-  Atualizado 16/08/2015

Rota do Café – PR | Vinícola Casa Müller: vinho com terroir único no mundo

Publicado por: Silvia Oliveira Londrina, Rota do Café

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 02

Você pode até achar estranho uma vinícola fazer parte de uma rota que homenageia o… café. Mas essa charmosa propriedade rural já foi destaque na produção do grão no passado. O solo, antigamente ocupado pela monocultura cafeeira, deu lugar ao cultivo de frutas, principalmente, de uva – produzindo uma bebida com terroir único de café.

A consultora do Sebrae, Luciana Masson, explica que terroir é uma palavra francesa sem tradução em nenhum outro idioma. ” Significa a relação entre o solo e um microclima particular gerador do tipo de uva que expressa qualidade, tipicidade e identidade única de determinado vinho”, complementa.

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 08

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 06

Os donos da propriedade, Seo Eloy e Dona Cleide, perceberam já nos primeiros bagos de uva (ainda no pé!) um gosto aveludado, um traço sutil de café torrado na fruta. Nós provamos o tal vinho.

Claro que tive uma dificuldade especial para sentir o sabor do café… Mas “eu” não conta. O que vale é que posso dizer para todo mundo que provei, no distrito da Warta — região de Londrina — um vinho com o tar do terruá de café. Rá!

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 05

Vinicola Casa Muller - Rota do Cafe - PR 09

A princípio até pensei que não ia aproveitar muito a visita, afinal não bebo nem Cidra Cereser e achava que o mote principal do passeio eram os vinhos e os licores produzidos ali. Só que a Vinícola Casa Müller reserva algo inesperado para quem só vai pensando na bebida: o morango mais doce do mundo.

Não é exagero de turista deslumbrada. É o morango mais doce do mundo. Comi muitos. Fresquinhos. Colhidos na hora. Produzidos sem agrotóxicos.

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 01

Vinicola Casa Muller Rota do Cafe - PR 07

Em seguida, de colherada, veio o maracujá doce. Depois um passeio pelos parrerais. Entre novembro e dezembro é período de colheita. (Quando fui, em setembro, as uvas estavam pequenininhas ainda.)

Agora, o  tour por lá — que já era bom — deve estar deslumbrante. Sem contar que tive a sorte de conversar com o Prof. Alcides Carvalho (foto), especialista no tema e parceiro da vinícola, que deu uma super-aula pra gente sobre os taninos e seus congêneres.

SERVIÇO

Vinícola Casa Muller

Localização: Distrito da Warta, entre os municípios de Londrina e Cambé. Veja como chegar aqui.

Telefone: (43) 3398.4212

E-mail: contato@vinicolacasamuller.com.br

Quanto custa a visita: R$ 15,00 – que são revertidos em produtos da vinícola. Agendar previamente.

Posts relacionados

Rota do Café resgata vocação do Norte do Paraná

Rota do Café | Principais atrativos

Rota do Café | Fazenda Monte Bello: encontro com a história

Rota do Café | Fazenda Palmeira: roteiro percorre processo da cafeicultura atual

Rota do Café | Vinícola Casa Müller: vinhos com terroir único no mundo

Rota do Café | Sítio Scandolo: hospedagem divertida

Leia também

Restaurante Vó Tatau: comida da roça, música caipira e família reunida

Casa de sucos da rodoviária de Londrina: parada até para quem não vai embarcar

_____________________

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.

 



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


4 comentários

  1. Sirlene
    Comentário do dia 17/12/2010 às 12:26

    Que fotos maravilhosas, senti o cheirinho do morango! Fiquei bem cuirosa com esse vinho com “terruá” de café! Legal!

    (Responder)

  2. Comentário do dia 19/12/2010 às 01:41

    Que maravilha de roteiro
    Parabéns pelo site, pelas dicas e receitinhas!
    cheiros do Ceará!

    (Responder)

  3. Eliane Aparecida Muller
    Comentário do dia 05/8/2011 às 21:51

    Olá… Outro dia assisti em um programa de tv um comentário dos vinhos Müller. Fiquei muito curiosa a respeito e gostaria muito de presentear meu pai com este vinho, já que ele tem o nosso sobrenome. Meu avô veio da Alemanha com pouca idade, seu nome Ferdinando Mathias Müller, e aqui em Ponta Grossa Pr, fundou uma fábrica de vassouras, onde meu pai e meu tio trabalham até hoje. Não sei se seria possível, mas gostaria de saber o preço de cada garrafa deste vinho e como poderia fazer para obtê-lo.
    Ficarei no aguardo de sua resposta e desde já agradeço a sua atenção. Cordialmente, Eliane.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Eliane! Todos os dados de contato da vinícola estão no rodapé do post, como telefone e e-mail. Entre em contato com eles. Tenho certeza de que eles terão o maior prazer em atendê-la! Abs!

    (Responder)

  4. Angela
    Comentário do dia 13/8/2016 às 01:03

    Parabens! passamos um dia inesquecivel muito feliz em conhece.los bjos

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar