-  Atualizado 24/03/2013

Varig, Varig, Varig…

Publicado por: Silvia Oliveira Crônicas

Sou do tempo em que viajar pela Varig era como chegar ao topo da pirâmide social de um turista. O menu era internacional. Os talheres, de prata e a passagem, a mais cara. Só por isso, qualquer voozinho de 45 minutos pela Viação Aérea Rio-Grandense nos enquadrava interinamente como “ricos”. Escolher a Varig era, também, uma decisão “inteligente”: pagava-se um pouco mais, mas o plano de milhas da companhia – associada à Star Alliance – era o melhor do mundo. Por fim, sendo a companhia brasileira que voava para mais destinos – nacionais e internacionais – dar preferência à Varig nos tornava “viajados”. E esse era o título mais simpático que a empresa poderia nos dar: afinal ser viajado é ainda bem mais interessante que ser rico ou inteligente.

Há alguns anos, numa incrível abertura do reverso, viajar pela Varig virou motivo de chacota. Os aviões foram ficando velhos e a comida – que teve até caviar! – se reduziu a sanduichinhos de presunto e queijo. O único que não mudou foi o preço dos bilhetes: sempre o mais caro. Ou seja, viajar pela Varig nos últimos tempos nos dava a denominação honorífica de acéfalo. Já o salseiro atual nos aeroportos – quando os vôos são cancelados – escreve na nossa testa exilado. De viajados passamos, por motivos de força maior, a turistas burros e expatriados.

Logo agora que fui promovida ao cartão prata do Smiles, a Varig resolve simplesmente falir! A empresa -ironicamente- não assume, o governo -sabiamente- ignora, os funcionários -discretamente- desconhecem. Na verdade, nem eu acredito. Seja lá qual for o desfecho dessa história, todo mundo sai perdendo: o Brasil que assiste ao fim de um orgulho nacional; os empregados que vão aumentar a fila do Sine; os passageiros que engrossarão a lista do Procon e eu, que provavelmente perderei minhas milhas acumuladas e, conseqüentemente, algumas viagens de graça. Que graça tem isso? Definitivamente, não acredito.

Posts relacionados

Varig, Varig, Varig… – Parte II
Varig perde rotas internacionais



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 comentários

  1. Rico
    Comentário do dia 25/6/2006 às 18:44

    Silvia, mas veja pelo lado bom. Já imaginou na frente do guichê da Varig, na hora do Chek-in: "aos passageiros nós oferecemos, por motivo de cancelamento de seu vôo, o prazer de um passeio exótico…podem um montar uns nos lombos dos outros e voltar felizes para a casa. E não me entendam mal, não estou lhes chamando de burros. Équinos, cabe bem".
    No Brasil, o único emprego seguro é de faxineiro do congresso, CEGO! Vai ter serviço pro resto da vida! (risos)
    Abraços!

    (Responder)

  2. Ana Cristina Gonçalves
    Comentário do dia 25/6/2006 às 18:48

    Nem me fale! Tenho quase 70 mil milhas. SETENTA! Também não acredito.

    (Responder)

  3. Julio Almada
    Comentário do dia 26/6/2006 às 02:01

    Silvinha, se vc precisar, sou seu testemunha no processo contra a Varig!

    (Responder)

  4. Anonymous
    Comentário do dia 26/6/2006 às 22:54

    Caviar??? Talher de prata??? Quando?

    (Responder)

  5. Silvia Oliveira
    Comentário do dia 27/6/2006 às 14:03

    Na primeira classe, querido anônimo!… Mas hoje o máximo é um salmãzinho defumado!
    Abs!

    (Responder)

  6. Nair P. Siqueira
    Comentário do dia 30/6/2006 às 08:40

    Silvia, mais uma vez concordo muito com você. E sabe que me dá muita pena? Ainda sou daquelas cidadãs brasileiras que tem orgulho de suas empresas e do seu patrimônio. E eis que outro dia, estava eu fechando minhas férias, e me surpreendi pedindo Ibéria e pensei quietinha: "Poxa… como era bonito pedir Varig, varig, varig…" Mas confesso fiquei com medo de ter alguma surpresa desagrável bem no dia do meu embarque e embarque para as férias!!! Com isso não se brinca, né? Um abraço.
    Nair
    Et. Você já está no Brasil?? Sucesso e espero que pronto chegue o retorno aos seus estudos e objetivos.

    (Responder)

  7. Silvia Oliveira
    Comentário do dia 30/6/2006 às 12:44

    Nem me fale, Nair! Eu ia para a Espanha com a Varig e, mais uma vez, nem era a passagem mais econômica! Mas era "a" Varig! Pois vi que a coisa estava feia quando minha agente de viagens (super de confiança e descolada) me sugeriu que fizesse reserva em outra companhia. Fui pela TAP, que também faz parte da Star Alliance e, por isso, também conta milhas!
    Sim, já estou no Brasil e no fim de semana passado estive em Londrina, visitando minha família! Sigo entrando em órbita! 🙂
    Um abraço grande!

    (Responder)

  8. Anonymous
    Comentário do dia 13/8/2006 às 04:02

    I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
    »

    (Responder)

  9. Anonymous
    Comentário do dia 18/8/2006 às 07:09

    Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
    »

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar