Casamento com comida mineira: o meu!

Publicado por: Silvia Oliveira Festas

Posso dizer que a semente do Silvia Oliveira – Eventos Criativos nasceu na minha festa de casamento há cinco anos. Sempre gostei de organizar pequenas festinhas – do convite à lembrança. Mas na época em que me casei existia outro desafio: como fazer uma festa de casamento elegante, festiva e sem gastar muito?

Bom, a gente até conseguiu fazer algo elegante e festivo… já o “sem gastar muito” fica para o aniversário de cinco anos de casada! Rá! Para começar, eu queria um convite impactante (desculpe, sempre tive mania de grandeza) e rústico. Numa empresa de facas especiais mandei cortar os envelopes em papel Kraft que dobrados tinham o tamanho de um A4. Colei papel artesanal na frente, deixando um espaço onde um calígrafo escreveu os nomes dos convidados. Para fechar o envelope usei sisal e pedras rústicas. Sim, eu mesma fiz os mais de 70 convites do meu casamento!

Optei por um almoço que foi realizado num radiante domingo de sol na Chácara Graciosa, em Londrina. Servimos comida mineira, minha paixão, com direito a angu cremoso e leitão à pururuca. O banquete ficou por conta do Buffet Tratwein.

As flores escolhidas foram gérberas laranjas e amarelas que se alternavam em arranjos baixos e altos, em cachepôs de cipó. A novidade ficou por conta do meu cardápio, um caderninho de anotações que contava a história da comida mineira, trazia uma receita de pão de queijo além, claro, de explicar o menu do casório. Foram quase 70 caderninhos que o Raul (o maridex) e e eu passamos quase dois meses encapando (com o mesmo papel artesanal usado nos convites) e encadernando com wire (aspiral de arame). Na capa colocamos adesivos feitos sob encomenda com as nossas iniciais.

A lembrança foi um CD com as nossas músicas preferidas. O Raul gravou e imprimiu as etiquetas. Comprei a capinha de CD em papel Kraft para acompanhar o estilo do convite e menu e embalei com uma fita verde. Ficou uma graça. No lugar da mesa de docinhos, compotas mineiras: doce de abóbora, goiabada, cidra, doce de mamão e queijim de minas! Os bem-casados foram alojados na mesa do cafezinho juntamente com deliciosas broinhas de fubá.

Nesse dia entrei Sílvia Oliveira e saí Sílvia Oliveira Mattar – meu sobrenome de casada. A Oliveira, jornalista e blogueira, continua crica, inquieta e um tanto quanto desequilibrada. A Mattar segue exigente. Virou mãe da Mariana e esposa dedicada do Raul – o fotógrafo oficial do novo brogue – meu segundo, filial do Matraqueando, onde a gente fala de viagens e comidinhas. Já aqui posso colocar todos meus devaneios criativos. Aquela vontade imensa de mostrar como custa pouco ser feliz,  como passar café na hora, colocar flores na casa ou receber de forma inventiva um amigo para petiscar. Sempre a seu dispor!

Fotos: Raul Mattar e Henry Jr.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


15 comentários

  1. Comentário do dia 10/8/2011 às 11:39

    Silvia, to adorando suas matraqueagens! Encontrei seu site procurando dicas de viagem à Europa (vou agora em setembro) e fiquei fã de carteirinha!

    Navegando nele encontrei o seu casamento. Simplesmente amei!!!! Sou mineira, e bairrista ! Rsrs
    Sempre previlegio servir comidinha “de casa” nos meus eventos. Além de original, resgata minhas raízes, minha essência. Além disso, como gosto de cozinhar, o cardápio da minha mãe é sucesso garantido!

    Posso te dar umas sugestões de viagens charmosas? Dê uma voltinha em BH na época do Festival Cumida di Buteco e aproveite para conhecer a Serra do Cípó que fica bem pertinho do aeroporto de Confins. E vá à Pirinópolis/Goiás! Moro em Brasília e vivo por lá. Qdo vier, posso te passar algumas dicas e impressões.

    Parabéns pelo site/blog! Já indiquei para várias amigas!

    Bjs!

    Cláudia

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi Cláudia!

    Todo ano eu fico ensaiando para ir ao Comida di Buteco en BH! Deve ser uma delícia mesmo! Obrigadão pelas dicas! Abs!

    (Responder)

  2. Comentário do dia 12/8/2011 às 09:17

    Mensagem

    Silvia, como você, gosto muito de organizar festinhas. Entrei no google para buscar alguma ideia de ornamentação para um casamento de uma amiga, que será servido comida mineira e me deparei com seu blog…A D O R E I … sou mineirissima de Belo Horizonte, gostaria muito de parabeniza-la pelo bom gosto e o carinho que conseguiu me passar com sua redação.
    A Sandra te inficou a Serra do Cipo para visitar, mas tem um lugar, caso ainda não conheça, vale a pena…a cidade de Tiradentes/MG – vocês amarão.
    Paz, saude e alegria e vc e sua familia, afinal é tudo que precisamos, né uai!?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigadão pela visita, Gisele! Estivemos no ano passado em Tiradentes, até fiz uma série completa sobre a cidade lá no meu outro blogue! Aqui, ó: http://www.matraqueando.com.br/category/brasil/minas-gerais/tiradentes
    Abração! 🙂

    (Responder)

  3. Comentário do dia 28/2/2012 às 14:20

    Parabens. Mesmo!
    To pra ver algo mais original ou autentico.
    Maravilhoso!

    (Responder)

  4. Comentário do dia 03/3/2012 às 18:17

    Que lindo!!! Tudo com muito bom gosto e dedicação, que trabalheira hein?
    Aliás, deu fome ver essas comidinhas mineiras… Humm!
    Parabéns!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Brigadão, Natália! 🙂

    (Responder)

  5. Lígia
    Comentário do dia 20/2/2013 às 22:18

    Olá!!!
    Olha amei seu convite de casamento.
    Você poderia me dizer qual o tipo de papel que você usou… e a gramatura?
    Estou vendo o meu convite e tinha pensado no kraft Linhão mas achei lindo esse seu;

    Aguardo sua resposta
    Abraço
    Lígia

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ihh, Lígia, faz tanto tempo. Lembro que foi papel kraft, acho que a gramatura era 180 g, era um papel durinho. Abs!

    (Responder)

  6. cristiane pereira moreira
    Comentário do dia 08/4/2013 às 13:17

    OLA BOA TARDE!
    entrei aqui na net a procura do que servir em meu casamento.
    vou me casar em dezembro,e estou pensando em fazer uma festa rustica,mas ainda não sei o que servir. gostaria que me desse uma orientação.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Cristiane! Festa rústica pede comida estilo caseira. A mineira seria uma boa opção. Você pode fazer arroz carreteiro, frango ao molho pardo ou carne ao molho de cerveja preta, puré de cabotiá (abóbora) e salada verde por exemplo! Abs!

    (Responder)

  7. celia henriques
    Comentário do dia 14/8/2013 às 19:04

    Minha filha também optou pelo cardápio mineiro para o almoço do casamento civil.Você poderia informar qual foi o cardápio completo do seu casamento?
    Obrigada, Celia

    (Responder)

  8. Monique
    Comentário do dia 02/10/2013 às 11:00

    Oi Silvia. Adorei a matéria, sua festa….e gostaria de saber sobre o cardápio que foi montado…bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Monique! Foi bem básico: leitoa à pururuca, angu, carne na cerveja preta, arroz branco e saladas. (havia mais alguma coisinha, mas não me lembro). Não fiz docinhos. A mesa de doces eram os doces em compostas! 😀

    (Responder)

  9. Edna Ferreira dos Santos
    Comentário do dia 05/12/2013 às 19:26

    Adorei sua ideia, quero fazer o bem parecido com o seu, mas o que servir de entrada?

    (Responder)

  10. Comentário do dia 29/6/2014 às 03:54

    Nossa,adorei seu cardápio,mas desculpe a pergunta,já que teve o angu,não deveria ter o feijão?
    Parabéns,amei!!!!!!!!!!Ah venha em Caeté,conhecer a Serra da Piedade,lugar maravilhoso.60 km de Belo Horizonte.abraços.

    (Responder)

  11. Daiane
    Comentário do dia 18/9/2014 às 12:28

    Oi silvia, adorei a materia sobre o seu casamento, e estou inlove no seu convite, vc tem algumas dicas de como fazer ele, ou o tutorial dele?
    Gostaria de fazer o mesmo convite seu para o meu casamento!!!
    obrigada desde ja e Parabens,
    vou me inspirar no seu casamento para bolar o meu!!

    (Responder)

  12. Jéssica
    Comentário do dia 30/3/2015 às 11:26

    Ola amei seu casamento de super bom gosto eu quero uma coisa assim pq vou me casar e não tenho dinheiro pra muita coisa pensei nessa opção de comida mais nao sei se e o suficiente tenho medo de não da pra todos ficar satisfeito e sair falando eu tava pensando em servi também o salgado e doces oq vc me sugere?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Jéssica! Não é possível agradar a todo mundo. problema é de quem sair falando alguma coisa. Faça a festa principalmente para vocês, seus convidados… são convidados! 😉

    (Responder)

  13. Ana Nonatto
    Comentário do dia 06/4/2015 às 21:59

    Boa noite….adorei as ideias do seu casamento….sou mineira e minha irma vai casa e gostaria de algo no estilo do seu….adorei tudo desde o convite ao modelo do cardapio e gostaria de sugestoes ja que estou organizando…o que vc sugere de entrada??? e como fazer o convite + o cardapio????

    Obrigado desde ja.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ana, nós servimos pão de queijo de entrada! (Sabe que eu não me lembro o que houve a mais de entrada!). Fica difícil explicar como fazer o convite por escrito, não tenho fotos do passo a passo.

    (Responder)

  14. Mariana Miotto
    Comentário do dia 30/10/2015 às 16:22

    Silvia!!!
    AMEI O POST!
    Gostaria de saber se você conhece mais alguns buffets que façam esse tipo de comida e se poderia indicar!

    Obrigada!!

    (Responder)

  15. Cândida Pollyanna
    Comentário do dia 30/1/2017 às 21:10

    Olá Silvia!
    Amei todos os detalhes do seu casamento. Estou encantada com a mesa de comida mineira.
    Mas me apaixonei mesmo foi pelo modelo do seu convite. Você tem fotos completas da arte do convite?
    Quero fazer um como o seu pro meu casamento.
    Muito obrigada e parabéns pelo blog!!!
    Ps.: Pode ser que eu te procure novamente pois o cardápio do meu casamento também será de comida mineira.

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar