Silvia Oliveira

Na categoria Florença

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Giro pela Toscana, por Roberta Ristori

E por falar em Itália, você não pode perder o blog Giro pela Toscana, criado pela brasileira Roberta Ristori. Ela faz parte do Giovani Toscani Social Media Team, um grupo formado por sete jovens de origem toscana que promovem  essa fascinante região do país. O blog traz dicas de roteiros, hotéis, vinhos toscanos e dos imperdíveis outlets! Passe e aproveite todas as dicas! Não é sempre que a gente tem à disposição sites temáticos feitos por quem realmente entende do assunto.

Foto: Florença, capital e maior cidade da região da Toscana. (Raul Mattar)

Share
quarta-feira, 01 de outubro de 2008

Florença: a cidade que provoca demência

Recentemente a cidade de Florença, na Itália, recusou colocar nas ruas duas estátuas de pedra enormes – com quatro metros de altura cada – doadas pela cidade chinesa Ningbo. O babado começou quando Firenze (para os íntimos) resolveu presentear Ningbo com uma réplica de bronze da obra Davi, de Michelangelo. O objetivo era reforçar laços comerciais.

Na opinião dos moradores da cidade italiana, as obras chinesas – que representam guerreiros da dinastia Tang – não combinam com a capital do Renascimento. “O senso de beleza dos florentinos é tão desenvolvido que não é surpresa eles terem dificuldade em aceitar essas esculturas”, escreveu a jornalista Annalisa Piras, da revista italiana L’Espresso.
Quem não conhece Florença deve achar uma baita arrogância desse povo que sem meia volta recusou um presente tão bem intencionado. Mas se você já esteve por lá (eu mesma fui duas vezes!) há de concordar que (com todo respeito à milenar arte chinesa) guerreiro Ling Ping não combina com Donatello ou Botticelli. É tanta arte boa que o hospital de psiquiatria da cidade observou que muitos turistas ficam, literalmente, loucos com o excesso de beleza ao visitar a capital da Toscana. Alguns sofrem ataques temporários de pânico e até de demência. Um surto que, às vezes, dura vários dias.
.

É a Síndrome de Stendhal. Provoca taquicardia, vertigens e falta de ar, sempre quando a pessoa se expõe em demasia a obras de artes. O nome da doença veio do escritor francês Stendhal, vítima dessa enfermidade em 1817, quando visitava a Igreja Santa Croce de Florença, onde estão os restos mortais de Maquiavel, Galileu e Michelangelo. “A vida se esvaía de mim. Eu caminhava com medo de cair”, escreveu no livro Nápoles e Florença: uma viagem de Milão a Reggio.

 

Eu, como sou uma surtada por natureza, não senti muita diferença. Mas ninguém sai incólume de tanta harmonia, majestade e perfeição. Para começar, Florença foi construída à beira do Rio Arno, de onde você tira uma das fotos mais lindas do seu álbum.

.
O Duomo (1ª foto, na abertura do post), com entrada gratuita, é o famoso cartão postal externo da cidade, construído nos séculos 11 e 12. Trabalho de Brunelleschi. Já é na Accademia que você verá o original Davi, a obra prima de Michelangelo. Custa € 6,50 para entrar e umas duas ou três horas na fila. Mas você poderá ver réplicas espalhadas pelo centro.
.

Depois tem a galeria Uffizzi, minha preferida: é o principal acervo renascentista do mundo. Aqui estão O Nascimento de Vênus, de Boticcelli, e a Anunciação, de Leonardo da Vinci. No mais é se perder pelos becos, ruelas e piazzas, deixando para o fim do dia aquele sorvetão de casquinha crocante (o bem sucedido gellato). Se você tiver que ter um ataque de doidice e siricotico durante uma viagem à Europa pode escolher Florença para seus mais profundos devaneios. Vão achar que você é apenas sensível.

Posts relacionados

Roma: o sonho de ginásio

Milão sem pressa

Veneza: cotidiano anfíbio

Europa Barata: Roma pela primeira vez

Itália a 50 euros por dia

Share
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio