Rota do Café, Norte do Paraná: principais atrativos

Publicado por: Silvia Oliveira Paraná, Rota do Café

A base da Rota do Café paranaense é o turismo rural, mas a abordagem não é meramente contemplativa. Eu, por exemplo, acordei às sete da matina para dar comida para os macaquinhos, fiz pequenas trilhas, conheci todo o processo produtivo do café (o antigo e o atual) e provei um dos melhores cafés rurais da minha vida com todos os itens – do pão à geléia – feitos artesanalmente.

Até um espetáculo musical – “Coração do Café” – apresentado em Ibiporã (a 15 km de Londrina) foi especialmente produzido para fazer parte do projeto. Sem contar que existem visitas programadas a fazendas produtivas e com grande destaque nacional. Algumas delas, inclusive, fazem parte da Rota do Agronegócio  – outro projeto associado à Rota do Café!

E de repente, não mais do que de repente, me aparece no meio do caminho uma… vinícola. Aliás, existem várias credenciadas à rota. Mas não era de café que a gente estava falando? Lá vou eu ter que fazer cara de inteligente para não passar vergonha na frente dos taninos. Nanã. O detalhe surpreendente é que na Vinícola Muller (um dos atrativos credenciados) as uvas foram plantadas em terras de antigos cafezais o que acabou produzindo um vinho exclusivo com terroir de… café!

Abaixo segue um resumão dos principais atrativos turísticos credenciados à rota. Pouco a pouco vamos falar de alguns deles separadamente.

Museu Padre Carlos Weiss

Rota do Café - Museu de Londrina

O museu ocupa o prédio da Antiga Estação Ferroviária de Londrina, a terceira maior cidade do sul do Brasil – considerada antigamente como a Capital Mundial do Café. A construção, com arquitetura singular, é um marco histórico da colonização inglesa do Norte Novo paranaense. O Museu Padre Carlos Weiss é o único atrativo acadêmico credenciado à rota. Pés de café verdadeiros fazem parte do acervo que resgata e preserva o patrimônio sócio-cultural de Londrina e região. Promove visitas guiadas gratuitas.

O Armazém

Como a Rota do Café estimula o turismo de experiência, o projeto contempla lojas e cafeterias gourmets que proporcionam a valorização do produto nacional. O Armazém é uma delas. Localizada no centro de Londrina, a loja é parada obrigatória após a visita ao museu histórico da cidade. Oferece café em grãos para você levar para a casa e ainda um cardápio variado com cafés especiais, bebidas de café, chá, docinhos e diversos acessórios como xícaras e cafeteiras italianas.

Ibiporã

A Fundação Cultural de Ibiporã, município a 15 km de Londrina, produziu o musical “Coração do Café” especialmente para o projeto da rota. Encenado no Cine Teatro Pe. José Zanelli, o espetáculo é um mergulho lúdico que busca reviver a história dos imigrantes que vieram para a região e trabalharam nas lavouras. A Loja de Artesanato – que fica ao lado do teatro – produz peças que se converteram em lindos souvenires da Rota do Café. Para saber os dias e horário do espetáculo ligue para (43) 3178.0215. 

Vinícola Casa Müller

Você pode até achar estranho uma vinícola fazer parte de uma rota que homenageia o… café. Mas essa pequena e charmosa propriedade rural já foi destaque na produção do grão no passado. O solo, antigamente ocupado pela monocultura cafeeira, deu lugar ao cultivo de frutas, principalmente, de uva – produzindo uma bebida com terroir único de café. A Vinícola Müller recebe visitas agendadas. O valor da entrada – R$ 15,00 – é convertido na compra de licores, vinhos ou frisantes.

Estância Ecológica Guaicurus

É um dos pontos altos da Rota do Café no quesito hospedagem. Localizada no município de Santa Mariana – a 80 km de Londrina – a Estância Ecológica Guaicurus é uma propriedade cafeeira, ainda produtiva, fundada por imigrantes suíços na década de 40. Abriga o maior labirinto de café do mundo. Promove uma experiência única ao visitante que deseja passar alguns dias em uma fazenda de verdade.

Fazenda Palmeira

Muito próxima da Estância Ecológica Guaicurus, também no município de Santa Mariana, a Fazenda Palmeira é uma propriedade cafeeira produtiva. Com estrutura completa, proporciona um passeio dinâmico pelas instalações onde o turista poderá conhecer todo o processo de produção de mudas, plantio, secagem, armazenamento e beneficiamento de café. As visitas guiadas devem ser agendadas previamente. Aceitam grupos com no mínimo três pessoas. O passeio custa R$ 15,00 e dura em torno de quatro horas. Inclui um delicioso café suíço.

Sítio Ecológico Scandolo

Focado no lazer e na educação ambiental, esta propriedade oferece ao turista uma extensa área verde que permite caminhadas ecológicas e educativas. O Sítio Ecológico Scandolo possui um pequeno parque aquático, lanchonete e quiosques para churrasco, além daquelas tradicionais atividades que agradam toda a família como tirolesa, cipó do Tarzan, pescaria e piscinas.  Fica no município de Cambará, a 130 km de Londrina.

Fazenda Flora e Fazenda Santa Tereza

São duas fazendas de Cambará muito próximas uma da outra que, em parceria com o Sítio Ecológico Scandolo, proporcionam um dos mais belos e interessantes passeios do caminho, revivendo toda a tradição cafeeira do Norte do Paraná.  A Fazenda Flora é uma propriedade histórica – a única do gênero credenciada à Rota do Café.  Possui 24 tulhas secadoras e um enorme terreirão de café ainda conservados. Com a ajuda de um guia, o visitante conhece e vivencia todo o processo antigo de seleção e secagem dos grãos.  Já a Fazenda Santa Tereza, moderna e produtiva, finaliza o passeio estabelecendo um contraponto entre o antigo e o novo, o arcaico e o moderno da produção de café na região.

Empório da Casa

A pouco mais de 20 km de Cambará, está um refúgio simpático para degustar os cafés do Norte Pioneiro do Paraná. O Empório da Casa, no município de Jacarezinho, é uma cafeteria gourmet que traz o aroma dos grãos tipicamente produzidos na região. Oferece a bebida tanto quente quanto fria acompanhada de deliciosos bolinhos e biscoitos artesanais. Além de fazer a seleção, classificação e a torra artesanal, há espaço para a comercialização de cosméticos à base de… café. Luxo!

Fazenda Monte Bello

É um dos passeios mais ricos da Rota do Café. A Fazenda Monte Bello, localizada em Ribeirão Claro – a 30 km de Jacarezinho, é uma propriedade do século passado que conserva todas as instalações e equipamentos usados na produção de café. Aberta à visitação, um guia percorre com o turista algumas trilhas que resgatam os bons ventos da riqueza cafeeira, que representa não só um período emblemático da produção agrícola do Paraná como de todo o Brasil. O passeio começa bem cedinho com um saboroso café rural feito artesanalmente – de pães a geléias. O passeio guiado custa R$ 15,00 e deve ser previamente agendado. Inclui o café rural. 

Pousada Victor

Rota do Café - PR Pousada Victor

Hospedagem com excelente custo benefício para quem quiser fazer uma visita, por exemplo, à Fazenda Monte Bello (café rural) ou ao Sítio Morada do Sol (para compra de doces de frutas e geléias artesanais). A Pousada Victor está na área urbana da cidade e foi credenciada à Rota do Café por ser ponto estratégico do caminho cafeeiro. Os apartamentos são amplos, com equipamentos novos e tem wi-fi grátis. O restaurante ao lado – que pertence à pousada – é especializado em pizzas artesanais.

Restaurante Parada da Serra

Um dos atrativos gastronômicos da Rota do Café, o Restaurante Parada da Serra – conduzido pela chef Michela Serv – fica na rodovia de acesso aos municípios de Ribeirão Claro e Carlópolis. O espaço de comida caseira e artesanal pode receber você logo após sua visita à Fazenda Monte Bello ou a qualquer momento que você esteja passando pela região. O restaurante é especialista em crepes servidos no prato. Um deles, o crepe de café, foi elaborado especialmente para atender à Rota do Café.

Restaurante Brasiliano

Comandado pelo chef Marcelo de Camargo, o restaurante Brasiliano, em Londrina,  preparou um menu todo feito à base de café, incluindo três pratos salgados:  Penne ao Cappuccino de Funghi, Risoto Espresso de Lombinho com Queijo Coalho e Filletto ao Ristretto com Purê de Batatas e Amêndoas (foto). É o local mais do que perfeito para você finalizar (ou quem sabe começar) sua vivência pela Rota do Café. O restaurante possui carta de vinhos e cervejas artesanais. O ambiente é acolhedor e oferece música ao vivo.

Para conhecer todos os atrativos credenciados ao projeto, assim como dados de contato, entre no site da Rota do Café.

Fotos: Raul Mattar

Leia também:

Rota do Café resgata vocação do Norte do Paraná



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


10 comentários

  1. Nair Paz
    Comentário do dia 07/12/2010 às 09:39

    Caramba!!! que orgulho de você…e da nossa região. Vou divulgar, posso né??? rsrsrs… Dá até gosto mostrar “tudo” isso nas redes sociais e como diria Lady Kate, é tudo meuuuu…hahaha… Adorei Silvia, saudades. Beijos de Londrina.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Mas claro que póóóóde divulgar. Aliás, deve! Ainda virão outros posts! Essa série está bem recheada! 🙂

    (Responder)

  2. Sirlene
    Comentário do dia 07/12/2010 às 11:00

    Puxa, que jóia, Quanta coisa boa tem nessa rota. Em quantos dias vocês fizeram ela toda?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Não fizemos a rota toda, mas parte dela. Para percorrer todos os atrativos listados aqui foram 4 dias… mas foi bem corrido! Ainda vou fazer um post com sugestões de rotas específicas.

    (Responder)

  3. Luciana Masson
    Comentário do dia 07/12/2010 às 11:35

    Caramaba Silvinha, BACANÉRRIMOS os posts! Vc nos contou o que há de melhor na Rota do Café…aromas e sensações mil….Vamos inquietar as pessoas para conhecerem esta região linda e acolhedora! *Raulzito, a fotos ficaram especiais….valeu!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Luuuu! Nossa super-top-mega-plus consultora do Sebrae, turismóloga apaixonada, chef criativa e responsável por grande parte do sucesso da Rota do Café! Isso é só o começo… vamos falar muuuuito ainda desse destino maravilhoso! Bjs!

    (Responder)

    Resposta de Luciana Masson

    Bondade sua amiga! Sou apenas um operária do Turismo nesse “Brasilzão” imenso. Todo esse sucesso é fruto do NOSSO trabalho… das parcerias, do trabalho feito com amor, dos sonhos e perspectivas de futuro de muiitttaaaaa gente. Estou amando a série e “matraqueando” o blog para um montão de gente!!

    (Responder)

    Resposta de Chef Léo

    Parabens pela evolução profissional!!! teu potencial é teu guia. dá para ver tua felicidade!!!

    (Responder)

  4. Comentário do dia 07/12/2010 às 13:33

    É impressionante o que um pouco de planejamento e boa vontade podem fazer para alavancar o turismo em uma região.
    E com uma marqueteira dessas, é impossível não dar certo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Marqueteira, não. Embaixadora da Rota do Café! hohohohoho!

    (Responder)

    Resposta de Luciana Masson

    Caro Tiago,
    Sim, planejamento e boa vontade, só que aos montes…. A Rota do Café é o resultado de um intenso trabalho de 4 anos, em 27 municípios, com 33 atrativos….Há muito que fazer ainda, mas acreditamos que é este o caminho….Valorizar o temos e fazemos de bom!

    (Responder)

  5. mara sallai
    Comentário do dia 07/12/2010 às 17:46

    Vortei aqui pra elogiar o Sebrae !!!!!!!!! Que trabalho mais bonito, sensivel , competente, inteligente. Amor e profissionalismo pelo cafe
    do Parana. Parabens a todos.E o mais legal com site em ingles.
    Moro fora do Brasil e estou ha horas no computador repassando o endereco do site e e claro do matraquenadooooooooooo.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Mara, eu realmente me encantei com o projeto – não só pela proposta turística e histórica – mas é lindo de ver o empenho e a paixão dos gestores do projeto! São jovens, dinâmicos e criativos E, sobretudo, apaixonados pelo que fazem!

    (Responder)

    Resposta de Luciana Masson

    Mara e Silvia,

    Obrigada pelo incentivo!
    Realmente, nossa equipe é 10!! Me sinto agraciada por fazer parte dela.
    Em breve (com toda a força da Silvinha) entrará no ar o blog da Rota do Café, aguardem!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Acho que a inauguração do blog da Rota do Café será um passo fundamental para a divulgação e estabelecimento do caminho cafeeiro entre os grandes destinos turísticos do Brasil. Os blogs são mídias sociais muito dinâmicas, que permitem atualização constante dos atrativos credenciados à rota, além de permitir a “conversa” ao pé do ouvido… algo que os leiores a-do-ram! 🙂

    (Responder)

  6. Fabio Caiut
    Comentário do dia 08/12/2010 às 10:00

    A rota é sensacional!! Agora o mais importante é começar a ver o Paraná saber fazer turismo! Quantas vezes penso em viajar ao interior e não acho informação nem motivação e acabava sempre caindo em SC! Parabéns ao Sebrae pela concepção e para você Silvia pela divulgação! Pretendo curtir este passeio e espero ver muitas outras regiões do PR organizadas e divuldas desta maneira!
    abraço!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Falou tudo! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Luciana Masson

    Será bem vindo Fábio! Venha mesmo e, se precisar de dicas e mais informações entre em contato conosco: lucianamassonsebraepr@gmail.com.

    Até breve!

    (Responder)

  7. Karine Godoy
    Comentário do dia 27/8/2013 às 11:24

    Final de semana passado (segunda) foi feriado na minha cidade, Campo Grande/MS, e eu e meu marido resolvemos percorrer com nossos filhos a Rota do Café, a qual conheci aqui no seu blog. Adoramos! Entramos em contato com a Companhia de Viagens, agência credenciada à Rota e o Daniel foi super atencioso personalizando o roteiro para nós que estávamos com crianças. Nos hospedamos em Londrina e conhecemos a Fazenda Palmeira, almoçamos na Michela Serv, pernoitamos na Fazenda Monte Bello e no dia seguinte conhecemos o Sítio Scandolo. Novamente em Londrina, fizemos degustação de café no O Armazém e encerramos nosso passeio na Fazenda Müller. Fomos muito bem recebidos em todos lugares que visitamos e voltamos para casa felizes e orgulhosos deste nosso país tão lindo e de um povo especial. Obrigada, Silvia, pela “propaganda”.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que luxo, Karine!
    Nossa, só com sua descrição me deu vontade de fazer tudo de novo! Saudades da Rota do Café! Abs!

    (Responder)

  8. natalia
    Comentário do dia 10/12/2013 às 17:37

    Olá!

    Então, fiquei super empolgada com essa rota. Eu e meu namorado amamos cafe, ele tem um paladar bem melhor que o meu! rsrs

    Gostaria de saber qual a melhor epoca para ir, e cutir um firozinho a dois. Somos de BH/MG.

    e se você foi por alguma agencia ou foi por conta. Eu particularmente prefiro ir por conta, mas sei que existem passeios que são complicados ir por conta. Tipo , pernoitar em fazenda …

    um abraçao !!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ola, Natalia! O norte do Paraná é uma região bem quente. Os melhores meses para curtir um friozinho seriam junho, julho e agosto. Não fomos com agência. O Sebrae nos ajudou com o roteiro. Dá para fazer tudo sozinho! 😉

    (Responder)

  9. Comentário do dia 09/3/2015 às 18:25

    Oi Silvia, tudo bem? Tenho agência de viagens em Ribeirão Preto/Brodowski, nos conhecemos na sua palestra na ABAV EXPO, que por sinal foi muito bacana. Conheci o pessoal da Rota do Café, eles são muito bacanas e profissionais. Só não conheço ainda a Rota rsrs. Mas em breve estarei lá. Que post bacana hein, parabéns. Dá mais vontade de conhecer essa rota. Sucesso e um grande abraço. Divulguei esse post na fan page da Rota do Café.

    (Responder)

  10. Bruna Agustini
    Comentário do dia 06/4/2016 às 17:31

    Silvia!
    Adorei o post sobre a rota do café. Agora tenho dúvida de como entrar em contato com as Fazenda Flora e Santa tereza para agendar uma visita. Tentei entrar em contato com as agências de turismo credenciadas no site da rota do café mas as mesmas me informaram que estas fazendas não estão inclusas nos roteiros delas. Sabes me informar como proceder? Um abraço e obrigada

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar