Silvia Oliveira

Na categoria Portugal

segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017

Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau: iguaria em Lisboa e no Porto

Casa Portuguesa - Pastel de Bacalhau

A união de dois clássicos — o bacalhau e o queijo Serra da Estrela — transformou a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau num ícone gastronômico no país.

O Matraca Translator explica: pastel de bacalhau é o nosso croquete, mas no Porto é chamado também de bolinho. Tipo mandioca, aipim e macaxeira. Pois!

Continue lendo o texto…

Share
quinta-feira, 22 de setembro de 2016

A Vida Portuguesa: loja vintage incrível em Lisboa

a-vida-portuguesa-sabonetes

Um lugar inspirado na saudade. São produtos de criação e fabricação nacional que resistiram ao longo dos anos. O estoque da loja A Vida Portuguesa contém itens que entraram para a memória afetiva do país. Algumas marcas mantêm a mesma embalagem de 100 anos atrás.

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 30 de maio de 2016

Porto Lounge Hostel: hospedagem boutique boa e barata no Norte de Portugal

Porto paisagem

Para você não dizer que só indico (e fico em) pulgueiro, na minha primeira vez no Porto me hospedei num hotel da rede Eurostars, um quatro estrelas com preço fantástico (veja meu review aqui). Dessa vez, com nosso amigo Euro chamando Jesus de Genésio, testei duas hospedagens —ambas supereconômicas.

Logo que cheguei aqui fiquei no Sport Hostel, um albergue que cobra € 11 a diária em quarto coletivo sem café da manhã.  Mas apesar da nota 8,6 no Booking.com e da excelente localização (fica na rua Santa Catarina, a poucos passos do metrô Bolhão) a hospedagem tem móveis velhos e quarto e banheiros com paredes (muito!) mofadas. Fuééén!

Continue lendo o texto…

Share
segunda-feira, 23 de maio de 2016

Passport Lisbon: hostel com o melhor custo-benefício de Lisboa

Passporte Lisbon Hostel praca luis de camoes

Praça Luís de Camões: vista a partir da sacada do hostel

Importante: se hospedagem subi-na-vida for essencial nas suas viagens este post não é para você. (Talvez este aqui te interesse mais!) Acabei de chegar do #MatracaNaZoropa 2016. Foram 24 dias muquiranas muuuito felizes. Rá! Já tem um monte de fotos e dicas na nossa Fanpage, Instagram e Twitter. Corre lá!

Com o euro no patamar em que está, a minha primeira providência mão de vaca do planejamento foi gastar o menos possível com hotel porque, para mim, interessava mais investir em comida e passeios.

Continue lendo o texto…

Share
domingo, 24 de janeiro de 2016

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Goldem Tram Hostel Lisboa - Elevador -Hospedagem boa e barata em Lisboa

À esquerda, fachada do hostel. À direita, vista do meu quarto para o Elevador de Santa Justa.

Muquiranas, uni-vos! Nem só de apartamentão vive uma Matraca na capital portuguesa. Uma das hospedagens que eu testei é este novíssimo hostel, localizado bem em frente ao Elevador de Santa Justa.

Eu já havia publicado este post há algum tempo. Mas depois de uma atrapalhada no brogue o artigo foi excluído sem querer e perdi todas as mensagens deixadas aqui. Consegui republicar hoje, mas infelizmente não foi possível recuperar os comentários do post original. Desculpaê! :mrgreen:

Lisboa tem alguns dos melhores albergues do mundo. Existem excelentes opções do gênero na cidade. A maioria boa e barata. Dei uma chance ao Golden Tram 242 Lisbonne Hostel quando vi que ele tinha uma excelente avaliação no Booking.com, localização supimpa e um precinho daqui, ó!

Goldem Tram Hostel Lisboa Onde ficar em Lisboa

Reserva | Pelo Booking.com. O sistema não cobra taxa de reserva e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos, incluindo este. Faça sua reserva aqui!

O quarto |  O hostel oferece dormitórios mistos ou separados (feminino e masculino). Tem ar condicionado e banheiro — todo design — compartilhado. As camas do quarto coletivo têm tomada e lâmpada próprias e uma cortininha que você fecha quando  não quiser ser incomodado pelos outros hóspedes. O Golden Tram 242 também oferece quarto para casal com banheiro privativo, TV de tela plana, frigobar e cofre. Veja mais fotos aqui!

Goldem Tram Hostel Lisboa - Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wi-fi | Funciona bem, mas está disponível só nas áreas públicas do hostel.

Localização | A melhor parte. O albergue fica bem em frente ao Elevador Santa Justa, está entre as estações de metrô Rossio e Baixa Chiado (uns cinco minutos a pé), a 10 minutos caminhando do Bairro Alto (região de bares e restaurantes) e a 15 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Lisboa.

Goldem Tram Lisboa Onde ficar em Lisboa

Check-in | A partir das 13h.

Check-out | Até às 11h. Aceita cartões Visa, Mastercard e American Express.

Goldem Tram Hostel Lisboa cafe da Manhã Onde ficar em Lisboa

Atendimento | Excelente. O staff não sabe o que faz para agradar. Solícitos, pacientes e simpáticos.

Vantagem | O hostel Golden Tram 242 foi inaugurado em maio de 2013. Está tudo tinindo de novo. Além disso, tem ótima localização, preço atrativo e café da manhã farto incluído. No primeiro andar ficam a cafeteria e um lounge-bar com shows de fado ao vivo e refeições típicas aos fins de semana.

Desvantagem | Se você está acostumado a ficar em albergues e busca uma boa cama para dormir, baratérrima e com ótima localização, não vejo desvantagens neste hostel.

Goldem Tram Hostel Lisboa - Hostel bom e barato em Lisboa

Preço | Os dormitórios estão a partir de € 14 (quatorze!) e o quarto para casal a partir de € 60 (neste caso, o valor já se aproxima ao de um hotel). Eu fiquei num quarto coletivo. E quero voltar! 😀

IMPORTANTE | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional da Mondial Assistance. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, viajante solo, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Passport Lisbon: o hostel com melhor custo-benefício de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

Porto

_________________
Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontra aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 😉

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Share
segunda-feira, 08 de junho de 2015

Hotel Eurostars Oporto: hospedagem 4 estrelas com preço incrível no Porto

Porto Matraqueando

Quase todo mundo que vai ao Porto fica um, dois — no máximo três dias. Comigo não foi diferente. E justamente por ser uma estada curta eu optei em ficar num hotel melhor, aquele bem no estilo momento-patrão “subi na vida”.

O detalhe é que todos os hotéis bacanas e mais sofisticados no centro da cidade ficavam um pouco acima do meu orçamento. (Ou seja, eu queria/podia pagar mais, mas nem tanto!) 😀

A minha ideia inicial era ficar no Eurostar Das Artes, da mesma rede e perto de atrativos turísticos. Indicação da minha mãe que falou maravilhas do lugar. O detalhe é que quando eu viajei para lá a tarifa do Eurostar das Artes  era o dobro da diária do Eurostar Oporto (que fica a 15 minutos do centro de metrô).

Hotel Eurostars Oporto Fachada

Mas pesquisando valores atualizados hoje no Booking.com vi que ambos estão com a MESMA tarifa, com a diferença que o Eurostar Oporto (onde fiquei) tem uma nota um pouco maior e está mais longe do centro. Enquanto que o Das Artes tem uma nota menor (mas ainda assim muito boa) e fica mais próximo dos pontos de interesse. Cabe a você decidir.

Reserva | Pelo Booking.com — onde faço minhas reservas de hospedagem há anos. O sistema não cobra taxa alguma e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos, inclusive este.

Hotel Eurostars Oporto Precos

O quarto | Enorme e com cozinha semi-equipada disponível. Tudo novo, moderninho  e bem decorado. Banheiro grande e cheio de design. Tem mesa de trabalho, piso de madeira e televisão de tela plana. Veja mais fotos aqui dos lindos quartos e áreas comuns porque as minhas não prestaram.

Wi-fi | Gratuito, mas só funcionou nas áreas comuns.  Nhé!

Hotel Eurostars Oporto Onde ficar no Porto

Localização | A 100 metros da estação de metrô do Hospital São João. São 15 minutos para chegar ao centro de metrô e 10 minutos de carro do aeroporto. Fica a 3 quilômetros do Estádio de Futebol Dragão. Como geralmente os turistas ficam poucos dias no Porto talvez a distância não seja um grande problema. Mas podendo ficar num hotel de mesmo padrão, preço e mais perto  do centro histórico, eu optaria hoje pelo Eurostar Das Artes, por exemplo.

Check-in | A partir das 14h. Eu cheguei bem tarde da noite, mas o check-in foi rápido e tranquilo.

Check-out | Até 12h. Aceita AMEX, Visa e Master.

Atendimento | Simpático e solícito. O recepcionista tirou várias dúvidas que eu tinha sobre o metrô da cidade.

Hotel Eurostars Oporto Cozinha

Vantagem | Excelente hotel 4 estrelas por preço de pousada.

Desvantagem | O hotel — em termos de estrutura, quarto  e café da manhã — é excelente. O detalhe é que fica longe (15 minutos de metrô) do centro histórico. Se isso for um incômodo para você, tente o Eurostars Das Artes. Mesmo padrão e preço.

Preço | Diária para casal a partir de € 54. Café da manhã à parte por € 12. Eu não tomei o café, mas fui ver como era e me pareceu beeem completo.

Outros hotéis testados e aprovados pela Matraca

EUROPA

Lisboa | Lisbonaire Apartments: hospedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Madri | Dois hostels novos, descolados e baratim

Barcelona: três hostels bacanas, baratos e bem localizados

Paris | Ideal Hôtel Design: hospedagem com ótimo custo-benefício em Montparnasse

Paris | Smart Place: hospedagem budget a uma quadra da Care du Nord

ESTADOS UNIDOS

Nova York | Dicas de três hotéis com ótimos preços

Orlando | Red Roof Inn International Drive: hotel bom, bonito, barato e bem localizado 

ARGENTINA

Buenos  Aires | SoHo Point: apartamento clean e design em Palermo SoHo

CHILE

Santiago | Opções de hospedagem boas e baratas

Atacama | Dicas de hospedagem, incluindo o primeiro apart hotel do deserto (onde eu fiquei)

BRASIL

Curitiba | Guia de hospedagem: opções para as classes alta, média e muquirana

Foz do Iguaçu | Resort: hospedagem luxo sem ir à bancarrota

Florianópolis | Ilha Norte Apart Hotel: hospedagem boa e barata em Canasvieiras

Aracaju | Celi Hotel: hospedagem 4 estrelas com ótimo preço e em frente à parai de Atalaia

Bento Gonçalves | Pousada do Chalé: hospedagem fofa e com ótimo custo-benefício

São Luís | Soft Inn: hospedagem econômica na orla

São Luís | Pousada Colonial: hospedagem no centro histórico

Caiobá-PR | SESC Caiobá: resort pela preço camarada de uma hospedagem econômica

Leia também

Como diferenciar uma hospedagem simples da pobre de espírito

_____________________ 

Pagamos todas as nossas despesas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. A proposta é mostrar para você uma resenha íntegra e isenta do lugar. Aqui, você pode confiar!

Disclaimer | Este post contém links para o Booking.com (parceiro comercial do blog) inseridos espontaneamente pela autora.

_____________________ 

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados. ©

Share
sábado, 22 de março de 2014

Lisboa bairro a bairro | Parque das Nações

Parque das Nacoes Lisboa Gare Oriente

Depois de passar pelos tradicionais e históricos bairros de Belém, Alfama, Baixa e Chiado é quase inacreditável o que vamos encontrar aqui. Moderna e arrojada, a região do Parque das Nações era uma área industrial e totalmente degradada antes da Expo Mundial 98, ano em que o evento foi sediado em Lisboa.

A exposição trouxe uma arquitetura de ponta e soluções inteligentes para o local. É o bairro mais próximo do aeroporto de Lisboa. Por isso, na minha primeira vez na cidade, em 2002, como eu ia chegar bem tarde optei em ficar hospedada a primeira noite aqui, no Youth Hostel Parque das Nações, que em Portugal eles chamam de “Pousada da Juventude”.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Parque das Nacoes Lisboa Portugal

Foi quase um choque cultural. Além de ser um dos lugares mais bonitos e estruturados da cidade, o Parque das Nações apresenta exemplos incríveis da arquitetura moderna, o que ficava muito longe dos estereótipos criados na minha cabeça sobre a capital portuguesa.

Está à beira do Rio Tejo. Algumas das construções foram inspiradas nos oceanos como as torres gêmeas São Gabriel e São Rafael que lembram embarcações e receberam os nomes das caravelas de Vasco da Gama.

O QUE FAZER

Estação do Oriente

A estação construída para chegar à região mais nova da cidade é uma obra-prima. Com arcos estilizados (que lembram o secular Aqueduto das Águas Livres), a Estação do Oriente foi projetada pelo afamado arquiteto catalão Santiago Calatrava.

Parque das Nacoes Lisboa Gare Oriente Santiago Calatrava

Feita de aço e vidro, a estação é parada de trens, metrô e ônibus. A plataforma do metrô, por exemplo, é uma espécie de galeria de arte pública com obras de vários artistas internacionais como Yayoi Kusama (considerada uma das principais artistas pop japonesas e o pós-modernista argentino Antonio Segui). Metrô Oriente.

Parque das Nações

Parque das Nacoes Lisboa bandeiras

A entrada no parque é gratuita, mas as atrações são pagas à parte. Há restaurantes, banheiros públicos e um amplo espaço para caminhar ou andar de bicicleta.

Parque das Nacoes Lisboa  Oceanario Portugal

Conheça o Oceanário, um dos maiores aquários da Europa com ecossistema dos cinco oceanos. Fica no meio do Rio Tejo e abriga mais de 25 mil peixes que podem ser vistos em tanques de vidro gigantes. Fica na Doca dos Olivais. Abre todos os dias, 10h às 19h. Entrada: € 13 Um dos relatos mais lindos e completo sobre o Oceanário está no blog da querida Lucia Malla. Inspire-se aqui!

+ Compre seu ingresso antecipado para o Oceanário e evite filas

Parque das Nacoes Lisboa Sinalizacao

Já o Pavilhão de Portugal chama a atenção pela sua pala ondulada, um telhado enorme e fino que lembra uma folha repousando sobre dois tijolos. A obra foi projetada pelo queridinho arquiteto português Álvaro Siza Vieira e virou o monumento que marcou a Expo 98. Só é possível visualizar o edifício externamente. Está ao lado do Oceanário.

Teleférico da Expo

Um passeio agradabilíssimo ao lado do Rio Tejo. Você embarca numa ponta do parque e desce na outra. O trecho percorrido tem 1000 metros e chega a 20 metros de altura, proporcionando uma linda vista. Pode optar em voltar a pé ou pelo próprio teleférico. Abre todos os dias do ano. Preço: € 3,95 (ida) e € 5,90 (ida e volta). Crianças menores de seis anos não pagam.

Parque das Nacoes Lisboa Teleferico

ONDE COMER

Um dos principais centros comerciais de Lisboa, o Shopping Vasco da Gama, fica no Parque das Nações. Isso significa que há uma boa praça de alimentação para nenhum mão de vaca muquirana colocar defeito. São bares, cafés, cervejarias, casas de doces e restaurantes de comida rápida.

Parque das Nacoes Lisboa Shopping Vasco da Gama

Destaque para o Wok to Walk (comida chinesa), Loja das Sopas (os pratos acompanham, pães ou tortas e bebida) e Sr. Frango da Guia, todos com refeições completas que ficam em torno de € 6.

Se quer apostar na comida típica alentejana vá ao restaurante A Leitaria Gourmet (fora do shopping). As refeições na hora do almoço costumam ser mais em conta.

O menu do dia (chamado de “Sugestões da Avó”) sai a partir de € 11 . Peça o Bacalhau à Brás ou Coelho à moda Barrancos. A sopa (ou sobremesa) bebida e café estão incluídos no preço. Alameda dos Oceanos, loja 26. Tel. +351 218 380 000. Segunda a sábado, 12h às 15h e 20h às 23h. Fecha aos domingos e feriados.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

ONDE COMPRAR

Novamente ele, o Shopping Vasco da Gama, é o grande polo de compras da região. Como todo bom centro comercial que se preze há dezenas de estabelecimentos que atendem a todos os gostos e bolsos. São lojas de roupas, acessórios, brinquedos, papelaria, floriculturas, joalherias e decoração.

Parque das Nacoes Lisboa Supermercado Continente

Mas meu lugar preferido no Vasco da Gama é o gigante supermercado Continente, que fica no subsolo do shopping. :mrgreen: Aqui, você encontra pães, frios, sucos, queijos para fazer um lanche reforçado a preços módicos ou pode garantir todos os ingredientes para um delicioso almoço e jantar caso seu hotel/hostel ofereça cozinha para o hóspede. O shopping fica na Avenida Dom João II e está conectado com a estação de metrô Oriente.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

COMO CHEGAR AO PARQUE DAS NAÇÕES

Metrô:  Oriente (linha vermelha)

Ônibus: 708 (linha Martim Moniz – Parque das Nações)

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

______________________________ 

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Share
quarta-feira, 19 de março de 2014

Lisboa bairro a bairro | Belém

Lisboa bairro a bairro Belem Imas de geladeira

Belém é o bairro cartão-postal de Lisboa. A impressionante torre de arquitetura manoelina já é sua conhecida das latas de azeite e talvez seja o atrativo turístico mais lembrado quando se fala em Portugal. O monumento fica à beira-rio, exatamente de onde partiram – há mais de 500 anos – as caravelas rumo ao Novo Mundo. Uma delas descobriu o Brasil.

A região está fora do eixo cêntrico da capital (Alfama, Baixa e Chiado) e exige um passeio de dia inteiro. Há museus interessantíssimos, monumentos Patrimônio da Humanidade, restaurantes bacaninhas e a famosa Antiga Confeitaria de Belém com seus suculentos e clássicos pastéis de nata.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

O QUE FAZER

Torre de Belém

Construída como um forte às margens do Rio Tejo, a Torre de Belém já foi controle aduaneiro, central de telégrafos e até um farol. Em alguns momentos da história virou masmorra, transformando-se em prisão política durante a ocupação espanhola.

Lisboa bairro a bairro Torre de Belem

Hoje é um centro preservado como Patrimônio Cultural da Humanidade e está na lista das Sete Maravilhas de Portugal. Com o passar dos séculos se converteu num marco da Era dos Descobrimentos. É daqui que você leva a foto mais emblemática de Lisboa.

Av. Brasília, s/n. De terça a domingo, 10h às 17h30 (18h30 no verão). Entrada: € 5. Pessoas com mais de 65 têm 50% de desconto. Crianças com menos de 14 anos não pagam. O bilhete combinado Torre de Belém/Mosteiro dos Jerónimos custa € 10. Grátis domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas-feiras, domingo de Páscoa, 1º de maio, Natal e Ano Novo.

Mosteiro dos Jerónimos

Construído em 1502, o Mosteiro dos Jerónimos está repleto de referências ao período dos descobrimentos. Tem uma belíssima arquitetura. Na minha opinião, aliás, é o monumento mais lindo de Lisboa. (Lembra muito os Mosteiros de Batalha e Alcobaça, ambos nos arredores da capital). Abriga os restos mortais de Luís de camões e Vasco da Gama. É Patrimônio da Humanidade.

Matraqueando Instagram

Lisboa bairro a bairro Mosteiro dos Jeronimos como chegar

Praça do Império. De terça a domingo, 10h às 17h30 (18h30 no verão). Entrada: € 7. Pessoas com mais de 65 têm 50% de desconto. Crianças com menos de 14 anos não pagam. O bilhete combinado Torre de Belém/Mosteiro dos Jerónimos custa € 10. Grátis domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas-feiras, domingo de Páscoa, 1º de maio, Natal e Ano Novo.

Dica da Matraca | O passe Lisboa Monumental (Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e Palácio Nacional da Ajuda) custa € 13. É possível comprar os bilhetes individuais e combinados no local ou on-line.

Padrão dos Descobrimentos

O monumento de 56 metros de altura caracteriza uma caravela e seus navegadores mais famosos. Estão ali personagens ilustres da terrinha como Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões e Vasco da Gama. Construído em 1940 à beira do Rio Tejo e a poucos metros da Torre de Belém, o Padrão do Descobrimento evoca a expansão ultramarina portuguesa.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

Lisboa bairro a bairro Torre de Belem e Padrao dos Descobrimentos

Av. Brasília, s/n. Entrada € 3. Crianças menores de 12 anos não pagam. De terça a domingo, das 10h às 18h. (19h no verão). De abril a setembro também abre à segundas.

Museu Coleção Berardo 

Um dos poucos centros culturais gratuitos de Lisboa, o museu reúne mais de 800 obras do milionário José Berardo. A coleção de arte moderna e contemporânea representa cerca de 70 correntes artísticas e traz nomes como Joan Miró, Pablo Picasso, Andy Warhol, Piet Mondrian, Frank Stella, entre outros. O local é maravilhoso e superbem distribuído. Está em uma das alas do Centro Cultural de Belém. Do terraço você tem uma linda vista do Mosteiro dos Jerónimos.

Praça do Império. De terça a domingo, 10h às 19h. Fecha no dia 25 de deszembro. Abre no dia 1º de janeiro (12h às 19h). Grátis. Algumas exposições temporárias podem ser cobradas à parte. Oferece cadeiras de rodas para empréstimo na recepção. A fofa – e cara – loja do museu funciona todos os dias, 10h às 19h.

Museu Nacional dos Coches 

Por ser tão singular (expõe carruagens, carros e carrinhos de passeios usados pelos reis há séculos), o Museu dos Coches é uma das visitas mais pitorescas de Lisboa. Além dos veículos, o local reúne, ainda, acessórios de cavalaria, cortejo e fardamento típico da Corte. Visitei o acervo em 2006. Nessa minha última vez na cidade não refiz o passeio. Mas você pode ver tudim o que o museu oferece neste post da Camila Navarro do blog Viaggiando. Está recheado de fotos. Corre lá. 

Praça Afonso de Albuquerque. De terça a domingo, 10h às 18h. Entrada: € 5. Pessoas com mais de 65 anos têm 50% de desconto. Crianças menores de 14 anos não pagam. Gratuitos aos domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas, domingo de Páscoa, 1º de Maio, Natal e Ano Novo.

+ Walking tour pela Torre de Belém com guia em inglês

Ponte 25 de abril

Em Belém você tem uma bela vista da ponte suspensa mais alta da Europa, a 25 de Abril. A enorme estrutura vermelha de ferro lembra muito a Golden Gate de São Francisco (foram projetadas pela mesma empresa). Tem mais de dois quilômetros e está a 70 metros acima do Tejo.

ONDE COMER

A rede de restaurante e cervejaria Portugália tem uma unidade aqui, próxima ao Padrão dos Descobrimentos. A casa é conhecida pelos seus suculentos bifes e pela tradicional Acorda de Camarão. Não é uma comida extraordinária, mas você come bem, pagando o justo.

Se você busca um momento-extravagância e prefere um lugar mais sofisticado com alta gastronomia portuguesa (sem ir à falência) vá ao A Commenda, restaurante do Centro Cultural de Belém. O gasto médio por pessoa é de € 30. Aos domingos serve o famoso Cozido à Portuguesa. Oferece uma vista linda do Tejo e da Ponte 25 de Abril. Veja horário de funcionamento aqui.

pasteis 2

Já a sobremesa deixe para a Antiga Confeitaria de Belém (também conhecida simplesmente como “Pastéis de Belém) que produz, com uma receita secreta há séculos, um dos mais saborosos pastéis de nata do país. (Falamos dela aqui.)  O local também oferece sanduíches e salgados. É possível fazer um lanche completo por menos de € 10.

ONDE COMPRAR

Não vejo Belém como uma região propícia para compras. Talvez saindo dos arredores dos atrativos existam algumas lojinhas interessantes. Mas em todas as vezes em que estive aqui nunca saí muito da região turística.

Lisboa bairro a bairro Belem Souvenir

A loja do Museu Berardo é ótima. Traz objetos de design, livros e catálogos. Mas tem preços acima da média. No entanto, há coisinhas miúdas como lápis, canetas, blocos e chaveiros personalizados com o logo do museu que podem se transformar em lembrancinhas bacanas.

A Antiga Confeitaria de Belém também vende os pastéis de nata para viagem em lindas embalagens. O detalhe é que eles duram, no máximo, três dias. Ou você compra para comer durante o passeio ou se quiser presentear um amigo, é melhor comprar no dia em que estiver voltando ao Brasil!

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

ONDE FICAR

Belém é um bairro afastado do “centro” de Lisboa. Portanto, não vejo muita vantagem em se hospedar aqui. A grosso modo seria mais ou menos como ir ao Rio de Janeiro e se hospedar na região metropolitana da cidade. São 25 minutos de distância do Terreiro do Paço (Praça do Comércio) a Belém.

Alfama está a 35 minutos com transporte público. Fazer essa pequena viagem duas vezes no dia não vai incomodar. Mas toda vez que você quiser ir a qualquer outro bairro mais central como Baixa, Chiado e Bairro Alto terá que incluir esse tempo de locomoção. E não pense que por isso o bairro seja, assim, mais tranquilo. Belém está sempre cheio de turistas.

Caso faça questão, a região oferece hospedagem para todos os bolsos. O simpático hostel Famous Crows tem quartos privativos ou compartilhados e inclui café da manhã. Está a 300 metros do Mosteiro dos Jerónimos. O quarto duplo com banheiro sai a partir de € 50.

Podendo gastar um pouco mais, opte pelo contemporâneo e elegante Hotel Jeronimos 8. (Ao lado do mosteiro). Quartos novos e decoração moderna. Oferece farto café da manhã. Quarto duplo a partir de € 120.

COMO CHEGAR A BELÉM

Eléctrico (bonde): 15E. Autocarro (ônibus): 727, 728, 729. Comboio (trem): Estação Belém. (Para chegar aos principais atrativos pegue o bondinho na Praça da Figueira ou no Terreiro do Paço. )

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Chiado e Bairro Alto

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

____________________________

Pagamos todas as nossas despesas de viagem. Sempre nos hospedamos e comemos anonimamente nos locais indicados. A proposta é mostrar uma resenha íntegra e isenta do lugar. Aqui, você pode confiar!

Disclaimer | Este post contém links para o Booking.com (parceiro comercial do blog) inseridos espontaneamente pela autora.
____________________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner Guia Lisboa 2014

 

Share
quinta-feira, 13 de março de 2014

Lisboa bairro a bairro | Baixa

Lisboa bairro a bairro Baixa Pastelaria

Entendo a região da Baixa como o centro propriamente dito de Lisboa. Não dá para chamar exatamente de Centro Histórico porque, à exceção do Parque das Nações, quase todos os bairros da cidade são seculares. Mas sabe aquela região da sua cidade onde se concentram os artistas de rua, grupos de senhores aposentados ou onde acontecem festas populares e protestos? Então, na capital portuguesa é na Baixa.

Lisboa bairro a bairro Baixa Azulejos

O bairro também é conhecido como Baixa Pombalina, uma homenagem ao Marques de Pombal, primeiro ministro que reconstruiu a região depois do terremoto de 1755. Foi o primeiro planejamento urbano neoclássico da Europa e a primeira construção antissísmica em grande escala do mundo.

Lisboa bairro a bairro Baixa frutas

O traçado moderno com ruas largas ajudou a projetar a Avenida da Liberdade, uma das mais aristocráticas da capital portuguesa. A Baixa é formada pela clássica Rua Augusta e algumas das mais antigas praças do país.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

O QUE FAZER

Elevador Santa Justa 

O elevador foi projetado por Raoul Mesnier du Ponsard que, especula-se, teria sido um dos alunos de Gustave Eiffel – sim, o cara que deu nome à torre mais famosa do mundo. Mas essa ligação nunca foi provada. Trata-se de uma estrutura em ferro, estilo neogótico que sai da Rua do Ouro (na Baixa) e vai a 45 metros de altura até chegar ao Largo do Carmo (no Chiado), pracinha onde aconteceu a Revolução dos Cravos.

Lisboa bairro a bairro Baixa Elevador de Sta Justa

Elevador Santa Justa Vista do Mirante Praca do Rossio

Elevador Santa Justa Vista do Mirante Rio Tejo

Do alto você vislumbra a cidade de um lado, o Rio Tejo do outro e o Castelo de São Jorge bem ao meio. Rua do Ouro, s/n. Funciona todos os dias das 7h às 23h (até 21h45 no inverno). Bilhete: € 5 para subir e descer, inclui acesso ao miradouro. Ou o valor de uma passagem de metrô – € 1,40 – caso você tenha o cartão de transporte Viva Viagem, adquirido nas estações de metrô. Neste caso, paga-se mais € 1,50 para ir até o mirante. Metrô Baixa-Chiado ou Rossio.

Praça da Figueira

É um dos melhores pontos para visualizar as muralhas do Castelo de São Jorge, lá no alto da colina de Alfama. A Praça da Figueira abriga, ainda, a Confeitaria Nacional, de 1829, um dos cafés mais antigos da capital. O local tem linda arquitetura interna e um salão no segundo andar onde servem comida portuguesa a ótimos preços, principalmente na hora do almoço.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

Lisboa bairro a bairro Baixa Ginginha

Praça dos Restauradores

O obelisco monumental no centro da praça é uma homenagem à restauração da coroa portuguesa após 60 anos de domínio espanhol. Daqui parte um dos mais emblemáticos elevadores de Lisboa, o Elevador da Glória (bondinho) que liga a Baixa ao Bairro Alto. Na Praça dos Restauradores há vários bares e restaurantes, entre eles, o Hard Rock Café, instalado num antigo cinema.

Lisboa bairro a bairro Baixa Elevador da Gloria

Praças Imperiais

A Baixa concentra duas das principais praças de Lisboa. A Praça do Comércio (também chamada de Terreiro do Paço) e a Praça Dom Pedro IV (conhecida como Rossio). Ambas possuem comércio, cafés e restaurantes.

Lisboa bairro a bairro Baixa Terreiro do Paco

O Terreiro do Paço é o lugar ideal para você tirar sua melhor foto do Arco da Rua Augusta. Mas na minha última visita à cidade o arco passava por uma restauração e estava todo cercado por andaimes.

O local também abriga o Lisbon Story Centre, um centro multimídia que conta a história da capital. Aqui fica o tradicionalíssimo café Martinho da Arcada, um dos lugares preferidos de Fernando Pessoa. A mesinha onde ele se sentava está preservada até hoje. Abre todos os dias das 12h às 14 e das 19h às 22h. Metrô Terreiro do Paço.

Matraqueando Instagram

Lisboa bairro a bairro Baixa Praca do Rossio Dia

Já a Praça do Rossio, ligada ao Terreiro do Paço pela Rua Augusta, também tem o seu café histórico. O Café Nicola, estilo Art Deco, era bat-ponto do poeta Manuel Bocage, o principal representante do arcadismo português. A especialidade da casa é o “Bife à Nicola”. Funciona todos os dias das 8h às 0h.

Lisboa bairro a bairro Baixa Estacao de Trem do Rossio

No centro do Rossio ergue-se a estátua de Dom Pedro IV (nosso Dom Pedro I). Ao redor ficam o Teatro Nacional Dona Maria II e a lindíssima Estação do Rossio (foto acima), de onde saem os trens para Sintra. Metrô Rossio. Lisbon Story Centre É a melhor novidade turística da capital na última década.

É um centro tecnológico e multimídia que conta a história de Lisboa desde a fundação, passando pelos principais acontecimentos da capital até chegar aos dias de hoje. O centro de interpretação tem salas que reproduzem sons, cheiros e até o terremoto de 1755, a grande tragédia da cidade. (Veja o relato da nossa visita aqui.)

Lisboa Story Centre  Como chegar

Praça do Comércio, 78. Metrô Terreiro do Paço. Diariamente, das 7h às 20h. Entrada: € 7. Estudando menores de 16 anos e pessoas com mais de 65 pagam € 5. Crianças de 6 a 15 pagam € 3. Menores de 5 anos não pagam. 

Parque Eduardo VII

É quase um Parque Ibirapuera dos lisboetas. Esta grande área verde fica numa das regiões mais frenéticas da cidade. O nome do parque homenageia um antigo rei… inglês! Tem lago com carpas e um parque para as crianças brincarem. Avenida da Liberdade, s/n. Diariamente, 9h às 17h30 (até 16h30 no inverno). Metrô Parque ou Marquês de Pombal.

Exibir mapa ampliado

ONDE COMER

A região está repleta de restaurantes populares, com farta comida e ótimos preços. O Taverna Imperial (que já ganhou post próprio) fica na Praça dos Restauradores. O cardápio é extenso. A Caldeirada de Bacalhau para dois sai por módicos € 7,50.

Lisboa bairro a bairro Baixa Restaurante Leao de Ouro

A poucos passos dali está o Restaurante Leão d’Ouro,  quase ao lado da Estação do Rossio. O ambiente, superagradável, tem as paredes azulejadas. Um casal come aqui fartamente, incluindo vinho, por  menos de € 20.

Se quiser poderá optar pelo “Buffet Livre” com saladas, sopas, peixe e diversos tipos de carne grelhada, comendo à vontade por um preço fixo: € 6,90 almoço (durante a semana) e € 7,90 o jantar.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Lisboa bairro a bairro Baixa Cafe Martinho da Arcada

O Café Martinho da Arcada, no Terreiro do Paço, tem preços acima da média por conta do frenesi turístico que ronda o lugar. Mas  se você quiser comer no mesmo lugar onde Fernando Pessoa passava as tardes peça os “minipratos” (porções menores) como a Vitela fatiada à Martinho ou Leitão de Negrais Guarnecido  por € 5,25 cada.

A Tasca d’Lyon, na Rua dos Sapateiros, apareceu no meu roteiro sem querer. Acabei comendo lá duas vezes. E tenho saudades até hoje do taglietele de camarão do lugar. (O restaurantinho já até entrou na nossa lista de onde comer bem e barato em Lisboa).

No menu você poderá escolher entre carne, peixe, bacalhau, frutos do mar e massas. A média dos pratos é de € 9. Mas no almoço tem um Menu Fixo com dois pratos (peixe ou carne mais salada) e café por incríveis € 5.

Pastel de Belem Nata Lisboa Matraqueando

E para comer o melhor pastel de belém da cidade vá ao Nata Lisboa que tem uma unidade na Rua da Prata, 78. Já falamos mais dele aqui.

ONDE COMPRAR

A Conserveira de Lisboa é uma das lojas mais fofas da cidade. Fundada nos anos 30, oferece até hoje os mesmos produtos desde que abriu: as tradicionais conservas portuguesas. São embalagens antigas, no melhor estilo retro. Até a caixa registradora de madeira original permanece a mesma. Rua dos Bacalhoeiros, 34.

Na Rua da Conceição (entre as ruas da Prata e Augusta) há um conglomerado de retrosarias, o nosso Armarinho, casas que vendem lãs, linhas, barbantes, máquinas de costura e aviamentos em geral. Uma perdição para quem gosta de trabalhos manuais como tricô, crochê e bordados. Uma das mais conhecidas é a Retrosaria da Lara, há mais de 50 anos no mesmo endereço.

Lisboa bairro a bairro Baixa Cartao Postal

A Rua Augusta é o calçadão lisboeta. Tem todo o tipo de comércio como lojas de roupas, sapatos, vendedores de flores e de castanhas assadas. Se existe algum lugar na cidade onde você vai encontrar músicos independentes e estátuas vivas nas mais variadas performances… será aqui. As ruas paralelas à Augusta ganharam nomes dos ofícios ou materiais que há séculos circularam na região: Rua dos Sapateiros, Rua dos Bacalhoeiros, Rua do Ouro, Rua da Prata, entre outras.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

ONDE FICAR

A vantagem de ficar hospedado na Baixa é que você estará muito próximo do Chiado – pagando geralmente uma diária mais em conta – com fácil acesso aos bairros Alfama, Belém e a outros atrativos turísticos. Meu último achado muquiranístico foi o Golden Tram 242 Lisbonne Hostel.  O hostel fica quase em frente ao Elevador de Santa Justa (portanto, a 100 metros do Chiado) e foi inaugurado há menos de um ano.

Tem dormitórios coletivos a partir de € 16 por pessoa e quartos duplos a partir de € 60 com banheiro privado. Novíssimo e com café da manhã incluído. Veja nosso post sobre o Golden Tram aqui.  (Você até encontra hospedagem dupla mais em conta no Chiado, mas quase sempre com o banheiro compartilhado.)

Goldem-Tram-Hostel-Lisboa-Hospedagem-boa-e-barata-em-LisboaGolden Tran 242 Lisbonne Hostel

Se sua ideia é passar mais de uma semana na cidade talvez compense alugar um apartamento. O Lisbonaire Apartments  foi o melhor custo-benefício que encontrei. Tinindo de novo, apartamentos amplos, lindamente decorados por designers portugueses e cozinha completamente equipada.

(Veja como foi nossa experiência no apartamento  aqui). O metrô está praticamente na porta. A partir de € 35 por pessoa. O apartamento quádruplo sai por € 125. Corre lá reservar porque o Lisbonaire é disputadíssimo.

Lisbonnaire-Apartaments-Lisboa-Quarto-casalLisbonaire Apartments

Bem em frente ao Parque Eduardo VII (a três estações de metrô do Rossio) está a Wallis Guest House.  Para quem não sabe a guest house é um ambiente familiar transformado para receber hóspedes. Você tem direito às chaves e, em alguns casos, a determinados serviços incluídos.

Tem quartos individuais a partir de € 20 e de casal a partir de € 30 com banheiro compartilhado. Tudo recém-reformado e com cozinha disponível para os hóspedes. Recomendadíssimo. (Veja meu relato completo sobre o lugar). Ah, eu fiz uma pesquisa pelo Booking.com (parceiro do Matraqueando) com entrada na Wallis Guest House em outubro de 2014 o quarto duplo aparece por míseros € 19. 😀

COMO CHEGAR À BAIXA

Metrô: Terreiro do Paço, Rossio e Restauradores.

Autocarro (ônibus) 728, 732, 735, 759, 760, 781,781.

Eléctrico: E15 e E25.

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Chiado e Bairro Alto

Belém

Parque das Nações

Posts relacionados

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

________________
Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados

Banner Guia Lisboa 2014

Share
terça-feira, 11 de março de 2014

Lisboa bairro a bairro | Chiado e Bairro Alto

Largo do Carmo Lisboa

A região mais artística e cosmopolita de Lisboa chegou a ser devastada por um incêndio em 1988. Embora tenha perdido na tragédia parte dos edifícios Art Nouveau do século 18, o Chiado foi reconstruído e remodelado com a ajuda do super-top-mega arquiteto português Álvaro Siza Vieira.

Lisboa bairro a bairro Chiado fachadas

Hoje, abriga cafés, teatros, galerias, lojas e a ancestral Livraria Bertrand, aberta desde 1732. O centenário Café à Brasileira com a famosa estátua de Fernando Pessoa fica na Rua Garret, uma das mais vibrantes da região. Na obra Os Maias, o escritor Eça de Queiroz faz diversas referências ao Chiado e ao Grêmio Literário, uma espécie de clube de intelectuais da época.

Lisboa bairro a bairro Bairro Alto Santo Antonio

Já o Bairro Alto, considerado a zona boemia de Lisboa, é uma espécie de extensão do Chiado. É frequentado por intelectuais, artistas, designers e, claro, atrai turistas em busca de agito e bons restaurantes. Vanguardista, a região tem intensa vida cultural e noturna.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

O QUE FAZER

Rua Garret 

É a principal artéria do Chiado. Já foi polo intelectual de Lisboa no século 20 e hoje é ponto de encontro para uma birita antes do jantar que, provavelmente, vai acontecer no vizinho Bairro Alto. A via, cheia de prédios Art Nouveau, acolhe diversas livrarias importantes e centenárias, entre elas a  Bertrand (nº 73) , a primeira da cidade — fundada há mais de 280 anos. (Há uma filial no Centro Cultural de Belém.)

Lisboa bairro a bairro Chiado Cafe a Brasileira

O Café À Brasileira (nº 120) é outro ícone da rua. Era aqui que se reuniam as grandes personalidades da cultura portuguesa como o escritor Fernando Pessoa. A estátua do poeta que fica em frente ao café é ponto estratégico para aquela foto jacu que você vai levar feliz da vida para casa.

O Chiado é um centro de compras e algumas das principais e mais descoladinhas lojas da cidade estão na Rua Garret. (Veja mais abaixo em Onde Comprar).

Igreja e Convento do Carmo

Construído no século 14, o templo foi completamente destruído no terremoto de 1755. Era a principal igreja gótica da capital. Sobraram apenas as ruínas do prédio. A catástrofe acabou deixando uma estética ímpar com arcos em formas de ogivas erguidos no meio do nada. (Veja meu relato completo sobre o convento aqui).

Ruinas do Carmo Lisboa - Como Chegar 3

No local você pode visitar também o Museu Arqueológico do Carmo que traz uma maquete da igreja como ela era, uma exposição de peças pré-históricas portuguesas, túmulos góticos, romanos e até múmias! Largo do Carmo. Tel. +351 213 478 629. Horário: outubro a maio, 10h às 18h e junho a setembro, 10h às 19h. Não abre aos domingos, Natal, Ano Novo e 1º de maio. Entrada: € 3.  

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui! 

Largo do Carmo

Fica em frente à igreja e convento do Carmo. Essa simpática praça foi palco da célebre Revolução de 25 de Abril de 1974. Uma dissidência das forças armadas, com o apoio do povo, derrubou a ditadura e deu início à democratização do país.

Largo do Carmo Lisboa Portugal

Não houve mortos ou feridos durante o protesto. Nos dias que sucederam à revolta, as espingardas dos soldados em vez de balas tinham cravos nas pontas. Por isso, a manifestação ficou conhecida como a Revolução dos Cravos.

Praça Luís de Camões

Separa o Chiado do Bairro Alto. Bem no centro da praça há uma estátua do poeta imortal Luís de Camões, autor d’Os Lusíadas. O consulado do Brasil está aqui. O Eléctrico 28 (bondinho) tem ponto de parada na praça.  Uma das unidades da padaria A Portuguesa (que mencionamos no post onde comer bem e barato em Lisboa) está em frente à praça.

Lisboa bairro a bairro Praca Luis de Camoes

Museu São Roque 

O Museu de São Roque é um dos mais antigos de Lisboa. Quando foi aberto ao público em 1905 o acervo destacava a arte italiana. Com o passar dos anos o museu se transformou em referência em arte sacra. A visita está divida em cinco núcleos temáticos, dispostos em ordem cronológica: Ermida de São Roque, Companhia de Jesus, Arte Oriental, Capela de São João Batista e Santa Casa de Misericórdia de Lisboa. O museu conta ainda com loja e cafeteria.

Lisboa bairro a bairro Chiado Museu Sao Roque Acervo

Largo Trindade Coelho. Metrô Baixa-Chiado ou Eléctrico 28.  Horário: segunda-feira, 14h às 19h e terça a domingo, 10h às 19h (abril a setembro). Fecha na Páscoa, Natal, Ano Novo e 1º de Maio. Atenção, no inverno (outubro a março) o museu abre mais tarde e fecha mais cedo. Consulte o site antes de ir. Entrada: € 2,50. Pessoas com menos de 14 anos e mais de 65 não pagam. Grátis aos domingos até às 14h. Oferece visita guiada gratuita, mas é necessário marcar com antecedência pelo e-mail info@museu-saoroque.com.

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra Portugal com mais economia

Miradouro de Santa Catarina

Já no Bairro Alto este mirante proporciona uma bela vista da margem sul do Tejo. A alameda que circunda o local está passando por reformas. Se chegar até aqui aproveite para visitar o Museu da Farmácia que fica logo em frente e traz 5 mil anos de história da Saúde, desde os egípcios até os dias atuais!

Lisboa bairro a bairro Bairro Alto Miradouro de Santa Catarina Rio Tejo


Exibir mapa ampliado

ONDE COMER

Se você estiver cansado de bacalhau e quiser apostar na boa comida indiana conheça o Restaurante Calcutá. O ambiente é ótimo e a comida, sensacional. Prove o Daal Gosh (cubos de carne de cabrito, lentilha, cebola, tomate, alho e gengibre) por € 9,50. A sobremesa Mohanthar (tradicional doce de farinha de grãos com amêndoas) sai por € 1,50. Também oferece pratos vegetarianos a partir de € 7,50.

trindade 4

Para seguir a tradicional cozinha portuguesa visite a secular Cervejaria Trindade (foto acima), que já entrou na nossa lista de onde comer bem e barato em Lisboa. O restaurante está num antigo convento do século 13 e funciona desde 1836. Serve carne, frutos do mar, peixes e sanduíches. O bife de porco à trindade sai por € 10,95. O menu do dia (servido somente de segunda a sexta) com pão, manteiga e azeitonas, croquete de bacalhau, bife à portuguesa ou bacalhau à são brás, mais bebida e sobremesa sai por  € 18.  Dá para duas pessoas.

Já uma Tasca modesta, mas clássica, é o Antigo 1º de Maio (Rua da Atalaia, 8 – Bairro Alto. Tel. +351 213 426 840. Aceita reservas. ) Serve comida caseira e típica como o coelho à lantejana. O ambiente é simples e apertado. Chegue cedo porque costuma lotar. Refeição completa — com bebida e sobremesa — fica em média € 15.

+ Ônibus Hop On Hop Off: a maneira mais econômica de conhecer Lisboa para quem tem pouco tempo na cidade

ONDE COMPRAR

O Chiado é marcado por lojas de estilistas nacionais e internacionais, o que dá um ar cosmopolita à região. Você vai encontrar desde à nossa já conhecida Zara (Rua Garret, 1) até a marca Ana Salazar (Rua do Carmo, 87), a pioneira da moda portuguesa.

A Vida Portuguesa Sabonetes Claus Porto

A Vida Portuguesa, uma mistura de empório com mercearia, vende produtos que fizeram sucesso em outras épocas como o sabonete Claus Porto, o Phebo deles. (Veja nosso post com mais fotos sobre o lugar aqui).

Ainda nesta linha retro tem a Vintage Bazaar. Vende roupas femininas, infantis, acessórios e objetos de decoração no melhor estilo brechó-chique.

Na mesma rua está  a fofa Organii, especializada em cosmética biológica. São produtos naturais para a pele livre de pesticidas ou herbicidas. Tem filiais em outros bairros da cidade.

A galeria Armazéns do Chiado tem três andares de lojas óbvias, mas vale a visita para conhecer uma construção histórica totalmente recuperada após o incêndio da década de 80.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

ONDE FICAR

Para mim, que gosto de ter tudo por perto, o Chiado é um dos melhores lugares para se hospedar em Lisboa. O detalhe é que não sou somente eu que acho isso. O bairro é disputado por todo tipo de viajante, do mochileiro ao turista de luxo. Por isso, até as hospedagens mais simples podem ter preços acima da média.

Lisboa bairro a bairro Bairro Alto Elevador

O conhecido Shiado Hostel (com a excelente nota 8,8 no Booking.com) oferece quarto de casal com banheiro compartilhado a partir de € 52. . Já no fofo Passport Lisbon Hotel (bem na Praça Luís de Camões) o quarto de casal com banheiro privativo sai a partir de € 65.

Dos hotéis que visitei na região, o MyRoom ficou na minha memória. Está no primeiro andar de um edifício do século 19 e fica na mesma rua da Cervejaria Trindade. Os quartos possuem decoração renovada (tudo cheira a novo) com uma varandinha ensolarada. Tem cozinha equipada à disposição dos hóspedes. Quarto duplo com banheiro compartilhado a partir de € 46.

Lisboa bairro a bairro Chiado como chegar

Agora, se sua ideia é enfiar o pé no beliche e investir num momento de extravagância fique sem medo no Lisboa Carmo Hotel (nota 9,1 no Booking). Os quartos superiores oferecem vista para o Rio Tejo e centro histórico de Lisboa. Diárias para casal a partir de € 160 com café da manhã incluído e a opção de ser servido no quarto. #EuQuero

Nota: os links da hospedagem levam ao Booking.com, parceiro do Matraqueando e onde faço minhas reservas há anos. O sistema não cobra taxa e tem cancelamento grátis em todos os hotéis selecionados aqui. :)

Lisboa bairro a bairro Chiado lojas

COMO CHEGAR AO CHIADO E BAIRRO ALTO

Metrô: Baixa-Chiado (linha azul) e Eléctrico 28 (bondinho).

IMPORTANTE | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, luxo, viajante solo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Posts relacionados

A Vida Portuguesa: loja vintage imperdível no coração do Chiado

Igreja e Convento do Carmo: as ruínas enigmáticas de Lisboa

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Viagens e passeios de um dia saindo de Lisboa

Excursão com grupo reduzido a Fátima, Nazaré e Óbidos

Excursão com grupo reduzido para Sintra e Cascais

Passeio para conhecer Tomar, cidade dos Templários

Viagem de um dia ao Parque Natural da Arrábida  e Sesimbra

Passeio de um dia em Évora com degustação de azeites

Excursão privada pela Região do Ribatejo com degustação de vinhos

Viagem de meio dia por Sintra, Palácio da Pena e Cascais

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

Compre aqui seu ingresso antecipado e evite filas

Oceanário de Lisboa

+ Lisboa Card: compre seu passe turístico antecipado e já retire no aeroporto assim que chegar

+ Tour de bicicleta em Lisboa

+ Walking tour pela Baixa, Chiado e Alfama

+ Walking tour em Belém visitando os principais monumentos do bairro

+ Ônibus Hop On Hop Off em Lisboa com desconto

+ Pacote 4 em 1: 3 passeios em ônibus panorâmico e um passeio em bonde histórico

___________________________________

Fotos: Sílvia Oliveira. Todos os direitos reservados.

Banner-venda-Lisboa1
Disclaimer | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda  a manter o blog com dicas fresquinhas e gratuitas, além de não pagar nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉
Share
domingo, 09 de março de 2014

Lisboa bairro a bairro | Alfama

Lisboa bairro a bairro Alfama Miradouro das Portas do Sol

A capital portuguesa possui bairros emblemáticos e com características próprias. Alfama é o mais tradicional deles e, também, o mais antigo da cidade. A região está cheia de escadinhas e ruelas pitorescas, onde portinhas singelas podem esconder as melhores casas de fado do país.

Lisboa bairro a bairro Alfama Como chegar

O melhor passeio aqui é se perder pelo labirinto medieval do bairro, que lembra muito uma tradicional aldeia portuguesa com roupas balançando nos varais improvisados nas janelas. Construções antigas são disputadas pelo comércio que já não tem mais para onde crescer. Carros circulam com dificuldade e, em alguns pontos, só se chega a pé.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Lisboa bairro a bairro Alfama Como ir

Alfama tem um dos mais lindos mirantes de Lisboa e abriga o célebre Castelo de São Jorge. O bairro escapou ileso do terremoto de 1755 que devastou parte da cidade. Ao contrário do Chiado ou Bairro Alto, aqui a vida segue em ritmo mais lento sob o cheiro de sardinhas e castanhas portuguesas assadas.

O QUE FAZER

Castelo de São Jorge

Esta imponente fortaleza foi construída na época dos visigodos, seja lá o que isso queira dizer. É tão antigo e tem tanta história que está para Lisboa assim como as Pirâmides estão para Gizé. Fenícios, gregos, cartagineses e romanos começaram a deixar rastros por aqui no século VI antes de Cristo.

Lisboa bairro a bairro Alfama Castelo de Sao Jorge

No entanto, foram os árabes muçulmanos — lá por volta do ano 711 D.C — que deram essa cara moura à construção. Tanto que o nome do bairro deriva do árabe “al-hamma” que significa banhos ou fontes. Quando Dom Afonso Henriques, rei de Portugal comandou a retomada do forte, durante as sangrentas cruzadas, o Castelo de São Jorge passou a ser o Paço Real, ou seja, a casa do Rei.

Hoje abriga exposições, museus e eventos culturais. De lá dá para ver toda a cidade com o lendário Rio Tejo ao fundo. Rua de Santa Cruz, s/n. Tel. +351 218 880 620. Horários: novembro a fevereiro, 9h às 18h e março a outubro, 9h às 21h. Fecha no Natal, Ano Novo e 1º de Maio. Entrada: € 7,50. Pessoas com menos de 25 anos e mais de 65 pagam € 4. Crianças até 10 anos não pagam.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

Miradouro de Santa Luzia e Miradouro das Portas do Sol

Lisboa bairro a bairro Alfama Miradouro das Portas do Sol 1

Ambos oferecem uma vista privilegiada de Alfama e do Tejo. O pôr do sol aqui é um dos mais bonitos da cidade. O eléctrico 28 (bondinho que você usa para chegar a Alfama) para em frente do Portas do Sol. Já o Miradouro de Santa Luzia está a poucos passos dali.

Museu de Artes Decorativas Portuguesas

Lisboa bairro a bairro Alfama Museu de Arte Decorativa

Para quem gosta de design e decoração de ambientes. Abriga a coleção doada pelo milionário português Ricardo do Espírito Santo. O acervo do museu está organizado em vários espaços de acordo com determinadas épocas. Faz lembrar como funcionava uma casa fidalga portuguesa.

Não é permitido filmar nem tirar fotos. Localização: Largo das Portas do Sol, 2 (em frente ao mirante). Tel. +351 218 881 991. Horário: todos os dias (menos terça-feira) das 10h às 17h. Fecha no Natal, Ano Novo e 1º de Maio. Entrada: € 4.

Catedral da Sé

Subindo a ladeira em direção ao Castelo de São Jorge (a pé ou com o Eléctrico 28), a primeira parada é a Catedral da Sé. Construída sobre uma antiga mesquita, o templo abriga a pia onde Santo Antônio foi batizado. Para quem não sabe, Santo Antônio de Pádua, o casamenteiro, era português. Nasceu e cresceu aqui. Só depois foi viver na Itália. É o santo padroeiro de Lisboa.

Lisboa bairro a bairro Alfama Catedral da Se

A catedral passou por várias remodelações, reformas (foi bastante afetada no terremoto de 1755), o que fez dela uma mescla de estilos arquitetônicos. Os traços da igreja fazem jus aos modelos românico, gótico e barroco. É considerada Monumento Nacional desde 1910. Largo da Sé. Tel.  +351 218 866 752. Abre todos os dias das 9h às 19h. Grátis.

Panteão Nacional

A construção é um marco da arquitetura barroca. O edifício, que teve a pedra fundamental lançada em 1638, demorou quase 300 para ficar pronto. Originalmente era para ter sido a Igreja de Santa Engrácia, mas o templo nunca chegou a receber um culto.

Hoje, abriga os túmulos de ex-presidentes e da cantora de fado Amália Rodrigues – a Elis Regina dos portugueses. Fica no Campo de Santa Clara, a uma quadra de onde acontece a Feira da Ladra. Horário: terça a domingo, 10h às 17h. Entrada: € 3. Grátis domingos e feriados até às 14h.

+ Ônibus Hop On Hop Off: a maneira mais econômica de conhecer Lisboa para quem tem pouco tempo na cidade

Feira da Ladra

Feira-da-Ladra-Lisboa-Garrafinhas-Antigas

É o mercado de rua mais popular e antigo de Lisboa. (Veja nosso relato completo aqui).  Já foi uma feira itinerante. Começou no século 13 e passou por diversos bairros da cidade. Aqui você encontra relíquias em louças, moedas imperiais e objetos antigos.

Mas nem só de antiguidades vive a Feira da Ladra. Há uma ala inteira para colecionadores de badulaques, velharias e balangandãs. Fica no Campo de Santa Claro, bem próximo ao Panteão Nacional. (Pegue o Eléctrico 28 na Praça Martim Moniz em direção à Graça e desça no Largo de São Vicente). Funciona religiosamente às terças e sábados, das 8h às 16h.

Museu do Fado

É o tipo de museu que eu adoro. Reúne de forma didática e objetiva um pedaço da memória do país. Mostra como o Fado se tornou parte indissociável da história da música portuguesa. O circuito é relativamente rápido e você pode fazê-lo com um audioguia que está incluído no valor da entrada. Embora fique dentro do bairro Alfama já está próximo ao Terreiro do Paço, na Baixa. Largo do Chafariz de Dentro, 1. Metrô Santa Apolônia. Terça a domingo, 10h às 18h. Entrada: € 5.

Para ter uma experiência melhor nessa região, faça aqui o download do mapa de Lisboa. Há opções para imprimir ou usar em smartphone, tablets e computadores.

ONDE COMER

Alfama é o bairro que mais acumula Tascas (o botequim português) por metro quadrado. É onde você vai para tomar cerveja e beliscar algo. Muitos desses estabelecimentos também oferecem refeições. Uma das mais tradicionais na região é a Tasca do Chico  (que também tem uma unidade no Bairro Alto). Funciona de quinta a domingo, das 19h às 24h. Reservas pelo tel. +351 961 339 697. Chegue cedo porque o lugar é pequeno e sempre lota.

Muito se fala no Chapitô   —  uma mistura de teatro, circo e restaurante — que oferece uma linda visto do rio Tejo. Mas acho que cobra caro demais pelo que oferece. (Um sanduíche simples e pequeno de presunto e queijo pode sair por € 12.)

Lisboa bairro a bairro Alfama Onde Comer

Eu prefiro o Pateo 13 que, embora não seja baratíssimo se compararmos a esta lista de lugares bons e econômicos para comer em Lisboa, oferece um ambiente externo agradável e você pode ver a preparação dos pratos. O menu turístico, geralmente servido no almoço, está € 14. Inclui entrada, prato principal, bebida, sobremesa e café. Calçadinha de Santo Estevão, 13. Tel. +351 218 882 325. Abre de terça a domingo, 12h  às 23h. No verão fecha à meia-noite.

ONDE COMPRAR

O bairro não tem tradições de compras, mas se quiser levar alguma recordação ou souvenir conheça o Alfama Shop uma loja com a cara da região. Está cheia de símbolos da cidade e de Portugal que vão muito além do clássico Galinho de Barcelos como as chitas de Alcobaça e os bordados de Viana.

Lisboa bairro a bairro Alfama Vista do Miradouro

Vende também posters de fado, camisetas e lindas bolsas ecológicas (de pano) com estampas criativas dos atrativos de Lisboa.  Rua dos Remédios, 165-171. A 500 metros da estação de metrô Santa Apolônia e a 300 metros da Tasca do Chico. Abre de segunda a sábado, 9h às 23h e domingo, 9h às12h30. No inverno fecha às segundas.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

ONDE FICAR

Nunca fiquei hospedada em Alfama, mas numa busca rápida no Booking.com (parceiro do blog) encontrei algumas opções sensacionais com ótima avaliação dos hóspedes e preços excelentes. O Lisbon Soul Hostel fica a 300 metros do Castelo de São Jorge e tem suítes para casal a partir de € 45. Oferece wi-fi grátis e a cozinha equipada está disponível para o hóspede.

Lisboa bairro a bairro Alfama Vista do Castelo Sao Jorge

Agora, se o que você busca é um momento de extravagância fique no chiquérrimo Solar do Castelo, um quatro estrelas ecológico instalado entre as muralhas do Castelo de São Jorge. Tem paredes de pedra e decoração contemporânea. Veja fotos aqui. Quarto duplo pela bagatela de € 215. Vale uma noite romântica!

COMO CHEGAR AO BAIRRO ALFAMA

Autocarro (ônibus) 737 e Eléctrico (bonde) 12 e 28. Importante: para ir em direção ao Castelo de São Jorge e Miradouros pegue o elétrico em direção ao Largo das Portas do Sol. Se quiser ir para o Panteão e Feira da Ladra pegue em direção à Graça.


Exibir mapa ampliado

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

_________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Share
sexta-feira, 07 de março de 2014

Onde comer o tradicional pastel de belém em Lisboa

Qualquer padaria, bodega, restaurantim ou birosca em Lisboa vende o célebre pastel de nata, o doce mais famoso do país. O Pastel de Belém está para os portugueses assim como o brigadeiro está para os brasileiros.

A diferença é que aqui estamos acostumados a inventar moda em cima da receita tradicional do docinho-rei das festas infantis, enquanto que em Portugal a proposta sempre foi manter os mesmos ingredientes do seu acecipe mais popular.

O ideal é comê-lo morninho, polvilhado com açúcar e canela em pó — quase sempre acompanhado de uma bica, o café expresso deles. Selecionei três lugares supimpas para você se esquecer de que existem calorias no mundo.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

O CLÁSSICO | Fábrica Pastéis de Belém

É aquele tipo de lugar apontado por quase todos os guias de viagem como “visita obrigatória”. Os pastéis de nata são fabricados aqui desde 1837 e os donos garantem que até hoje se trata da mesma receita — um segredo, aliás, guardado sob sete chaves.

Fabrica Pasteis de Belem Onde comer bem e barato Lisboa Portugal

Matraqueando-Instagram1

O ambiente tem os tradicionais azulejos portugueses na parede e atendimento solícito. (Evite ir nos fins de semana quando costuma formar até fila na porta). Além dos afamados quitutes, a Fábrica Pastéis de Belém também oferece salgados e sanduíches, tudo com preços muito acessíveis.

Nesta última vez em que estive lá não só pedi o clássico da casa, mas aproveitei para provar uma tosta com presunto e queijo (o nosso misto-quente). Eu só não esperava que viesse uma chulapa de pão desse tamanho. Nem aguentei comer tudo. Neste saquinho ao lado da conta estava a outra metade do sanduíche que pedi para embalar para viagem. A conta (pastel de nata, sanduíche, chá e água) ficou em € 7,10  . Funciona diariamente das 8h às 23h.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

O DESCOLADO | A Padaria Portuguesa

A rede d’A Padaria Portuguesa até poderia ter entrado na nossa lista de lugares bons e baratos para comer em Lisboa. Além dos deliciosos pães (são mais de 30 receitas diferentes), a casa oferece bolos, croissants e sanduíches. Sem contar que aqui também pode ser seu bat-ponto para o pequeno-almoço, o café da manhã em “português”. Uma bebida e lanche ou um lanche e uma sopinha partir de € 2,50.

Padaria A Portuguesa Localizacao Onde comer bem e barato Lisboa

Já o bacana de comer um pastel de nata nesta padaria (além do produto ser de ótima qualidade) é justamente o ar modernoso que o estabelecimento tem, um contraponto à tradicionalíssima fábrica de Belém. Quando você for aproveite para provar também o Pastel de Chaves, uma espécie de folhado com carne. Derrete na boca!

A Padaria Portuguesa é uma cadeia com unidades em diversos pontos da cidade. Algumas próximas aos pontos turísticos: Rua Áurea, 175 (também conhecida como Rua do Ouro) – Metrô Baixa-Chiado; Praça Luís de Camões, 44  – Bairro Alto;  Rua Belém, 46 – Belém (a meia quadra da Fábrica de Pastéis de Belém). Veja todos os endereços aqui. Abre todos os dias das 7h30 às 20h.

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra Portugal com mais economia

O MEU PREFERIDO | Nata Lisboa

O Nata Lisboa nasceu há pouco mais de dois anos e já é considerado o melhor pastel de nata do país. Em 2012 venceu uma “prova cega” na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa. Nove entre doze jurados, expertos em gastronomia, elegeram a receita do novo empreendimento como a melhor entre todas que disputavam.

Pastel de belem onde comer bem e barato Lisboa

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Quando fui conhecer uma das unidades recém-inauguradas da franquia (Rua da Prata, 78 – Metrô Baixa-Chiado) achava que toda essa firula em cima do local era mais marketing do que sustância. Até porque, para mim, quase todo pastel de nata de uma padaria decente (inclusive no Brasil) tem o sabor bem parecido.

Pois não me peça para descrever. É maravilhoso. Foi o primeiro lugar onde eu consegui comer três pastéis de nata seguidos. Só não pedi o quarto por conta do exagero instalado no meu estômbi. E ainda levei uma caixinha superfofa com 4 unidades para comer no hotel.

Tinha um recheio tenro, uma doçura exata e o folhado que circunda a nata propriamente dita apresentava um crocante muito suave, totalmente compatível com aquilo que a gente chama de… dos deuses. O Nata Café já abriu, inclusive, três filiais na Espanha e uma na França. Veja todos os endereços e horários de atendimento aqui.

____________

IMPORTANTE | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para viajante solo, mochileiro, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes! :)

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e (muito) barato em Lisboa

Viagens e passeios de um dia saindo de Lisboa

Excursão com grupo reduzido a Fátima, Nazaré e Óbidos

Excursão com grupo reduzido para Sintra e Cascais

Passeio para conhecer Tomar, cidade dos Templários

Viagem de um dia ao Parque Natural da Arrábida  e Sesimbra

Passeio de um dia em Évora com degustação de azeites

Excursão privada pela Região do Ribatejo com degustação de vinhos

Viagem de meio dia por Sintra, Palácio da Pena e Cascais

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima  | Batalha | Alcobaça | Nazaré | Óbidos

___________

Texto e fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner-venda-Lisboa1

Disclaimer | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda a manter o blog com dicas fresquinhas e gratuitas, além de não pagar nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉
Share
quarta-feira, 05 de março de 2014

Lisboa: onde comer bem e (muito) barato

Comer talvez seja um verbo muito sofisticado para este post se o que você busca é pratinho enfeitado com espuma de abacate. O que segue abaixo é uma seleção de cinco lugares simples em Lisboa onde você poderá matar a fome, pagando pouco sem perder a dignidade.

LOJA DAS SOPAS

O lema aqui é “Feito no dia, todos os dias”. A Loja das Sopas é uma rede que conta com quase 50 unidades em Portugal. A maioria está na região de Lisboa. São dezenas de receitas de sopas, cremes e ensopados. Tudo acompanhado de tortas, quiches, crepes, saladas ou sobremesas.

Loja das Sopas Onde comer bem e barato Lisboa Portugal Dicas

O local oferece combos que incluem uma sopa, um acompanhamento e uma bebida a partir de € 4. Eu adoro a sopa de peixe porque é bem grossa e vem com pedaços carnudos do pescado. A fatia de torta de legumes é enorme. A conta, incluindo a bebida, saiu por  € 4,60.

Você encontra a Loja das Sopas no Shopping Vasco da Gama, Shopping Colombo, Centro Comercial Atruim Saldanha, Armazéns do Chiado e El Corte Inglés. Veja todos os endereços aqui.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

PORTUGÁLIA BALCÃO

A cervejaria Portugália é um clássico em Lisboa. No ano que vem completa 90 anos. O restaurante nasceu atrás de um pequeno balcão onde ficava a fábrica de cerveja. Quase oito décadas depois o balcão renasceu como opção low cost da matriz e estas novas unidades estão espalhadas pelos principais centros comerciais da cidade.

Portugalia Balcao Onde comer bem e barato Lisboa Portugal

No Portugália Balcão a proposta é oferecer, entre outras delícias, os famosos bifes da casa e a tradicional Açorda de Camarão no pique fast food: atendimento ágil e preço acessível.  Os pratos são servidos em frigideiras de louças. Eu pedi o Bife de Alcatra na manteiga com ovo frito. Acompanhava arroz branco. Mas no lugar do arroz poderia ser batata frita, por exemplo.

Manja o tamanho do pratim. Se eu estivesse com minha filha de cinco anos essa refeição, que custou  € 8,10, daria para nos duas e ainda sobraria. Você encontra o Portugália Balcão no Shopping Vasco da Gama, Armazéns do Chiado e Galeria Comercial do Campo Pequeno.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

TASCA D’LYON

O restaurante fica escondidinho na Rua dos Sapateiros (entre a Rua Augusta e a Rua do Ouro). Se não fosse um panfleto que me entregaram quando estava passando por perto não teria nem entrado. O ambiente é bonitinho, novo – mas bem pequeno. Pedi para ver o cardápio e os preços saltavam aos olhos de tão convidativos.

Comi aqui duas vezes. Na primeira investi num taglatelli ao molho de camarão. (Achei melhor pedir uma massa, um prato fácil de preparar, digamos. Afinal, caí naquele lugar no susto e não tinha ideia de como era aquela cozinha!). Estava simplesmente divino. O prato custou € 7. Eu pedi água para beber. Veio uma garrafa enorme que não foi cobrada na conta final.

Tasca de Lyon Onde comer bem e barato em Lisboa Portugal

No dia seguinte voltei ao Tasca D´Lyon e havia uma surpresinha: um menu fixo com dois pratos (peixe e salada) mais café por apenas € 6. Nem tirei foto, mas o prato vem todo enfeitadinho e o peixe estava sensacional. O cardápio tem ainda bacalhau e vários tipos de carne. Acho que o prato mais caro ali não saia mais do que € 12 por pessoa.

Anote aí: Rua dos Sapateiros, 90. A uma quadra do metrô Baixa-Chiado (linha azul) e a duas quadras do Golden Tram 242, o hostel superdescolado que já falamos aqui.

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra Portugal com mais economia

TAVERNA IMPERIAL

Este restaurante já até ganhou post aqui.  Antigo e tradicional, preza pela boa cozinha portuguesa. O ambiente simples dá lugar a pratos incríveis como a Caldeirada de Bacalhau (foto) por também incríveis € 5,90.

Taverna Imperial Onde comer bem e barato em Lisboa

Quase todos os pratos do restaurante têm preços franciscanos, mas as porções são generosas. O cardápio é extenso: Costela de Porco Grelhada por € 6,50, Polvo a Lagareiro por € 9,90 e “Picanha Brasileira no Churrasco” por € 8,90.

Fica na Praça dos Restauradores, nº 16 (bem em frente ao metrô Restauradores – linha azul), a uma quadra da Estação Rossio, de onde saem os trens para Sintra. Também está a 100 metros do Lisbonaire Apartments  hospedagem novíssima e bem localizada – testada e aprovada – em Lisboa.

+ Dicas de hotel bom e barato em Lisboa: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

CERVEJARIA TRINDADE

A Cervejaria Trindade, comprada em 2007 pelo grupo Portugália, disputava a tapa com o concorrente para saber qual era a cervejaria preferida do turista. Eu diria que ambas têm comida boa (nada excepcional em nenhuma das duas) e barata. Mas a Trindade tem uma característica pra lá de charmosa: a localização.

Cervejaria Trindade Onde comer bem e barato Lisboa Portugal

Está num antigo convento do século 13 com paredes inteiramente azulejadas que contam histórias místicas e lendárias. Funciona desde 1836 e o cardápio, bastante variado, traz peixes, frutos do mar, carnes, sanduíches e a clássica Imperial (o choppe deles). O salão é formado por Átrio, Refeitório, Claustro e Sala dos Arcos, respeitando a distribuição arquitetônica antiga do convento.

Os pratos ficam em torno de € 10. Há opções mais baratas e mais caras. Esta entradinha que aparece na foto, por exemplo, saiu por € 5. Como é um lugar turístico evite ir nos fins de semana. Abre todos os dias das 10h às 1h30. Fica na Rua Nova da Trindade, 20 – Baixa. Tel. 213 423 506.

IMPORTANTE | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para viajante solo, mochileiro, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes! :)

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima  | Batalha | Alcobaça | Nazaré | Óbidos

Compre seu ingresso antecipado e evite filas

+ Oceanário de Lisboa

+ Lisboa Card: compre seu passe turístico antecipado e já retire no aeroporto assim que chegar

+ Tour de bicicleta em Lisboa

+ Walking tour pela Baixa, Chiado e Alfama

+ Walking tour em Belém visitando os principais monumentos do bairro

+ Ônibus Hop On Hop Off em Lisboa com desconto

+ Pacote 4 em 1: 3 passeios em ônibus panorâmico e um passeio em bonde histórico

_____________

Texto e fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner-venda-Lisboa1

Disclaimer | Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda  a manter o blog com dicas fresquinhas e não paga nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉
Share
quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Óbidos, Portugal: a cidade perfeita

Obidos Portugal Casas Brancas

De todos os meus transtornos obsessivos compulsivos, o mais recorrente é voltar repetidas vezes ao mesmo destino. Faz cinco anos que não saio da mesma rota.

Enquanto meus amigos debulham países como Tailândia, Vietnã ou Índia eu fui e voltei umas cinco vezes de Buenos Aires. Florença? Três vezes. Gramado? Quatro. Aliás, o lugar mais exótico do meu currículo recente foi o Sertão Nordestino.

Obidos Portugal Dicas Turismo

Sou apegada a algumas cidades e a determinados tipos de culturas. Chego a ir mais de cinco vezes por ano a São Paulo… para turistar! Há pouco tempo me apaixonei por João Pessoa e, vira e mexe, me pego olhando passagem Curitiba-Jampa.

Por outro lado a coisa mais generosa que o Matraqueando me proporcionou foi poder voltar com mais calma a lugares já visitados, tudo por conta do trabalho. (Juro, gente, isso é meu trabalho!). Foi assim com Óbidos, a 80 quilômetros de Lisboa. Esses lugares pitorescos deixam uma saudade imensa, mas mesmo que você queira parecem que estão fora de mão para retornar.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Obidos - Portugal  Ruelas

Estive aqui na encarnação passada. No tempo em que ter máquina digital era coisa dos Jetsons. Mas se você fuçou nos arquivos do brogue já deve ter encontrado alguma referência a essa cidadezinha muralhada.

Costumo dizer que Óbidos e Ronda (na Espanha) são minhas duas cidades perfeitas, ao lado de Tiradentes, no Brasil. Para quem gosta de chão de pedra, casa caiada, florzinhas na janelas e, sobretudo, muita história por trás dos paralelepípedos encontrou seu lugar.

Obidos Portugal Lojinhas

Obidos - Portugal 1

A vilarejo sempre foi pomposo e costumava ser presente de casamento das rainhas portuguesas. Fazia parte do dote. Alguns séculos se passaram e quase nada mudou por aqui. Visitar Óbidos é bem fácil e o passeio pode ser feito num bate e volta a partir de Lisboa. Se preferir, pode dormir uma noite na vila medieval.

A cidade também é uma ótima base para fazer a rota AlcobaçaBatalhaFátima, com esticadinha a Nazaré, Tomar e Peniche. Apesar de minúscula, tem diversas opções de hospedagem  — incluindo o Castelo de Óbidos que virou hotel de charme e é Patrimônio Nacional.

Obidos - Portugal  Turismo

São duas ruas principais e diversas transversais. O casario abriga cafés, restaurantes, pousadinhas (encontrei várias a partir de € 40 o casal), artesanato e pontos de venda da ginginha — um licor feito com a ginga, uma cerejinha que nasce em abundância na região. O licor é servido num copinho de chocolate e custa € 1, incluindo o copinho.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

Obidos Portugal Lojas

Cheguei à cidade desenxabida. Aquele sol maravilhoso que me acompanhava há dias, apenas dava as caras de vez em quando. Pensei até que fosse chover. Comecei a percorrer Óbidos com a máquina fotográfica dentro da bolsa, achando que a falta de sol iria prejudicar o Matraca’s Book. Mas cidades perfeitas são perfeitas. Ponto.

Obidos - Portugal  Miradouro

Não existe um só cantinho em Óbidos que não seja fotogênico. Faça chuva ou faça sol. Quando a gente cruza o arco na entrada, chamado de Porta da Vila,  não dá para pensar em correria. Por isso, esqueça as recomendações absurdas de “em duas horas você conhece tudo”.

Não, em duas horas você passa por aqui, mas não conhece nada. Óbidos é passeio para dia inteiro, com parada para almoço. Tome um vinho, prove a ginginha ou algum doce português.

Obidos Portugal Arco da Cadeia

Para facilitar sua visita, assim que chegar vá ao centro de informações turísticas e pegue um mapinha. Fica mais fácil para circular e identificar os atrativos. Observe a majestade da fortificação de origem moura. A construção começou lá pelo século 12, quando os árabes acabaram sendo expulsos daqui.

Obidos Portugal Igreja

Logo abaixo da Rua Direita (não se preocupe, você vai achar) está a Igreja de Santa Maria, onde Afonso V se casou com a prima Isabel. Na mesma praça fica o Museu Municipal com obras que marcaram a devoção religiosa da cidade. Destaque para as pinturas de Josefa de Óbidos que, apesar de ser espanhola, passou grande parte de sua vida aqui.

+ Booking.com | Hospedagem boa e barata em Óbidos

A vila está sobre uma colina. Tem várias igrejinhas e até um aqueduto com 3 quilômetros de comprimento que foi construído a mando da rainha D. Catarina da Áustria, mulher de D. João III.

Obidos Portugal Pousada do Castelo

Obidos - Portugal Pousada do Castelo Restaurante

Obidos - Portugal Pousada do Castelo Restaurante Creme de Camarao

Mas o ponto alto da minha visita, dessa vez, foi um creme de camarão que comi na Pousada do Castelo, monumento eleito recentemente (que virou hotel, repito) como um das Sete Maravilhas de Portugal.

O creme em si era mais ralo do que caldo de legumes, mas por € 15 (além do creme, pedi uma entradinha e água) pude circular pelo hotel e comer naquele restaurante podre de chique que, ainda por cima, oferecia uma vista maravilhosa. (Diárias para casal a partir de € 190).

O local é bem formal, silencioso – mas pelo o que eu vi no cardápio (peixes, bacalhau e caldeiradas) o jantar completo com vinho sai em torno de € 50 por pessoa. Nada absurdo, tratando-se de quem e onde.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Obidos Portugal Entradinhas Restaurante castelo

Obidos Restaurante Pousada do Castelo

COMO CHEGAR

Óbidos merece um dia inteiro, embora muita gente (principalmente as excursões) incluam vários atrativos no mesmo roteiro, como Batalha, Alcobaça e Fátima. O ideal seria dormir uma (ou duas noites) na vila medieval e daqui conhecer a região que ainda inclui Nazaré, Tomar e Peniche.

De carro |  Pegue a rodovia A8 em direção a Leiria. Você sai da autoestrada na saída 15. São 80 quilômetros feitos em mais ou menos em 1h. O pedágio custa € 4,65.

 De ônibus | É muito fácil chegar a Óbidos de ônibus. A RodoTejo faz o trajeto saindo da estação de Campo Grande (linha verde), em Lisboa.  São vários horários por dias.  A viagem dura 1h e a passagem custa € 7,55. Da rodoviária até a Porta da Vila é um pulo.

De trem | Há uma parada de trem em Óbidos, mas fica bem longe da vila.

Óbidos combina com

Lisboa

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Fátima

___________________

Texto e fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner Guia Lisboa 2014

Share
terça-feira, 27 de agosto de 2013

Mosteiro de Alcobaça: o monumento português que abriga a história do amor trágico entre Pedro e Inês de Castro

Alcobaca Portugal como chegar 1

A chegada ao Mosteiro de Alcobaça não impressiona tanto. Principalmente se você acabou de passar pelo primo-irmão, em Batalha — a 20 quilômetros daqui.

Durante sua visita, portanto, convém focar naquele que foi o primeiro monumento integralmente gótico de Portugal e desviar-se das comparações inevitáveis entre um e outro.

Continue lendo o texto…

Share
Páginas:123
Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio