-  Atualizado 24/04/2012

Para entender Ouro Preto

Publicado por: Silvia Oliveira Ouro Preto


Da capela de São José você tem a melhor vista do casario histórico.

A primeira cidade brasileira a ser considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO tem um culpado: Aleijadinho. Foi ele! Você muito provavelmente não conseguirá memorizar a denominação de todas as igrejas de Ouro Preto – nem as mais importantes, nem à qual nossinhora elas foram dedicadas – mas voltará expert em Antônio Francisco Lisboa, nome de batismo do maior expoente do barroco americano. Um brasileiro.


Portada da igreja São Francisco de Assis: obra-prima de Aleijadinho.

Não há igreja, museu, ruela ou beco que não chame para si uma intervenção do célebre escultor e arquiteto do Brasil colonial – mesmo que a maioria não tenha nenhuma prova documental. Grande parte das suas mais de 400 criações foi associada ao nome dele por semelhança estilística. Mas insistir nessa picuinha de foi-ou-não-foi-ele é uma cisma tão besta quanto achar que Ouro Preto perderia alguma importância se algum dia descobríssemos que o artista foi resultado de alguma invenção popular.

Ao lado de Mestre Athayde, Aleijadinho formava uma espécie de Roberto & Erasmo do barroco nacional. Enquanto um esculpia o outro pintava, formando no universo criativo da arte aquelas dobradinhas inacreditavelmente perfeitas! Não bastasse a importância artística, Ouro Preto abrigou a Inconfidência Mineira, um movimento histórico a favor da nossa independência de Portugal. O final do perrengue você deve se lembrar: enforcaram Tiradentes em 21 de abril de 1792 (data que virou feriado nacional!) e anos mais tarde o Brasil ficou livre (ou quase) daquele bando de chupinhas!

Mas é o conjunto de construções barrocas – considerado o mais rico e deslumbrante das Américas – que coloca Ouro Preto onde ela está hoje. Ainda que o tráfego de veículos pesados interfira na paisagem do centro histórico, percorrer as ladeiras íngremes (daquelas que quando você sobe vai beijando o chão e quando desce, o medo é de virar cambalhota) e fuçar no comercinho fofo e artesanal transportam o visitante para uma época determinante da minha e da sua história. Ouro Preto já foi chamada de Vila Rica. A vila cresceu e o ouro acabou. Ainda bem que, mesmo assim, rica continuou! 🙂

Fotos: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


11 comentários

  1. Fernanda Freitas Braga
    Comentário do dia 16/9/2010 às 15:58

    Nossa meus queridos, como Minas tá mais bonita depois que vcs passaram lá.
    Tb o raul com essa máquina maravilhosa faz tudo ficar mais bonito ainda.
    beijo pros três.

    (Responder)

  2. CarlaZ
    Comentário do dia 17/9/2010 às 22:08

    Sabe que eu ia falar exatamente o que a Fernanda falou…nao sei se Ouro Preto é linda assim…se é fotogenica pra caramba ou se seu marido que deixou ela tao bonita. As fotos estao um arraso!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ouro Preto é bem charmosa e bastante fotogênica, como qualquer cidade com um casario colonial preservado. Mas Tiradentes entrou na concorrência… aí já viu, né! :mrgreen:

    (Responder)

    Resposta de divaina

    sou agente de viagem em Uberaba e seguindo religiosamente seu blog e seus comentários sobre Tiradentes , estive lá o ano passado………….e…………….amei……………….
    Estou voltando novamente com outro grupo em novembro e definitivamente Tiradentes é a cidade histórica da vez! Um abraço

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Êêêba! Valeu pelo feedback, Divaina! Bjs! 🙂

  3. Comentário do dia 27/6/2012 às 15:41

    Parabéns pelas foto e pelo conteúdo, Minas fica ainda mais rica quando visitada por pessoas especiais.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada, Kyria! Amo Minas! 🙂

    (Responder)

  4. Divaina
    Comentário do dia 06/12/2012 às 23:25

    Acabei de voltar de Tiradentes com um grupo grande Uberaba repetindo 2011 e falei de você para todo mundo de lá. Visitei varios lugares que foram dicas suas ………… e me acabei no doce do Bolota kkkkkkkk.
    Tô indo para Ouro Preto dia 5 de abril e mais uma vez seguindo seus sábios conselhos do matraqueando. Abraço pro cê

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Êêba, apareça sempre para contar as novidades! Beijão, Divaina!

    (Responder)

  5. Jessica
    Comentário do dia 05/3/2013 às 16:41

    Silvia, adoro seu blog. Parabéns pelo carinho com que o escreve. Onde vocês se hospedaram em Ouro Preto/Mariana? Abraços,
    Jessica

    (Responder)

  6. Divaina
    Comentário do dia 24/3/2013 às 00:53

    oi Silvia, é sempre um prazer falar com você . Dia 18 de abril tô partindo com um grupo para Ouro Preto, Mariana e Congonhas. Turma lotada graças a Deus

    E dia 15 de agosto tô levando grupo para Diamantina , Biribiri e cia.
    Você tem post sobre Diamantina? Procurei e não encontrei.

    É religioso para mim seguir seu blog e seus conselhos turísticos.

    Amo tudo que você escreve e suas dicas são magnificas.

    Abraço grande

    Divaina – Uberaba

    (Responder)

  7. CLAY
    Comentário do dia 05/5/2013 às 23:04

    Silvia estamos pensando ir a Ouro Preto no próximo feriado de Corpus Christi, chegando por Confins e partindo de carro alugado no dia 30/05/13 de manha. Porém estou com muito medo do engarrafamento que possa pegar para atravessar BH e sair p/Ouro Preto. Além do engarragamento na volta, até Confins no dia 02/06/13. O que vc me diz? obrigado

    (Responder)

  8. Comentário do dia 06/5/2013 às 14:07

    Clay, eu não fiz este trajeto, não saberia informar. Mas é possível que tenha engarrafamento, sim. Por isso, saia com bastante antecedência na volta, para não perder o avião! 🙂

    (Responder)

  9. Danylo Rocha
    Comentário do dia 18/2/2015 às 19:22

    Sílvia, você indica algum hotel/pousada em Ouro Preto??

    O link de “onde ficar” encaminha direto pro Booking.

    Abraço!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Danylo! Até quanto você quer gastar na diária?

    (Responder)

    Resposta de Danylo

    Oi Sílvia, depois de milênios eis que te respondo, perdão!

    Viajo pra Minas semana que vem, reservei a Pousada Clássica, mas também me interessei pela Casa dos Contos.

    Os preços das duas são bem semelhantes. Pela localização, quais delas indicas?

    Abraço e muito obrigado!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Danylo! A Pousada Clássica está muuuito bem localizada, perto da Praça Tiradentes, o centrinho da cidade. Dependendo do quarto, pode ter barulho, justamente por estar numa região movimentada da cidade. Já a Casa dos Contos costuma ser um pouquinho mais barata (não sei como andam os preços atualmente) e também está bem próxima da Praça Tiradentes, acho que uma pousada está uns 200 metros (ou menos) da outra. Ou seja, você tem duas opções bem semelhantes nas mãos. Boa viagem!

  10. Cláudia Schwab
    Comentário do dia 10/11/2016 às 17:44

    Lindo. Amei teu site.
    Eu visitei Ouro Preto com o Guia do manuel bandeira. recomendo.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, obrigada pela dica, Cláudia! 😉

    (Responder)

  11. MARTA A N SANTOS
    Comentário do dia 13/6/2017 às 15:55

    Boa tare, estive o ano passado em Diamantina, é muito linda, a Vesperata (músicos tocando nos casarões antigos do centro da Cidade ), é imperdível, o espetáculo para pagar é muito caro, assista em pé mesmo, vc verá tudo, eu me hospedei no Hotel Tijuco, velho e sem manutenção,inaugurado pelo JK, mas muito central. Vá na feira de sábado de manhã, tem dança, forró e salgadinhos maravilhosos, para comer se não quiser gastar muito, tem uma padaria atras da feira, muito show, não coma no centro, muito caro, passeio maravilhoso, qdo puder volto.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar