-  Atualizado 17/02/2010

Salvador: a cidade perfeita

Publicado por: Silvia Oliveira Bahia, Salvador
Certo. É um pouco suja, deveras lenta e um tanto carente. Ninguém agüenta aquele monte de gente pedindo dinheiro nas ruas, nem ver tanto monumento descuidado e haja paciência para suportar – digamos assim – a cadência pausada do atendimento baiano. Salvador tinha mesmo tudo para não acontecer. Mas só ela e mais nenhum lugar do mundo conseguiu reunir num único espaço geográfico o Pelourinho, Jorge Amado, a cozinha da Dadá, Bethânia, ladeiras, dendê, Olodum, Iemanjá, Itapuã e a lembrancinha mais barata do mundo: a fitinha do Bonfim.
.
O Pelourinho é o maior conjunto arquitetônico barroco fora da Europa. Por tanto, no meu tema preferido – casario – já está de bom tamanho. Jorge Amado era de Itabuna. Mas deixou seu legado em Salvador. A gigante fundação que leva o nome do escritor esta aqui. A Dadá era uma cozinheira simples e humilde da favela Alto das Pombas. Hoje é dona de um pequeno império de restaurantes na cidade. Visite o Sorriso da Dada, no coração do pelourinho. Se tiver a sorte de encontrar com ela por lá, metade da viagem está ganha. É o abraço mais acolhedor que você poderá receber.

Já Bethânia é sempre Bethânia. A maior intérprete viva desse país é soteropolitana de Santo Amaro da Purificação. Terra de todos os santos, Salvador é o maior pólo de sincretismo religioso do país. Deram o lindo e sonoro nome Iemanjá para a mãe das águas. Ah, Itapuã… passar uma tarde em Itapuã ao som que arde em Itapuã. Para completar, a música do Olodum (que não é banda de axé, por favor!). É o som das ruas, das lutas, da cultura em batucada: avisa lá, avisa lá, avisa lá, ô ô… avisa lá que eu vou! E não neguemos os fatos: cidade com ladeiras tem sempre história para contar.
.
Fotos: Matraca´s Image Bank
Post relacionado


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


15 comentários

  1. silvia oliveira
    Comentário do dia 21/3/2007 às 14:48

    E a Bethânia ainda conseguiu emplacar uma música (antiga!) na nova novela da sete:

    "De repente fico rindo a toa sem saber porque… Foi tudo tão de repente que eu não consigo esquecer, te confesso tive medo, quase disse não… Mas o teu jeito de me olhar, sua fala mansa, meiga, rouca, foi me deixando quase louco…e eu me dei todo pra você… Volte logo meu amor!"

    Ah, já que ninguém comenta, eu comento. 😉

    (Responder)

  2. Anonymous
    Comentário do dia 21/3/2007 às 16:42

    Gonzaguinha na VOZ de Maria Bethânia:

    Chega de tentar
    dissimular
    E disfarçar
    E esconder
    O que não dah mais prah ocultar
    E eu não quero mais calar
    Jah que o brilho desse olhar
    Foi traidor e entregou
    O que voce tentou conter
    o que voce não quis desabafar
    Chega de temer
    Chorar
    Sofrer
    Sorrir
    Se dar
    E se perder
    E se achar
    E tudo aquilo que eh viver
    Eu quero eh mais me abrir
    E que essa vida entre
    Assim como se fosse sol
    Desvirginando a madrugada
    Quero sentir a dor
    Dessa manhã
    Nascendo
    Rompendo
    Tomando
    Rasgando meu corpo
    E então
    Eu chorando
    Sofrendo
    Adorando
    Gritando
    Feito louca alucinada
    E criança
    Eu quero meu amor se derramando
    Não dah mais prah segurar
    EXPLODE CORAÇÃO

    (Responder)

  3. Muricando
    Comentário do dia 21/3/2007 às 20:29

    Olodum é axé, SIM!

    (Responder)

  4. Cristina Luchini
    Comentário do dia 21/3/2007 às 21:56

    Silvia, querida. Admito aqui publicamente que este é o primeiro comentário que coloco num blog na minha vida… mas tudo que vc escreveu é tão legal que não posso deixar de te dizer que estou super orgulhosa de ter uma amiga tão danada e "viajada" como vc. adorei e vou voltar sempre. muitos beijos. Cristina

    (Responder)

  5. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 21/3/2007 às 22:56

    Momentos de emoção no Matraqueando. Minha amiga Cristina Luchini, essa lenda-viva do jornalismo brasileiro, deixando seu comentário aqui! Criiiis, ô que saudade docê! Volte, mas volte mesmo!

    (Responder)

  6. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 21/3/2007 às 22:57

    Márcio: só me falta você falar que a Shakira e a Mercedes Sosa têm o mesmo estilo!

    (Responder)

  7. Anonymous
    Comentário do dia 12/1/2008 às 18:25

    Oi Sílvia.

    Você é um belo exemplar de jornalista e mulher.

    bj do Luciano Maluly

    (Responder)

  8. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 12/1/2008 às 21:19

    LUCIANO? Você por aqui???? Ah, não!!! É muuuita emoção. Acho que vou desmaiaaaaar. PLOFT!

    (Responder)

  9. Anonymous
    Comentário do dia 28/11/2008 às 22:31

    OI Silvia,
    vc esqueceu de comentar sobre o acarajé…..sou soretopolitana mas moro em SP há um ano. Tres coisas que quero fazer assim que chegar em minha cidade em janeiro de 2009. Caminhar do porto da barra até os hoteis no bairro Ondina naquele passeio estreito eh verdade, mas com aquele sol e clima maravilhosos…comer acarajé no bairro do vermelho e ir na praia do forte !!! seus comentarios sao pertinentes, mas nao generalize sobre o ritmo dos baianos…no meu circulo extenso ( quase todos jornalistas como nós) de amizades nao tinha ninguem com o ritmo Doryval Cayme, beijos e parabens pelo blog. Lorenza

    (Responder)

  10. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 01/12/2008 às 00:24

    Oi Lorenza! Obrigada pela vista! É mesmo, faltou o acarajé! Eu já tinha me dado conta, mas como não tenho fotos dele, vou deixar para a minha próxima ida à Bahia. 😉
    Sobre o ritmo lento…vixe… a frase diz "a cadência pausada do atendimento baiano" fiz uma referência ao ATENDIMENTO, que, sim, é muito lento, na minha opinião, claro. Bares, restaurantes e serviços em geral demoram mais do que deveriam para atender e servir. Ou não. Talvez a gente aqui é que seja muito estressadinha e queira tudo para ontem! hahaha! Mas até isso, a cadência pausada, é considerada pelo Matraqueando patrimônio imaterial da humanidade. Só uma dúvida, você escreveu Dorival Caymmi diferente. (Eu conheço assim, "dorival caymmi". Como você é de lá, qual seria o certo?Apareça sempre!

    (Responder)

  11. Raquel
    Comentário do dia 23/4/2009 às 08:53

    OI Silvia,
    conheci hoje seu blog para uma viagem à Curitiba!:)
    Então, fui visitar o restante do país com vc.
    Minha última parada foi Salvador, cidade onde nasci e moro… brilhante suas colocações!rss
    Salvador é assim mesmo!
    Vc já ouviu uma pérola sobre baianos: que nós não nascemos – estreiamos! E daí vem a animação e a veia artística de tantos por aqui!
    Boa sorte em suas viagens
    PS: É Dorival Caymmi mesmo!
    Raquel

    (Responder)

  12. Poliana Siqueira
    Comentário do dia 24/9/2012 às 15:06

    Axé meu povo!hahahahaha

    Amei este site e quando se fala de Salvador nao podemos negar a hospitalidade do povo e a riqueza vistas pelos famosos pontos por lá sem deixar de conhecer a bela Ilha de Itaparica e o Club Med. Antes de descobrir vocês achei interessantes notícias de ônibus rodoviários em http://www.autoviacoes.com.br/ também.
    Viagem e conheçam Salvador, cuidado para o sol não deixar vocês moles hahahaha

    Também venham cá e conheçam o Pernambuco todo!

    Um beijãoooooo

    (Responder)

  13. Suzana Coelho
    Comentário do dia 14/12/2014 às 10:31

    Oi, Silvia, uma dúvida: os conjuntos arquitetônicos de Olinda e Ouro Preto não ultrapassam o Pelourinho em tamanho? Um abraço, Suzana

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Huuum, teríamos que pesquisar! 😉

    (Responder)

  14. ALANA OLIVEIRA.
    Comentário do dia 14/4/2016 às 10:38

    Maria Bethânia seria soteropolitana se nascesse em Salvador.
    Como ela nasceu em santo amaro ela é Santo-Amarense.

    (Responder)

  15. Ranieri
    Comentário do dia 27/6/2017 às 10:19

    Tá precisando atualizar o texto. Embora, seja um assíduo leitor do seu site, vejo que já faz dez (10) anos que já foi postado sem atualização e Salvador já modificou muito dos aspectos que você fala. Venha nos visitar !

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar