-  Atualizado 24/08/2010

Manaus: mercado municipal

Publicado por: Silvia Oliveira Amazonas, Manaus

Segundo dia em Manaus e meu tempo estava acabando. Deixei para passar por último no Mercado Municipal Adolpho Lisboa e  quando cheguei faltava pouco para fechar. Fiquei uns 45 minutos lá dentro. Pena, pena… não consegui tirar fotos que  pudessem retratar a arquitetura inusitada do lugar. O prédio, também construído nos tempos áureos do Ciclo da Borracha, é todo em art nouveau, bem rococó. Foi inspirado no extinto mercado Les Halles, de Paris.

O edifício é totalmente singular, uma antítese do que você vai encontrar nos boxes com produtos regionais e artesanato indígena. Localizado às margens do Rio Negro, boa parte do mercadão é dedicada aos peixes. Tambaqui, tucunaré e tantos outros típicos da Amazônia estão distribuídos por enormes bancadas. Eu, como sabem, doutora em biologia, não tenho a menor idéia de qual é a espécie da foto acima.  Mas experimentei costela de tambaqui em um dos  restaurantes da cidade. O peixe tem espinhas tão grandes que pareciam pequenas costelinhas de leitão.

Outro produto vendido a rodo por ali é o tucupi: um molho amarelo extraído da mandioca brava usado em diversos pratos da Amazônia.

O armazenamento é bem informal (nesse caso, vou resmungar: informal demais para o meu gosto). O líquido fica exposto em tonéis – para você levar à granel quanto desejar ou já vem em embalagens “próprias” de garrafas pet.

O mercado municipal manauara é excelente também para os regalitos de viagem. Eu (isso foi há oito anos, hoje estou curada) – trouxe um tucano de madeira, miniaturas de arco e flecha e um cocar!  Um c-o-c-a-r! Vou começar já a campanha: Prêmio Nobel do Artesanato aos inventores dos imãs de geladeira, já!

Fotos: Matraca´s Image Bank

Posts relacionados
Manaus: no meio da floresta?

Outros mercados municipais
Mercado Municipal de São Paulo
Mercado Municipal de Curitiba



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


4 comentários

  1. Anonymous
    Comentário do dia 28/10/2008 às 12:05

    Que legal, Manaus…estou lendo o segudo livro do Milton Hatoum (primeiro Dois Irmãos e agora Retrato e um Certo Oriente)e dá muita vontade de conhecer esse outro mundo que ele descreve com tanta riqueza…Saudade de vocês! Manda uma foto da Mariana para eu ver como está a carinha dela agora…beijos! Alessandra

    (Responder)

  2. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 29/10/2008 às 01:05

    ôu, meniiina! Falei de você estes dias para o Raul… que estava tão sumida! Sim, é um outro mundo… bem mais interessante do que mostrei aqui. Quando fizer essa viagem vá com tempo! Mando fotinhos novas quando chegar a Curitiba! Bjjjss!

    (Responder)

  3. Erika
    Comentário do dia 23/11/2010 às 16:37

    Sílvia, o peixe é o jaraqui, suuuper popular por ser um dos mais baratos. Ele tem tantas espinhas miúdas que só dá para comê-lo se tiver esses vários cortes que aparecem na foto.
    Infelizmente, o tucupi ainda não é vendido dentro das condições sanitárias aceitáveis. E um aviso: ele é para os fortes de fígado. Se seu fígado estiver beleza, recomendo um prato herdado dos paraenses e bem comum por aqui, o tacacá.
    Abraços!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi Erika! Obrigada pelo esclarecimento. Provei o Tacacá em Manaus… mas não deu para tomar tudo não… achei beeeem forte! 🙂

    (Responder)

  4. Sueli
    Comentário do dia 25/11/2015 às 11:29

    Bacupari, possivelmente é o nome da frutinha amarela.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar