-  Atualizado 10/01/2013

O frevo é declarado patrimônio imaterial

Publicado por: Silvia Oliveira Pernambuco

A notícia é da semana passada. Mas vai ficar para sempre. No mês em que os pernambucanos comemoram 100 anos de seu ritmo mais típico, o IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional – declara o frevo como Patrimônio Imaterial do Brasil. Entende-se por patrimônio imaterial o modo cultural de ver e pensar o mundo, as cerimônias e ritos, músicas, danças, algumas brincadeiras, contos e histórias.

O nome da dança nasceu do tagarelar simples do povo. Vem de “ferver”, mas as pessoas diziam “frevê”.Como o próprio nome diz expressa ebulição, fervor, agitação. É uma composição popular em que a música nasce com a orquestra. Os passos rápidos são uma mistura das danças européias com passos de balé e a ginga tupiniquim. Segundo a UNESCO, essa porção intangível da herança cultural dos povos é pura fonte de identidade. O que era só de Pernambuco, agora é de todos os BRASILEIROS.

Leia também

Onde comer bem e barato em Recife


Artigos Relacionados


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar