Silvia Oliveira

Canela

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Empório Canela: comidinhas, café, bistrô e livraria

Emporio Canela - Fachada

Se o Empório Canela fosse uma pessoa daria vontade de apertar de tão fofo. Está entre os lugares que indico no guia O Barato de Gramado e Canela que fazem mais sucesso com os leitores.

Mistura café, livraria, loja de artesanato e antiguidades. Fica numa antiga casa residencial reformada. Tem decoração rústica, criativa e despojada. Os donos são os mesmos do Magnólia, o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha.

Emporio Canela - Geral

Além do espaço com mesas destinado para as refeições, há uma pequena sala de estar (onde você também pode se acomodar e tomar um cafezinho). O local é colorido e cheio de informação visual com quadros, peças de decoração e muitos objetos antigos.

Emporio Canela - Sala de Estar

Não chega a ser diquinha mão de vaca muquirana. Aliás, dependendo do seu orçamento de viagem pode até ser enquadrado num momento de extravagância.

Emporio Canela - Livraria

O cardápio é variado. Trabalha com petiscos, baguetes e pratos diversos com massas, carne, sopa e peixe. Tem sucos variados e cervejas artesanais. Produtos frescos e de primeiríssima qualidade.

Você pode até fazer uma refeição completa aqui, mas querendo gastar pouco acho o lugar ideal especialmente para o café, suco ou sobremesa. É que os preços dos pratos mais elaborados (entre R$ 40 e R$ 60 por pessoa) são praticamente o mesmo do sofisticado Magnólia.

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra a Serra Gaúcha com mais economia

Emporio Canela - Criancas

Então, se for para pagar quase o mesmo, vá direto ao Magnólia (já falei dele aqui) e tenha uma experiência completa, o que melhora muito o custo-benefício. Agora, se você prefere comer muuuito bem num lugar mais informal (e dinheiro não é problema) , o Empório Canela é seu número.

Só para ter uma ideia, os risotos no Empório Canela ficam entre R$ 40 e R$ 50. O Filé Magnólia (que também é servido no restaurante retrô) pode ser provado aqui pelo mesmo preço: R$ 59,90. Baguetes variadas estão entre R$ 20 e R$ 30. Preços para uma pessoa.

Emporio Canela - ApfelstrudelEmporio Canela - Apfelstrudel com chantillyMatraqueando-Instagram1

Mas hoje em dia o meu pedido no Empório Canela tem foco certo. O maravilhoso Apfelstrudel de Maçã. Pode acompanhar sorvete ou chantilly. Custa R$ 20 contos. Poizé! Mas dá para dois. Sempre divido, porque é enorme. Para beber, peço o suco Fresh (abacaxi, hortelã e gengibre) por R$ 9. O café espresso pequeno sai por R$ 6. Aproveito toda a estrutura gracinha do lugar sem ter que vender um rim para pagar a conta. :) Valores de fevereiro de 2017.

Finais de semana e feriados têm lista de espera e fila na porta. Convém reservar. Para ser sincera eu só comi aqui em dia de semana e ainda assim tem bastante movimento. Apesar do atendimento ser simpático e solícito, não espere assistência VIP. Para isso, dirija-se ao outro empreendimento da família! :)

Emporio Canela - Artesanato

Dica da Matraca

Em frente ao Empório Canela fica o Santé Bistrô. Ambiente gracinha do tipo amadeirado com um quê vintage. Tem cardápio extenso e serve desde hambúrgueres, filé mignon a risotos. A carta de petiscos homenageia países como Tailândia, México, Itália e Estados Unidos. Como não fecha para almoço é boa opção para quem chega depois das 15h e quer comida bacana gastando um pouco menos. Rua Felisberto Soares, 65. Tel. (54) 3282-6353. Funciona todos os dias das 11h30 às 23h.

SERVIÇO

Empório Canela

Local: Rua Felisberto Soares, 258. Canela –RS

Tel.: (54) 3031-1000

Horário: todos os dias, menos terça-feira, das 11h às 23h. Repetindo: fecha às terças!

Posts relacionados

Magnólia: o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha

Castelinho Caracol

Museu Mundo a Vapor

Leia também

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Casa do Colono: queijos, vinhos, cucas e o melhor pão com linguiça da vida

Ravanello: a primeira vinícola boutique de Gramado

A Mina de Gramado e Museu de Pedras Preciosas

Studio 109: hospedagem para família em Gramado com ótimo custo-benefício

E ainda:

Bento Gonçalves | Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Vinícola Salton: visita guiada inclui degustação grátis

Templo Budista a 30 km de Gramado: o Tibete mora aqui

Banner venda Gramado

Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontrar aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 😉

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados. ©

Share
sábado, 30 de abril de 2016

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Parque-de-Lavandas-Gramado

Caro e barato são termos subjetivos e podem ter significados distintos para mim e para você. Tem gente, por exemplo, que não abre mão de um hotel classudo, mas não se importa em comer numa espelunca legal.

Há os que precisam de prato enfeitado com espuma de abacate e sommelier ao lado dando dica de vinho, mas não estão nem aí se a hospedagem é padrão pelourinho.

Outros buscam a melhor cerveja, o lugar mais romântico, a atração mais divertida, a loja mais atraente e alguns já ficam bem satisfeitos se o restaurante tiver um módico fraldário família.

matraqueando-instagram1

O detalhe é: como fazer uma viagem econômica para Gramado sem perder a dignidade? Se você andou pesquisando por aí, já deve ter percebido que a cidade está trabalhando em “euros”. E isso não é só força de expressão, não.

Para organizar uma viagem redondinha e sem gastar os tubos escrevi o completíssimo e interativo e-book O Barato de Gramado e Canela, cheio de sugestões certeiras — inclui hotéis e restaurantes — com dicas de economia inteligente (algumas delas estão aqui).

As atrações são descritas detalhadamente (o que ajuda a decidir o que fazer e visitar) e todos os atrativos têm links para o Google Maps. Mais informações aqui!

Continue lendo o texto…

Share
quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Canela | Magnólia: o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha

Restaurante Magnolia Canela

Sabe quando você ouve falar do “poder” das redes sociais? Então. Foi um tuíte da querida Alexandra Aranovich que me fez conhecer um dos melhores centros gastronômicos de Canela: o lúdico restaurante Magnólia, uma mistura inventiva de bar, cinema e restaurante.

Restaurante Magnolia Canela Vintage

No ano em que o Matraqueando completa 10 anos, eu já quis começar com o pé direito… na jaca! Trata-se daquele momento extravagância que é a cara da riqueza, mas que custa menos do que uma rodada de pizza em São Paulo.

Restaurante Magnolia Canela Retro

Dos mesmos donos do Empório Canela (local fofo que eu já indico há tempos no meu guia O Barato de Gramado e Canela), o restaurante Magnólia foi inaugurado há quase dois anos. É lindamente decorado com peças, móveis e objetos dos anos 50, 60 e 70 — tudo garimpado pelos proprietários em brechós e antiquários.

Restaurante Magnolia Canela Cinema

Restaurante Magnolia Canela Cine Restro bar

O ambiente, apesar de um quê de sofisticação, é descontraído. A proposta é tão inusitada que você pode chegar ali, pegar sua cerveja ou drink, assistir a um filme francês e depois seguir para o jantar.

Exato, o Magnólia conta com um pequeno cinema voltado para filmes-clássico-cabeça, digamos. No dia em que fomos, estava previsto Meia noite em Paris, mas como as crianças tomaram conta da área, mudaram para uma saga da… Barbie. Estratégia linda, aliás. 😀

Restaurante Magnolia Canela Banheiros

O Magnólia foi concebido num imponente casarão da década de 50. Toda a estrutura foi preservada, desde as grandes colunas da entrada até as janelas basculantes e o pé direito alto.

O piso de parquet também é original. Ponto alto são os banheiros com os indefectíveis azulejos azuis e pia rosa cheio de objetos que minha mãe, minha vó (e até EU) usaram!

Restaurante Magnolia salao

Restaurante Magnolia Canela Sala Antiga

Logo na entrada do restaurante, uma cozinha vintage fielmente reproduzida é o lugar perfeito para fotos e selfies. Tudo o que está ali é original como geladeira, fogão, eletrodomésticos, xícaras e talheres. Dois manequins com vestidos de época compõem perfeitamente a cena.

Restaurante Magnolia Canela Bar

Subindo a escadaria de madeira marchetada em direção ao piso superior está um toca disco antigo impecável que ainda preserva algumas marcas de copo originais.

Neste andar estão quatro ambientes, entre eles o bar (com cervejas artesanais e importadas) e o restaurante propriamente dito, comandado pela premiada chef Roberta Rech.

A casa é democrática. É possível vir para cá apenas para tomar um drink e comer um belisquete no happy hour. Se preferir, é ótimo lugar para um jantar a dois ou em família.

Tudo é pensado para trazer um conforto afetivo ou proporcionar uma memória feliz. Olhe só os copos com o antigo vidro “bico de jaca” fazendo a alegria da minha água com gás e limão!

Restaurante Magnolia Canela Ambientes

Restaurante Magnolia Couvert

Nós fomos para jantar e só passei pelo bar para fazer fotos. Ao me sentar à mesa já dei de cara com estes pratinhos da entrada: antigos e originais. #muitoamor

O couvert com pãezinhos de mandioquinha acompanhados com pastinha de cream cheese e ervas vem como cortesia. É bom destacar isso porque muitas casas de fondue na região colocam alegremente um combo de pães, patês e frios na mesa — mas quando vem a conta você percebe que aquela “entradinha” custa quase o valor do prato principal.

Como era nossa primeira vez no Magnólia e já havíamos comido demais o dia inteiro fomos diretos aos pratos clássicos. Mas você pode começar pelas entradas como Salada de Figo ao Porto (rúcula e endívia marinadas no vinho do porto com pedaços de queijos gorgonzola e nozes) por R$ 14 ou Ceviche de Camarão por R$ 27.

Restaurante Magnolia Risoto de Pato Funghi

Eu provei o Risoto de Pato (sobrecoxa de pato desfiada, arroz arbóreo, cogumelo shitake e crispy de alho poró) por R$ 49. Só depois fui saber que é o prato mais pedido da casa.

É bem servido (estávamos em quatro pessoas e todo mundo ganhou fartas colheradas do meu risoto para provar!) Tem tempero forte, apesar dos ingredientes delicados. Só a louça preta e dourada, um mimo!

Restaurante Magnolia Canela File e Stinco de Cordeiro

O Raul apostou no Filé Rosselini (filé mignon, cogumelo paris recheado com presunto parma e catupiry e vagens francesas ao molho Rôti).  Veio no ponto que ele pediu.

Já minha mãe quis conhecer o maravilhoso Stinco de Cordeiro sobre um delicado purê de mandioquinha. Para mim, o melhor prato. A carne veio derretendo, não precisava nem de faca para cortar.

O filé e o cordeiro custam R$ 62 cada e são os pratos mais caros do cardápio. Como você pode ver não é nenhuma bancarrota se levarmos em conta a experiência toda que o lugar proporciona.

Restaurante Magnolia Risoto de Pato

O Magnólia tem um cardápio kids. A Mariana pediu o espaguete ao sugo (R$ 15) e veio um pratão de macarrão. Gente, é mais barato do que Mc Lanche Feliz.  Já o cardápio “adulto” também inclui massas mais encorpadas como o Raviole Artesanal de costela com ragu de cogumelos e lascas de parmesão por R$ 39.

Restaurante Magnolia Canela Sobremesa

De sobremesa pedimos o Brigitte, um fondue de chocolate para dividir. Acompanha uva, morango e quadradinhos do melhor brownie da vida. Apenas R$ 28 para os quatro (se bem que se tivesse mais um cumbuquinha de brownie, meodeos, eu mandava ver!).

Para beber minha mãe pediu um vinho chileno pequeno (R$ 19) daqueles que enchem uma taça. Outras bebidas como água e refrigerante têm preços de mercado. A conta toda deu R$ 268 já com os 10%. Ou seja, R$ 67 por pessoa. (Valores de janeiro de 2016.)

Tipassim, vale  a pena pegar um avião de Curitiba para comer no Magnólia que a conta é capaz de sair mais barata do que muito restaurante que cobra um rim por dois dedos de espuma de abacate colhido na primavera de Praga. Rá!

SERVIÇO

Magnólia | Cine Gastrô Bar

Local: Rua Dona Carlinda, 255 | Centro | Canela – RS (a 500 metros da Catedral de Pedra)

Tel. (54) 3278-0102

Funcionamento: segunda a sábado, 18h à 1h. Só abre um domingo por mês para o brunch, das 11h às 15h.

Comodidades: o restaurante tem um lindo cinema com sessões de segunda a quinta, às 20h30. A casa oferece ainda um espaço kids gratuito bem completo. Às sextas e aos sábados, dias de maior movimento, uma recreacionista ajuda a distrair os pimpolhos que vão ao lugar.

Restaurante Magnolia Canela espaco kids

DICAS

É imprescindível fazer reservas nos fins de semana. Eu fui em uma terça-feira de janeiro e o movimento estava bem tranquilo, parecia até baixa temporada. Mesmo assim eu fiz reserva. É só ligar!

O brunch, que acontece em apenas um domingo por mês, é um acontecimento no Magnólia. Custa R$ 80 por pessoa. Crianças de 1 a 5 anos pagam R$ 30 (este valor é mais pela recreacionista contratada neste dia) e de 6 a 10 anos pagam R$ 45. Inclui comidas frias, quentes, um drink de boas-vindas e todas as bebidas não alcoólicas como chá, cafés e sucos. (Atenção: valores de janeiro de 2016.)

Posts relacionados

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Studio 109: hospedagem para família em Gramado com ótimo custo-benefício

E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Leia também

Bento Gonçalves | Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Vinícola Salton: visita guiada inclui degustação grátis

Templo Budista a 30 km de Gramado: o Tibete mora aqui

______________________

Fotos: Raul Mattar e Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados. ©

Share
quinta-feira, 09 de julho de 2015

Loja Matraqueando | O Barato de Gramado e Canela

Gramado dicas viagem

Pode saber, quando eu desapareço alguma coisa eu tô aprontando. Eis que, com muito orgulho e noites sem dormir, lanço o primeiro e-book da Loja Matraqueando totalmente dedicado a um destino nacional: Gramado e Canela. E ainda: é meu primeiro guia interativo com atrações, restaurantes e hotéis com links para o Google Maps.  \0/

A escolha não foi à toa. Gramado foi eleita recentemente como o melhor destino de viagem do Brasil no prêmio Traveler’s Choice 2015, promovido pelo TripAdvisor. É um circuito de inverno que também funciona no verão e tem paisagens lindíssimas no outono e primavera. Trata-se do único lugar do Brasil que provoca o estado mental “Disney” com seus eventos mirabolantes à la Natal Luz.

Gramado guia de viagem 1

E principalmente — aqui entra o trabalho suado do Matraca News — é uma cidade muuuito cara para os padrões mão de vaca muquirana que a gente adora. Como equacionar uma conta que pede, por dia, R$ 400 na diária do hotel estilo pousada, R$ 200 o casal para comer frango e polenta, R$ 50 num museu, mais R$ 150 por dia no carro alugado, mais chocolate quente e mais comprinhas?

Trabalho para a Super Matraca, evidentemente! Comecei a rascunhar esse guia no ano passado quando planejava minha quinta ida para lá. (A primeira foi aos 14 anos numa excursão da 8ª série do Colégio Hugo Simas. Minha primeira viagem sozinha. Gramado, pode-se dizer assim, é o destino-mãe do Matraqueando. Como não amar ainda mais?)

COMO É O GUIA?

O guia O Barato de Gramado e Canela não é uma lista corrida de lugares com endereço e telefone para você ticar. Todos os atrativos — de pontos turísticos a restaurantesestão descritos e comentados. A proposta é simples: sabendo maiores detalhes do local você investe com mais cuidado seu dinheirinho. Tudo é caro e acima da média aqui. Encontrar o melhor custo-benefício é o que vai fazer a diferença na hora de pagar a conta do cartão de crédito.

Divulgacao paginas guia o barato de gramado

Olhe só o que você vai encontrar:

– Como ir do aeroporto de Porto Alegre a Gramado (carro — incluindo a Rota Romântica, ônibus e traslados)

– Como circular na cidade

– Mais de 70 atrativos descritos e comentados pela autora

– Parques temáticos, museus e passeios rurais tim-tim por tim-tim

– Miniguia para entender e aproveitar o Snowland, o primeiro parque de neve indoor das Américas

– Dicas completas para participar do Natal Luz sem ir à falência

– Desvendando o Bus Tour, o primeiro ônibus de turismo Hop On Hop Off do sul do Brasil

– Refeições ECONÔMICAS em alto estilo (alemã, chinesa, italiana, fondue, sopas, crepes, sanduíches, pizzas, cafés, chocolate quente e self service). Todos os estabelecimentos foram avaliados e trazem preços claros. Tipo, o buffet livre que custa R$ 19,50, sequencia de fondue por R$ 34 ou o chocolate quente que custa R$ 7,50 a xícara de 80 ml. Assim, tudo bem às claras, nada de cifrãozinho indicativo. (Preços de julho de 2015)

– Mais de 30 dicas de hospedagem barata (hotéis, pousadas, hostels, cabanas rurais, flat e apartamentos)

–  E a maior novidade | E-book interativo: todas as indicações com links para o Google Maps. Atrações, restaurante e hotéis com localização fácil e rápida!

A questão é objetiva, alguém precisa deixar de alimentar os preços abusivos (e isso serve para qualquer lugar do Brasil) e encontrar soluções mais dignas e íntegras de consumo. Fiquei focada nisso. Acho que você vai gostar!

Banner venda Gramado

Atenção | O guia é um e-book (produto digital), entregue no seu e-mail em até 48 horas após a confirmação do pagamento. No momento, não existe edição impressa. Nada será enviado para seu endereço físico.

Você poderá ler O Barato de Gramado e Canela no seu smartphone, tablet, computador, notebook e dispositivos afins. Se preferir pode imprimir e encadernar! Fica lindo! 😀

COMO COMPRAR

Acesse a Lojinha Matraqueando, escolha o seu guia e clique em comprar. Daí pra frente, o sistema pede seus dados. É um processo rápido e intuitivo. Você poderá pagar com cartões de crédito (Visa, Mastercard, Diners, American Express e Hipercard); com cartões de débito (Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Banrisul) e através de boleto bancário. Mais prático, impossível!

O Barato de Gramado e Canela
Preço: De R$ 35,90 por R$ 29,90 | Aproveite, promoção por tempo limitado!
Autora: Sílvia Oliveira
Páginas: 122
Editora: VoucherPress
Formato: E-Book (produto digital)
Edição 1ª | 2015/2016

__________________________

Outros Guias Matraqueando

O Barato de Buenos Aires

O Barato de Santiago

O Barato de Paris

O Barato de Lisboa

O Barato de Madri

O Barato de Roma

__________________________

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados. ©

Share
sexta-feira, 15 de julho de 2011

Galeria de imagem | Serra Gaúcha: Gramado, Canela e Bento Gonçalves

Para fechar em alta resolução nossa série pela Serra Gaúcha – que inclui as cidades de Gramado, Canela e Bento Gonçalves – seguem imagens deste roteiro charmoso, romântico, histórico, familiar e gastronômico.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!


Lago Negro: ponto de visitação clássico em Gramado.


Caminhos de Pedra: roteiro revela a toscana nacional.


Arquitetura preservada mostra como viviam os antigos imigrantes.


Jardineira: veículo pitoresco faz diversas rotas de turismo rural em Gramado.


Zoo de Gramado: fauna 100% brasileira.


Castelos em miniatura no parque Mini Mundo em Gramado.


Pinhão cozido nas estradinhas da região.


Castelinho Caracol: museu e casa de chá em Canela.


Museu Mundo a Vapor, em Canela: história do sistema ferroviário.


Le Jardin: o primeiro parque de lavandas do Brasil está em Gramado.


Gastronomia internacional: toda a Serra Gaúcha oferece uma culinária sofisticada.


Templo Budista de Três Coroas: um pedaço do Tibet a 30 km de Gramado.


Na Serra Gaúcha o outono se manifesta em cores vibrantes.


A Serra Gaúcha está entre os maiores produtores de vinhos e frisantes do Brasil.


Vinícola Salton: visita guiada e degustação grátis.


Galeto al Primo Canto: tradição gastronômica.


Um dos melhores doces caseiros do país está na Serra Gaúcha.


Impossível não levar algumas barrinhas para casa.


Roteiro perfeito para casais enamorados.

Leia também:

Gramado
Canela
Bento Gonçalves

Veja ainda:

Serra Gaúcha:  Gramado, Canela e Bento Gonçalves | Post-Índice

E-book | O Barato de Gramado e Canela

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados. ©

Banner-venda-Gramado1

Share
domingo, 10 de julho de 2011

Catedral de Canela: iluminação noturna permanente

A Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes – conhecida como Catedral de Pedra de Canela – ganhou um atrativo a mais. Construída em estilo gótico inglês, o monumento é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

Agora, uma iluminação permanente permite uma mágica visita noturna. Lâmpadas de led proporcionam sete cores diferentes. A cada minuto uma cor distinta cobre a igreja.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!

A catedral tem uma torre de 65 metros e um carrilhão de 12 sinos de bronze que vieram da Itália. Na parte interna possui lindos vitrais de arte sacra e painéis que retratam a “Aparição de Nossa Senhora”, a “Alegoria dos Anjos” e a “Anunciação”.

No ano passado, a Catedral de Canela foi eleita uma das sete maravilhas do Brasil feitas pelo homem. A iluminação permanente foi uma homenagem ao novo título e deve ficar disponível para visualização o ano inteiro.

SERVIÇO
Catedral de Canela
Local: Praça da Matriz, 69 | Canela-RS
Tel. (54) 3282.1132

Em Canela, visite também:

Museu do Automóvel (Estrada para Gramado)

Castelinho Caracol 

Parque do Caracol 

Museu Mundo a Vapor

Fotos: Raul Mattar

Banner-venda-Gramado1

Share
quinta-feira, 07 de julho de 2011

Castelinho Caracol: a melhor torta de maçã do Brasil, o famoso Apfelstrudel, está em Canela

[Posts atualizado em julho de 2015]

É um passeio completo, mas nada conveniente para um mão de vaca muquirana. Mistura arquitetura (a residência foi construída em madeira de araucária no início do século 20), história (virou museu), gastronomia (tem o melhor Apfelstrudel do país) e paisagem (o local parece um bairro da Suíça).

O detalhe é que a brincadeira não sai barata. Para visitar o Castelinho Caracol, (onde fica a casa de chá e o museu) custa R$ 10. Ali dentro você pede a famosa torta de maçã (o Apfelstrudel) e paga mais R$ 22 pelo acecipe. (Preços de julho de 2015)

E mesmo quem consome algo no café do castelinho não está livre da taxa de visitação. Ou seja, entrou na residência, pagou as dez pilas! Assim, em 40 minutos, um casal gasta mais de R$ 60 para comer uma sobremesa – sem bebida.

Os cômodos abrigam louças, mobiliários e objetos que pertenceram à Família Franzen, fundadora do local.

Na Casa de Chá, que funciona na antiga sala, você pode provar geleias caseiras, waffle feito na hora e, claro, a vedete do lugar, o Apfelstrudel – servido com nata ou com sorvete de creme. É muito, muito bom mesmo.

Mas caso seu fascínio por doces não seja tão grande você pode dividir uma única torta por dois, o que já diminui os custos do passeio! Rá!

A boa notícia é que, caso não queira entrar na residência, a visitação externa é gratuita. O Castelinho Caracol está rodeado por um belo jardim, com várias casas em estilo enxaimel – herança dos antigos imigrantes. Rende um passeio gostoso com boas fotos para levar de lembrança!

SERVIÇO

Castelinho Caracol
Local: Estrada do Caracol, Km 03 | Canela-RS (está a 3 quilômetros de centro da cidade)
Tel. (54) 3278.3208
Visitação: diariamente, das 9h às 13h e das 14h20 às 17h40.
Ingresso: R$ 10 (adulto). R$ 5 (pessoas acima de 60 anos). Crianças até 10 anos não pagam.

Fotos: Raul Mattar. Todos os direitos reservados. © 

Banner-venda-Gramado1

Share
sábado, 09 de abril de 2011

Serra Gaúcha: Gramado, Canela e Bento Gonçalves | Post-índice

Reúno aqui posts  sobre Gramado, Canela e Bento Gonçalves – das duas viagens que fizemos à região – em 2009 e 2011. Talvez algum deles possa ajudar você a montar seu roteiro para o destino de inverno mais procurado do Brasil. Novos posts sobre o destino serão sempre acrescentados a este índice. Preços e horários podem sofrer alterações. Restaurantes fecham e hotéis mudam de dono. Para evitar aborrecimentos informe-se antes de ir!

PLANEJAMENTO DA VIAGEM

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Hospedagem em Gramado: onde ficar

Hotel Via Serena:  atendimento, conforto e chá de laranja em Gramado

Outras opções de hospedagens em Gramado com ótimo custo/benefício

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!

O QUE FAZER EM GRAMADO

Lago Negro

O Reino do Chocolate

Parque de Lavandas

Templo Budista de Três Coroas

Mini Mundo: réplicas em miniaturas

Zoológico: programa família

O QUE FAZER EM CANELA

Museu do Automóvel

Castelinho Caracol

Parque do Caracol

Museu Mundo a Vapor

Opções de hospedagem em Canela com ótimo custo/benefício

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!

ONDE COMER EM  GRAMADO

Mignon e Sequência de Fondue no La Famille de Gazon

Galeto e massas no Restaurante Mamma Mia

Truta e Picanha no Petit Maison Restaurante

Opção econômica: chuleta com fritas no Sabor de Frutas

Opção econômica: comidinhas no Pasteleiro

Chocolates de Gramado: onde é melhor comprar

O QUE FAZER, ONDE FICAR E ONDE COMER EM BENTO GONÇALVES

Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Casa Vanni: experiência gastronômica

Vinícola Salton

Pousada do Chalé: hospedagem com ótimo custo-benefício em Bento Gonçalves

Outras opções de hospedagem em Bento Gonçalves com ótimo custo/benefício

Galeria de Imagem

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!

+ Alugue seu carro com segurança e viaje pela Serra Gaúcha com mais economia

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados. 

Banner-venda-Gramado1

Share
terça-feira, 09 de junho de 2009

Canela: Parque do Caracol

Todo mundo vem até aqui (nós, inclusive) para ver o principal atrativo do parque: uma cascata que despenca 131 metros, formando um conjunto perfeito de paisagens. O longo fio d’água em contraste com as rochas de formação basáltica pode ser visto de cima, de frente ou debaixo.

A primeira aproximação acontece logo que você chega. A pouco mais de 100 metros da entrada principal já é possível apreciar a imagem esperada. Por outro ângulo, um mirante – com elevador panorâmico – leva você acima das copas das araucárias, o que proporciona uma visão bastante diferente do local.

Quem gosta de queimar celulite pode apostar na escadaria de 927 degraus que conduz à base da cascata.O esforço não é recomendado para crianças, diabéticos, cardiopatas, sedentários… e matracas. Rá!

Depois de desfrutar a parte ecoturística do parque você pode fazer um divertido passeio de Maria Fumaça. O trenzinho percorrer 600 metros de trilhos – atravessando pontes e um túnel – até chegar a uma tribo indígena e à antiga cidade fantasma dos tempos do faroeste. A infraestrutura é completa: há várias trilhas com legendas interpretativas, tem restaurante e lojas de artesanato.

SERVIÇO:

PARQUE DO CARACOL
Local: RS- 466, km 1. Está a 7 km de Canela.
Horário: diariamente, das 8h30 às 17h30
Ingresso: R$ 10,00 para adultos. Crianças até 5 anos têm entrada franca. Para subir no mirante são R$ 6,00.
Dica: Na ida ou na volta ao parque, visite o Castelinho Caracol. É uma das primeiras residências de Canela. Tem museu com peças dos colonizadores e uma casa de chá. Funciona diariamente, das 9h às 13h e das 14h20 às 17h40. Custa R$ 2,50 – menores de 10 anos não pagam.

Fotos: Raul Mattar – que gostou do passeio, mas xingou muito o tempo nublado.

________________________

Veja tudo o que já publicamos sobre Gramado, Canela e Bento Gonçalves!

Share
terça-feira, 09 de junho de 2009

Canela | Museu Mundo a Vapor

[Post atualizado em dezembro de 2015]

Uma representação dramática. Ao chegar ao Museu Mundo a Vapor, a perfeita reconstituição do famoso acidente ferroviário ocorrido em Paris, em 1895. Uma locomotiva desgovernada cruzou em alta velocidade a estação de Montparnasse. Atravessou a parede e ficou pendurada a 12 metros de altura.

A rota Gramado-Canela traz os inusitados museus temáticos. São pequenos, bem organizados e tratam de temas distintos e não muito frequentes em outros lugares do mundo. Boa parte de O Mundo a Vapor – ao contrário da cópia fiel exposta na entrada – é um universo em miniatura.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Todos os equipamentos foram construídos em Canela pela Família Urbani e levam o visitante ao passado recente. (Aliás, adoro rever algo antigo que remete a minha história, como telefone de discar ou máquina de costura Singer – com base de madeira e pedal. Acredite, hoje são peças de museu!)

Dentro do parque você acompanha de perto o processo de fundição e laminação de aço, participa da fabricação de telhas e tijolos – que cabem na palma da mão – e conhece a menor fábrica de papel do mundo.

Em seis minutos você acompanha todo o ciclo de produção do papel e ainda leva um pedacinho como souvenir. Os equipamentos são réplicas perfeitas dos originais. Tudo representando o mundo que já foi movido a vapor.

O passeio dura mais ou menos uma hora e é todo guiado. Em frente aos maquinários sempre há um monitor dando explicações e tirando dúvidas. As peças funcionam a menos de um metro de distância do turista.

Todo mundo fica de queixo caído ao ver o tamanho dos primeiros tratores mecânicos construídos para trabalho na lavoura e uma usina de geração de energia, com pequenas lâmpadas acesas.

Até o relógio, que a cada hora cheia apita, também é movido a vapor. Mais do que conhecer toda a parte tecnológica, O Mundo a Vapor aproxima você dos costumes, da vida e da forma de trabalho dos colonizadores da região. Há um espaço dentro do museu dedicado à exposição de peças que fizeram parte dessa história.

O parque é todo coberto, o que facilita a visita em dias de chuva, e tem calefação – gerada pelo vapor – nos dias mais frios. Não gosto de falar em passeios “imperdíveis”. Mas este é, no mínimo, original. Não existe nada semelhante em nenhum canto do planeta.

SERVIÇO

Museu Mundo a Vapor

Local: Estrada Gramado-Canela. Está a 2km de Canela, tem placas indicativas.

Horário: 9h às 17h. Em janeiro, julho e dezembro está aberto todos os dias. No outros meses, fecha às quartas-feiras.

Ingresso: comprando pelo site o ingresso para adulto custa R$ 22. Estudantes com carteirinha, pessoas com mais de 60 anos e crianças de 6 a 12 anos pagam R$ 11.  Grátis para menores de 5 anos. (Valores atualizados em dezembro de 2015.)

Dica: não é necessário fazer reserva.

Posts relacionados

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Lago Negro

O Reino do Chocolate

Parque de Lavandas

Templo Budista de Três Coroas

Mini Mundo: réplicas em miniaturas

Zoológico: programa família

Hospedagem em Gramado: onde ficar

Hotel Via Serena:  atendimento, conforto e chá de laranja em Gramado

Outras opções de hospedagens em Gramado com ótimo custo/benefício

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.

Banner venda Gramado

Share
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio