terça-feira, 21 de abril de 2009

Feriado em Curitiba? Vá de Memorial Ucraniano

Se você veio passar o feriadão de quatro dias em Curitiba já sabe que vai ser quase impossível conhecer todos os parques da cidade. Aqui, se bobear até vaso de flor ganha portal na entrada, cascatinha, duas ou três trilhas… e pronto, nasce um parque. É parque para todos os gostos, todas as frentes, para mais de metro. Feitos para quem não tem pressa. Idealizados para quem gosta de apreciar o que homem e natureza são capazes de fazer juntos.



Mas se eu tivesse que indicar apenas um (baseada na minha opinião, posso?) conheça o Memorial Ucraniano.
Para mim, o mais fotogênico e – arquitetamente falando – o mais interessante. O memorial fica no Parque Tingui e, como o próprio nome diz, presta homenagem aos imigrantes ucranianos de Curitiba. O Raul e eu já fomos lá várias vezes e no domingo passado – com aquele solzão danado – levamos a Mariana para conhecer um dos nossos pontos turísticos preferidos na capital.

   

O memorial é formado por um complexo: tem uma réplica da igreja São Miguel Arcanjo, uma casa típica e um portal, claro. Toda a estrutura das construções é feita de madeira encaixada, ao estilo ucraniano. Ao lado da igreja uma casinha típica abriga a lojinha de souvenirs, de onde você pode levar as famosas pêssankas, ovos inteiros decorados com a arte típica da Ucrânia.

 

De acordo com a tradição as pêssankas são feitas na última semana da quaresma e levadas à igreja no domingo de Páscoa, dia em que são abençoadas. Tornaram-se uma espécie de amuleto, um talismã – que serve para guardar em casa ou presentear uma pessoa amiga. No memorial, uma pêssanka gigante, feita pelo artista Jorge Seratiuk, deixa o lugar ainda mais gracioso.

   

O interior da réplica da igreja São Miguel Arcanjo não tem função religiosa. É um pequeno museu, onde estão expostos ícones da igreja ortodoxa, coleção de pêssankas  – uma mais linda do que a outra – e artesanato ucraniano. Então, pode colocar o endereço no seu diário de bordo: o Memorial Ucraniano fica, reforço, no Parque Tingui e está aberto diariamente, das 8h às 18h. Entrada gratuita.

Fotos: Raul Mattar

Share