-  Atualizado 24/08/2010

São Paulo: Rua 25 de Março

Publicado por: Silvia Oliveira São Paulo
Ahá! Não contavam com minhas astúcias! Depois de cantarolar Caetano e de até parecer convertida às viagens sofisticadas, eis que me transformo na Rê Bordosa dos farofeiros. Me meti (sei que não pode começar frase com estes pronomes, mas falar meti-me, não dá!) pirambeira acima na Rua 25 de Março, o maior centro atacadista da América Latina. Sem ilusões: centro atacadista no meu dicionário MatraqueHouaiss significa encher a sacola de bugiganga e de coisas que não sei onde vou colocar depois – gastando pouco ou quase nada. Mas não considero isso turismo de compras. Eu chamaria o passeio de Circuito Antropológico Paulistano.

A 25 de Março é tudo aquilo que você imagina e mais um pouco. Um forféu de gente indo e vindo. Sim, tem que tomar cuidado com bolsa, carteira e afins. Mas não que o lugar seja perigoso. Pelo contrário, havia – assim ó – de polícia. Os guardinhas estavam por todos os lados. Só que malandro faz tudo na surdina. Coloca a mão no seu bolso e você nem sente. Olhando as fotos acima, a gente não sabe se é o centro de Caracas ou da Cidade do México. Mas qualquer semelhança não é mera coincidência. (Porque será que a gente sempre se refere aos latino-americanos como se fossem os outros?)

São centenas de lojas que fazem daquela região toda um centro proibido para gastadores compulsivos. Até quem está na pindaíba acaba deixando uns trocados por lá. Como não fui fazer nenhuma reportagem especial sobre a Rua 25 de Março – nem teria tempo para isso em três dias – não posso dizer visite essa loja, conheça esse armazém, dá um pulinho naquela galeria. Até porque depende do que a pessoa quer comprar. Se for só a passeio caminhe pela própria rua e pelos arredores. Invariavelmente vai aparecer o QUE comprar: bijuterias, roupa de cama, banho, óculos, bolsas, pedrarias, papéis, decoração, CDs, DVDs (piratíssimos), relógios, tecidos, utilidades domésticas, cristais e muuuuito mais! São vários quarteirões, com diversos comércios famosos nas imediações.

Melhor lugar de Sampa para provar comida de rua, mais pela diversidade – pudim, queijinho (foto acima), milho cozido, caldo de feijão, camarão no espeto- e não necessariamente pela qualidade. Tudo o que é quente, fervido ou cozido, pode mandar ver! Só não arrisque frutas expostas, sucos “naturais” ou qualquer esquisitice com molhos ou maionese.

De vez em quando, em algum trecho, olhe para cima. Vai ser no mínimo curioso ou divertido.

SERVIÇO:

Rua 25 de Março
Horário:
as lojas funcionam das 8h às 18h, de segunda a sexta e das 8h às 12h, aos sábados. Algumas podem abrir mais tarde ou fechar mais cedo. Terça (recebe dezenas de ônibus de sacoleiros de todo Brasil) e sábado (o paulistano também passeia por lá) são os dias mais lotados.
Metrô: São Bento. Sair pela Ladeira de Porto Geral.

Fotos: Raul Mattar

Posts relacionados:

São Paulo: museu com esfiha, meu prato predileto
São Paulo: Museu da Língua Portuguesa
São Paulo: onde a literatura vira obra de arte
São Paulo em três dias
São Paulo: mercadão municipal
São Paulo: Memorial da América Latina



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


6 comentários

  1. Carla Moura (Carlita)
    Comentário do dia 17/1/2007 às 14:11

    Fazia muito tempo que não passava por aqui. SHOW! Tudo 10, divertido, boas dicas, fotos legais! Já está adicionado aos meus favoritos!

    (Responder)

  2. Ana G.
    Comentário do dia 17/1/2007 às 18:00

    Tentei deixar uma mensagem ontem, mas só dava erro. Mas agora voltou ao normal!ôba!

    Fala sério: você não comprou nadinha no shopping dos chinos?

    (Responder)

  3. murilo simpsom
    Comentário do dia 17/1/2007 às 23:18

    CIRCUITO ANTROPOLÓGICO PAULISTANO???? HAHAHAHA
    Quais são os tipos que você encontrou por lá? O Serra? O Geraldo? O Silvio Santos?

    (Responder)

  4. Silvia Oliveira
    Comentário do dia 18/1/2007 às 11:31

    Carlita: ainda bem que você voltou! Agora, com o Matraqueando nos seus favoritos, não há mais desculpas: APAREÇA SEMPRE!

    Ana: o blogpsot deu pau mesmo esses dias. Aliás, isso tem sido frequente. E claaaaro, que comprei uma "lembrancinha" do Tsun Ling Ping Pong.

    Murilo: huahuahua. Não… mas o Datena estava lá…

    (Responder)

  5. Malu Bueno - Flórida
    Comentário do dia 19/1/2007 às 00:15

    Humm, queijinho na 25 de março??? Dá para comer sem culpa. A gente caminha tanto que queima todas as calorias!

    (Responder)

  6. mariana sartin
    Comentário do dia 04/12/2014 às 13:27

    Boa tarde, sou de Goiânia e estou pesando em ir a São Paulo para fazer meu enxoval de casamento. Estou sem saber se realmente compensa ir. Pensei 3 dias, mais o sábado. O que você me sugere?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Não saberia informar!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar