terça-feira, 05 de outubro de 2010

Rota Ecológica, em Alagoas | Por CarlaZ

Extra! Extra! Momento histórico. Eis que apresento a seguir um relato exclusivo para o Matraqueando da querida CarlaZ, uma das trips mais atuantes da holding VnVética. A Carlinha é viajante apaixonada e sempre compartilha suas dicas no Twitter. Super tímida e discreta, acabou me mandando este texto de um fôlego só, numa noite inspirada e ainda ressaltou “tô enviando logo antes de que eu me arrependa”! :-)  Babem nesse material bacanérrimo. CarlaZ, agora é com você zifia!

——————-
Texto e fotos: CarlaZ

Depois de tanto ouvir maravilhas da Rota Ecológica pelo Ricardo Freire no Viaje na Viagem… é claro que tinha que ir pra lá. Quando apareceu a promoção de 4 mil milhas por trecho na Gol… pronto… decidido, feriado de 7 de setembro seria em Alagoas! E não ficaria em Maceió, que aliás eu não conheço e, sim, iria para São Miguel dos Milagres.

Realmente foi difícil escolher a pousada… Nesse post o Riq descreve a região e principalmente as pousadas com tanto entusiasmo que dá vontade de ir a todas! Será que um dia consigo! Ele, como embaixador da região, tem até uma homenagem num restaurante ;) ! E todos o conhecem ou pelo menos sabe quem é.

A pousada escolhida foi a Pousada Côté Sud não sei porquê, mas no momento foi a que me agradou…e foi uma excelente escolha!!! A pousada é uma graça! Ficamos em chalés individuais no meio de um jardinzão…uma piscina delícia com vista pro mar…e na praia! Pé na areia mesmo! (Ah, para as mamães blogueiras…lá não aceitam crianças)


Pousada Côte Sud: café da manhã de frente para a piscina.

Como na região não tem restaurantes (realmente não tem, não é papo isso não) o jantar está incluído na diária, alem do café da manhã… e a comida é muito boa mesmo! Tudo bem que fiquei um pouco decepcionada quando no primeiro dia de café da manhã não teve tapioca, mas tinha tanta coisa deliciosa! O café é servido no mesmo restaurante do jantar, mas também é possível pedir do lado de fora, no jardim em frente a piscina e foi isso que fiz! A comida também é muito boa…bem baseada nos frutos do mar da região. Durante o dia fazemos o pedido do jantar… que acaba sendo aquela maravilha, você chega pra jantar e já sabem seu prato!


Rota Ecológica: piscinas naturais.

E os donos da pousada (Corinne e Roger) são uns amores! Todos os dias passam, conversam e deixam todos os hóspedes se sentirem especiais! Aliás, todo o serviço da pousada é show! A própria Corinne é quem faz o cardápio, que está em constante mutação e seleciona os ingredientes.

Pelo que tinha visto a cidade de São Miguel dos Milagres ficava a pouco mais de 100 km de Maceió, achei que seria uma viagenzinha fácil, mas não, tem uma parte que a estrada está muito ruim! E como não conhecíamos e não sabíamos direito onde entrava para a cidade ou para a pousada fomos com mais cautela e essa viagem acabou durando muito mais do que imaginava. Então para quem vai alugar carro programe um tempinho maior. Alugamos um carro em Maceió, assim não apenas teríamos carro para chega r a pousada, mas também para fazer alguns passeios por lá. A verdade é que não queria ficar presa e com um carro teria mais opções. Foi uma boa escolha.

E a Rota => O que tem de bom pra fazer lá: bom, quem vai pra lá é quem quer praia… praia e sossego! E é isso que se encontra. É uma praiona com quase ninguém. Você consegue andar um tempo sozinho… aí encontra um ou outro turista (na maioria casais) passeando ou dando um mergulho… ou andando de bicicleta. Eu adorei andar de bicicleta na praia. A pousada tinha algumas pra emprestar, muito bom!

E é aquela praia de água clarinha…difícil de achar no Brasil e a variação grande da maré…que eu acho incrível afinal aqui no Rio não tem isso…Quando acordo de manhã…cadê a praia: Lá longe…e vc sai andando andando até encontrar as piscinas naturais!!! Isso mesmo dá pra ir a pé pras piscinas. Ou se preferir de jangadinha…que também é um passeio bem legal andar de jangada!  A minha pousada tem uma jangada e creio que todas da região também… e equipadas com máscaras e snorkel para dar um mergulhinho, mas logo no dia em que fiz esse passeio o tempo não estava tão bom… o mar bravo e a água bem mexida, sem visibilidade… uma pena!

Outro passeio gostosinho é o pelo rio Tatuamunha pra ver o peixe-boi. Também é de jangada, mas dessa vez pelo rio e manguezal atrás dos bichões! O passeio custa R$30,00 por pessoa e tem número limitado de pessoas por dia, para não perturbar os bichos. Os guias são todos credenciados pelo IBAMA e é tudo cheio de regrinhas… eles explicam tudo sobre a espécie, a região, etc… e parece que é quase certo ver algum. No meu passeio ainda botou a pata (ou seria nadadeira) no barquinho e tal.


Praia do Patacho

Como estava de carro alugado fui conhecer outras praias…mas a conclusão foi que a nossa era a melhor! Fomos a uma praia que éramos os únicos! Sério! Praia só pra mim! Fomos de carro até o vilarejo de Barra de Camaragibe, uns 5 km antes de São Miguel dos Milagres onde pega uma balsa (R$4,00) pra levar até a Praia do Morro. Se no feriado só tinha a gente… nem consigo imaginar como seria nos outros dias. Também passei por coqueiro atrás de coqueiro pelas praias de Laje e do Patacho.


Embaixador da Rota Ecológica, Riq Freire do site Viaje na Viagem, é homenageado em restaurante.

Agora não espere nada dos vilarejos ao redor. A impressão é de que a vida parou no tempo. Os únicos poucos restaurantes de praia são bem perto da pousada que ficamos, e como o Enildo aceitava cartão era pra lá que íamos não apenas tomar aquela cervejinha no final do dia mas também comer alguma coisa. E quando entrei dei logo de cara com um painel enorme com o livro de praias do Riq! E o Enildo sempre por perto puxando papo etc. E foi ele que indicou a tapioqueira do vilarejo (lá é Porto da Rua, um vilarejo de São Miguel dos Milagres). Eu estava louca atrás de uma tapioca… imagina ir pro Nordeste e não comer tapioca! Pena que não tenho fotos :(

Aliás, falando em fotos… desculpa mudar tanto a qualidade de fotos aqui – é que realmente não é meu forte. [Nota da redação: é seu forte, sim, Carlinha. Ficaram lindas!]

Não é uma viagem barata afinal as pousadas não são baratas, tem o aluguel de carro e passagens (o bom é mesmo aproveitar essas promoções) mas foi tão boa que pretendo voltar com certeza!

————————-
O Matraqueando agradece mais uma vez a participação especialíssima da super disposta CarlaZ. Tenho certeza de que muita gente vai se inspirar neste belo relato para explorar mais um cantinho maravilhoso do Brasil.

Share