quinta-feira, 02 de agosto de 2012

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Lisboa-bairro-a-bairro-Alfama-Vista-do-Miradouro

[Post atualizado em março de 2015]

A série Europa Barata do Matraqueando pretende matar duas questões com uma só postada: orientar quem vai pela primeira vez à Europa, mas tem o orçamento restrito. Não ambiciono esgotar todos os aspectos da cidade, muito menos elaborar listas do que é ou não é obrigatório fazer nas principais capitais que aparecerão aqui. A proposta é oferecer alternativas que gerem satisfação através da economia inteligente.

LISBOA PELA PRIMEIRA VEZ

Passei dois felizes meses da minha vida em Lisboa. Para uma mão-de-vaca-muquirana, a capital portuguesa é o paraíso. Do transporte à comida — passando por diversos atrativos turísticos — a cidade é uma das mais baratas para o turista que viaja pela Europa Ocidental.

Lisboa já enfrentou uma triste ditadura, sofreu um terremoto que acabou com a cidade e viu de perto o empobrecimento da população. Superou. A integração à União Europeia trouxe muitos investimentos ao país e transformou a terra dos fados, dos pastéis e das grandes navegações em um precioso destino da Península Ibérica.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu aqui!

COMO IR DO AEROPORTO AO CENTRO

Depois de muita espera o aeroporto de Lisboa conta agora com uma estação do metrô  (linha Oriente) que leva ao centro da cidade. Tarifa do bilhete avulso a € 1,25. O metrô funciona das 6h à 1h. Algumas estações fecham mais cedo ou não abrem nos fins de semana.

O AeroBus (nº 91) conecta o aeroporto ao centro, das 7h às 23h. Saídas a cada 20 minutos. O bilhete — que custa € 3,50 para adultos e € 2 para crianças de 4 a 10 anos — pode ser comprado a bordo. É válido durante o dia em qualquer transporte da Carris.

Mas Lisboa é uma das poucas capitais europeias em que você pode se dar ao luxo de pegar um táxi para ir ao centro. A corrida fica entre — míseros — € 9 e € 12, dependendo das voltinhas que o taxista vai dar.

COMO CIRCULAR NA CIDADE

A cidade é bem servida pelo metrô (lá eles pronunciam métro), ônibus (chamados de autocarros) e bondinhos (os famosos eléctricos). O bilhete único do metrô custa € 1,25. Já o bilhete diário, válido para um número ilimitado de viagens — tanto no ônibus quanto no metrô — durante 24h após a validação custa € 5.

O Eléctrico 12E, um dos tradicionais bondinhos lisboetas, faz a chamada Rota do Castelo. Sai da Praça da Figueira, passa pelo Rossio, Castelo de São Jorge, Miradouro de Santa Luzia, pela Sé (catedral) até chegar à Rua Augusta. É um city tour autêntico pelo preço de uma passagem normal: € 2,85.

LISBON CARD

Benefícios | O passe dá acesso gratuito aos transportes públicos (ônibus, elevadores, bondes, metrô e trem para Sintra e Cascais) e ainda a museus e monumentos como a Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos, o Palácio de Queluz e o Palácio Nacional de Sintra, os dois últimos nos arredores da cidade.

Validade |  1, 2 ou 3 dias.

Quanto custa |  O passe de um dia custa € 18,50, o de dois dias sai por € 31,50 e o de três dias está € 39.

Onde comprar | Nos centros de informações turísticas, aeroportos, estações de trem, num quiosque da Rua Augusta e on-line. Adquira o seu aqui.

Vale a pena? | O Lisboa Card tem o mesmo defeito genético de todos seus primos-semelhantes: não dá para aproveitar tudo o que ele promete em um dia. Mas se for sua primeira vez na capital e  você considerar o de 3 dias — com muita organização — pode valer a pena, sim!

Dica | O cartão só é válido depois de assinado juntamente com a data e a hora que começará a ser utilizado.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

LisboaParque-das-Nacoes-Lisboa-Gare-Oriente
Estação Oriente

10 ATRAÇÕES GRÁTIS EM LISBOA

– A Casa Fernando Pessoa – parte do universo do poeta português. (Atualização: não é mais grátis, agora custa € 3. Veja nosso relato completo aqui.)

– O Museu Colecção Berardo, uma coleção de arte moderna e contemporânea que representa cerca de 70 correntes artísticas.

– O Terreiro do Paço, principal praça da cidade recém revitalizada. (Será inaugurado aqui, em setembro, o Lisboa Story Centre — centro que contará de forma lúdica e interativa a história da cidade).

– O Parque Eduardo VII, o parque dos lisboetas.

– O Parque das Nações, região renovada para a Expo Mundial de 98. Alguns pavilhões são pagos à parte como o famoso Oceanário. (Veja nosso relato completo sobre este bairro aqui!)

– O bairro Alfama, o mais antigo da cidade. É uma região cheia de ruas estreitas com escadinhas pitorescas, formando a mais tradicional e típica região da capital. (Veja nosso relato completo sobre o bairro aqui!)

– O Miradouro de Santa Catarina. Embora a melhor vista da cidade, na minha opinião,  seja do alto do Castelo de São Jorge há outros mirantes na cidade. Este oferece uma foto perfeita do Tejo.

– As coleções temporárias e permanentes dos principais designers e estilistas do planeta no Museu do Design e da Moda.

– O Largo do Carmo, no coração do Chiado. Essa simpática praça foi palco da célebre Revolução de 25 de abril de 1974, a chamada Revolução dos Cravos. (Veja nosso posto sobre a Igreja e Convento do Carmo aqui.)

– O bairro Santos, uma espécie de Palermo SoHo de Lisboa. Os comerciantes da região pretendem transformar o bairro num centro de peregrinação da Moda e do Design. Para isso criaram a associação Santos Design District, que vem atraindo investimentos direcionados  ao setor.

Casa-Fernanda-Pessoa-Lisboa-Fachada

Casa Fernando Pessoa

VALE O INVESTIMENTO

– O imponente Castelo de São Jorge  erguido na época dos visigodos (seja lá o que isso signifique!). Oferece uma das mais belas vistas de Lisboa. € 7,50.

– A Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos — ambos na lista das sete maravilhas de Portugal. O Mosteiro, além de ter uma belíssima arquitetura (foto acima), abriga os restos mortais de portugueses célebres como Luiz de Camões e Vasco da Gama. O bilhete  combinado “Mosteiro-Torre de Belém custa € 10. Gratuito aos domingos.

(Caso queira investir um pouquinho mais faça um tour a pé com guia e conheça de uma tacada só os monumentos da Era dos Descobrimentos, o Mosteiro dos Jerônimos, a coleção de coches reais, a Torre de Belém, Museu Marítimo e Arqueológico com direito à paradinha para provar o famoso pastel de Belém. Tudo isso por apenas € 20 – não inclui as entradas. Garanta seu lugar aqui!)

CITY TOUR GRATUITO

Lisboa é uma cidade de ladeiras, também chamada de Cidade das 7 Colinas. Quem não tiver muito preparo físico pode colocar os bofes para fora depois de 2h30 de caminhada com o Free Walking Tour da Lisbon Chill-Out Free .  O tour sai diariamente da Praça Luís de Camões (metrô Baixa-Chiado) às 11h e  às 17h (em inglês). Para fazer o city tour em espanhol, só nos finais de semana. Consulte horários através do e-mail lisbonchill.out@gmail.com.

Tem pouco tempo em Lisboa? Talvez seja interessante para você o Bus Turístico. É possível escolher entre quatro rotas: Linha Belém, Linha Oriente, Linha Castle e a Linha Cascais. O tíquete custa € 25 e você poderá embarcar e desembarcar quantas vezes desejar durante a validade do bilhete. Compre aqui!

pasteis-2

REFEIÇÕES POR MENOS DE € 10

É certo que não dá para entrar em qualquer  tasca (uma espécie de taverna-restaurantinho-botequim português), mas a maioria delas, posso afirmar, não vai fazer feio. Entre as principais capitais europeias, Lisboa é a que oferece o melhor custo-benefício na gastronomia.

Os doces de conventos, queijos estrelados, vinhos clássicos e o célebre bacalhau fazem de qualquer experiência gastronômica um pequeno deleite a preços módicos.

Para provar o tradicional pastelzinho de nata — os famosos pastéis de Belém — feitos com recheio de ovos e massa folhada vá a Antiga Fábrica de Belém . € 1 cada.  Está próximo ao Mosteiro dos Jerônimos.

No Ceia Minhota  você poderá provar pratos típicos como Galinha do Campo de Cabidela gastando em torno de € 10. O tradicional Cozido à Portuguesa é servido às quartas-feiras. Fica na Estefânia, próximo ao Jardim Constantino.

O Chapitô, além de oferecer uma ótima vista do Tejo, oferece fartos pratos feitos a partir de € 10. Pertence a uma companhia de teatro e já ficou famosinho entre os turistas, portanto, não espere aquele ambiente calmo e plácido dos restaurantes chiques.

Outra dica (que eu adoro, mas já virou carne de vaca) é a Cervejaria Trindade.  O restaurante funciona no antigo Convento dos Frades, mais conhecido como Convento da Santíssima Trindade. É a cervejaria mais antiga do país e faz parte do Patrimônio Cultural da Cidade. Oferece sopa a partir de € 4 e pratos com arroz e carne ou pescados a partir de € 9.

+ Onde comer bem e barato em Lisboa

+ Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

5 DICAS DE HOSPEDAGEM BOA E BARATA

Travellers House |  Já ganhou várias vezes como o melhor hostel do mundo. Tem a incrível nota 9,2 no Booking.com. Fica na Baixa, um dos bairros centrais de Lisboa, entre as Praças do Rossio e do Comércio. Tem wi-fi grátis, sala de TV, cozinha equipada e café da manhã incluído. Diárias nos quartos coletivos a partir de € 20 e no apartamento privativo a partir de € 60 o casal.

Lisbon Lounge Hostel |Também fica no descolado bairro da Baixa. Tem sala de música, café da manhã incluído e cozinha equipada. Os quartos são amplos, mas o banheiro é compartilhado. Diárias nos dormitórios a partir de € 22. Quarto para casal com banheiro no corredor por € 50.

Pousada da Juventude Parque das Nações |  Fica próximo ao parque, mais ou menos a 10 minutos caminhando da Estação Oriente. Não está no centro da cidade, mas a localização é ótima para quem quer ficar na parte moderna de Lisboa e próximo ao aeroporto. Quarto para duas pessoas sai por € 32. Café da manhã à parte por € 3.

Íbis Lisboa Saldanha | A vantagem desse Íbis é que ele fica no centro da cidade, na área comercial de Saldanha, próximo à Praça do Marquês de Pombal e à Lisboa Histórica. Tem o conforto padrão da rede Íbis. Sem café da manhã. Diárias para casal a partir de € 65.

Pensão Praça da Figueira | É uma pensão tradicional, sem qualquer luxo, mas está muito bem localizada, pertíssimo do metrô Rossio. Wi-fi gratuito. Nota 8,6 no Booking.com. Diária para duas pessoas a partir de € 42 (com banheiro compartilhado) ou € 63 com banheiro privativo. Convém reservar com antecedência.

+ Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

+ Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa-bairro-a-bairro-Baixa-Estacao-de-Trem-do-Rossio

Estação de trem do Rossio

ALUGUEL DE TEMPORADA EM LISBOA

Caso venha passar mais de uma semana em Lisboa dê preferência ao Bairro Alto, Chiado e Centro. A Travelling Go To Lisbon tem diversas opções de apartamentos a partir de € 45 por dia, em vários pontos da cidade.

 Outro achado espetacular é o Lisbonaire Apartments. São 19 opções de estudios e apartamentos finamente decorados por desingers e arquitetos portugueses. Minha mãe se hospedou lá em junho pasado e este apartamento novíssimo para cinco pessoas saiu por € 125 a diária. A localização não poderia ser melhor: no centro histórico.

COMPRINHAS LEGAIS

Lisboa não tem tradição em eletrônicos ou na alta costura. Mas produz e vende produtos com o padrão europeu de qualidade. A vantagem aqui é que, por tratar-se de uma espécie de prima-pobre do continente, a cidade oferece ótimas oportunidades de compras a preços justos.

O maior outlet da Europa está a 40 quilômetros de Lisboa. O Outlet Freeport tem mais de 140 lojas de marcas com descontos de até 70%. Já nos pisos 2, 3 e 4 do colossal El Corte Inglés  de Lisboa ficam as ofertas e pechinchas da loja de departamentos espanhola. Vai de utensílios para cozinha a peças Versace com descontos de até 40%.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

DICA DA MATRACA

Existem casas de fado maravilhosas — e caras para o  padrão do turista mão-de-vaca-muquirana. Para não perder a oportunidade de escutar o ritmo-marca-registrada de Portugal sem ter que passar o dia seguinte à base de pão e água vá ao Tasca do Chico.

É uma espécie de karaokê, versão ídolos-fase-final —  ou seja, qualquer um pode ir lá e dar seu show. Mas   ao contrário dos nossos karaokês tupiniquins, os “cantores” de lá são realmente bons.

Eles chamam de Fado Vadio. O restaurante é superpequeno,  chegue cedo se não quiser ficar em pé. Não é obrigado a consumir para assistir ao espetáculo. O Tasca do Chico fica na Rua do Diário de Notícias, 39.  Tel.: 21 343 1040

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra Portugal com mais economia

IMPORTANTE | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional da Mondial Assistance. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, viajante solo, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Bannerzinho Mondial Assistance

INFORMAÇÕES ESSENCIAIS

DDI | 351
Língua Oficial | Português
Fuso Horário | Três horas a mais do que o Brasil
Quando ir | O período de chuvas acontece de novembro até meados de março. O frio é ameno. Já no verão a capital fica quente, com temperaturas beirando os 30ºC. Maio e setembro são ótimos meses para visitar Lisboa: nem tão frio nem tão quente, nem muita chuva nem muito sol!
Site do país | www.turismodeportugal.pt
Site da cidade | www.lisboa-cidade.com
Informações turísticas | www.visitportugal.com
Embaixada brasileira | Estrada das Laranjeiras, 144 | Tel.: 217-248-510 | www.embaixadadobrasil.pt
Brasil Direto a cobrar via Embratel | 800800550
Companhias aéreas low costEasy Jet , Ryanairentre outras.

Posts relacionados

Europa Barata: Barcelona pela primeira vez

Europa Barata: Berlim pela primeira vez

Europa Barata: Madri pela primeria vez

Europa Barata: Londres pela primeira vez

Europa Barata: Roma pela primeira vez

Europa Barata: Paris pela primeira vez

Viagens e passeios de um dia saindo de Lisboa

Excursão com grupo reduzido a Fátima, Nazaré e Óbidos

Excursão com grupo reduzido para Sintra e Cascais

Passeio para conhecer Tomar, cidade dos Templários

Viagem de um dia ao Parque Natural da Arrábida  e Sesimbra

Passeio de um dia em Évora com degustação de azeites

Excursão privada pela Região do Ribatejo com degustação de vinhos

Viagem de meio dia por Sintra, Palácio da Pena e Cascais

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Leia também

Portugal a € 50 por dia | Parte 1

Portugal a € 50 por dia | Parte 2

Portugal a € 50 por dia | Parte 3

Texto e fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner-venda-Lisboa1

Disclaimer | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda  a manter o blog com dicas fresquinhas e gratuitas, além de não pagar nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉
Share