-  Atualizado 09/06/2015

Lisboa bairro a bairro | Parque das Nações

Publicado por: Silvia Oliveira Lisboa

Parque das Nacoes Lisboa Gare Oriente

Depois de passar pelos tradicionais e históricos bairros de Belém, Alfama, Baixa e Chiado é quase inacreditável o que vamos encontrar aqui. Moderna e arrojada, a região do Parque das Nações era uma área industrial e totalmente degradada antes da Expo Mundial 98, ano em que o evento foi sediado em Lisboa.

A exposição trouxe uma arquitetura de ponta e soluções inteligentes para o local. É o bairro mais próximo do aeroporto de Lisboa. Por isso, na minha primeira vez na cidade, em 2002, como eu ia chegar bem tarde optei em ficar hospedada a primeira noite aqui, no Youth Hostel Parque das Nações, que em Portugal eles chamam de “Pousada da Juventude”.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Parque das Nacoes Lisboa Portugal

Foi quase um choque cultural. Além de ser um dos lugares mais bonitos e estruturados da cidade, o Parque das Nações apresenta exemplos incríveis da arquitetura moderna, o que ficava muito longe dos estereótipos criados na minha cabeça sobre a capital portuguesa.

Está à beira do Rio Tejo. Algumas das construções foram inspiradas nos oceanos como as torres gêmeas São Gabriel e São Rafael que lembram embarcações e receberam os nomes das caravelas de Vasco da Gama.

O QUE FAZER

Estação do Oriente

A estação construída para chegar à região mais nova da cidade é uma obra-prima. Com arcos estilizados (que lembram o secular Aqueduto das Águas Livres), a Estação do Oriente foi projetada pelo afamado arquiteto catalão Santiago Calatrava.

Parque das Nacoes Lisboa Gare Oriente Santiago Calatrava

Feita de aço e vidro, a estação é parada de trens, metrô e ônibus. A plataforma do metrô, por exemplo, é uma espécie de galeria de arte pública com obras de vários artistas internacionais como Yayoi Kusama (considerada uma das principais artistas pop japonesas e o pós-modernista argentino Antonio Segui). Metrô Oriente.

Parque das Nações

Parque das Nacoes Lisboa bandeiras

A entrada no parque é gratuita, mas as atrações são pagas à parte. Há restaurantes, banheiros públicos e um amplo espaço para caminhar ou andar de bicicleta.

Parque das Nacoes Lisboa  Oceanario Portugal

Conheça o Oceanário, um dos maiores aquários da Europa com ecossistema dos cinco oceanos. Fica no meio do Rio Tejo e abriga mais de 25 mil peixes que podem ser vistos em tanques de vidro gigantes. Fica na Doca dos Olivais. Abre todos os dias, 10h às 19h. Entrada: € 13 Um dos relatos mais lindos e completo sobre o Oceanário está no blog da querida Lucia Malla. Inspire-se aqui!

+ Compre seu ingresso antecipado para o Oceanário e evite filas

Parque das Nacoes Lisboa Sinalizacao

Já o Pavilhão de Portugal chama a atenção pela sua pala ondulada, um telhado enorme e fino que lembra uma folha repousando sobre dois tijolos. A obra foi projetada pelo queridinho arquiteto português Álvaro Siza Vieira e virou o monumento que marcou a Expo 98. Só é possível visualizar o edifício externamente. Está ao lado do Oceanário.

Teleférico da Expo

Um passeio agradabilíssimo ao lado do Rio Tejo. Você embarca numa ponta do parque e desce na outra. O trecho percorrido tem 1000 metros e chega a 20 metros de altura, proporcionando uma linda vista. Pode optar em voltar a pé ou pelo próprio teleférico. Abre todos os dias do ano. Preço: € 3,95 (ida) e € 5,90 (ida e volta). Crianças menores de seis anos não pagam.

Parque das Nacoes Lisboa Teleferico

ONDE COMER

Um dos principais centros comerciais de Lisboa, o Shopping Vasco da Gama, fica no Parque das Nações. Isso significa que há uma boa praça de alimentação para nenhum mão de vaca muquirana colocar defeito. São bares, cafés, cervejarias, casas de doces e restaurantes de comida rápida.

Parque das Nacoes Lisboa Shopping Vasco da Gama

Destaque para o Wok to Walk (comida chinesa), Loja das Sopas (os pratos acompanham, pães ou tortas e bebida) e Sr. Frango da Guia, todos com refeições completas que ficam em torno de € 6.

Se quer apostar na comida típica alentejana vá ao restaurante A Leitaria Gourmet (fora do shopping). As refeições na hora do almoço costumam ser mais em conta.

O menu do dia (chamado de “Sugestões da Avó”) sai a partir de € 11 . Peça o Bacalhau à Brás ou Coelho à moda Barrancos. A sopa (ou sobremesa) bebida e café estão incluídos no preço. Alameda dos Oceanos, loja 26. Tel. +351 218 380 000. Segunda a sábado, 12h às 15h e 20h às 23h. Fecha aos domingos e feriados.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

ONDE COMPRAR

Novamente ele, o Shopping Vasco da Gama, é o grande polo de compras da região. Como todo bom centro comercial que se preze há dezenas de estabelecimentos que atendem a todos os gostos e bolsos. São lojas de roupas, acessórios, brinquedos, papelaria, floriculturas, joalherias e decoração.

Parque das Nacoes Lisboa Supermercado Continente

Mas meu lugar preferido no Vasco da Gama é o gigante supermercado Continente, que fica no subsolo do shopping. :mrgreen: Aqui, você encontra pães, frios, sucos, queijos para fazer um lanche reforçado a preços módicos ou pode garantir todos os ingredientes para um delicioso almoço e jantar caso seu hotel/hostel ofereça cozinha para o hóspede. O shopping fica na Avenida Dom João II e está conectado com a estação de metrô Oriente.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

COMO CHEGAR AO PARQUE DAS NAÇÕES

Metrô:  Oriente (linha vermelha)

Ônibus: 708 (linha Martim Moniz – Parque das Nações)

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

______________________________ 

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 comentários

  1. Comentário do dia 01/9/2014 às 17:37

    Oi Silvia! Obrigada pela menção e pelas palavras mais-que-gentis! E fico feliz que tenha gostado do post do Oceanário, realmente foi para mim um dos passeios mais emocionantes de Portugal…
    Aloha!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu que agradeço poder linkar material tão lindo aqui neste post! Eu visitei o Oceanário em 2002 e desta vez não fui de novo. Encontrar seu relato recheadinho de fotos foi sensacional! Bjs!

    (Responder)

  2. Jeffersson
    Comentário do dia 02/4/2015 às 10:50

    Silvia. Muito legal o post. Seus guias de Lisboa e Madrid estão sendo uma mão na roda no planejamento de minha viagem. Peço a você que me ajude com uma pequena dúvida. Estarei chegando em Lisboa as 10:50 da manhã (04/05) e terei que esperar até as 16:50 para pegar outro avião para Sevilha (começo pela Espanha e depois volto para Portugal para terminar minha viagem). Acha que dá para fazer uma visita (rápida eu sei) ao Parque das Nações, já que fica perto do Aeroporto (pelo menos ver o oceanário). Desde já agradeço por sua dedicação em manter um site tão especial como este.

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Jeffersson!

    Dá, com certeza! O Parque das Nações está a cinco minutinhos de táxi do aeroporto, no máximo 10 minutos de metrô. Você conseguirá visitar o Oceanário e muita coisa por lá! Boa viagem! 😉

    (Responder)

Um Trackback

  1. […] Parque das Nações […]

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar