-  Atualizado 03/04/2019

Brunch árabe: cardápio simples e receitas fáceis para fazer em casa

Publicado por: Silvia Oliveira Comidinhas, Receber Bem

Não estava previsto fazer nada de especial no aniversário do Raul, mas resolvi preparar pelo menos um café da manhã caprichado para nós, aproveitando algumas habilidades culinárias do próprio marido. 🙂

Como a data caía num domingo e ninguém estava muito disposto a acordar cedo decidi fazer um brunch, aquela mistura de café da manhã e almoço que começa lá pelas 11h da manhã.

Mas a proposta não era me complicar muito com aqueles cardápios enormes cheios de bolos, tortas e salgados.

A ideia de fazer um brunch árabe foi mesmo para facilitar, já que qualquer coisa com pastinhas, kafta (tudo feito pelo aniversariante – hahahaha) e pão sírio seria suficiente para nós!

SUGESTÃO DE CARDÁPIO PARA BRUNCH ÁRABE

Pães | Pão sírio, pãozinho integral, bisnaga com grãos e grissinis de alho

Pastas | Coalhada, Hommus (pasta de grão de bico) e Babaganoush (pasta de berinjela)

Frios | Chancliche (queijo árabe), queijo gouda, queijo brie e lombo suíno

Castanhas | Pistache e castanha de caju caramelizada com gergelim

Frutas | Uva, mirtilo e framboesa

Salada | Tomate cereja, cenoura em palito e azeitonas (se você for menos preguiçoso do que eu prepare um tabule) 🙂

Pratos Quentes | Charutinho de repolho e Kafta

Doces | Chocolate amargo e Iogurte natural com geleia de damasco e frutas vermelhas (nós queríamos alguma coisa mais leve, mas você pode optar por montar uma bandejinha com os açucarados doces árabes típicos.)

Bebidas | Suco de Laranja e chá de hortelã

DICA DA MATRACA 01 | Para o cardápio ficar redondo o bom seria incluir esfihas abertas e fechadas e/ou um kibe assado. Mas como o brunch era somente para nós (três pessoas) achei que ia ser muita comida.

DICA DA MATRACA 02 | Se você for receber mais pessoas pode incluir um arroz com lentilha.

COMO MONTAR A MESA PARA BRUNCH ÁRABE

Se você observar as fotos, boa parte dos ingredientes foram acomodados numa tábua de frios. Veja aqui outras ideias de tábuas de frios: como servir e montar!

No meu balcão-buffet já deixei os talheres e os pratos (usei uns retangulares que comprei faz tempo na Tok Stok), taças para o suco com cabo de vime (elas já apareceram diversas vezes aqui como na Feijoada da Matraca) e coloquei o suco de laranja numa jarra do tipo decanter (decantador de vinhos), presente antigo do meu pai.

Os minicopos para o chá de hortelã foram colocados num fofíssimo porta velas de madeira de oliveira que eu trouxe de Belém, na Palestina. Já usei alguns deles na decoração do ano novo e mostrei aqui.

Ah, esse bule eu comprei há 12 anos em Tanger, no Marrocos! Ou seja, realização completa para uma viajante festeira é poder usar no dia a dia todas essas peças afetivas trazidas de destinos tão memoráveis!

Não houve uma decoração “típica” porque o objetivo – não me complicar- foi alcançado com sucesso. Apenas comprei flores (lisianto branco e folhagem verde) e coloquei dentro da jarra que faz jogo com as taças.

Um detalhezinho só para deixar o brunch com cara de mercado árabe foi acomodar temperos em minifrigideiras de porcelana (tok stok). Coloquei páprica, cúrcuma e pimenta síria. O aroma ficou incrível!

COMO MONTAR UMA TÁBUA DE FRIOS ÁRABE

O passo a passo abaixo está bem visual. Para deixar a tábua mais típica usei meus potinhos liiiiindos pintados à mão que eu trouxe da Jordânia (falei deles aqui) para colocar as pastinhas: coalhada, hommus e babaganoush!

Nas duas tábuas de frios que fiz no ano passado eu não havia comprado framboesa nem groselha (essas frutinhas vermelhas redondinhas lindas de ver!), porque os preços beiravam o absurdo, tipo, 35 contos uma bandejinha de 120 gramas.

Não que sejam frutas que algum dia você vá encontrar em liquidação, mas como já estamos fora daquela altíssima estação das festas já foi possível adquirir um punhado. E dica importante: dá para congelar o que sobra e usar em outros eventos caseiros.

Quando a tábua estava pronta eu achei que o queijo árabe (chancliche) “enfeiou” o trabalho. Hahahaha! Ficou aquele trem esquisito bem no meio da montagem. Uma solução talvez seria comprar o chancliche apimentado que, em vez de ser verde musgo por fora, ele  é todo vermelhinho. 😀

Confira abaixo o vídeo do buffet montado com o Brunch Árabe ou clique aqui para visualizá-lo:

DICA ESPERTA | Tá procurando carro para alugar barato no Brasil e no mundo? Eu conto minha experiência aqui! Descontos incríveis de até 60%, sem IOF nas reservas internacionais e parcelamento em até 12 vezes. Faça sua simulação e reserve agora mesmo aqui! O cancelamento é gratuito. 🙂

RECEITAS DO BRUNCH ÁRABE

Importante dizer que o charutinho de repolho e o babaganoush eu comprei prontos num restaurante árabe. A receita da coalhada seca do Raul você encontra aqui.

No mesmo post, está a dica para fazer o iogurte natural (o iogurte é a etapa que vem antes do leite virar a coalhada seca propriamente dita).

RECEITA DE HOMMUS DO RAUL (pasta de grão-de-bico)

Ingredientes

  • 4 xícaras (chá) de grão de bico cozido
  • ½  xícara (chá) do caldo do cozimento do grão-de-bico
  • 1 xícara (chá) de suco de limão
  • 2 dentes de alho pequenos (ou um grande)
  • ½ xícara (chá) de azeite de oliva
  • 5 colheres (sopa) de tahine (pasta de gergelim)
  • Sal a gosto

Modo de preparo

1. Bata o grão-de-bico no liquidificador até triturar bem. Vá colocando a água do cozimento para deixar a pasta mais cremosa. (O procedimento pode ser feito num processador também.)

2. Junte os demais ingredientes e bata até virar um creme homogêneo. Você pode servir o hommus ainda morno, mas eu prefiro levar à geladeira por algumas horas e colocar a pastinha bem fria na mesa. Regue com azeite!

Dica do Raul | Colocar os temperos (tahine, limão, alho, sal) aos poucos e provar enquanto vai processando. O sabor final é muito pessoal, tem gente que gosta com mais ou menos tahine, com mais ou menos alho, e por aí vai. Enquanto o hommus está morno a consistência é um pouco mais mole, depois que vai à geladeira fica mais firme.

RECEITA DE KAFTA DO RAUL (carne no espeto)

Ingredientes

  • 500 g de carne moída (usamos patinho)
  • 1/2 cebola beeeem picadinha
  • 1 colher (sopa) de hortelã picada
  • 1/2 colher (chá) de páprica doce
  • 2 colheres (chá) de pimenta síria (aqui é um pouco a gosto, nós preferimos com o sabor mais forte)
  • sal a gosto
  • azeite a gosto
  • espetos de bambu para montar as kaftas

MODO DE PREPARO

1. Numa tigela grande, junte a carne moída, a cebola e a hortelã picada. Tempere com o sal, a páprica doce e a pimenta síria. Misture bem.

2. Umedeça as mãos e modele as porções de carne ao redor de cada espeto. Faça uma pressão leve para as kaftas ficarem presas no palito. Você também pode usar um “molde para kaftas”.

3. Pincele as kaftas com azeite e leve para assar no forno ou na air fryer. Em 10 minutos costuma assar. Não deixe muito tempo pois pode ficar muito ressecada.

Dica do Raul | Antes da montagem deixe os palitinhos de bambu de molho na água. Isso evita que eles queimem na hora de assar.

PASSO A PASSO DA MONTAGEM DO IOGURTE NATURAL COM FRUTAS VERMELHAS

Antes veja a receita do iogurte natural aqui (é o Raul também quem faz).

Depois, a montagem é simplíssima:

– Uma colher de geleia no fundo (pode ser de damasco, morango, uva ou outro sabor)

– Uma camada de iogurte natural (você pode comprar pronto o iogurte integral ou iogurte grego)

– Finalize com granola e frutas vermelhas (usei framboesa, mirtilo e groselha)

IMPORTANTE | Caso você vá comprar o iogurte pronto NÃO compre o desnatado porque ele é muito líquido. O integral e o grego são mais encorpados.

Para entrar total no clima a playlist foi montada com música árabe. 🙂

DICA OFF TOPIC | Se você está planejando viajar para fora do Brasil tenho uma ÓTIMA notícia para você. É que leitor do Matraqueando tem até 30% de desconto no seguro internacional da Mondial/Allianz. Pegue o seu cupom promocional aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, viajante solo, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes! Corra, promoção por tempo limitado!

Posts relacionados

Receber bem: 10 dicas para você organizar um evento em casa

Ideias de tábuas de frios: como montar e servir em reuniões informais

E ainda

Feijoada da Matraca

Festa Tema Paris

Festa Bailarina 

Festa Junina

Festa Nordestina

Festas Anos 60

Festa do Sanduba

Festa Copa do Mundo

Festa de Batizado

Para acessar o nosso conteúdo de viagens clique em DESTINOS

ACOMPANHE NOSSAS DICAS EM TEMPO REAL

FACEBOOK | INSTAGRAM | TWITTER | YOUTUBE | PINTEREST

_________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Veja mais no meu instagram @matraqueando e procure pela hashtag #ideiasdamatraca



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 Comentários

  1. Luisa

    Que capricho! Amei a ideia da tabua árabe. Aproveito para perguntar, se eu fizer só a tábua como entradinhas para um jantar mais completo, a tábua serve quantas pessoas? Muito obrigada e parabéns…

    responder
    • Olá, Luisa! Se for só entradinhas para um jantar mais encorpado, a tábua (50 cm x cm) atende de 8 a 10 pessoas. Imagine que ali tem queijos, castanhas, pães, pastinhas, frutas… é muita coisa! Lembrando que entradinhas só são um belisquete e que se acabar, acabou… porque vem o jantar depois! Abraço! 🙂

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar