-  Atualizado 29/08/2019

Roteiros em Portugal: 7, 10, 15 e 20 dias

Publicado por: Silvia Oliveira Portugal

A dúvida que mais aparece nas temporadas do MatracaFlix  — Perguntas & Respostas dos Stories do Matraqueando no Instagram — é sobre dicas de roteiros em Portugal.

Não à toa meu guia O Barato de Lisboa é o mais vendido pelo 3° mês consecutivo na Loja Matraqueando.

É curioso destacar isso porque durante décadas Portugal foi completamente relegado a segundo plano, principalmente numa primeira visita à Europa.

Meu primeiro post sobre Lisboa aqui no blog foi em 2006. Há 13 anos! Naquela época, sugerir uma viagem a Portugal era mais ou menos como sugerir uma viagem à Letônia.

Todo mundo via que era legal, mas ninguém priorizava o país. Portugal não era a primeira, a segunda, nem a terceira opção de quem estava disposto a desbravar o continente.

Com o euro nas alturas há alguns anos e agora, socorro, batendo mais de R$ 5, o país que descobriu o Brasil é a nossa opção mais em conta da Europa Ocidental.

O brasileiro orgulhosamente está fazendo o caminho inverso das caravelas. Resolvemos incluir Portugal para mergulhar no país do fado, dos azulejos, do bacalhau, das sardinhas, dos festejos juninos e do aclamado pastel de nata.

Seguem quatro sugestões de roteiro para quem tem 7, 10, 15 ou 20 dias para viajar pela terrinha. IMPORTANTE | Estou trabalhando aqui com dias inteiros, sem contar os deslocamentos.

DICA ESPERTA | Tá procurando carro para alugar barato em Portugal? Eu conto minha experiência aqui! Descontos incríveis de até 60%, sem IOF nas reservas internacionais e parcelamento em até 12 vezes. Faça sua simulação e reserve agora mesmo aqui! O cancelamento é gratuito. 🙂

ROTEIRO EM PORTUGAL – 7 DIAS


Lisboa | 4 dias

Sintra | 1 dia

Fátima + Batalha + Alcobaça | 1 dia

Óbidos | 1 dia

[Alfama: vista a partir do Miradouro Portas do Sol]

Se você tem UMA SEMANA dedique quatro dias inteiros a Lisboa. Assim, você pode percorrer tranquilamente os bairros da cidade como o antigo e pitoresco Alfama, o emblemático bairro de Belém com sua tradicional torre, a região comercial da Baixa Pombalina, o descolado Chiado, o boêmio Bairro Alto e o moderno Parque das Nações.

Sei que muita gente não dá mais do que 72 horas para Lisboa. Mas com o período sugerido neste post você ainda consegue desbravar o renovado Intendente. Aqui está a nova megastore da loja A Vida Portuguesa e uma das mais bonitas fachadas em azulejo da cidade, que pertence à antiga fábrica de cerâmica Viúva Lamego.

Já a Mouraria, um dos bairros mais antigos de Lisboa, é o distrito da vez com seus restaurantes alternativos e antigas casas de fado. O nome vem dos Mouros que, expulsos do centro da cidade durante a conquista de Lisboa em 1147, foram viver em guetos fora das muralhas do castelo.

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sílvia Oliveira (@matraqueando) em

Nos arredores de Lisboa, passe um dia em Sintra. O trem sai da estação do Rossio e em 40 minutos você está na cidade serrana que mais parece um tesouro histórico. Visite os magistrais Palácio Nacional da Pena,Castelo dos Mouros e a Quinta da Regaleira.

Sintra — Patrimônio da Humanidade — pede caminhadas tranquilas pelas ruas de paralelepípedos. Aproveite para provar os doces tradicionais da cidade como a queijadinha e os travesseiros de Sintra na célebre Pastelaria Piriquita.

Se você alugar um carro ou contratar um tour invista um dia para conhecer Fátima, Batalha e Alcobaça. Está tudo bem pertinho, mais ou menos a 1h30 de Lisboa. Dá para visitar Fátima (cidade com o maior santuário católico de Portugal) de manhã, e depois do almoço seguir para Batalha e Alcobaça — que ficam 20 quilômetros uma da outra.

[As Capelas Imperfeitas do Mosteiro da Batalha]

Em Batalha você tem o mosteiro gótico Patrimônio da Humanidade que é símbolo da vitória dos portugueses sobre os espanhóis no século 14. Já em Alcobaça há outro mosteiro belíssimo, onde ficam os túmulos da trágica história de amor entre Pedro e Inês de Castro. Veja meus posts sobre os dois destinos aqui e aqui.

E para finalizar seu roteiro de 7 dias vá a Óbidos, uma pequena vila medieval pitoresca, murada, cheia de igrejas e construções centenárias. É a minha cidade preferida em Portugal. Serve para quem é vidrado em chão de pedra, casa caiada e florzinhas nas janelas.

O casario abriga diversos pontos de venda da ginjinha — um licor feito com a ginja, uma cerejinha que nasce em abundância na região. O licor é servido num copinho de chocolate e custa € 1, incluindo o copinho.

A cidade fica a 80 quilômetros de Lisboa. Cabe em qualquer bate e volta para fazer aquele roteiro redondo de um dia! Eu mostrei aqui o roteiro de um dia em Óbidos, incluindo a melhor forma de chegar por conta!

DICA 01 | Algumas empresas fazem um tour Fátima + Batalha + Alcobaça + Nazaré + Óbidos no mesmo dia. É puxadíssimo, mas pode ser uma opção caso queira só ticar os destinos no mapa!

DICA 02 | Se você está aí se coçando para dedicar somente três dias a Lisboa, ok. Vou te ajudar. Além do bate e volta a Sintra, deixe o outro dia para Cascais e Estoril, por exemplo.

DICA 03 | A base para fazer todo este roteiro é Lisboa, não precisa dormir em outras cidades. Mas se você for devoto mariano, sugiro passar uma noite em Fátima para acompanhar a emocionante Procissão das Velas. Eu conto mais aqui.

ONDE FICAR EM LISBOA | ÓTIMO CUSTO-BENEFÍCIO E EXCELENTE LOCALIZAÇÃO

ROTEIRO EM PORTUGAL – 10 DIAS

Lisboa | 4 dias

Sintra | 1 dia

Fátima + Batalha + Alcobaça | 1 dia

Óbidos | 1 dia

Porto | 2 dias

Braga e Guimarães | 1 dia

[A Ribeira do Porto]

Se você tem 10 DIAS para percorrer Portugal minha sugestão é que faça todo esse roteiro anterior de uma semana e acrescente três dias no Porto. Sendo que você pode tirar um desses dias para um bate e volta a Braga e Guimarães, ambas a 55 quilômetros do Porto — e distantes 20 quilômetros uma da outra.

Braga, com mais de 2 mil anos, é considerada a cidade mais antiga de Portugal. Importante centro religioso do país, aqui você pode visitar o Santuário do Bom Jesus do Monte com sua magnífica escadaria.

Com o título de berço de Portugal, Guimarães se orgulha ao dizer que a história do país nasceu aqui. O Castelo e o Paço dos Duques são alguns dos passeios clássicos, além do centro histórico — considerado Patrimônio Histórico da UNESCO.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sílvia Oliveira (@matraqueando) em

Para conhecer as duas cidades você pode pegar um trem na linda e azulejada Estação São Bento do Porto. A viagem — tanto para Braga ou Guimarães — custa € 3,25 e dura em torno de uma hora ou 1h15, dependendo do tipo de trem que você pegar. Consulte aqui preços e horários de trens para outros destinos de Portugal.

No Porto você vai caminhar pelas estreitas ruas de pedra da Ribeira, o bairro Patrimônio Mundial da UNESCO à beira do Rio Douro, e visitar as caves de vinho do Porto em Vila Nova de Gaia — só para citar dois passeios clássicos na cidade.

Não deixe de provar o maravilhoso pastel de bacalhau com queijo Serra da Estrela da Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau e o famoso sanduíche Francesinha, que leva pão, linguiça, salsicha, presunto, carne, ovo — tudo coberto com queijo derretido e molho de tomate.

Conheça a centenária Livraria Lello e tire sua foto blogueyrinha nos azulejos da Capela da Almas. Eu fui lá e fiz e minha! 🙂

Com mais tempo, outras cidades para desbravar na região do Porto: Barcelos, Sameiro, Viana do Castelo e Ponte de Lima.

[Pastel de Bacalhau com Queijo Serra da Estrela e o famoso sanduíche Francesinha]

DICA 01 | Se você estiver de carro, na ida de Lisboa para o Porto — caso seja do seu interesse — talvez compense uma parada em Coimbra para provar o Pastel de Tentúgal na Confeitaria Briosa, além de uma breve caminhada pelo centrinho histórico da cidade. É claro que Coimbra merece um dia (ou mais) só para ela, mas querendo incluir a cidade ou você faz um pit stop rápido ou inclui mais um dia na viagem.

DICA 02 | Pesquise sobre Tomar, a cidade dos templários. Talvez você prefira incluí-la no roteiro em vez de Alcobaça.

DICA 03 | Neste roteiro você tem duas cidades como base: Lisboa (7 dias) e Porto (3 dias).

ONDE FICAR NO PORTO | ÓTIMO CUSTO-BENEFÍCIO E EXCELENTE LOCALIZAÇÃO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sílvia Oliveira (@matraqueando) em

O Barato de Lisboa | O guia de viagem definitivo e completo para você conhecer a capital portuguesa gastando beeeem menos, com conforto e sem perder a dignidade. Oferece ainda um roteiro completo pelas feiras e mercados livres da cidade. 3ª edição, revista e ampliada! São mais de 100 páginas com roteiro inovador bairro a bairro, dicas de economia inteligente e 6 bate e volta fáceis e imperdíveis desde Lisboa. E-book totalmente interativo, navegue pelo Google Maps! Pegue o seu aqui agora mesmo!

ROTEIRO PORTUGAL – 15 DIAS

Lisboa | 4 dias

Sintra | 1 dia

Alentejo (Évora e demais cidades) | 5 dias

Óbidos | 1 dia

Fátima + Batalha + Alcobaça | 1 dia

Porto | 2 dias

Guimarães e Braga | 1 dia

Agora, meu amigo, se você tem 15 DIAS para conhecer Portugal dá praticamente para percorrer a maior parte do país. Acredite, Portugal é quase do tamanho de Santa Catarina e menor do que o estado do Paraná. o.O

No mapa acima, para ficar mais claro, só coloquei o circuito pelo Alentejo. A proposta é que você faça todo o roteiro que a gente falou até agora… Lisboa, Fátima, Sintra, Batalha, Alcobaça, Óbidos, Porto, Braga e Guimarães — incluindo mais 5 dias pelo Alentejo, uma das regiões mais surpreendentes do país, também conhecida como a Toscana lusitana.

[Casario em Évora]

O primeiro ponto a destacar é que para fazer este roteiro pelo Alentejo é necessário estar de carro. (Eu aluguei o meu aqui!) Você até consegue fazer tudo com o transporte público, mas com certeza iria precisar de mais tempo.

A base para conhecer o Alentejo é Évora, um dos pontos altos da região. A cidade possui centro histórico Patrimônio da Humanidade e é conhecida pelas ruínas mouras e romanas. Então tire um dia só para Évora. Daqui, você consegue visitar as quintas de oliveira para fazer os tours de degustação de azeite que custam a partir de € 10 por pessoa.

No segundo dia visite as fortificações renascentistas do século 17 de Castelo de Vide e a cidade medieval de Marvão, um dos cartões postais do Alentejo.

No terceiro dia você fica só em Elvas, a maior cidade fortificada da Europa. No quarto, vá a Vila Viçosa e não perca por nada a visita guiada no belíssimo Paço Ducal de Vila Viçosa.

[Ruas de pedra em Monsaraz]

Inclua Estremoz para conhecer castelos, convento, igreja e muralhas. No quinto dia, o foco é em Monsaraz, uma das mais bonitas aldeias portuguesas (aliás, Monsaraz é a minha cidade preferida no Alentejo) e Beja, um dos mais antigos vilarejos de Portugal.

Você não precisa ficar mudando de hotel nesse roteiro. Todas essas cidades do Alentejo que eu mencionei estão num raio de 50 a 120 km de Évora, então é bem fácil mesmo você montar sua base aqui e percorrer toda a região se estiver de carro.

DICA 01 | Se for verão e gostar muito de praia talvez seja interessante trocar o Alentejo pelo Algarve, no sul do país. (Falamos dele mais abaixo no roteiro de 20 dias.)

DICA 02 | Caso goste de vinhos, você pode trocar Fátima + Batalha + Alcobaça ou Braga e Guimarães para fazer um tour a partir do Porto ao Alto Douro Vinhateiro, onde ficam as famosas “Quintas” de Portugal com vinhedos cultivados nos terraços das encostas dos morros.

DICA 03 | Percorrer o Alentejo em cinco dias é uma dica para cumprir o roteiro completo e sem pressa. Mas você também pode deixar apenas três dias para a região, conhecendo só o básico: Évora, Estremoz, Marvão e Monsaraz.

DICA 04 | Neste roteiro você tem três bases: Lisboa (7 dias), Porto (3 dias) e Évora (5 dias).

ONDE FICAR EM ÉVORA | ÓTIMO CUSTO-BENEFÍCIO E EXCELENTE LOCALIZAÇÃO

ROTEIRO PORTUGAL – 20 DIAS

Lisboa | 4 dias

Sintra | 1 dia

Alentejo (Évora e demais cidades) | 5 dias

Óbidos | 1 dia

Fátima + Batalha + Alcobaça | 1 dia

Porto | 2 dias

Guimarães, Braga | 1 dia

Serra da Estrela e Aldeias Históricas (opção 1) OU Algarve (opção 2) | 5 dias

Até aqui já temos um roteiro desenhado para 15 dias. Se você ainda pode acrescentar mais cinco dias nas férias fica perfeito para fechar o ciclo lusitano com um fado de ouro.

OPÇÃO 01 | Serra da Estrela e Aldeias Históricas

Se você estiver viajando no inverno, do Alentejo fica fácil conhecer a Serra da Estrela. Covilhã é a porta de entrada para este tradicional destino de inverno português.  A cidade é conhecida por sua antiga tradição na fabricação de lã, pelo sensorial Museu do Queijo, a linda Igreja de Santa Maria e, claro, pelo Parque Natural da Serra da Estrela, no distrito da Guarda.

Mesmo fora do inverno, Covilhã é ponto de partida para as praias fluviais da região como Valhelhas, Sameiro, Unhais da Serra, Vale do Rossim, entre outras. A cidade também está na Rota da Transumância dos pastores, o deslocamento sazonal de rebanhos para locais que oferecem melhores condições para os animais durante um período do ano.

De Covilhã à aldeia histórica de Piodão leva 1h30 de carro.  Piodão é conhecida por suas casas em xisto reconstruídas na encosta da serra. Olhando de longe parece uma cidadezinha de brinquedo, o que rendeu ao lugar o apelido de aldeia-presépio.

Por aqui, leve o belo artesanato — muitas miniaturas reproduzindo a arquitetura inusitada da cidade — além dos licores tradicionais da região.

Na direção oposta está Belmonte, a terra onde nasceu Pedro Álvares Cabral. Ainda na rota das aldeias históricas de Portugal, Belmonte também tem arquitetura em pedras de xisto e o moderno Museu dos Descobrimentos —  com a visão histórica portuguesa sobre a conquista do Brasil.

Você pode dedicar seus dias extras para desbravar as outras aldeias históricas (são 12 no total), todas ainda pouco conhecidas do turista brasileiro. São elas: Monsanto, Sortelha, Castelo Rodrigo, Trancoso, Almeida, Idanha-a-Velha, Marialva, Castelo Mendo, Castelo Novo, Linhares da Beira — além das já mencionadas Belmonte e Piodão.

DICA 01 | Embora Covilhã seja a cidade com mais estrutura e polo hoteleiro da Serra da Estrela, você também pode montar bases nas cidades de Manteigas e Aldeia das Dez.

DICA 02 | É nesta região que nasceu no século 13 o maravilhoso Queijo Serra da Estrela, o queijo português de recheio mole feito com leite de ovelha e com denominação de origem controlada. Custa entre € 25 e € 40 o quilo!

DICA 03 | Assim como o Alentejo, é bem melhor percorrer a região da Serra da Estrela de carro. No entanto, a CitiExpress tem ônibus para vários destinos no interior de Portugal. Confira aqui preços e horários.

ONDE FICAR EM COVILHÃ| ÓTIMO CUSTO-BENEFÍCIO E EXCELENTE LOCALIZAÇÃO

OPÇÃO 02 | Algarve

O Algarve — no sul de Portugal — reserva uma série de praias e vilarejos com paisagens esculpidas em rochas e falésias.

Tirando as águas geladas, inclusive no verão, a região oferece balneários lindíssimos para litoral brasileiro algum botar defeito.

A melhor época para visitar o Algarve é de junho a setembro quando o calor e o sol a pino permitem não só o banho nas águas frias como desfrutar da movimentação turística do período.

De qualquer maneira, eu evitaria agosto — mês de férias escolares na Europa — quando o sul de Portugal vira ponto de turismo de massa de ingleses e alemães.

Os principais destinos são Lagos, Albufeira, Carvoeiro (e a famosa gruta de Benagil), Vilamoura, Faro, Portimão e Tavira. A partir destes pontos é possível fazer vários passeios espetaculares.

Você pode chegar ao Algarve de avião, trem ou ônibus. O aeroporto fica em Faro (280 quilômetros de Lisboa) e o trem chega também a Albufeira.

De ônibus você consegue chegar a Lagos, Portimão e Vilamoura. Para ver preços e horários acesse a Rede Expressos. Tem saídas da rodoviária Lisboa Sete Rios — conectada com a estação de metrô Jardim Zoológico (linha azul).

Mas novamente, desculpe informar, chegando ao Algarve, a região é para ser feita de carro. (Tá esperando o quê para alugar o seu aqui com até 60% de desconto, sem IOF nas reservas internacionais e em até 12 vezes sem juros? \0/)

Não querendo (ou não podendo) alugar um carro aqui, o UBER funciona relativamente bem no Algarve. Só não espere pagar pouco pelas corridas, uma vez que as distâncias entre uma praia e outra podem chegar a 20, 30 ou 50 quilômetros.

ONDE FICAR NO ALGARVE | ÓTIMO CUSTO-BENEFÍCIO E EXCELENTE LOCALIZAÇÃO

  • Em Faro –> Pousada 1977 | Econômico: a partir de € 40 o casal com banheiro compartilhado (nota 9,3)
  • Em Albufeira –> Alpinus Algarve Hotel | 4 estrelas: a partir de € 48 o casal (nota 8,4)
  • Em Lagos –> Porto do Mos Studio | 4 estrelas: apartamento para até 4 pessoas a partir de 50 a diária (nota 9,0)

Sites úteis no planejamento dos deslocamentos da sua viagem:

Comboios de Portugal: www.cp.pt

Rede Expressos: www.rede-expressos.pt

RodoTejo: www.rodotejo.pt

Citiexpress: www.citiexpress.eu

IMPORTANTÍSSIMO | Portugal faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que Leitor do Matraqueando tem até 50% de desconto no seguro internacional. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, luxo, viajante solo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes! 🙂

Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. Não fazemos artigos de restaurantes em troca de almoço (ou jantar) grátis. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados (Booking, Mondial/Allianz, RentCars) — parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontra aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas e sem publicidade chata adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 😉


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar