O Teatro Municipal mais antigo do país | Ouro Preto

Publicado por: Silvia Oliveira Ouro Preto

Imagino que quando você chegar a Ouro Preto queira, primeiro, conhecer as igrejas abarrotadas de ouro e obras-primas de Aleijadinho. Nada mal. Muita gente vai até lá só para isso mesmo. Mas fiquei com medo de começar pelo supra-sumo da cidade e depois me decepcionar com o que viesse em seguida.

A estratégia deu certo. Até porque mal sabia eu que este teatro é um dos pontos top de linha na cidade. Acabei achando tudo – de construções históricas a museus – fascinante! A começar por esse adereço raro e bem conservado: o Teatro Municipal de Ouro Preto. Em formato de lira, pequeninim e tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, é considerado o mais antigo do Brasil em funcionamento.

Foi aberto ao público em 1770 e após longa reforma teve uma honrosa reinauguração em 2007. Está impecável. É o típico teatro barroco do século 18, revestido em madeira e com ótima acústica. Hoje, tem capacidade para 300 pessoas e abriga importantes concertos e apresentações na cidade. Uma das curiosidades é que o Teatro Municipal de Vila Rica – como era chamado antigamente – tem a tradição de ter sido o primeiro teatro das Américas onde as mulheres pisaram num palco pela primeira vez!

Não sei quanto de exagero há nessa informação, mas historicamente é fato que somente homens podiam ser atores, inclusive eles mesmos representavam os papéis femininos. Sem contar que o teatro tem toda aquela firula de que os D. Pedros (o 1º e o 2º) também passaram por estes camarotes. Por certo, o camarote central, no primeiro andar, era destinado tão somente à Família Real. Hoje ele pode ser meu…ou seu! Somado a isso, é bom levar em conta que, numa cidade onde é completamente proibido fotografar museus e igrejas internamente, este é um dos raríssimos atrativos de Ouro Preto onde você pode levar de lembrança deliciosas imagens da arquitetura interior.

SERVIÇO:

Teatro Municipal Casa da Ópera
Rua Brigadeiro Musqueira s/nº – Ouro Preto | Aos pés da Igreja N. S. do Carmo.
Telefone: (31) 3559 3256
Ingresso: R$ 2,00 | Estudantes pagam meia.

Fotos: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


10 comentários

  1. Merél
    Comentário do dia 16/9/2010 às 18:48

    Que fofura! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Merél, sabe que esse é o adjetivo: fofo! Fiquei sentada quase meia hora em uma dessas cadeirinhas… observando… pensando, sentindo o “cheiro” de história! Foi um passeio delicado e realizador!

    (Responder)

  2. Comentário do dia 16/9/2010 às 19:37

    Que lindo!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Patricia, sabe que este é um ambiente que agrada as crianças. A Mariana ficou encantada com o teatro, ele é muito acolhedor, deve lembrar – para elas, as crianças – uma casinha de bonecas! 🙂

    (Responder)

  3. Comentário do dia 16/9/2010 às 20:01

    Oi Silvia,
    Estive em Ouro Preto ano passado e conheci o lindo “Teatro Municipal”. Aliás, fiquei em uma pousada ao lado dele! Na época assistimos ali no palco a uma apresentação de música clássica num piano de cauda branco. Que belo passeio, não!!!
    Bons ventos!
    Bia
    http://www.biaviagemambiental.blogspot.com

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nóóóssa, isso sim é um passeio com começo, meio e fim: estar neste local e ainda ver uma apresentação de piano de cauda branca! Eu nunca mais ia querer ir embora de Ouro Preto! Rá!

    (Responder)

  4. Comentário do dia 16/9/2010 às 20:38

    Que maravilha de lugar! E eu nem sabia que existia! Mas o Eduardo está me contango agora que esteve lá quando o teatro estava em obras. É mais um motivo para eu voltar a Ouro Preto rapidinho. Sabe que eu ainda não me encontrei lá? Aqueles morros, o tanto de carros nas ruas, o calor que sempre encontrei quando estive lá me desanimam um pouco… Mas eu sei que preciso vencer minha preguiça e conhecê-la como ela merece! 😉

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Camila, mais uma prova de que temos um espírito parecido de viajar. Fiquei dois dias inteiros em Ouro Preto: gostei, recomendo e a cidade tem seu valor histórico, artístico e patrimonial sem precedentes na história desse país. Só que – embora não tem visitado tudo – me dei por satisfeita… já em Tiradente fiquei 4 dias… e não queria ir embora! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Camila

    Que bom que você me entende! rs Eu também prefiro o clima e a calma de Tiradentes. Não me canso daquela cidadezinha de boneca! 😉

    (Responder)

    Resposta de marcos

    aai gente a,ei tbeem , ow cidadizinha maravilhosa,Tiradentes é muito acolhedora’

    Resposta de CarlaZ

    Pois sabem que eu amo Tiradentes ne…e super queria conhecer Ouro Preto…mas a logistica é mais complicada…entao fico feliz em saber que da pra ficar so em Tiradentes mesmo…

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Para mim foi complicado também chegar a Ouro Preto, porque nós subimos de Curitiba e a rota passa, primeiro, em São João del Rei (quase dentro de Tiradentes). E os 150 km que separam São João de Ouro Preto demoram quase duas horas e meia, por uma estradinha boa, mas tortuosa… Mas eu preferi começar por Ouro Preto que, reforço, tem sim seu valor, mas finalizar em TIradentes era imprescindível… imbatível em charme! 🙂

  5. Gabriela
    Comentário do dia 17/9/2010 às 00:54

    Olá, Silvia.

    Estava aguardando ansiosamente seu retorno para aproveitar cada nova postagem com as delícias desse estado.

    Eu já estava com planos de ir em Dezembro e depois dessas matérias: agora tenho certeza.

    Vou planejar para uns 10 dias e já estou ansiosa por tanta beleza e história.

    Abraços,

    Gabi.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ish… e isso por não estamos nem no primeiro terço da série… Tiradentes é de enlouquecer, uma gracinha! 🙂

    (Responder)

  6. Carmen
    Comentário do dia 23/9/2010 às 17:32

    Espectacular!!!!! Lembra ouro, ouro………

    (Responder)

  7. Claudia
    Comentário do dia 30/9/2010 às 12:37

    Silvinha, que teatro maravilhoso, lindissimo….
    Raul que fotos hein?
    Beijo enorme
    Claudia

    (Responder)

  8. Divaina
    Comentário do dia 09/3/2013 às 11:27

    querida Silvia, você é minha referência para viagens maravilhosas.
    depois de longos anos viajando com grupos para roteiros culturais…. estou indo novamente à Ouro Preto agora em abril ……….e novamente leio e releio suas dicas, embora já conheça muito Ouro PReto. Mas sempre é bom ler seus comentários tão sugestivos, tão criativos, tão fantásticos! Ainda vou lhe conhecer, sei disso. Não conheço o Sul e pretendo começar por Gramado e Canela passando por Curitiba.

    Um grande abraço fraterno daqui de Minas uai.

    Divaina – Uberaba – Minas

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Divaina! Você sempre tão querida e presente aqui! Fico realmente feliz em saber que posso ajudar nem que seja um tiquinho assim uma especialista como você! Beijos!

    (Responder)

  9. Mike Serrão
    Comentário do dia 21/9/2015 às 15:19

    Como é que não fui conhecer essa maravilha em minha visita a Ouro Preto?!!!! Vou ter que voltar lá e conhecer rsrs. Lindão!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    É show! 😉

    (Responder)

  10. Daniela
    Comentário do dia 23/2/2016 às 12:36

    Silvia, essa dica foi com certeza uma das mais bacanas que vimos sobre Ouro Preto =)
    Estive na semana passada com meu marido nesta linda cidade e amamos cada passeio! O teatro foi um dos últimos locais que visitamos e fechou com chave de ouro nosso tour. Que delicadeza de espaço! Dá pra sentir o clima das apresentações que já rolaram por lá… Assim como você, também ficamos um tempinho sentados nas cadeiras admirando o local. Transborda história e cultura!
    O supra-sumo do passeio foi a recepção e atendimento do Sr. que estava recebendo os ingressos do teatro no dia. Infelizmente não me recordo agora o nome dele… (não sei se era Sr. Carlos ou Sr. Paulo), mas ele foi extremamente gentil e nos contar um pouco da história do local, nos levar até os camarins e mostrar os fundos do tetro, onde ficava uma parte da construção original. Foi show de bola!!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar