sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Beto Carrero World: a minha disneylândia!

Há algumas semanas entrei em crise: tive a impressão de que era a única pessoa do mundo que não conhecia Orlando, na Flórida. Tanto na minha timeline do Facebook quanto do Twitter eu só via fotos e comentários de gente que estava na Disney. Sei que para você, isso — do mundo inteiro conhecer Orlando e você não — não faria a menor diferença. Por certo, deve ser o tipo de viagem que passa longe da sua lista de prioridades.

Mas eu sou a mulher-purpurina. E meu marido, o homem-lantejoula. Adoramos entretenimentos lúdicos, figurinos, espetáculos, shows, personagens e acho que seríamos muito felizes numa temporada por lá, principalmente porque agora a gente não precisa dar desculpas: “é por causa da Mariana”. Rá!

Comentando com ele sobre a necessidade (sim, virou necessidade) de conhecer o Epcot Center, nos demos conta de que ainda não havíamos estado no maior parque temático da América Latina: o Beto Carrero World, que fica a 2 horas de carro da minha casa. O estalo foi numa quinta-feira. Na sexta organizei a viagem. No sábado viajamos para Santa Catarina e no domingo (passado) estávamos no “Mundo Mágico de Beto Carrero”. (Schip, Slaap, Chuuup — barulhinho do chicote no ar — BétôôÔ CarrerôôÔ!).

O Beto Carrero fica no município de Penha (SC), a 35 quilômetros de Camboriú e a oito de Piçarras (balneário próximo, onde ficamos hospedados). O parque é divido em três grandes alas: o zoológico, os shows e o parque de diversões em si, que inclui um teleférico. São mais de 100 atrações para todas as idades. Vai do Baby Elefante Voador às montanhas russas radicais, daquelas que eu nem passo perto.

Dentro do complexo existem “vilas” temáticas — como a Germânica, Ilha dos Piratas, Terra da Fantasia e o Velho Oeste — que rendem imagens divertidas.

Foto tirada com o celular do Raul.

Alguns shows são pagos à parte, mas o Extreme (de carros) está incluído no valor do ingresso. O Raul foi e adorou. Enquanto isso, eu descia num bote — mooorta de medo — por um riozinho artificial com uma Mariana pululante de felicidade.

A mais recente parceria do Beto Carrero foi com a Dream Work Animation, estúdio responsável pela criação de alguns dos maiores sucessos de animação do cinema. Os personagens da trupe do Shrek, do Kunf Fu Panda e dos náufragos de Madagascar estão pela primeira vez no Brasil. Oportunidade excelente para gente garantir todas as fotos jacus do álbum. :mrgreen:

Não tiramos muitas fotos. O Raul não levou a máquina dele e a minha… acabou a bateria no meio do dia e eu havia deixado a outra bateria no hotel. Humpf! Não se dê ao trabalho de brigar comigo, o Raul já comeu meu fígado por causa disso e continua rateando até hoje.  Mas o site do parque é completíssimo, com fotos de todos os shows e atrações! A gente se arrependeu de não ter comprado o passaporte de dois dias. Obviamente, não conseguimos ver todos os shows e, muito menos, andar em todos os brinquedos que queríamos. Por outro lado, ficou a ótima desculpa para voltar!

SERVIÇO

Beto Carrero World

Localização: Rua Inácio Francisco de Souza, 1597. | Penha – SC | Telefone: (47) 3261-2222

Horário de funcionamento: de novembro a fevereiro e julho aberto todos os dias. De março a junho e agosto abre de quinta a domingo e feriados nacionais. Setembro e outubro abre de quarta a domingo e feriados nacionais. Brinquedos: 9h às 18h. Parque: 9h às 19h. Bilheterias: abrem a partir das 8h30.

Quantos dias são necessários para ver tudo: 2 dias seriam suficientes. (O parque vende um passaporte de 48h e um anual.)

Valor do passaporte: R$ 88. Crianças até 3 anos não pagam. Pessoas com mais de 60 anos pagam metade. Mas nós pegamos uma promoção válida para o mês de outubro: R$ 75 por adulto com uma criança de até 12 anos grátis.

O que inclui: estão inclusos todos os brinquedos, passeios com o trenzinho interno, teleférico, zoológico, áreas temáticas e shows.

O que não inclui: Show Excalibur, Portal da Escuridão, Kart, Quadriciclo, games, souvenirs, alimentação e serviços de estacionamento e guarda-volumes (R$ 5 volume pequeno e R$ 8 volume grande).

Comodidades: o parque oferece carrinho elétrico para alugar (R$ 60 a diária) e cadeiras de rodas (serviço gratuito). Tem banheiros espalhados por todo o complexo e, a quem interessar possa, uma caríssima praça de alimentação (Pacote de pipoca a R$ 6). Faça como nós: leve seu lanche de casa!

Estacionamento: R$ 25 (período). O Beto Carrero fica numa rodovia, caso vá de carro saiba que vai ter que pagar a salgada taxa de estacionamento.

Onde comprar o passaporte: no site, nas agências de viagens credenciadas e pelo telefone (47) 3261-2222. (Ao comprar pelo telefone você ganha um descontinho e pode cancelar sem ônus. Ao comprar pelo site não há devolução do dinheiro em caso de desistência.)

Dica importante: para evitar horas nas filas (na entrada, nos brinquedos, nos shows), evite ir nos feriados e fins de semana de alta temporada. Leve protetor solar, chapéu e boné.

Veja aqui como chegar. O aeroporto mais próximo é o de Navegantes que fica a 8 km.

Leia também:

Buenos Aires com crianças

Beto Carrero combina com:

Camboriú

Bombinhas

Pomerode

Fotos: Sílvia Oliveira

———————–

Siga o Matraqueando no Twitter | @matraqueando

Curta nossa página no Facebook | Matraqueando

Acompanhe a gente no Instagram | @matraqueando

Assine nossa Newsletter | Matraca News por e-mail

Adquira nosso guias | Lojinha Matraqueando

Estamos no Pinterest | Matraqueando 

Share