-  Atualizado 24/08/2010

Quer passar seis meses num cruzeiro?

Publicado por: Silvia Oliveira Matraca News

E ainda por cima bebendo, comendo e dormindo de graça? Então pode comprar o estoque de Dramin B6. A Royal Caribbean International procura 1600 tripulantes. A seleção está a cargo da empresa Ceceth Work on Board que tem sede em Curitiba. Os interessados devem ter entre 21 e 35 anos, inglês fluente e experiência comprovada. São vagas para restaurante, bar, cozinha, camareira, limpeza, recepção e recreação. Os contratos são de 6 a 8 meses e o salário, em dólar, varia de acordo com a função.
O envio do currículo é feito pela Internet, preenchendo o formulário disponível no site da Ceceth. Os currículos são analisados respeitando os critérios de pré-seleção estabelecidos pela companhia de cruzeiro. Caso o candidato seja aprovado nessa primeira etapa, a Ceceth entra em contato por e-mail ou telefone convidando a pessoa para participar da palestra explicativa obrigatória. “Obrigatória” quer dizer pagar R$ 60,00 pela palestra para continuar no processo seletivo, segundo o site da empresa. Importante ressaltar que o comparecimento à palestra é mais uma etapa da seleção e não garante a vaga no navio.
A Royal Caribbean International tem mais de 80 navios de cruzeiros, subindo e descendo âncoras em vários lugares do mundo. Com bandeira norueguesa e norte-americana, a companhia de cruzeiros turísticos tem sede em Miami, nos Estados Unidos. No Brasil é representada exclusivamente pela Sun & Sea. Para mandar seu currículo, clique aqui.


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 comentários

  1. malu bueno
    Comentário do dia 03/3/2008 às 13:08

    Que legal! Quando vim morar nos Estados Unidos passei 3 meses trabalhando num desses cruzeiros da Royal Caribbean como camareira. HAHAHAHA! Ele sai do porto de Miami e faz diversos roteiros maravilhosos! Mas para quem trabalha o glamour passa longe! No entanto, a experiencia é muito boa!

    (Responder)

  2. Anonymous
    Comentário do dia 03/3/2008 às 13:38

    Ai que delicia! tantos posts tão cuidadosamente pensados. Gostoso mesmo de vir matraquear aqui com vcs. Parabéns Silvia.
    Beijos
    Nair
    PS. Já mandei a correspondência, via correio.

    (Responder)

  3. mara sallai
    Comentário do dia 03/3/2008 às 16:28

    No barcao ai eu so entro se for
    de passageiro. Chega de canoa furada !!!!!

    (Responder)

  4. malu bueno
    Comentário do dia 03/3/2008 às 18:49

    Você tem razao, Mara!!! A experiencia de vida (nem tanto profissional) eh muito bacana quando se trabalha em navio! Mas a gente rala muuuito e ganha pouco! Eu agora tambem so vou se for de madame em cabine executiva!

    (Responder)

  5. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 03/3/2008 às 21:08

    Ow, Malu! Uma das nossas resgatadas! Três comentários num só dia! Depois dizem que sou eu que voltei com tudo! hehehehe.
    Mas eu não conhecia essa sua faceta: camareira no Royal Caribbean!!!! (Para quem não sabe a Malu é uma super jornalista especializada em turismo que conheci no México quando cobríamos a Feira Tianguis, em Acapulco)… E de pensar que só EU teria coragem de enfrentar essas aventuras "adolescentescas"!!!! Parabéns… mas como você comentou em seguida, agora só embarco se for na cabine VIP LUXO PLUS PLATINUM… hahahahaha!

    (Responder)

  6. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 03/3/2008 às 21:11

    Nair! Lembre-se de que você é nossa Chefe de Redação: fique à vontade para mandar sugestão de post! hohohoho

    (Responder)

  7. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 03/3/2008 às 21:14

    Mas é craro, Mara!!!! Como comentei acima, neeem morta me enfio num cruzeiros desses para ficar seis meses enjoando… e acabando com minhas unhas na cozinha do navio! hahahahaha! Eu estou mudando meus conceitos. Será que tô virando madame?

    (Responder)

  8. Anonymous
    Comentário do dia 16/4/2008 às 13:08

    Oi!! Tudo bem? Estou na maior dúvida se devo ou não embarcar, já peguei o visto, estou fazendo os exames médicos, vou ser garçonete do restaurante… é verdade que se trabalha muito e se ganha pouco?? Já trabalhei bastante no exterior, e queria ir pro navio juntar uma grana… O que vc me diz??? beijos boa sorte
    PS.: Acho que meu anjo tb é mochileiro!! 😉

    (Responder)

  9. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 16/4/2008 às 14:20

    Oi Anônimo(a)!
    Pois é, pergunta difícil de responder. Eu nunca trabalhei em navio, não poderia dar um depoimento (ou uma sugestão) muito próximo da realidade. Mas exitem, sim, relatos de que se trabalha muito e ganha-se pouco! No entanto, isso você pode tirar a limpo diretamente com quem está contratando você: procure saber quantas horas de trabalho por dia, qual o valor da hora, dias de folga e a possibilidade de interromper o contrato no meio (sem ser prejudicado/a) caso algo não saia conforme você planejou. Independente de tudo isso, vejo esses trabalhos temporários em cruzeiros como um grande momento para adquirir experiência (línguas, contatos, novas culturas e lugares). Analise bem o seu foco (se você busca mais experiência ou dinheiro) e coloque na balança se valerá a pena ou não! Muito boa sorte! Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar