-  Atualizado 30/05/2017

Valle Nevado: como é (e quanto custa) o bate e volta à estação de esqui mais badalada da América do Sul

Publicado por: Silvia Oliveira Mais lidos, Valle Nevado

Valle Nevado 2016

Se existe algo que não me atrai como turista é frio, neve, esqui e tudo o que seja relacionado a baixas temperaturas. Eu moro em Curitiba, então só saio daqui para o calor. Mas desta vez não consegui fugir. Marido e filha (lobotomizada pela saga Frozen) armaram um complô familiar e lá fomos nós para o Valle Nevado, no Chile.

Valle Nevado Santiago Chile esquis e bastoes

Sou obrigada a confessar que mesmo com muita informação em sites, blogs e guias (este post do Ricardo Freire foi bem didático), antes de chegar ao local eu não entendia direito como funcionava a bagaça ou exatamente como me locomover dentro do complexo. Pelas fotos e textos não é exatamente fácil para uma Matraca de Humanas entender para que lado fica o quê. Rá!

Minha maior preocupação era decifrar o que seria uma boa experiência de neve (levando em conta nosso orçamento e custo-benefício) numa estação de esqui… para quem nunca esquiou na vida. Assim, vamos ao passo a passo direcionado a você que está indo pela primeira vez ao Valle Nevado.

O que é o Valle Nevado

É uma estação de esqui localizada a 60 quilômetros (1h30) de Santiago, capital do Chile. Fica na Cordilheira dos Andes e chega a mais de 3.200 metros de altura. É considerado o maior centro de esqui da América do Sul, seguindo os padrões (e os preços) das grandes estações de inverno europeias.

Valle Nevado Santiago Chile complexo

Desde a saída de Santiago já temos paisagens lindíssimas com montanhas nevadas em contraste com o céu quase sempre azul. Antes, eu achava que o Valle Nevado era uma espécie de vilarejo ou cidadezinha perdida nas montanhas.

Na verdade, é um Ski Resort composto por dezenas de pistas (para esquiadores principiantes, intermediários, avançados e especialistas) com hotéis, restaurantes e teleféricos (meios de elevação).

Valle Nevado Santiago Chile Lanchonete

Trocando em miúdos, você pode se hospedar no Valle Nevado (falarei mais sobre isso abaixo) ou ficar em Santiago e simplesmente passar o dia aqui (nossa opção).

+ Leitor Matraqueando tem 15% de desconto no seguro viagem! Pegue seu cupom aqui!

Quando ir ao Valle Nevado

A temporada geralmente vai de meados de junho a meados de setembro, podendo chegar a outubro (difícil) conforme a quantidade de neve que cair na região. Em tese, não há neve entre outubro (salvo raríssimas exceções) e maio. Repita comigo: não há neve entre outubro e maio. NÃO HÁ NEVE ENTRE OUTUBRO E MAIO.

Valle Nevado Santiago Chile Pistas de Esqui

Gôndola: teleférico de cabine fechada que leva a 3200 metros de altura

Desculpe a insistência, mas minha experiência bloguística sabe que muitos vão perguntar “e em dezembro, será que neva?”. Não, migo, não neva. “Ah, mas eu vi umas fotos de Santiago com a cordilheira nevada”. Sim, migo, já fui ao Chile em novembro e o cume da cordilheira está sempre nevado. Mas fora de temporada NÃO há neve nas estações de esqui.

Valle Nevado Santiago Chile Oculos

Aliás, uma amiga minha foi há alguns em agosto e disse que já havia pouca neve na região. Houve um período inclusive (acho que em 2012) que Farellones (a estação mais próxima de Santiago) fechou em julho por falta de neve. Imagine!

A temporada de 2017 do Valle Nevado vai de 26 de maio a 22 de setembro. Com as últimas nevadas na região o complexo adiantou quase um mês a abertura das pistas.

Como chegar ao Valle Nevado

Você pode ir de carro ou contratar o traslado numa empresa especializada. Não há transporte público até o Valle Nevado.

Valle Nevado Santiago Chile Estacionamento

Estacionamento na entrada do Valle Nevado

Carro | Todo brasileiro com espírito de Dora Aventureira acha que é só alugar o carro e, tcharam, chega ao Valle Nevado como quem chega a Valparaíso ou Viña del Mar.

Valle Nevado Santiago Chile Descida

Acredite, se você nunca dirigiu na neve, nunca enfrentou pista com gelo, não sabe colocar correntes nas rodas e não quer se estressar numa estradinha com mais de 60 curvas fechadíssimas — e ainda engarrafada na alta temporada, não se arrisque.

De qualquer maneira, aqui está a rota para você chegar lá. (Só depois não venha me dizer que eu não avisei.) O carro deve levar correntes para colocar na roda, é obrigatório. Na estrada que dá acesso às estações de esqui existem várias lojas que alugam o acessório.

Valle Nevado Santiago Chile Descanso

Importantíssimo: de segunda a sexta-feira a subida e descida são autorizadas durante o dia todo. Mas nos fins de semana e feriados há restrições. Nestes dias, a subida só pode ser feita das 8h às 13h e a descida das 16h às 20h. Está liberado das 20h às 8h do dia seguinte. Em julho especificamente, às sextas, a descida vai até às 20h. Sábado, domingo e feriados, subida vai das 8h às 14h e a descida das 15h às 20h. Fique atento a este detalhe caso vá de carro porque quem determina essas condições são as autoridades rodoviárias do Chile e os horários podem mudar sem aviso prévio.

+ Alugue seu carro com segurança e percorra o Chile com mais economia

Transfers | Várias empresas fazem o transporte até o Valle Nevado como a TurisTik, TurisTour, SnowTour e Ski Total.

Por ser mais barata e totalmente sem burocracia optamos pela Ski Total, nossa recomendação no guia O Barato de Santiago desde 2012, sem reclamações. Durante a temporada, a empresa tem saídas diárias a todas as estações de esqui como Farellones, La Parva e El Colorado.

Valle Nevado Santiago Chile Ski Total

As vans que levam ao Valle Nevado em frente à sede da Ski Total 

O transfer ida e volta ao Valle Nevado está 17 mil pesos por pessoa (cerca de R$ 100). Se preferir, eles passam no hotel por 27 mil pesos (R$ 158) por pessoa. Neste caso (de passar no hotel), é necessário fazer reserva com um dia de antecedência. Valores de julho de 2016.

Caso você pegue o traslado diretamente na sede, não é necessário reservar nem pagar antecipadamente. Sim, juro. É só chegar. As vans saem pontualmente às 8h. Chegue com, pelo menos, 30 minutos de antecedência para comprar o traslado.

Se pretende alugar roupa e equipamento de esqui, esteja lá uma hora antes. Nós fomos em uma quinta-feira no começo de julho e havia fila para tudo. Imagine isso num fim de semana em altíssima temporada.

Valle Nevado Santiago Chile Esquis

A Ski Total fica dentro do Shopping Omnium (Av. Apoquindo, 4900 – Las Condes) que, de tão pequenininho, ninguém sabe onde fica, mas está a cinco minutos da estação de metrô Escuela Militar (linha vermelha). É muito fácil chegar com o transporte público.

Na ida, como saímos muito cedo e estávamos em quatro pessoas (minha mãe viajou com a gente), fomos de táxi. A corrida custou 15 mil pesos (R$ 88) do centro até lá. São quase 18 quilômetros.

Valle Nevado Santiago Chile esquis detalhe

Na volta, enfrentamos o metrô em hora de pico. É que pelo Google Maps o metrô levaria 25 minutos até o centro (onde estávamos hospedados) e um táxi, quase 50 minutos. As vans voltam às 17h do Valle Nevado e o horário de chegada a Santiago vai depender do trânsito.

ALERTA | A estrada é altamente sinuosa e tem curvas apertadíssimas. Muita gente fica enjoado e passa mal, tanto na ida quanto na volta. Nós tomamos Dramin® e foi bem tranquilo.

Onde alugar roupas para esquiar no Valle Nevado

Se você pretende esquiar (ou fazer aquela aulinha de 2 horas para iniciante) poderá alugar a roupa na Ski Total mesmo ou diretamente no Valle Nevado.

Valle Nevado Santiago Chile Silvia Oliveira

Matraca na neve: a cara da riqueza!

Os valores do combo completo (tíquete da gôndola* + aluguel de roupa + equipamento + 2 horas de aula) são praticamente os mesmos para adulto e um pouco mais barato para crianças no próprio Valle Nevado (explico detalhadamente abaixo).

A vantagem de alugar roupa na Ski Total é que você já chega à estação com tudo resolvido e ganha tempo. Mas caso queira alugar apenas algumas peças (só as botas ou só a roupa ou só o equipamento), vai sair mais barato alugar em Santiago mesmo do que na estação de esqui.

– Quanto custa alugar o combo completo na Ski Total:

Tíquete para a gôndola* + aluguel de equipamento (esqui e bastão) + roupa + 2 horas de aulas sai 111 mil pesos (R$ 652) para adulto e 96 mil (R$ 564) pesos para criança**. Com o traslado sai 128 mil pesos (R$ 752) para adulto e 113 mil pesos (R$ 664) para criança.

Valle Nevado Santiago Chile Esquiadora

– Quanto custa alugar o combo completo no Valle Nevado:

Tíquete para a gôndola* + aluguel de equipamento (esqui e bastão) + roupa + 2 horas de aulas: 112 mil pesos (R$ 658) para adulto e 87 mil pesos (R$ 511) para criança. Com o traslado de 17 mil (R$ 100) por pessoa o valor final fica em R$ 758 adulto e R$ 611 criança.  Preços em Reais são aproximados. Valores de julho de 2016.

Valle Nevado Santiago Chile gondola

Reforço: se você não for comprar o combo completo e só quer alugar o equipamento ou roupa, compensa fazer isso ainda em Santiago. Comprar tudo separado no Valle Nevada sairá bem mais caro. Veja os preços da estação aqui.

Atenção: se alugar a roupa em Santiago EXPERIMENTE a dita cuja, porque ao chegar à montanha não tem como voltar para trocar.

*Gôndola: teleférico de cabine fechada com capacidade para seis pessoas que leva até às pistas (onde você fará sua aula) e ao restaurante de comidas rápidas Bajo Zero, a 3.200 metros de altura.

Não quero esquiar, que roupa levar?

Se você não pretende esquiar nem fazer a aulinha, mas gostaria de brincar/caminhar na neve, o aluguel de roupa térmica/impermeável (além das botas) é bastante recomendado uma vez que a neve molha e, claro, faz muito frio.

Valle Nevado Santiago Chile Esqui Profissionalmatraqueando-instagram1

Se seu objetivo é só conhecer a neve sem muito contato talvez compense comprar já no Brasil pelo menos a bota impermeável. Lojas como Decathlon oferecem várias opções, a mais barata estava a partir de R$ 249 no mês passado. No mais, vá vestindo-se em camadas pra poder tirar as peças mais quentes dentro dos restaurantes e espaços fechados com calefação.

Eu que sou superfriorenta fui com duas camisetas fleece (segunda pele peluciada), uma camiseta de algodão de manga comprida, uma blusa de lã e uma jaqueta daquelas impermeáveis que deixa a gente com aparência de cinco quilos a mais. Por baixo da calça também usei uma meia-calça fleece. Cachecol, luva, gorro e mais um protetor de orelhas.

Ao colocar a roupa de esqui só tirei a jaqueta impermeável e MORRI de calor com aquela tralha no corpo. Meu maior medo, que era passar muito frio e ficar mal humorada por conta disso, não aconteceu.

+ Hospedagem com descontos incríveis e cancelamento grátis em Santiago e arredores!

Nunca esquiei, mas quero fazer a aula e garantir a foto jacu!

Prepare-se para arrombar o cofrinho. Já comentei aqui mais de uma vez que caro e barato são termos tão elásticos quanto o conceito de mala de mão. Para mim o que pode ser “investimento” numa nova experiência, para você pode ser sinônimo de jogar dinheiro no lixo. Algo que concordamos: esquiar é uma atividade com valores beeeem acima da média dentro do universo turístico.

Valle Nevado Santiago Chile Mae

Minha mãe posicionada para descer a montanha dando piruetas. #sqn

Agora vem o momento “me abraça”: para passar o dia no Valle Nevado com o combo completo (acesso à gôndola, roupa, equipamento e aulas — mais o traslado de/para Santiago — você vai investir em torno de R$ 750 por pessoa. FORA A COMIDA!

*Gôndola: teleférico de cabine fechada com capacidade para seis pessoas que leva até às pistas (onde você fará sua aula) e ao restaurante de comidas rápidas Bajo Zero, a 3.200 metros de altura. (Desculpe repetir a informação, mas é que eu lia vários textos e as pessoas falavam dessa gôndola e eu não conseguia entender o que era.) #MatracaLentinha

** Menores de 12 anos.

+ Leitor Matraqueando tem 15% de desconto no seguro viagem, pegue seu cupom aqui! 

Valle Nevado Santiago Chile Teleferico

Nãããão, eu não quero gastar isso! Qual o tíquete/combo devo comprar?

Existem três opções que atendem perfeitamente aos curiosos que só pretendem conhecer a neve e garantir a foto-inveja para o Instagram. São elas:

1) Tíquete da gôndola + almoço fast food | Você tem acesso ao teleférico fechado (gôndola) para subir quantas vezes quiser às pistas e pode comer no restaurante Bajo Zero que oferece sanduíches, pizzas, sopas e empanadas. Custa 37 mil pesos ou R$ 217 (durante a semana) e 51 mil pesos ou R$ 300 (fins de semana e feriados). Bebidas à parte. Crianças pagam um pouco mais barato. Veja preços atualizados aqui.

Valle Nevado Santiago Restaurante Don Giovanni

2) Tíquete da gôndola + almoço no restaurante Don Giovanni | Você tem acesso ao teleférico fechado (gôndola) para subir quantas vezes quiser às pistas e almoça na área dos hotéis com uma vista também muito bonita. Inclui entrada, prato principal e sobremesa. Custa 50 mil pesos ou R$ 295 (durante a semana) e 65 mil pesos ou R$ 382 (fins de semana e feriados). Bebidas à parte. Crianças pagam o mesmo valor do adulto. Veja preços atualizados aqui.

3) Tíquete da gôndola | Interessante para quem vai levar o próprio sanduíche e só quer chegar perto das pistas sem necessariamente esquiar. 31 mil pesos ou R$ 182 (durante a semana) e 48 mil ou R$ 282 (fins de semana e feriados). Sinceramente? Não vá ao Valle Nevado se você não estiver disposto a investir na gôndola. Ela faz toda a diferença no seu passeio. Veja preços atualizados aqui.

Valle Nevado Santiago Chile Plaza

* Dica: não compensa só comprar o tíquete da gôndola e depois comer no Bajo Zero à parte. Só uma porção de miniempanadas de queijo custa 11 mil pesos (R$ 64). Se for para comer no restaurante compensa comprar o combo. Mais abaixo eu detalho os preços.

* Nós comemos no restaurante Don Giovanni que cobra 26 mil pesos (entrada, prato principal e sobremesa com bebidas à parte). Tivemos que comprar o almoço à parte porque não existe um pacote que inclua tudo. Quem opta pelo combo gôndola + roupa + aula de esqui + equipamento tem que comprar a comida à parte. Você só consegue comprar o combo com alimentação incluída se optar pela  gôndola + fast food ou gôndola + restaurante Don Giovanni.

Afinal, fale logo, quanto fica a brincadeira?

Os valores finais para quem quiser passar o dia na estação de esqui Valle Nevado com direito a TUDO (roupa especial alugada, aula de esqui, acesso à gôndola, almoço no Don Giovanni e traslado desde Santiago) ficam em torno de 154 mil pesos ou algo como R$ 900. Novecentos reais por p.e.s.s.o.a.

Obrigada por ter chegado até aqui. Eu precisava desabafar isso com você. (Frase acompanhada de emoji com choro desesperado.)

Valle Nevado Santiago Chile Aula de Esqui

As aulas para iniciantes em grupo duram duas horas

Caaaalma, juro que não traí a nossa categoria. Muquiranas unidos, sempre. É que o Valle Nevado foi nosso momento extravagância do ano. Isso é mais caro do que os parques da Disney. Por isso, nos organizamos para emitir as passagens com milhas em plena temporada de julho, o que barateou um pouco os custos da viagem.  (Mesmo assim, aceito frases de motivação para superar esta fase pós Chile.)

Na nossa moeda fica assim:

– Traslado de/para Santiago: R$ 100

– Gôndola: a partir de R$ 182. (Acrescente o traslado e o passeio sai por R$ 282.)

– Gôndola + o fast food: a partir de R$ 217. (Acrescente o traslado e o passeio sai por R$ 317.)

– Gôndola + almoço no Don Giovanni: a partir de R$ 295, fora as bebidas e os 10%. (Acrescente o traslado e o passeio sai por R$ 395, fora as bebidas e os 10%.)

– Gôndola + equipamento + roupa + 2 horas de aula + Almoço Don Giovanni: cerca de R$ 800. Se você tiver o equipamento e/ou a roupa e ainda levar a própria marmita esse valor pode cair consideravelmente. (Acrescente o traslado e o passeio sai por R$ 900 por pessoa/adulto.)

Os valores em Reais são aproximados. Cotação de julho de 2016 para dias de semana. No fim de semana, prepare-se para pagar mais caro. Veja valores atualizados diretamente no site do Valle Nevado.

O que fazer no Valle Nevado

Bem, se você é guerreiro e ainda não abandonou este post nem me deixou falando sozinha… vem cá, me dê as mãos e vamos juntos continuar destrinchando o passeio mais amado e desejado pelos brasileiros que vão ao Chile. Veremos que mãos de vaca também têm vez! \0/

Valle Nevado Santiago Chile complexo

Saiba que para “entrar” no Valle Nevado não custa nada. Imagine que você está chegando a um grande parque temático e que a van te deixa em frente ao centro de visitantes deste parque.

Neste centro (conhecido também como recepção ou hub), localizado na Curva 17, você compra tudo: o tíquete para a gôndola, aluga roupas e equipamentos (caso não tenha feito isso antes em outro lugar), contrata as aulas e pode deixar mochilas e bolsas nos lockers (guarda-volumes) por 6 mil pesos (R$ 35) a diária. Valores em Reais são aproximados. Cotação de julho de 2016.

Valle Nevado Santiago Chile Pistas

Primeira possibilidade: caso você não queira gastar nenhum tostãozinho além do transporte, é só se dirigir à parte baixa do complexo (que fica logo atrás do centro de visitantes, chamada de Plaza la Góndola) e ficar ali brincando na neve e tirando fotos para seu álbum do facebook.

No local tem um quiosquinho que vende salgados e bebidas quentes. Agora, imagine só: a van te despeja ali por volta das 10h da manhã e vai embora às 17h. Você vai ficar o dia INTEIRO nesta área passando frio, praticamente sem fazer nada? E se cair uma nevasca? Porque quando você se transformar no Olaf só vai restar o sem-graça centro de visitante para se aquecer… e esperar.

Valle Nevado Santiago Chile Plaza la Gondola

Segunda possibilidade: comprar só o tíquete da gôndola sem a comida. Ao ter acesso à gôndola (teleférico de cabine fechada) você terá uma vista lindíssima de todo o Valle Nevado, além de chegar ao restaurante Bajo Zero que fica ao lado de várias pistas, incluindo a área dos iniciantes e a Escolinha de Neve para as crianças. Para mim, vale muuuito a pena o valor do ingresso.

É possível levar seu próprio lanche (vimos várias pessoas comendo o sandubão trazido de casa) ali na área externa do Bajo Zero que é cheia de mesinhas. Se o frio estiver insuportável, é só entrar no restaurante.

Valle Nevado Santiago Chile Vista

Terceira possibilidade: comprar o tíquete da gôndola + almoço fast food ou gôndola + almoço no Don Giovanni. Assim como na segunda opção, você ganha uma vista privilegiada de todo o Valle Nevado subindo no teleférico, além de ter seu almoço garantido e ainda poderá apreciar os esquiadores profissionais e iniciantes passando do seu ladinho. É divertido.

Quarta possibilidade: enfiar o pé na jaca e garantir seu momento extravagância adquirindo o combo completo com direito à gôndola, aula de duas horas, roupa, equipamento e almoço no complexo.

Vale a pena investir essa dinheirama para ter aula sem nunca ter esquiado?

Nós adoramos, mesmo sabendo que não conseguiríamos nem parar em cima dos esquis. Levei um tombo já de saída que quase me aleijou. O segredo para não se decepcionar é alinhar as expectativas.

Para quem nunca esquiou, a aula só serve para diversão (e deixar a gente com muuuuita dor nos pés). Se sua expectativa é descer montanha abaixo fazendo manobras radicais, esqueça.

+ Hotel bom e barato em Santiago do Chile: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Valle Nevado Santiago Chile Esquiador tomboValle Nevado Santiago Chile salto

De qualquer forma, sugiro a leitura do relato do Marcelo no blog Across the Universe que alerta bem sobre as nossas limitações na hora de decidir sobre fazer ou não uma aula de ski. (Desculpe, Marcelo, sei que cê tava bravo naquele dia, mas eu morri de rir imaginando a cena!) 😀

Valle Nevado Santiago Placa Onibus Gratuito

IMPORTANTE | Em todas as possibilidades acima você também pode pegar um ônibus gratuito (tipo uma jardineira) em frente ao centro de visitantes. O ônibus leva até à região dos hotéis (cinco minutinhos de viagem), onde fica o restaurante Don Giovanni.

Valle Nevado Santiago Chile bus cortesia

Ônibus cortesia que leva à região dos hotéis

Mesmo quem não está hospedado no Valle Nevado ou não comprou acesso à gôndola pode pegar o tal ônibus para conhecer o outro lado do complexo. Ao desembarcar no hotel Puerta del Sol (o busãozinho faz um trajeto circular entre a recepção do complexo e o hotel) você tem acesso ao Bar Lounge (uma área com lareira para descanso dos esquiadores) e ao Restaurante Don Giovanni, que tem vista para a piscina térmica ao ar livre no melhor estilo revista Caras.

Valle Nevado Santiago Chile Piscina Termica

Piscina térmica ao ar livre: disponível apenas para os hóspedes

O que fazer no Valle Nevado com crianças

É válido dizer que nossa viagem ao Valle Nevado foi um pedido da Mariana (minha filha de oito anos) que queria desesperadamente conhecer a neve. Mais do que isso, ela queria também esquiar. Nossos esforços foram todos concentrados em oferecer uma experiência lúdica e divertida para ela e para nós.

Valle Nevado Santiago Chile Escolinha de Neve

Logo ali ao lado do restaurante Bajo Zero, está a Escuela de Nieve — um espaço exclusivo para crianças de 4 a 9 anos. Adultos não podem entrar, mas acompanham tudo do lado de fora. A criança já deve chegar ali paramentada com roupas térmicas, botas e esqui.

Com duas ou três orientações do professor (a maioria fala português) ela já saiu esquiando. (Enquanto isso minha mãe e eu estávamos ainda tentando parar em pé em cima dos esquis. Sem contar as vezes que caíamos feitos tartarugas em cima do casco e mal conseguíamos levantar sozinhas. Vai vendo…)

Valle Nevado Santiago Chile Escolinha de Neve Mariana

Mariana na aula de esqui destinada às crianças

Na pista das crianças tem o Magic Carpet que ajuda a trazê-las de volta ao início do trajeto. Quando os niños chegam lá embaixo, eles se posicionam em cima do tal tapete mágico que funciona como uma espécie de esteira rolante. Todo mundo volta sem o menor esforço.

As aulas em grupo duram duas horas e acontecem em horários pré determinados (igualmente para os adultos): 11h às 13h, 12h às 14h e 14h às 16h. Se a criança se cansar antes disso ou quiser beber água, há um espaço interno reservado para elas (uma casinha ao lado da pista) onde podem jogar videogames, assistir a um filminho ou simplesmente relaxar.

Valle Nevado Santiago Chile Criancas

Depois da aula existe todo um mar de neve para brincar de todas as formas que a criatividade permitir. Ah, algo muito bacana é que o complexo oferece aulas para portadores de deficiência com esqui adaptado.

Valle Nevado Santiago Chile Mariana

Lembrando que esta é a experiência de quem passou apenas um dia no Valle Nevado. Para ver como é ficar hospedado com crianças e todas as atividades possíveis consulte este post do Viajando Com Pimpolhos.

Valle Nevado Santiago Chile aulas de esqui para crianca

Onde comer no Valle Nevado

A nossa experiência foi somente no restaurante Bajo Zero (onde dividimos uma porção de empanadas) e no restaurante Don Giovanni. O primeiro, como já disse anteriormente, você chega com a gôndola e é dedicado a comidas rápidas. É point de esquiadores iniciantes e avançados. Sempre cheio, o local oferece wi-fi grátis e uma vista privilegiada de todo o complexo.

Valle Nevado Santiago Chile Empanadas Bajo Zero

Vende cerveja e bebidas quentes. Preços exorbitantes – como tudo por aqui. Uma porção de miniempanadas de queijo com 10 unidades ou um Cheese Burguer sai por 10.900 mil pesos cada (R$ 64). Cachorro quente por 8.500 pesos (R$ 50). Pizzas individuais a partir de 9.900 pesos (R$ 58). Chocolate quente por 3 mil pesos (R$ 18), cerveja Corona ou Budweiser por 3.700 pesos (R$ 21) e água ou refrigerante por 2.900 pesos cada (R$ 17). Uma.água.por.17.reais. Leve a sua na mochila! Cotação de julho de 2016.

Já o restaurante Don Giovanni está na área dos hotéis. Para chegar aqui é necessário pegar o ônibus gratuito (que sai a todo instante) em frente ao centro de visitantes na Curva 17 (entrada principal do complexo). É uma espécie de cantina italiana com ares mais sofisticados.

Se você comprar o combo gôndola + Don Giovanni, o almoço (com entrada, prato principal e sobremesa) sai por 19 mil pesos por pessoa (R$ 110). Se comprar separado, sai por 26 mil pesos (R$ 152). Bebidas à parte. Água por 2.900 pesos (R$ 17) e uma taça de vinho a partir de 6 mil pesos (R$ 35). Inconveniente: criança paga o MESMO preço do adulto. Como a Mariana come mais do que eu, não saímos no prejuízo. Mas se seu filho for só de beliscar não valerá a pena.

Valle Nevado Santiago Chile Entrada Restaurante Don Giovanni

Tanto entrada como prato principal e sobremesa podem ser escolhidos entre várias opções.  Para abrir os trabalhos pedi carpaccio de salmão com alcaparras, a Mariana foi de sopa do dia e o Raul e minha mãe apostaram nas encorpadas saladas mediterrânea e caesar.

Valle Nevado Santiago Chile prato principal

O prato principal ficou assim: minha mãe eu pedimos um tagliatelle de frutos do mar, a Mariana pediu o clássico penne a bolonhesa e o Raul foi de salmão. E na sobremesa o mesmo para todos: torta de frutas vermelhas (mas ainda havia a opção de sorvete e frutas da estação).

Valle Nevado Santiago Chile Sobremesa

Tudo correto e saboroso, mas obviamente nada inesquecível levando em consideração que a conta aqui para um casal e dois filhos não sairia por menos de R$ 500. Me abraça de novo! (Frase com emoji tendo uma síncope.)

Ao lado do Don Giovanni está o Bar Lounge, um espaço bem aconchegante com sofás e lareira ocupado pelos esquiadores que querem descansar. Mas qualquer pessoa pode entrar e ficar no local para tomar um chocolate quente ou drink.

O complexo tem mais oito opções entre restaurantes e bares. Muitos não abrem na hora do almoço e outros estão destinados somente aos hóspedes. Confira a lista aqui e aqui.

Onde ficar no Valle Nevado

Como eu disse lá no começo do post, o Valle Nevado é um Ski Resort, portanto você pode ficar hospedado aqui. No complexo são três hotéis: Tres Puntas, Puerta del Sol e Valle Nevado, respectivamente 3, 4 e 5 estrelas — além de nove condomínios residenciais, que se transformam em aluguel de temporada durante o inverno.

Valle Nevado Santiago Chile Puerta del Sol

Não tenho autoridade para falar sobre qualquer hospedagem aqui porque não visitei nenhuma delas. Mas se você clicar nos links acima poderá ter acesso às informações sobre o que cada uma oferece. Importante ler também as condições de reservas. Em alguns períodos durante a temporada a reserva mínima é de sete dias ou de quatro ou de três dias.

Valle Nevado Santiago Chile Mercado

Para ter uma ideia de valores é só imaginar quanto custaria um resort de praia no Brasil em pleno verão. Aqui, três dias (cotação de 13 a 16/09/2016) para um casal e uma criança sai a partir de US$ 1.917 no hotel Puerta del Sol (inclui ski pass e meia pensão) ou US$ 894 no apartamento Valle de Cóndores (não inclui ski pass e meia pensão).

Valle Nevado Santiago Chile Hoteis

Já no final de julho, três diárias no apartamento Valle de Cóndores (só hospedagem) saltam para US$ 1.695. Observe que estes valores estão em dólares. Nos outros hotéis nem me atrevi a fazer cotação durante o mês de férias. Deixo para você passar este nervoso! 😀

Dicas finais

– Uma semana antes de viajar consulte sites de previsão de tempo e veja o dia com melhor temperatura e sol para ir ao Valle Nevado. As fotos e a experiência serão bem mais produtivas com o dia aberto.

– Evite os fins de semana e feriados. Além de ser bem mais caro, neste período não só os turistas, mas os próprios santiaguinos sobem a montanha para esquiar. Veja as filas e engarrafamento no post do blog Nós no Mundo. Fiquei em pânico só de ler.

Valle Nevado Santiago Chile teleferico fechado gondola

– Se durante minha estadia em Santiago o único dia com sol no Valle Nevado caísse num fim de semana ou feriado eu tentaria minimizar ao máximo os perrengues chegando à estação com tudo alugado antecipadamente. Na empresa que contratamos era possível comprar o tíquete para a gôndola pelo mesmo preço do Valle Nevado, por exemplo. E para não enfrentar homéricas filas em restaurantes levaria minha própria matula.

– São muitos combos e possibilidades de valores. Reflita sobre o que realmente vale a pena para você e quanto está disposto a pagar nesta experiência. Quem não está a fim de esquiar e vai com crianças pode ficar tranquilo, porque se adquirir o passe para a gôndola já poderá ter muito contato com a neve.

Valle Nevado Temporada 2016 - Blog Matraqueando

– Cuidado com o excesso de muquiranice. Se for para visitar o Valle Nevado e nem pegar a gôndola sugiro que você conheça a estação de Farellones, bem mais perto e mais barata.

– Lembre-se de levar protetor solar, labial e óculos de sol (quem for esquiar pode alugar um acessório específico). A luz refletida na neve é fortíssima e pode incomodar.

– Neste post usei a cotação de R$ 1 = 170 pesos. Mas ao trocar seus Reais por Pesos Chilenos diretamente em Santiago você poderá conseguir uma cotação melhor. Na agência AFEX (várias unidades na cidade) do Shopping Plaza Alameda (metrô Estación Central) o Real está 173 pesos e na Cambios Santiago chega a 177 pesos (metrô Pedro de Valdivia). Nestas agências, US$ 1 sai por 650 pesos. Cotação de julho de 2016.

GRÁTIS | Baixe este post inteirinho em PDF. Você poderá imprimir o texto ou ler off line. Clique aqui para fazer o download!

Valle Nevado Santiago Chile Familia Matraca

Fotos: Raul Mattar | Siga no Instagram: @raulmattar | Todos os direitos reservados.

Posts relacionados

Em Santiago do Chile, como ir do aeroporto ao centro

Santiago: bairro a bairro – 1º dia

Santiago: bairro a bairro – 2º dia

Santiago: bairro a bairro – 3º dia

Como ir por conta à vinícola Concha y Toro

Metrô Arte em Santiago do Chile

Hospedagem em Santiago do Chile

Leia também

Roteiro de cinco dias no Deserto do Atacama

Como chegar a San Pedro do Atacama, no Chile

San Pedro de Atacama

Atacama: 1º dia | Valle de la Luna e Valle de la Muerte

Atacama: 2º dia | Salar de Tara

Atacama: 3º dia| Manhã: Tour Arqueológico

Atacama: 3º dia | Tarde: Lagunas Cejar e Tebinquiche

Atacama: 4º dia | Lagunas Altiplânicas

Atacama: 5º dia | Gêiseres El Tatio

Hospedagem em San Pedro de Atacama

Manual de sobrevivência: o que levar ao Atacama

IMPORTANTE | O Chile não tem acordo com o Brasil em termos de saúde pública. Se você precisar de uma consulta ou simplesmente tomar um sorinho terá que pagar pelo caríssimo atendimento particular. Por isso, é muito recomendado fazer um seguro de viagem internacional. A boa notícia é que leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional da Mondial Assistance. Pegue o seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, viajante solo, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes!

GRÁTIS | Baixe este post inteirinho em PDF. Você poderá imprimir o texto ou ler off line. Clique aqui para fazer o download!

Banner-venda-Santiago

___________
Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontra aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 😉 


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


43 comentários

  1. Comentário do dia 18/7/2016 às 11:17

    Super show suas dicas! Deu até vontade de conhecer, mesmo não sendo muito fã de frio!hehe =)

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    E frio mesmo não passei! O dia estava lindo e aquela roupa impermeável deixa a gente suando, mesmo sem esquiar! 😉

    (Responder)

  2. Comentário do dia 18/7/2016 às 23:58

    Silvia, acho que você pode tirar minha dúvida: o teleférico e a gôndola param para as pessoas embarcarem/desembarcarem?
    Eu tenho essa dúvida e como sou PNE eu tenho pesadelos da gôndola me arrastando montanha acima e eu rolando montanha abaixo ao desembarcar.
    Obrigada! (eu fui 2x, mas fora de temporada e essas coisas não funcionavam)

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Mô, não param, não. Eles vão chegando devagarzinho e o pessoal de apoio te ajuda a montar/desembarcar naquele trem. 😀

    (Responder)

  3. MARCELA
    Comentário do dia 19/7/2016 às 09:37

    Fui em 2014 p/ o Valle Nevado paguei só um pouco mais barato, mas eu achei que vale mtoooo a pena. Fui 2 dias. No primeiro dia fiz a aula de snowboard, achei mto dificil. kkkkk No segundo dia fiz aula de esqui e ameiiiii. Mto mais fácil!! Só achei que o dia passou mto rápido, qd vemos já é hora de voltar =((( E minha dica é colocar uma roupa normal por baixo (legging e uma blusa) pq faz mto calor qd vc está esquiando.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Exatamente isso sobre a roupa, eu coloquei sobre toda a roupa que eu estava (menos a jaqueta) e quase tive um infarto por causa do calor. 😀

    (Responder)

  4. Comentário do dia 19/7/2016 às 14:58

    Eu sei que o post tá completasso e tira todas as dúvidas que alguém pode ter na hora de ir pra Valle Nevado. Mas vou ser sincero. O melhor pra mim foi o seu bom humor na escrita. Ri litros aqui!!! Muito bom! Parabéns!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Foi para relaxar, Tiago… ainda estou em choque. 😀

    (Responder)

    Resposta de Priscila

    Nunca me diverti tanto lendo um blog… E ainda ajudou muito! Parabéns Silvia!

    (Responder)

  5. Aline Matos
    Comentário do dia 20/7/2016 às 09:42

    Já tinha lido muito sobre ski day em vários blogs, inclusive o último post atualizado do viagem na viagem, mas o seu relato está maravilhoso! Me senti lá com vc… rsrs Vou em setembro e espero pegar preços de baixa temporada. Mas não tem como gastar pouco num passeio como esse. Mesmo porque, não sei quando poderei voltar a ter essa experiência novamente. O post está maravilhoso! Parabéns!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    É isso, acho que foge muito do que nós (eu, particularmente) podemos considerar como um “turismo comum” ou básico. Se você for pensar que está experiência está disponível apenas três meses por ano… É a hora dos caras ganharem dinheiro. 😀

    (Responder)

  6. Comentário do dia 21/7/2016 às 12:04

    Silvia,
    então estamos quites, pois chorei de rir lendo o seu relato! hahahaha
    Eu ainda volto nesse Valle Nevado pra descer essa montanha esquiando.. e de ré.. questão de honra! 😀

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Migo, me chama que eu vou junto. Também preciso provar para mim mesma que eu posso dominar aquele trem. (Pelo menos para fazer valer o baú de ouro que a gente deixa ali.) 😀

    (Responder)

  7. Natalia Azevedo
    Comentário do dia 21/7/2016 às 22:27

    Você é muito “gente como a gente”! auhauahua
    Eu choro de rir com os seus relatos!
    Esse, em especial, esta MUITO bom!
    Em setembro estou querendo ir ao Chile …
    Mas eu sou MUITO muquirana, e acho muiiiiito caro! Bizarro!
    Queria um relato de Farellones assim! rs
    Mas .. ir pra neve e nao subir ate Valle Nevado, fica parecendo que falta algo, né!?
    Aiii.. to muito confusa!:(

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olha, Natalia, nas nossas duas últimas vezes no Chile nem chegamos perto de neve (inclusive em uma delas fomos para o Atacama) e não sentíamos falta dessa “experiência”. Essa história começou a tomar forma por causa da Mariana. Mas “entendendo” agora como é e como funciona o Valle Nevado (e levando em conta que tínhamos uma criança que queria brincar na neve), acho que Farellones teria sido uma boa alternativa também. Mas vi que lá (em Farellones) também são muitas atividades e o custo também não é baixo. Teria que passar um dia lá para fazer um comparativo real. Se você for às outras estações (Farellones, La Parva ouColorado, pleaaase, depois volte aqui para contar como foi!). 😀

    (Responder)

  8. Comentário do dia 22/7/2016 às 15:29

    Matraqueando é o melhor blog!!! hahahaha
    Chorei de rir e senti da dor no bolso!! Eu sou team muquirana tb, mas acho que experiências valem mais do que guardar o dinheiro no banco, sabe?
    Levar a Mariana pra ter esse dia de princesa Elza deve ter compensado a grana gasta!! hahaha
    Eu economizo sempre no que posso, mas se tem alguma coisa que eu realmente queira fazer, vou lá e faço! E até hoje nunca me arrependi… O segredo pra gente, os mortais, é dosar…
    Eu fui conhecer Valle Nevado no começo de junho do ano passado (COMEÇO DE JUNHO NÃO TEM NEVE, NÃO TEM!!) e mesmo a estação estando fechada eu queria subir pra ver as montanhas. Achei válido, passamos umas horinhas ali, andamos um pouco, comemos umas porções milionárias de empadas como as suas (mas estavam muito boas!) e foi isso… Não tenho mtas vontade de ir pra esquiar e tals… Mas quem sabe?!
    Beijão!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Resumiu bem, Marcela. Tivemos a experiência, gostamos… mas ninguém aqui fala em voltar. Já deu. Se optarmos por neve novamente será para conhecer uma estação mais lúdica (e mais em conta) como Farellones ou quem sabe, Portillo. (Gente, cêis viram o que a Marcela disse, néam: COMEÇO DE JUNHO NÃO TEM NEVE.) 😀

    (Responder)

  9. Comentário do dia 22/7/2016 às 15:36

    Ainda estou em choque depois de ler o post. E eu achando que teria vencido na vida no dia em que conseguisse pagar os 250 dólares mínimos por dia (incluindo hospedagem, transporte e alimentação) numa viagem ao Butão. Aí aposto que no dia em que eu conseguir meus amigos que passam invernos no Valle Nevado vão achar que eu fiquei rica! haha

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahaha! Por aí! Não à toa 90% dos relatos sobre o Valle Nevado que constam na internet só existem porque a maioria dos jornalistas/blogueiros foi convidada para estar lá. Mortais como nós não se hospedam nunca naquele lugar. #prioridades 😀 E a experiência serviu muito para a gente rever um monte de conceitos. Quantas vezes deixamos de fazer algum passeio ou nos hospedarmos uma noite em um lugar acima das nossas posses por achar que US$ 250/300, por exemplo, era algo impagável para um tour de helicóptero sobre Manhattan ou por uma diária num Parador espanhol 5 estrelas. Até Machu Picchu ficou barato! Enfim, valeu muito pelo aprendizado e pela noção – na prática – de custo-benefício.

    (Responder)

  10. MARCOS DANIEL NASCIMENTO
    Comentário do dia 25/7/2016 às 12:27

    Muito massa e engraçado o seu blog. Parabéns!
    Só uma dúvida (acho que sou meio lento também), mas o restaurante Don Giovanni é próximo ao de fast-food lá na parte de cima ou não? É necessário descer na gôndola para ter acesso ao restaurante? Vlw Matraca.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Marcos! Não, o Don Giovanni fica na região dos hotéis, não é necessário pegar a gôndola (teleférico fechado) para chegar até lá. Para chegar ao Don Giovanni é necessário pegar um ônibus cortesia que sai a todos instante em frente à recepção/hub do Valle Nevado. Abs!

    (Responder)

  11. JOHANN CORREA PRATES MORAIS
    Comentário do dia 27/7/2016 às 18:22

    Deu mó vontade de ir para la

    (Responder)

  12. Fabiane
    Comentário do dia 06/9/2016 às 22:22

    Valeram as dicas!!!!

    (Responder)

  13. Mayr
    Comentário do dia 21/9/2016 às 12:54

    Adorei as dicas!! Muito, mas muuuito úteis mesmo pra quem nunca foi!!
    Estou pesquisando para ir e esse foi o melhor site!! Entendi tudo que estava meio obscuro e pra quem tem o orçamento limitado é muito bom encontrar um blog que coloque os preços!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Mayr, quando eu comecei a pesquisar havia muita coisa obscura para mim também. Li num blog (que foi a convite ao Valle Nevado e, portanto, não tirou um centavo do bolso para estar lá) que o restaurante Don Giovanni tinha um “bom custo-benefício”, mas não mencionava preços. O restaurante cobra R$ 150 por pessoa. Um casal com um filho gasta quase R$ 500 com as bebidas e os 10%. Como assim “bom” custo-benefício? Nem aqui, nem na China! Até porque a comida é beeeem mediana. Enfim… se esse post ajudar UMA única pessoa a entender o modus operandi do lugar, já valeu a pena! 😀

    (Responder)

  14. Amanda Paiva
    Comentário do dia 26/9/2016 às 19:07

    Sei que você detalhou tudo, e foi ótimo para tirar as dúvidas. Mas me tira a última, pode levar comida para o Valle, sem nenhum problema? Tipo, sanduíches, água, chocolate quente…

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sim, pode. Até comentei em algum momento no texto que vi várias pessoas comendo o próprio lanche trazido de casa! 😉

    (Responder)

  15. Leonardo Souza
    Comentário do dia 30/9/2016 às 23:14

    Parabéns, Silvia! De todos os blogs, esse é texto mais completo que achei. Tirou, praticamente, todas as minhas dúvidas sobre o Valle Nevado!

    Abraço!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada, Leonardo! Boa viagem! 😉

    (Responder)

  16. Rodrigo
    Comentário do dia 11/10/2016 às 10:57

    Olá,

    Você poderia tirar uma dúvida, existem armários para guardar pertences enquanto se esquia ou anda de snowboard ?

    Obrigado

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sim, Rodrigo. Há guarda-volumes, comento no texto. 😉

    (Responder)

  17. Comentário do dia 21/12/2016 às 14:01

    Nossa com esses preços fica dificil não levar de casa, excelente artigo bem esclarecedor.

    (Responder)

  18. Liana de Sa
    Comentário do dia 23/12/2016 às 09:16

    Silvia, seu blog foi o mais divertido nessa minha pesquisa para Santiago! Eu vivi um estado de choquex transe em saber os valores que terei que desembolsar em Valle Nevado.Sabe pobre esforçado que gosta de viajar? Nos enquadramos nesse segmento hahahahaha
    Uma duvida que não tenho conseguido tirar é: eu não quero esquiar e meu marido quer praticar snowboarding. Eu tenho que desembolsar essa bagatela toda para acompanha-lo?

    Mil beijos e bom Natal pra familia,

    Liana

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Liana, não, se você não quer esquiar tem que comprar só a gôndola (teleférico) ou gôndola + comida. Com o acesso à gôndola você ficará próxima à zona onde seu marido vai praticar o snowboard. 😉

    (Responder)

  19. Julio cesar
    Comentário do dia 24/12/2016 às 19:44

    Parabéns pela postagem. Será que se procurar uma agencia de turismo sai mais em conta ou pesquisar como vocé fez sai com um preço melhor? Será que tem pacote, tipo tudo incluso? E se uma viagem com dois adultos e um adolescente seria numa média de quanto? Eu pesquisei alguns hoteis em valle nevado e só aceitam em dólar. E aí? O que faço? Me ajude por favor! Rsrsrs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Julio! Com excursão geralmente sai mais caro, porque você paga por um serviço extra (que é a agência organizando tudo para você). Mas não custa nada você fazer uns orçamentos e pechinchar. Quem sabe…
    Sobre o preço da viagem, varia muito. Preços de hotéis podem ir do simples ao sofisticado, comida pode ir do sanduíche ao restaurante estrelado, passagens aéreas para Santiago vão de R$ 400 a R$ 1.500,00 (mais taxas), dependendo da temporada. 😉

    (Responder)

  20. RICARDO
    Comentário do dia 14/1/2017 às 22:31

    Adoraria conhecer o Valle Nevado, Nunca fui em Santiado no Chile, pois onde moro nao tem neve, o lugar deve ser lindo, Quanto ficaria uma hospedagem em um hotel, periodo de 5 dias…

    (Responder)

  21. cida
    Comentário do dia 25/1/2017 às 00:35

    Nossa que maravilha, mas deve ser muito caro né!!

    (Responder)

  22. Daniele Soares
    Comentário do dia 27/1/2017 às 10:32

    Excelente post. Estou doida pra conhecer!!! Valeu pelas dicas.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Valeu! Boa viagem! 😉

    (Responder)

  23. Jéssica Reis
    Comentário do dia 06/2/2017 às 16:00

    Olá!

    No site da Skitotal não mostra a opção de transfer para Farellones…Você saberia me informar se eles não realizam mais este percurso, e se haveria outra empresa indicada para contratar o transfer.
    Agradeço desde já : )

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Jéssica! Se não me engano eles deixam em Farellones quando seguem para La Parva ou Colorado (porque é caminho). Escreva para eles perguntando, é melhor: http://www.skitotal.cl/portugues/contacto/ (Pode escrever em português mesmo!) 😀

    (Responder)

  24. Mikaela
    Comentário do dia 09/2/2017 às 20:43

    Olá ! Tenho que dizer que nossa viagem só vai acontecer por sua causa !! hahaha Muito obrigada, vc foi fantástico em cada detalhe !! Somos gratos !!!

    (Responder)

    Resposta de Mikaela

    Fantástica ****

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ish, não me comprometa! Hahahaha! Boa viagem! Depois volte para contar como foi! 😉

    (Responder)

  25. Yann
    Comentário do dia 15/2/2017 às 21:40

    Adorei o relato, me tirou todas as dúvidas que eu buscava. Estava em dúvida em voltar para Buenos Aires ou conhecer Santiago, esse post me ajudou bastante a escolher meu próximo destino de viagem, você escreveu de uma forma que me deu muita vontade de conhecer.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Yann! Acho que sabendo claramente o que vai encontrar e quanto gastar, é um belo passeio! Boa viagem!

    (Responder)

  26. Fabiana Gigli
    Comentário do dia 16/2/2017 às 13:42

    Silvia, leio esse seu relado ao menos uma vez por mês…kkkk. Antes porque era ótimo mesmo e agora porque programamos nossa viagem também para Julho/2017 e pela mesmo razão, levar a pequena de 7 anos para a neve.
    Fiquei com duas dúvidas, porque, afinal, também sou de humanas kk
    Olhando o esquema de preços que vc montou e vendo a tabela de preços do site do valle nevado não entendi a questão da gôndola, quando compro o combo com roupa/equipamento/aula/ticket, esse tíquete refere-se a gôndola, ou deve comprar a gondola a parte?

    Outra coisa, enquanto a criança está em aula os pais podem fazer aula separado ou precisam ficar esperando? Pergunto porque ter que ficar esperando é uma perda de tempo e também porque, ao contrário, a criança ficaria sozinha enquanto os pais fazem aula.
    Obrigada maravilhosa!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Fabiana!

    Se você comprar qualquer COMBO oferecido no Valle Nevado já está incluído o tíquete da gôndola. Então quando eles falam “ticket + aula + equipamento”… este tíquete é a gôndola. Mas você pode comprar só a gôndola (sem almoço ou equipamento). Tanto que na tabela do Sky Day deles aparece um valor específico para “ticket para a gôndola”. http://www.vallenevado.com/pt/atividades/atividades-de-invierno/ski-day/

    Sim, as crianças podem ficar sozinhas, os monitores e professores estão lá para isso. É um lugar cercado e ela só sai de lá pelas mãos do responsável. Eu deixei a Mariana lá e fui para a aula com minha mãe. Mas o Raul não teve coragem de deixá-la sozinha e ficou o tempo todo por ali, na área que fica perto da escolinha das crianças. 😀

    Bjs e boa viagem!

    (Responder)

    Resposta de Fabiana Gigli

    Obrigada pelo retorno Silvia. Pretendemos fazer como você e fazer logo o “serviço completo”. Fiquei desanimada com os valores, mas parece que com a cotação de hoje o valor fica mais amigo (da onça).
    Bjo

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sim, o câmbio está beeem mais favorável. A cotação que eu paguei foi de R$ 1 = 170 pesos. Mas hoje as casas de câmbio estão pagando em torno de 190 a 200 pesos por Real. Assim que o Valle Nevado anunciar as datas da temporada 2017 eu já vou atualizar os valores do post! 😉

  27. Alanna Lima
    Comentário do dia 20/2/2017 às 18:36

    Adorei a postagem! Excelente!

    (Responder)

  28. Fernanda Veronezi
    Comentário do dia 25/2/2017 às 15:28

    Olá Silvia! Quero agradecer pelo post, está muito bem escrito, rico em detalhes, ajuda muito quem nunca foi! Achei incrível mesmo! Eu e meu marido iremos na terceira semana de Junho, estamos com receio de ainda não ter neve (ansiedade de brasileiro, rs). Pela sua experiência o que você acha?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Na terceira semana de junho já é para ter neve! Boa sorte! 🙂

    (Responder)

  29. Maryssol Bianco
    Comentário do dia 02/3/2017 às 12:59

    Caraaaaaaaaa, sei que muita gente já elogiou, mas eu também preciso deixar o meu singelo comentário: VOCÊ É MUITO BOM EM ESCREVER ROTEIROS também 🙂 Poxa, tirou tipo assim 99% das minhas dúvidas. Colocou bem detalhados os preços, que é uma coisa que SUPER ajuda os mukiranas kkkk Valeu valeu!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahaha! Brigadão, Maryssol! Poizé, observe que meu foco foram os valores mesmo. É muito importante saber a realidade que vamos encontrar! 😀

    (Responder)

  30. MAIRA
    Comentário do dia 05/3/2017 às 17:58

    Estamos planejado ir para Valle Nevado no final de junho/17 com 2 adultos e 2 crianças, uma de 3 outra de 6 anos. Estou na dúvida qto o aluguel de roupas e equipamentos para as crianças. Vi alguns posts falando ser difícil encontrar roupas para crianças abaixo de 4 anos, será que é melhor eu já comprar as tais botas impermeáveis e as jaquetas para neve daqui do Brasil ou só levar o básico e comprar ou alugar lá em Santiago?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olha, de fato, as roupas para crianças pequenas existem, mas elas acabam mais rápido (porque tem em menos quantidade) nas lojas de aluguel e até no próprio Valle Nevado. Se você conseguir comprar as botas impermeáveis aqui acho que você evita uma dor de cabeça, porque a roupa em si, se colocar uma um pouco maior é só dobrar as mangas, as calças e dá para usar tranquilo. Eu levei daqui uma bota impermeável para minha filha de oito anos, comprei na Decatlhon. Agora se for criança muito pequena, tipo dois anos, acho melhor já levar tudo daqui. 😉

    (Responder)

  31. Marcos
    Comentário do dia 24/3/2017 às 09:38

    Bom dia! É possível alugar um equipamento e dividi-lo com outra pessoa?

    Estou muito em dúvida sobre os gastos em Santiago, sei que é muito pessoal, mas, procurando lugares baratos para se alimentar quanto acha que um adulto gasta por dia, no mínimo?

    (Responder)

  32. Cris
    Comentário do dia 24/3/2017 às 15:30

    Por mais posts assim!!! Completo, leitura fácil, divertido…perfeito! Parabéns e obrigada!!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu que agradeço a visita, Cris! 😉

    (Responder)

  33. Comentário do dia 18/4/2017 às 23:43

    muito bonito, esses lugares incrível!

    (Responder)

  34. Elisandra Pertille
    Comentário do dia 20/4/2017 às 15:43

    Adorei o post!!
    Uma perguntinha: saberia dizer se tem pacote para esquiar por alguns dias ou somente passe diário?
    Saberias o valor somente de equipamento+roupa+gondola?

    (Responder)

  35. Juliana
    Comentário do dia 22/4/2017 às 21:13

    Minha mãe tem medo de altura. Pelo seu post, ela pode passear pelos hotéis?

    (Responder)

  36. Lais Oliveira
    Comentário do dia 30/4/2017 às 01:44

    Estou impressionada com a riqueza de detalhes desse post.
    Parabéns pelo incrível trabalho!

    (Responder)

  37. Celia Fernandes
    Comentário do dia 04/5/2017 às 23:10

    Simplesmente o melhor! Ri muito! Também estou indo pelas minhas filhas, presente de aniversário das duas, completaram 8 e 10 anos! Os preços assustam, mais quero aproveitar, elas não querem esquiar e nem eu, mais querem brincar e curtir a neve! As mudanças climáticas me dão medo, mais espero realizar o sonho delas e que em 01 de agosto 2017 o Vale Nevado esteja branquinho!

    (Responder)

  38. Claudia Barbosa de Moura
    Comentário do dia 08/5/2017 às 11:14

    Excelente texto, parabéns pelo bom humor! Tenho uma pergunta: nao gostaria de ter aula de esqui, mas queria saber se há outros tipos de aventuras na neve, tipo deslizar numa boia, p. ex. Acho que seria mais fácil para mim e muito divertido. Obrigada!

    (Responder)

  39. Comentário do dia 17/5/2017 às 23:19

    Tendo estado navegando on-line mais que três horas hoje
    em dia, ainda eu nunca achei algum post tão fascinante como o seu.
    É bonito com estima suficiente pra mim. Em meu ponto de
    vista, seria de grande interesse para todos donos de site e bloggers criar um excelente
    artigo como o seu, a web poderia ser muito mais útil do que nunca.

    (Responder)

  40. Fabiane
    Comentário do dia 24/5/2017 às 15:50

    Parabéns!! Adorei as dicas, bem detalhadas e engraçadas.

    (Responder)

  41. Comentário do dia 05/6/2017 às 17:41

    Vente ?’armes de déf?nse légales. retrouvez d?nss
    notre boutique toutes ?es armes de défense autorisées c?mm? les shock?rs électriques, sprays lacr?mogènes , bâtons de défense.

    (Responder)

  42. Rodrigo
    Comentário do dia 13/6/2017 às 14:56

    Silvia, parabéns pelo site! Muito fera!!!
    Agora tenho uma dúvida. Referente ao combo “Gôndola + Fast Food” os lanchinhos no Bajo Zero são liberados tipo “escolha o que quer comer e coma o quanto aguentar” ou é uma opção de lanche e pronto?

    (Responder)

  43. Fabíola Meireles
    Comentário do dia 22/6/2017 às 15:47

    Adoreeeei seu blog, ele me tirou uma montanha de dúvidas!!!!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar