alexandre

    Olá.. as coisas nao sao caras. levando em consideração o seu valor historico.. sao coisas que acho que jamais vai ver em qualquer outro lugar. objetos unicos.. viu, gostou.. compre.. faça sua oferta e nao perca oportunidade.. pois quando voltar pode nao estar la mais.

    (Responder)

  6. camila
    Comentário do dia 05/10/2012 às 18:06

    Amo a Feira de San Telmo e realmente é impossível voltar sem nada, mesmo lembrando que o berimbau está escondido em cima do guarda roupa deste que chegou em casa.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahahahaha! 🙂

    (Responder)

  7. Odilon Araujo
    Comentário do dia 02/11/2014 às 23:57

    Pra mim, é parada obrigatória.

    Mas, para os desavisados: não tem nada de feirinha. Vá pensando em gastar 4 ou 5 horas pra rodar tudo… 🙂

    (Responder)

  8. marcelo maschietto
    Comentário do dia 25/2/2015 às 22:37

    Show a melhor feira de antiguidades talvez do mundo !!!! Vale a pena ficar o dia inteiro passeando entre as barracas e lojas.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Concordo, Marcelo!

    (Responder)

  9. Tatiane
    Comentário do dia 02/5/2015 às 20:36

    Tive o prazer em conhecer Essa linda feira em 2012 na Minha lua de mel onde comecei por buenos e por sorte me hospedei proximo a feira bom ela e extensa tem de Tudo um pouquinho para colecionadores e uma beleza tem muita atracao Enfim a melhor feira de antiguidade que Ja vi ate hoje recomendo a Todos.

    (Responder)

  10. José Renato Marchesani
    Comentário do dia 01/4/2016 às 21:52

    Visitei o bairro em um dia de semana,maravilhoso…Os casarões antigos com enormes portas de madeira de marfim,antiguidades,sim,em cada loja…e aquele delicioso sorvete de leite condensado, hummmmm…! Não posso esquecer o bom papo com o taxista historiador sr Mario José Andrés. Que saudades…

    (Responder)

  11. Terezinha Xavier
    Comentário do dia 19/5/2016 às 22:32

    Olá, gostaria de saber se eles aceitam apenas pesos na feirinha de San Telmo ou também aceitam dólar e real. Estou indo com minha família em julho/16 para Buenos Aires. Obrigada.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar