Silvia Oliveira

Receitas

quarta-feira, 01 de outubro de 2014

Tagliatelle com camarão ao vinho branco

Tagliatelle camarao 01

Eu deveria ser a primeira a saber que este blog é de viagens e… comidinhas. Mas me vejo tão envolvida com os posts turísticos que até me esqueço de compartilhar aqui as receitinhas de araque da Cozinha Maravilhosa da Matraca. :mrgreen:

Há alguns dias preparei um tagliatelle com camarão que foi mó sucesso, tudo naquele nosso velho estilo: rápido e prático. É um prato bacana para receber amigos especiais ou até para o dia a dia. Em 40 minutos está pronto.

RECEITA DE TAGLIATELLE COM CAMARÃO AO VINHO BRANCO

Ingredientes

500 g de macarrão do tipo tagliatelle

500 g de camarão médio descascado

½ xícara de vinho branco

2 colheres de sopa de suco de limão

3 colheres de sopa de manteiga

Cebolinha e alecrim fresco para enfeitar (opcional)

Sal e pimenta a gosto (eu coloco pimenta caiena)

Tagliatelle camarao

Matraqueando Instagram

Modo de preparar

Cozinhe o macarrão al dente. Reserve. Frite os camarões na manteiga por uns 3 minutos (até ficarem rosados). Retire os camarões e reserve. Na mesma frigideira coloque o vinho, o suco de limão e deixe reduzir em fogo médio por dois minutos (o líquido ficará pela metade). Acrescente o camarão e coloque o sal e a pimenta a gosto. Dê novamente uma leve refogada. Depois é só misturar o macarrão. Se você achar que ficou muito seco acrescente um pouquinho de azeite na massa. Rende 4 porções generosas.

Dica da Matraca |  Essa receita também fica uma delícia com molho branco. É só fazer o molho branco à parte e depois misturar com os camarões feitos neste passo a passo (com vinho branco e suco de limão).

Posts relacionados

Escondidinho de camarão com queijo coalho

Bobó de camarão na mini moranga 

Salada de frutos do mar

Leia também

Picadinho de carne ao molho de cerveja preta

Minicuscuz paulista: entradinha chic

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
terça-feira, 07 de maio de 2013

Risoto de Pinhão: um prato com a cara do frio brasileiro

Risoto de Pinhao Receita

Aprendi esta receita com minha prima Adriana que, aliás, é craque em risotos! O pinhão é uma espécie de “castanha” típica do sul do país. Mas aparece também em regiões serranas de outras partes do Brasil justamente porque ele adora um friozinho.

Muita gente pensa que é um fruto, mas trata-se de uma semente de pinheiros, entre eles, a Araucária — símbolo do Paraná! (Olha, isso foi o que entendi lá na Wikipédia, se algo estiver errado, avise-me!)

Como fazer Risoto de Pinhao

Preparei este prato especialmente para o concurso do blog  Casos e Coisas da Bonfa que reuniu mais de 40 receitas de risotos, uma mais suculenta do que a outra.

Para vocês eu deixo aqui a receitinha!

INGREDIENTES

2 xícaras de arroz arbóreo
300 g de pinhão picado
2 colheres de margarina (ou manteiga)
2 colheres de creme de ricota (parece um cream cheese)
25 g (meio pacote) de queijo parmesão ralado (grosso)
1 cebola pequena
1  tablete de caldo de legumes
800 ml (4 copos) copos de água
1/2 xícara de vinho branco seco (pode ser de marca baratinha)
sal a gosto

Risoto de Pinhao - Matraqueando

MODO DE PREPARO

Cozinhe o pinhão numa panela de pressão por 40 minutos (após começar a chiar) em fogo baixo. Dica: para descascar o pinhão mais facilmente ele tem que estar quente. Aperte a base mais gordinha do pinhão com o cabo de uma faca para o pinhão sair.

Numa frigideira funda (ou panela de borda alta) derreta a margarina e doure a cebola picadinha. Em seguida acrescente o arroz e frite ligeiramente. Coloque o vinho e mexa até evaporar. Acrescente uma porção dos pinhões (deixe o resto para colocar só no final)e refogue mais um pouco. Acrescente pouco a pouco o caldo de legumes dissolvido na água quente. Vá mexendo em fogo médio até a água evaporar.

Antes de colocar todo o caldo de legumes, salpique o queijo ralado, acrescente o creme de ricota e o restante de pinhão. Acerte o sal. Vá mexendo até o arroz ficar cremoso e al dente. Prontinho!

Posts relacionados

Escondidinho de camarão com queijo coalho

Sobremesa

Petit Verre: bombom de morango no copinho

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
sexta-feira, 22 de março de 2013

30 minutos: é o tempo que você precisa para preparar um suculento Macarrão com Atum

É a típica receitinha ótima para quando você está absolutamente sem tempo. Pode ser servida num almoço descompromissado como prato principal ou até como entradinhas frias, tipo salada de atum.

Ingredientes

500 g de macarrão tipo Penne ou Rigatoni

2 latas de atum (prefiro o light, sem óleo)

130 g de massa de tomate (latinha pequena, só para dar uma cor)

100 g de azeitona preta cortadas em tirinhas

1 caixa de creme de leite

½ copo de água

3 dentes de alho

Sal a gosto

Modo de Preparo

Pode marcar no relógio, o preparo não chega a 30 minutos. Enquanto espera a água ferver para cozinhar o macarrão corte o alho e a azeitona em lâminas. Doure o alho em um fio de óleo e, em seguida, acrescente o atum, a massa de tomate e a água. Misture bem e deixe refogar por uns dois minutinhos. Acrescente o creme de leite em temperatura ambiente. Mexa mais um pouco e, por último, coloque a azeitona. Corrija o sal. Desligue o fogo e reserve.

Quando a água começar a ferver prepare o macarrão conforme a embalagem deixando a massa al dente (não crua, só que não muito cozida para não ficar molenga). Escorra o macarrão e misture-o ao molho. É só atacar! (Se optar por oferecer o prato como entradinhas frias leve-o à geladeira por, pelo menos, uma hora antes de servir!)

Rendimento

Se for servido como prato principal, quatro pessoas comem à vontade e ainda sobra. Como entradinhas: umas 15 unidades.

Dica da Matraca

Caso queira aumentar o molho dobre a quantidade de massa de tomate e água.

Post relacionado

Bobó de camarão na minimoranga

Sugestão de sobremesa

Verrine de Cheesecake com goiabada

Foto: Sílvia Oliveira

Share
domingo, 06 de janeiro de 2013

Verrine de cheesecake com goiabada

Céus, faz um século que não publico aqui uma receitinha para vocês. Mas essa não poderia deixar passar: a minha melhor sobremesa dos últimos tempos. Preparei no ano novo. Errei na primeira tentativa (ficou mole demais, porque eu fiz sem a gelatina incolor). Mas com as devidas adaptações, deu supercerto e virou sucesso! Nível de dificuldade: facílimo.

Ingredientes

3 potes de creamcheese

1 lata de creme de leite (sem soro)

½ lata de leite condensado (só meia lata, se não fica muito doce)

½ pacote de bolacha maisena

1 gelatina em pó sem sabor

Margarina sem sal

Doce de goiaba em pasta

Modo de preparo

Triture a bolacha no liquidificador até virar uma espécie de farofa. Acrescente à “farofa” 5 colheres da margarina sem sal derretida por 15 segundos no micro-ondas. Misture bem, até ficar uma massinha úmida. (Se ficar muito seca, coloque mais um pouco de margarina derretida.) Reserve.

Bata o creamcheese, o creme de leite (sem soro, repito) e o leite condensado no liquidificador. Depois acrescente a gelatina incolor preparada conforme a embalagem e bata novamente por uns 30 segundos.

Montagem

No fundo das taças coloque uma colher de sopa da massa de bolacha e pressione até ficar mais compacta. Por cima, despeje o creme e leva à geladeira por, no mínimo, quatro horas. Depois de ficar durinho você pode colocar a cobertura que quiser (eu usei um doce de goiaba pastoso, comprado pronto) e devolver à geladeira. A sobremesa deve ser servida geladinha.

Rendimento

Se você colocar em tacas pequenas a receita deve render umas 20 unidades. Como eu usei taças maiores junto com as pequenas tive que fazer duas receitas dessas para chegar a 15 taças bem servidas.

Dica da Matraca

Quase todas as receitas que vi na internet de verrine de cheesecake (não são muitas, aliás) não acrescentam a gelatina incolor. Tentei fazer sem a gelatina e simplesmente não endureceu, ficou mole, líquida – mesmo depois de horas na geladeira. Com a gelatina a textura ficou excelente, bem cremosa. Outra coisa, não abuse no leite condensado. Como a calda que vai por cima é super doce (seja ela qual for), o creme feito com o creamcheese deve ficar mais suave.

Post relacionado

Verrine de Salada Tropical

Foto: Raul Mattar

Share
segunda-feira, 09 de janeiro de 2012

Salada de frutos do mar: aperitivo refrescante no verão

Passei o Ano Novo na praia e a novidade na nossa ceia foi a Salada de Frutos do Mar preparada pela minha mãe. Eu acompanhei o passo a passo. É muito fácil de fazer e deliciosa como entrada ou aperitivo.

Ingredientes

200 g de camarão grande e limpo
200 g de lulas em anéis
200 g de kani kama
200 g de salmão
200 g de mexilhões
5 limões
Sal e pimenta branca a gosto
Azeite de oliva

Modo de preparo

Deixe todos os ingredientes (menos o kani kama) marinando no suco de limão com sal e a pimenta por no mínimo 1 hora. Só o limão já “cozinha” o camarão e os outros ingredientes. Mas minha mãe preferiu dar uma fervida no camarão. Depois é só tirar os frutos do mar da marinada e arrumar na travessa onde vai ser servida a salada e acrescentar azeite de oliva.

Dica: caso queira você pode acrescenta vôngole, polvo ou vieiras limpas e ainda tomates e palmito.

Leia também

Bobó de Camarão
Escondidinho de Bacalhau

Fotos: Sílvia Oliveira

Share
sexta-feira, 09 de dezembro de 2011

Bobó de Camarão na mini moranga: delícia baiana

Na festinha de comemoração dos cinco anos do Matraqueando o prato principal foi Bobó de Camarão. Prato, aliás, que eu fiz duas vezes na minha vida. Mas é tão fácil que eu não errei em nenhuma delas. Segue a receitinha (para quatro pessoas):

INGREDIENTES

½ kg de mandioca
300 g de camarão médio. Prefira camarão fresco.
2 dentes de alho picadinhos
1 cebola média picadinha
1 pimentão verde picadinho em cubos
2 colheres (sopa) de azeite de dendê
1 vidro de leite de coco
1 lata de massa de tomate
Suco de 1 limão
Uma xícara (chá) de cheiro verde picado
Sal, pimenta e coentro a gosto
4 mini morangas
Azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Lave os camarões e deixe-os marinando em sal, alho, pimenta e suco de limão. Cozinhe a mandioca cortada em pedaços na panela de pressão com água e uma colher rasa (sopa) de sal até ficar bem amolecida. Acrescente o vidro de leite de coco à mandioca já cozida. Deixe amornar e bata no liquidificador até formar um purê.

Enquanto isso, corte a tampinha da mini moranga, retire cuidadosamente as sementes com uma colher (tomando cuidado para não furar a casca) e acrescente um fio de azeite em cada uma delas. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC e deixe assar por 30 minutos.

Numa frigideira, esquente o azeite de oliva e doure a cebola. Junte os camarões e frite delicadamente. Acrescente o pimentão, a massa de tomate, o cheiro verde, o coentro (em pó ou fresco) e o purê de mandioca. Mexa bem e acrescente, por último, o azeite de dendê. Deixe cozinhar em fogo médio por uns cinco minutinhos. Desligue o fogo e coloque uma porção do bobó dentro da mini moranga. Sirva com arroz branco!

Posts relacionados

Espetinho gourmet com tomate cereja e manjericão
Verrine de Salada Tropical

Fotos: Raul Mattar

Share
quinta-feira, 03 de novembro de 2011

Mini Cuscuz Paulista: entradinha-chic

O cuscuz paulista é uma das receitas mais versáteis do cardápio brasileiro. Pode ser servido como prato principal, acompanhamento e, com a onda do finger food, já virou entradinha e petisco de uma bocada só.

Há tempos esta receita em tamanho mini tem sido carro-chefe nos meus almoços e happy hours lá em casa. Coloco em forminhas de empada e depois em recipientes próprios para este tipo de comidinha. Veja como é facílimo preparar!

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem e ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Ingredientes

2 latas de sardinha
½ lata de ervilha
½ xícara (chá) de azeitona picada
2 ovos cozidos picados
½ vidro de palmito (opcional)
Uma cebola pequena bem picadinha
1 dente de alho amassado
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 copos de água quente (400 ml)
3 copos de farinha de milho amarela em flocos
2 colheres (sopa) de salsinha e cebolinha
Sal e pimenta a gosto
Ovo de codorna para decorar

Modo de Preparo

Numa panela média, refogue o alho e a cebola no azeite. Cuidado para não deixar queimar. Em seguida acrescente a sardinha, a ervilha, a azeitona, o palmito e a pimenta a gosto. Mexa devagar em fogo baixo. Coloque a água e, se necessário, ajuste o sal. Vá despejando a farinha aos poucos. Algumas marcas de farinha exigem três copos para esta receita. Com outras, dois são suficientes. Assim que a massa do cuscuz tomar consistência (nem muito seca nem muito molhada) acrescente os ovos picadinhos, a salsinha e a cebolinha e mexe suavemente.

+ Hotel bom e barato no Brasil e no mundo: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Quando começar a desgrudar da panela (é rápido, menos de cinco minutos depois de acrescentar a farinha) desligue o fogo. Coloque nas forminhas, pressionando com uma colher. Não é necessário untar. Deixe esfriar e desenforme na hora de servir. Corte delicadamente os ovinhos de codorna em rodelas e colque por cima do mini cuscuz. Você pode comer o cuscuz frio, mas eu prefiro quentinho. Se for o seu caso é só levar 30 segundos ao micro-ondas. Essa entradinha pode ser feita um dia antes do seu evento. Deixe na geladeira coberta com plástico filme para não ressecar.

Dica da Matraca

Você pode substituir sardinha por atum ou camarão. Caso queira um cuscuz vegetariano tire os ingredientes de origem animal e acrescentar 1 tomate  grande picado e 1 cenoura ralada. Em vez do ovo de codorna você pode usar  pimenta biquinho para decorar os cuscuzinhos!

No meu brogue-mulherzinha, 0 SilviaOliveira.com.br, você encontra mais receitas, dicas de festas e receber bem. Corre lá!

Leia também

Tagliatelle com camarão ao vinho branco

Salmão com erva finas

Verrine de salada tropical

Leia também

Brigadeiro de copinho: luxo de chocolate 

Pavê de morango e suspiro

Verrine de cheesecake com goiabada

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Share
sexta-feira, 07 de janeiro de 2011

Verrine de salada tropical

Ultimamente meu passatempo tem sido preparar comidinhas em copos, taças, cumbuquinhas, pequenos bowls ou qualquer recipiente individual que possa deixar o alimento mais charmoso e criativo. Tem sido produtivo. Ao direcionar minha mente frenética e impaciente à elaboração desses quitutes consigo amenizar ansiedades e a vontade desenfreada de colocar o pé na estrada.

No ano novo estávamos na casa da minha mãe, em Londrina, quando resolvi criar uma verrine de salada fresquinha como contraponto àqueles pratos quentes e calóricos que a data pede. A palavra “verrine” vem do francês e significa copo pequeno. Muitos buffets já adotaram essa moda, principalmente na hora de servir entradas e sobremesas. É uma espécie de culinária moderninha. A ideia é mesclar texturas, sabores e cores utilizando camadas.

Existem algumas centenas de receitas de verrines de saladas. Eu fiz uma bem simples, intercalando folhas com elementos mais crocantinhos. A maioria dos ingredientes já estava na geladeira da minha mãe. A quantidade de cada um vai depender de quantas verrines você pretende elaborar.

Ingredientes

Tomate cereja (ou qualquer tomatinho pequeno que você encontrar no supermercado)
Folhas verdes (alface americana, roxa e rúcula)
Cenoura cortada em fios ou ralada
Mozzarella cortada em cubos pequenos
Ovos de codorna
Manga cortada em cubos pequenos
Alfafa
Orégano
Sal e azeite a gosto

Modo de preparo

Corte o tomate cereja em rodelas finas ou em quatro partes, o que for mais fácil para você. Coloque-os no fundo do copo/taça. Jogue uma pitadinha de sal. Insira metade de um ovo de codorna, deixando-o aparente  na base do copo. Em seguida, acrescente uns 4 ou 5 cubinhos de mozzarela previamente temperados com azeite e orégano. Coloque as folhas grosseiramente picadas, formando pequenos retalhos de verde. Regue com um pouco de azeite. Em seguida, salpique com alguns pedacinhos de manga. Por cima, um punhado da cenoura cortada em fios ou ralada. Outra pitadinha de sal. Finalize com um tufo de alfafa.

Dica de Matraca

Você pode elaborar (ou comprar) um molhinho básico com azeite, vinagre balsâmico e sal e deixá-lo num recipiente à parte para que os convidados possam despejar sobre a verrine, caso queiram mais tempero. Sem contar que sua criatividade é quem manda: acrescente croutons ou lasquinhas de frango desfiado.

Fotos: Raul Mattar

Share
terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Espetinho gourmet com tomate cereja e manjericão

De última hora meu marido resolveu chamar um querido casal de amigos para almoçar aqui em casa. Para não me complicar muito resolvi fazer coisa simples… frango ao curry, acompanhado de arroz branco e saladinha. Mas para deixar o ambiente mais festivo montei esse petisco gourmet como entrada. Super fácil de fazer e com efeito visual incrível.

Você vai precisar de:

Espetinhos de churrasco
Tomatinhos cereja
Carambola (pode substituir por damasco ou abacaxi)
Queijo muzzarela cortado em cubos
Folhas de manjericão
Azeitona (preta sem caroço ou recheada com pimentão)
Azeite e orégano para temperar o queijo

Modo de preparar

Tempere os cubos de muzzarela no azeite e orégano. Corte a carambola em rodelas de meio centímetro. Depois é só enfiar os ingredientes no palitinho de churrasco.

Dica da Matraca

Eu usei dois cubos de queijo intercalados, mas você pode substituir um deles por presunto ou uma fatia dobrada de salame. Coloque os espetinhos lado a lado em uma travessa ou prato. É só servir e esperar os elogios. :mrgreen:

Fotos: Raul Mattar

Share
quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Creme de coco com calda de manga

Sobremesa rápida e refrescante para enfeitar sua mesa de Natal.

.

Pense numa sobremesa fácil, refrescante e glamourosa para o seu Natal. O fácil fica por conta dos poucos e práticos ingredientes que leva. Refrescante porque é servida geladinha. E para você encontrar o glamour da receita experimente trocar os recipientes tradicionais por taças de diversos tamanhos.

Ingredientes para o creme

1caixinha de creme de leite
1 envelope de gelatina em pó sem sabor e incolor
100 g de coco ralado
½ vidro de leite de coco pequeno
2 xícaras (chá) de açúcar
1 copo de iogurte natural

Ingredientes para a calda

2 mangas maduras picadas
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de água

Modo de preparo

Em uma vasilha misture o leite de coco, o iogurte, o açúcar e o coco ralado. Reserve. Em outro recipiente prepare a gelatina conforme instruções da embalagem e junte-a ao creme de leite mexendo devagar. Incorpore aos outros ingredientes até formar um creme homogêneo. Despeje em taças e leve à geladeira por, no mínimo, três horas. Para a calda: em uma panela coloque o açúcar, a água e leve ao fogo baixo até ficar em ponto de fio. Acrescente a manga picada e cozinhe por 15 minutos. Desligue o fogo, deixe amornar e bata no liquidificador. Despeje sobre o creme de coco e leve para gelar novamente por mais uma hora. Sirva gelado.

Dica da Matraca

Para deixar o creme menos consistente acrescente apenas meio envelope de gelatina e junte mais um copo de iogurte natural.

Fotos: Raul Mattar

Share
quarta-feira, 01 de dezembro de 2010

Picadinho de carne ao molho de cerveja preta

 

Picadinho de carne: prato rápido e econômico.

É o prato mais fácil e saboroso que fiz nos últimos tempos. Mérito e aplausos para minha amiga Conchita – quem me ensinou a receita. Fica cremoso, com sabor marcante e uma cor intensa. Melhor ainda: em 30 minutos está na sua mesa.

Ingredientes:

100 g de azeitona com caroço
1 lata de molho de tomate pronto (tipo pomarola)
1 lata de cerveja preta
1 kg de carne picada em cubos (patinho, coxão mole ou picanha)
½  cebola média picada
2 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de óleo
Sal a gosto

 

Modo de preparo

Em uma panela de pressão doure o alho e a cebola no óleo. Em seguida, coloque no fundo as azeitonas com caroço. Depois acrescente a carne, o molho de tomate pronto e a cerveja preta. Corrija o sal, se necessário. Mexa bem e tampe. Quando a panela começar a chiar deixe cozinhar por 30 minutos. Tá pronto.

Dica da Matraca

Eu já fiz duas vezes essa receita. Na segunda, eu coloquei apenas meia lata de cerveja preta e a outra parte completei com água. Para o meu paladar fica mais suave. Mas das duas formas o prato fica excelente. :-)

Fotos: Raul Mattar

Share
sábado, 23 de outubro de 2010

Brigadeiro de copinho: luxo de chocolate

Qualquer doce no copinho fica um luxo. Mas se for de brigadeiro… fica perfeito! A receita é praticamente a mesma que você usaria para fazer o doce em formato bolinha. O detalhe é que o Brigadeiro de Copinho deve ter uma consistência mais cremosa, já que vai ser comido de colher. Veja como fazer:

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1/2 caixinha de creme de leite
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher (sopa) de margarina

+ Você conhece meu blog-mulherzinha? Acesse SilviaOliveira.com.br | Dicas de Festas e Receber Bem. 

Modo de preparo
Misture delicadamente todos os ingredientes em uma panela. Leve ao fogo brando mexendo sem parar. Deixe ferver e abaixe o fogo. Cozinhe por mais uns 5 ou 8 minutos. Mexa sempre para não formar grumos. Quando começar a soltar do fundo da panela pode desligar o fogo. O brigadeiro vai estar com uma aparência mais para cremosa do que para firme. É assim mesmo. Depois que ele esfriar fica mais consistente. Coloque nos copinhos e decore com granulados ou bolinhas de confeitar.

Dica da Matraca: estes copinhos podem ser encontrados em casas de embalagens ou até em supermercados. O pacotinho (com 10 unidades) geralmente não custa mais do que R$ 3,00. Você pode substituir o brigadeiro pelo doce Beijinho. No lugar do chocolate, acrescente 50 g de coco ralado (ou 1/2 xícara) e decore com lascas de coco fresco.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial (e ainda dá para dividir em até 6 vezes!)

Posts relacionados

Peti Verre: bombom de morango no copinho

Pavê de morango e suspiro

Mousse de amora light

Leia também

Escondidinho de camarão com queijo coalho

Bobó de camarão na mini moranga 

Salada de frutos do mar

Picadinho de carne ao molho de cerveja preta

Minicuscuz paulista: entradinha chic

Foto: Raul Mattar | Todos os direitos reservados

Share
sábado, 18 de setembro de 2010

Angu Cremoso com Bacon à moda Matraca

Quando voltei de Minas decretei: jupurdeus, não quero ver comida mineira tão cedo. Mas há coisas que são atávicas e fazem parte da nossa essência. Angu é uma delas. Rá! Com esta receita facinnn, você tem uma entradinha – ou acompanhamento – para ficar na sua história de vida. Papel e caneta na mão:

Ingredientes

1 litro de caldo de legumes (descuRpa, mas eu usei dois tabletes de caldo de legumes Knorr dissolvidos na água)
1 xícara e ½ (chá) de fubá
1 colher (sopa) manteiga ou margarina
200 g de bacon cortadinnn em cubos
Sal a gosto 

Modo de preparo

Coloque o caldo de legumes em uma panela e quando começar a ferver (antes de borbulhar) vá acrescentando aos poucos o fubá. Acrescente a manteiga  (ou margarina) e mexa sem parar até engrossar. Acerte o sal. Frite o bacon numa frigideira até dourar e reserve.   IMPORTANTE: o angu deve ficar mole e cremoso, não espere virar um purê. Quando ele amornar ganha um pouco mais de consistência. Sirva em uma travessa com o bacon por cima.

Dicas da Matraca

1. Eu, particularmente, não tenho mão boa na hora de despejar o  fubá, por mais que eu mexa fica encaroçado. Então, depois de uns 15 minutos mexendo eu tiro da panela, entorno o angu no liquidificador e bato até ficar homogêneo. Depois volto o angu para a panela e mexo mais um pouco em fogo baixo.

2. Você pode servir em uma forma refratária grande ou em travessinhas individuais, como um consomê, por exemplo. Fica uma charmosa e saborosíssima entrada.

Foto: Raul Mattar

Share
quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Tostada de pão francês

Nem sei se o nome é esse. Poderia ser simplesmente… misto-quente. O detalhe é que o pão francês tem a casquinha mais crocante que a do pão de forma. Daí você coloca o montadito numa frigideira em fogo baixo. Tosta de um lado, tosta do outro… e fica essa belezura.

Foto: Matraca’s Image Bank

Share
sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Mousse de Amora Light

Acordei com aquela vontade de colocar algo doce na boca. (Não, chega de chocotone!) Primeiro, pensei num pudim. O de leite. Era essa textura que queria. Algo que derretesse na língua, fosse fácil de degustar. Bem a cara de um domingo preguiçoso. Mas eu ando comendo pudim de leite toda semana, lá na cafeteria perto do meu trabalho.

Tem que ser algo diferente, com toque mais cítrico – matutei. “Por que você não faz mousse de maracujá?”, me perguntou o Raul. Ah, mousse de maracujá é tão batido. Mas era isso, eu queria mousse! Daquelas que quando a gente enfia a colher depois de pronta rompe uma fina película para revelar um manjar, ops, uma mousse cremosa e festeira.

Olha que sorte: tínhamos amoras frescas na geladeira (bem típicas nesta época do ano) e gelatina de amora ligth que já estava quase vencendo no armário. Nem pensei duas vezes. Aquela sobremesa refrescante, super bonita e que parece que você passou hoooras na cozinha preparando.

Ingredientes:

1 caixa de gelatina ligth sabor amora
1 lata de creme de leite light
1 lata de leite condensado ligth
250 ml de água fervente
Amoras frescas para decorar

Mode de preparo:

Dissolva a gelatina na água fervente e reserve. Bata no liquitificador o creme de leite e a lata de leite condensado. (Eu coloquei menos leite condensado para ficar menos doce!) Depois adicione a gelatina dissolvida (já resfriada) pouco a pouco e vá batendo em baixa velocidade até misturar tudo e se transformar num creme homogêno. Despeje em taças individuais ou em um refratário maior. Leva à geladeira por quatro horas. Decore com as amoras frescas.

Dica da Matraca: Para ficar “ligth” de verdade, substitua o creme de leite por iogurte desnatado.

Fotos: Matraca’s Image Bank

Share
Páginas:12
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio