-  Atualizado 21/07/2018

Portugal a 50 euros por dia – Parte 3

Publicado por: Silvia Oliveira Portugal

ONDE FICAR EM PORTUGAL

Tarefa fácil. Portugal tem alguns dos melhores albergues do mundo, eleitos por sites especializados como o Hostelword.com. Caso queira fazer um up grade em hospedagem, o país é uma das melhores opção do seu roteiro. Aqui você encontra bons hotéis de 3 ou 4 estrelas pela metade do que você pagaria numa hospedagem similar, em Londres, por exemplo. Consulte o Hoteis.com e o Booking.com .

HOSPEDAGEM ECONÔMICA EM PORTUGAL

Na capital, o Lisbon Dreams Guest House tem quartos – single, duplo ou triplo – ótimos e charmosos. Fica no centro histórico, num casarão amarelo-ouro de esquina. Diárias em acomodação dupla saem a partir de € 45 com internet wi-fi grátis incluída. Detalhe: não há banheiro privativo. Já a Pensão Globo é um clássico na cidade para quem tem um escorpião no bolso. Quartos bem simples com detalhes coloridos. Fica no Bairro Alto, próxima à praça Luís de Camões. Diárias a partir de € 50. Mas na baixíssima temporada podem ficar entre € 25/30. O Travellers House já ficou em primeiro lugar na lista dos melhores hostels do mundo. Tem cozinha equipada para o hóspede e wi-fi grátis. Os quartos com banheiros – somente três privativos – ficam num apartamento ao lado. Está na Baixa, um bairro central e descolado. Diárias nos quartos coletivos a partir de € 18 e no quarto duplo, a partir de € 60. (O site é bonito, mas pouco funcional: não traz tarifas nem dicas de como chegar.) A Rede Íbis também tem hotéis bacanas na cidade. Os mais bem localizados são o Íbis Lisboa Liberdade e o Íbis Lisboa Saldanha. Diárias para casal a partir de € 55. Café da manhã à parte: € 6 por pessoa.

Já o Porto tem recorde de hostels excelentes e baratíssimos. O Spot Hostel tem a incrível marca de 94% de aprovação no Hostelword. Está a dois minutos a pé da estação de Metrô da Trindade, linha que serve o aeroporto e a dois passos da Torre dos Clérigos e da Ribeira. Café da manhã, wi-fi nos quartos e lençóis incluídos. Diárias nos dormitórios a partir de € 16. O quarto triplo sai a partir de € 18. Não tem quarto duplo, mas se a ideia é privacidade, pelo custo-benefício, compensa pegar um triplo e, ainda assim, sai em conta! Não há banheiro privativo. No Wine Hostel (o site está em construção) – que fica perto do centenário Café Piolho e da Torre dos Clérigos – oferece café da manhã, lençóis e wi-fi grátis nos quartos. Toalhas podem ser alugadas. Está num casarão histórico reformado. Diárias nos dormitórios a partir de € 17. Quarto duplo a partir de € 40. Todos os quartos têm banheiro privativo.

Em Coimbra, o Grande Hostel pode ser uma opção bacana. Está a cinco minutos da Praça da República. Quartos coletivos a partir de € 18 e de casal a partir de € 40. Café da manhã e internet wi-fi incluídos.

Um achado em Albufeira, no Algarve: os apartamentos Soldorio  ficam a 150 metros da praia. São aparts tipo estúdio com cozinha, TV e telefone. Tem piscina e sauna. Apartamento para duas pessoas com a incrível tarifa de € 36 – o apê, não por pessoa. Em alguns períodos do ano, há descontos especiais, como “fique sete dias e pague cinco!”. Consulte as promoções aqui.

ONDE COMER BEM E BARATO EM PORTUGAL

Eu não diria, assim, para você entrar em qualquer tasca, uma espécie de taverna-restaurantinho-botequim português, que apareça na sua frente. Mas posso afirmar que a maioria não vai fazer feio! Se você estiver caminhando, em qualquer cidade do país, e encontrar uma portinha simpática cheia de gente – principalmente se a multidão for de nativos – pode entrar. Provavelmente você vai comer muito bem pagando muito pouco. Coisa de € 4 ou 5 euros por prato bem servido.

No restaurante Ceia Minhota, em Lisboa, você poderá provar pratos típicos gastando em torno de € 9. O tradicional Cozido à Portuguesa é servido às quartas-feiras. Aaaah, o Pastel de Belém – o doce emblemático do país – feito com recheio de ovos e massa folhada. Coma onde é melhor: na fábrica dos pastéis de Belém. Custa € 0.90 cada. E, em qualquer oportunidade não deixe de provar uma tosta-quente, o misto-quente deles! Prove  a do café A Brasileira, bat-point do tudo vale à pena… Fernando Pessoa!

Em Sintra, nos arredores da capital, conheça o pequenino Tasca Mourisca. São menos de 10 mesas, onde você poderá provar um maravilhoso Bacalhau à Brás por € 8. Fica na Calçada de São Pedro, nº 28. Atende das 12 às 15h e das 19h às 23h.

No Porto comida boa e barata é no Café dos Lóios. O “Prego no Prato” – o PF deles – não sai por mais de € 5. Fica no Largo dos Lóios, 21 – próximo à Praça da Liberdade. No tradicional Mercado do Bolhão você mergulha na alma portuguesa. Compre um punhado de azeitonas para saborear com vinhos da região ou coma nos ótimos e baratos restaurantes no segundo andar.

Em Coimbra, se você for estudante com carteirinha, aproveite as cantinas – espécie de refeitórios da Universidade de Coimbra. O Prato Social custa € 3,30 (com sopa de entrada, o prato do dia, sobremesa e uma garrafa de água mineral.). Querendo pagar um pouco mais, experimente o bacalhau com natas por € 4,50. Para encontrar a cantina mais próxima entre em contato com a Universidade de Coimbra. Há diversos endereços na cidade.

SESSÃO MÃO-DE-VACA-MUQUIRANA

Conheça algumas vinícolas na região do Porto. Na cave Ramos Pinto, fundada em 1880, no município Vila Nova de Gaia (a 11 km do Porto), a visita custa € 5 e inclui degustação. Rá!

MOMENTO EXTRAVAGÂNCIA

Cê sabe que o momento extravagância de uma viagem mega-econômica como essa não pode ser irreal. Para se dar ao luxo sem ter que gastar os tubos faça uma refeição sofisticada no restaurante Eleven – o primeiro e único restaurante de Lisboa com uma estrela no guia Michelin. O chef  alemão Joaquin Koerper elabora pratos requintados a € 43 euros no almoço com o vinho incluído. No jantar são € 74 e o menu degustação sai por € 89 – ambos sem bebida. Faça reserva!

Ó QUE CURIOSO

Bicha é fila, cueca é calcinha, rapariga é apenas uma mocinha de família, porreiro é gente bacana e rabo pode ser bumbum ou final da fila. E para chamar o garçom – conhecido como empregado de mesa – experimente o sefazfavoire… o “por favor” deles. Pois, pois, ó pá!

UM FILME PARA INSPIRAR

Capitães de Abril, de Maria de Medeiros (2000)

PORTUGAL LEMBRA

Nosso passado, Saramago, vinho do Porto, azulejo e o tio Manoel… da padaria.

MELHOR ÉPOCA PARA IR

Prefiro as estações intermediárias, outono e primavera. De dezembro a fevereiro faz frio, mas não chega a ser nada congelante. O detalhe é que chove mais nessa época. Claro que no verão todo e qualquer lugar fica mais animado. Portugal também. Mas os precinhos inflacionam fácil, fácil.

Site do país: www.visitportugal.com
Embaixada brasileira: Estrada das Laranjeiras, 144 tel.: 217 258 510 | www.embaixadadobrasil.pt

Leia também:

Europa a 50 euros por dia: introdução

 .
Foto: Sílvia Oliveira
 .


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


38 Comentários

  1. Em algumas outras caves em Gaia ( como a Taylor, por exemplo) a visitação tb inclui degustação de pelo menos 2 tipos de vinhos do Porto, e é de graça!

    responder
    • Muito bom! Ótima dica!

      SERVIÇO:
      Taylor => http://www.taylor.pt
      Horário de visitação: segunda a sexta | 10h às 18h. Aos fins de semana, das 10h às 17h

      Visita guiada gratuita: inclui a prova de dois vinhos do Porto, um brancoseco Chip Dry e Late botttled vintage 2004.

      😀

      responder
  2. Oi Silvia,
    Realmente o Elven, esta na dica de todos.
    Provavelmente não resistirei.
    Novamente agradeço por estas delícias de dicas, que estão me inspirando.

    Beijão!!!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Vá e depois conte tuuuudinho pra nós! 😀

      responder
  3. Uau! Li os três posts. Ótimos!
    No meu blog tem umas notícias da terrinha.
    Algumas nem tão econômicas…
    Taí: http://deunstempospraca.blogspot.com/search/label/Portugal

    responder
    • Silvia Oliveira

      Muito bom! 😀

      responder
  4. ELIZABETE CARVALHO

    Adorei as dicas, ainda mais que estarei em Lisboa de 1º a 5/06/11. Gostaria de ter copiado as dicas para levar e aproveitar “in loco”. Pena que este site é à prova do “copiar/colar”. Abraços, Bete

    responder
  5. adorei…mas senti falta do MINHO…onde nasceu portugal…e de onde emigrou a maioria dos portugueses espalhados pelo mundo…
    MAS ADOREI E PARABENS

    responder
  6. O FILME A CIMA ESTA FORA DO AR…KKKKK TENHO A OUSADIA
    de lhe enviar este belo filme de PORTUGAL

    PENA NAO DEU…MAS ESTA NO YOU TUBE
    ESTORIL REGIAO

    responder
  7. Em relação a altura para visitar, sem dúvida que o fim da primavera ou inicio de Outono são as opções mais económicas, pois ainda se está na chamada época baixa, mas o tempo já ajuda!

    responder
  8. Oi Silvia!
    Adorei! Adoro ler e matraquear sobre Portugal.
    Só para não perder o costume (de matraquear rs), minha dica é a visita à cave da Graham’s. É gratuita e, como é mais distante, no verão eles oferecem transporte, também gratuito.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Opa, ótima dica! Brigadão! 🙂

      responder
  9. Julia

    Oi, Silvia!!!
    Amei o seu site, amei tudo!
    To aqui em Lisboa pra passar os proximos 5 meses… vou aproveitar cada diquinha daqui!
    Mas, ah, algumas linhas de onibus parecem que foram desativadas, e os preços inflacionados… o pastelzinho de belem está custando 1,50!!! é.. a crise…
    Beijos e obrigada!!!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Julia! Este post foi escrito em 2009, muita coisa deve ter mudado por aí mesmo! Aproveite muuuito sua viagem! Abs!

      responder
  10. Eliane

    Sou suspeita pois eu e meu marido amamos Portugal. A hospitalidade das pessoas, especialmente na cidade do Porto. Queria comentar sobre uma cidadezinha que não foi citada por aqui. Caso alguém tenha interesse em visitar a Serra da Estrela ou mesmo Covilhã, não deixe de ir à Belmont (terra de Pedro Álvares Cabral). Você se sentirá vivendo pura história. Foi um bate-volta. Quem nos indicou foi um taxista que fechou um dia conosco por 50 euros. No apresentou tudo pacientemente e ainda almoçou conosco. Fica a dica. Abraços.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sensacional, Eliane! Obrigada pela dica! 🙂

      responder
  11. Virgínia

    Alguém sabe qual é a maneira mais rápida e barata de ir da região de Sevilha/Espanha até Lisboa?

    responder
    • Silvia Oliveira

      De avião. Tente aqui: vueling.com

      responder
  12. Thiago Pires

    Silvia, Parabens pelo site li do começo ao fim as dicas de Portugal…

    Queria uma ajuda sua e do pessoal que ja foi para Portugal. Irei com mais 4 pessoas agora em Dezembro para Portugal, primeiramente para Porto 1° pergunta: Do aeroporto para o hotel vale a pena ir de taxi, onibus, pagar um traslado? 2° de Porto para Lisboa vale a pena alugar um carro? ir de trem? de onibus?

    Aguardo a dicas de vocês…Obrigado desde já.

    Thiago Pires.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Thiago!

      1º – como vocês estão em grupo vale a pena um táxi, porque vocês dividem o valor da corrida.
      2º – novamente, como estão em muitos, um carro vale muito a pena, pelo preço e pela paisagem, poderão parar no meio do caminho. Já o trem também é barato e prático, em 3 horas estão em Lisboa.
      Abs!

      responder
  13. Alexandre

    Silvia primeiro quero dizer que te amo, sério virou amor a primeira lida, estou programando minha viagem pelo matraqueando. Estou indo numa viagem rápida a Europa em fevereiro queria umas dicas, meu roteiro. chego dia 5 de fevereiro em Lisboa, dia 8 vou para Madri e 13 para Barcelona, voltando dia 17 para o Brasil, queria saber se estará muito frio nessa época e se a divisão de dias que foi feito vai dar para conhecer bastante a cidade principal e as vizinhas.
    Obrigado mesmo

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oi, Alexandre! Faz frio, sim, mas não costuma nevar nas capitais da península ibérica, muito menos em Barcelona. Eu colocaria 4 dias inteiros para cada uma dessas cidades! Abs! 🙂

      responder
  14. Denise

    Oi, Silvia, tudo bem ? Preciso de algumas dicas. Estou indo com 3 amigas, do dia 17/09 a 26/09. Nossa hospedagem é em Lisboa, mas queremos circular em algumas cidades. Eu queria saber sobre a temperatura média (sou mega friorenta). Moro no RS e aqui essa época ainda é friozinho e morro de medo de passar frio, rsss… Outra coisa, quero conhecer Algarve – Albufeira e gostaria de saber se dá pra ir e voltar no mesmo dia ou recomenda passar uma noite por lá. Desde já agradeço a ajuda. Bjs

    responder
    • Silvia Oliveira

      Olá, Denise! Em tese, não é para fazer frio pesado em Lisboa nessa época, não! Eu sugiro dormir uma noite (ou mais) no Algarve. Abs!

      responder
      • Denise

        obrigada pela atenção

        responder
  15. Daniela

    Ei Silvia tudo bem? Amei seu site, virou guia de viagem, você escreve de forma clara e seu texto passa uma ótima sensação de que está pertinho! Gostaria de uma informação, se possível. Estou programando uma viagem para Portugal, mas só consigo ir em dezembro. Pela sua experiência você acha que perderei minha viagem devido ao clima? Obrigada, Daniela.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Daniela, dezembro faz frio e costuma chover mais. Eu optaria por um período entre maio e setembro! Abs!

      responder
  16. Fernando

    Bom dia, quero numa casa de fado com jantar qual recomendas Silvia. Parabéns pelas dicas, excelentes.

    responder
  17. Deivid

    Oi Silvia, tudo bem? Primeiramente gostaria de parabenizá-la e dizer que o Matraqueando já virou leitura obrigatória quando planejo uma viagem. Gostaria saber qual lugar em Lisboa você acha mais recomendável para se hospedar, pois sempre me dizem o Centro, porém já ouvi de algumas pessoas que o Centro de Lisboa é um pouco perigoso. E então, o que você recomenda? Obrigado e abraço!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Deivid, o centro de qualquer cidade é sempre “insólito”. Mas a região central de Lisboa é muito boa para se locomover a qualquer lugar, inclusive para fazer visitas a pé, sem transporte público. Eu gosto do Chiado região central, mas bem mais descoladinha!. 😉

      responder
      • Deivid

        Obrigado Silvia, muito sucesso p/ ti!! Abs!

        responder
  18. Louise Sodré

    Eu fiquei no YES HOSTEL em Lisboa…indico muito! Lá é maravilhoso!!!
    Bem pertinho da Praça do Comércio…quem estiver indo pra Lisboa em grupo,é o melhor lugar econômico pra ficar 😀

    responder
  19. Erivaldo Gomes Bizarra

    Silvia: Boa tarde

    Muito bom o Matraqueando.
    Estou, mais minha esposa, planejando uma visita de 8 dias à Portugal, mais especificamente em Lisboa (hospedagem), porém ainda tenho dúvida quanto a segurança pública local. É seguro ou podemos esperar algo como SP/RJ nosso? É possível/recomendável portar câmeras fotográficas por lá?
    Obrigado

    P.S.: se puder, queira copiar sua

    responder
    • Silvia Oliveira

      Erivaldo, eu me sinto mais segura em Lisboa do que em Curitiba. De qualquer forma, q.u.a.l.q.u.e.r. lugar do mundo exige atenção. Abs!

      responder
  20. Erivaldo Gomes Bizarra

    resposta para o e-mail: [email protected]

    responder
    • Silvia Oliveira

      Só respondemos por aqui, Erivaldo! É humanamente impossível atender a todos por e-mail. Abraço e boa viagem!

      responder
  21. Bosco Barroso

    Silvia, existe uma ligeira diferença entre Manuel e Manoel … vai além do “u” e do “o” !
    Manuel é o da “terrinha”. Todos os portugueses são “Manuel”.
    Já Manoel é da Espanha… Como os dois vieram parar no Brasil, as “traduções” dos nomes resultaram nessa diferença. Você conhece algum “Manoel” que seja português? De pais portugueses?!

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar