-  Atualizado 24/08/2010

Passeio pela América Latina

Publicado por: Silvia Oliveira Matraca News

Quando idealizei o projeto pedagógico do Instituto Sol Miró não imaginava – nem no mais intenso arroubo psicótico – que uma escola de espanhol voltada para a comunidade com preços módicos pudesse dar certo.

Mais que isso: nunca passou pela minha cabeça que ali pudesse nascer uma família, amigos que fazem hoje do instituto uma referência no ensino do idioma.

Na 6ª Grande Festa Latino Americana promovida pela Pastoral do Migrante em Curitiba pude comprovar isso ao passear pelos países hispânicos ao lado dos nossos amigos solmironianos de fé e irmãos camaradas Elisa, Alice, Letícia, Clara, Alejandro e Conchita. (A verdade é que quando a gente se junta muitos começam a nos chamar de quadrilha ou gangue.)

Desfrutamos também ao lado da Elzira, Claudimara, Flávia, Adailton e D. Elza. Ainda nos encontramos com o trio Nelson, Irene e Maria Carolina. No vai e vem das comidas e cardápios trombamos com o Rodrigo, com a Érika, com o Felipe e com o Eduardo.

Nem daria para listar todo mundo aqui, são muitos que passaram pelas nossas salas de aula e que aproveitaram a festa para aprofundar-se na história, gastronomia e cultura dos povos latinos.

A gente também não perdeu tempo.

Por indicação da Alice caímos no Chiropan, um sanduíche de pão francês com lingüiça, tomate, alface e cebola. Comi um e dividi outro com o Raul. Podia ser comprado na barraca do Uruguai, mas também é típico na Argentina.

A mesma polêmica para a minha sobremesa. O Alfajor – patrimônio imaterial reivindicado pela Argentina, dizem, é uruguaio. Só que também é tradicional no Chile e Peru. O certo é que foi criado na Espanha moura, portanto é de origem árabe. Leva duas camadas de massa fofa. Recheado com dulce de leche.

Falando em Chile foi na barraca do país de Neruda que o Raul encontrou um dos doces preferidos dele (do Raul, não do Neruda). O Milhojas. É uma espécie de pavê com camadas finísimas de massa folhada. Intercala-se uma folha de massa com doce de leite, outro folha mais doce de leite até chegar a uma altura de dois ou três dedos. Lambe, lambe os beiços… eu deixo.

A ambientação da festa é completa. É possível excursionar pelo artesanato colorido, admirar as roupas típicas e folclóricas, escutar muita música regional.
Indo além: o encontra busca compartilhar valores de cada país, construir comunhão e integração entre os países latinoamericanos a partir dos cidadãos e das riquezas que cada nação possui.
Se você perdeu, não se avexe. Ano que vem no mesmo bat-dia e no mesmo bat-horário tem mais.
Fotos: Matraca´s Image Bank e Raul Mattar. (Tivemos que nos revezar com a Mariana, a mais nova mascota da gangue.)


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


6 comentários

  1. fernanda
    Comentário do dia 12/10/2008 às 23:43

    Oi, para vcs três.
    Que tanto de coisas bonitas e gostosas.
    Só de olhar já ganhei mais uns quilinhos, uau!!!
    Não sabia desta festa, ano que vem quero me programar para ir.
    Beijão.

    (Responder)

  2. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 13/10/2008 às 14:41

    Vem mesmo Fernanda! É tudo de bom!

    (Responder)

  3. Luisa
    Comentário do dia 14/10/2008 às 09:19

    Oi Silvia

    Fui conferir o site da Sol Miro e gostei muito do que vi! Parabens pela iniciativa!

    Maldade sua colocar uma foto daquele sanduiche de pao frances com linguiça!! Nao pensa nas pobres leitoras expatriadas, nao? 🙂

    Bjs

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 14/10/2008 às 09:42

    Ow, Luisa!
    Nem me fale naquele sanduíche! A gente ficou com tanta vontade de comer outro que eu saí para comprar lingüiça ontem para tentar fazer um igual! hahahaha. Bjs!

    (Responder)

  5. Cuevas
    Comentário do dia 11/11/2008 às 19:35

    Sílvia! Foi muito bom ver vocês! a festa estava linda!(mas a Mariana estava mais!

    Comidas divinas, danças coloridas, sorrisos mil, enfim, uma breve experiência do que a América Latina faz a gente ser e sentir!

    Um grande beijo pra vocês!

    (sempre entro aqui pra pegar umas dicas pras minhas viagens e pro meu paladar, esse bolinho de caneca parece ser bom mesmo, vou fazer!)

    Clarita

    (Responder)

  6. trajano
    Comentário do dia 11/11/2008 às 22:29

    Oi Silvia!

    A festa estava realmente muito legal, gostei muito!!

    As comidas estavam deliciosas, com cereteza no próximo ano estarei lá!!

    Beijos

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar