-  Atualizado 24/08/2010

Destinos para o feriado de Páscoa

Publicado por: Silvia Oliveira Matraca News, Matraqueando
VOCÊ TEM MILHAS?
.
Vá para o Chile ou Fernando de Noronha. Noronha é o passeio mais caro do Brasil, não importa de onde você venha. É aquele básico irreparável: sol e praia paradisíaca. Nunca fui. Mas não há quem volte decepcionado. Já o Chile não é uma ilha, mas um país inteiro para visitar. Tem o Deserto do Atacama, a Rota dos Vinhos, a Rota dos Vulcões, a Patagônia e a própria capital, Santiago, emoldurada pelos Andes. Com 20 mil pontos da TAM ou 20 mil milhas da Varig dá para ir tanto para um lugar quanto para o outro. No caso do Chile, o bilhete da Varig é emitido pela PLUNA, última parceira sobrevivente da Viação Aérea Rio-Grandense. O legal é que a PLUNA faz uma parada em Montevidéu. Dá para ficar um dia na capital do Uruguai e depois seguir para Santiago. Dois países com um só bilhete. Já se a opção for Fernando de Noronha, ao economizar na passagem você pode se dar ao luxo de ficar naquelas pousadas mais sofisticadas da ilha. Mas corra, porque os assentos desses bilhetes são restritos e garante a viagem quem faz a reserva com antecedência.
.
VOCÊ TEM MUITO DINHEIRO?
...

Vá para Nova York ou para um resort brasileiro. Para Nova York há o inconveniente do visto. Mas se você tem moooito dinheiro, isso deixa de ser um problema. Nada que sua declaração de imposto de renda não possa fazer no momento da entrevista-pelourinho lá no consulado americano, em São Paulo. O dólar nunca esteve tão barato (é a menor cotação dos últimos dois anos!) e Nova York é mesmo o centro do mundo e está feita para todos os gostos: tem museus excepcionais, espetáculos na Broadway, o Central Park – uma área verde imensa no meio da cidade, muitos centros de compras, lindas lojas de design e decoração e restaurantes charmosésimos para todos os bolsos.
.
Já os resorts, você sabe, são todos muito parecidos. Trazem apartamentos lindamente decorados, comida internacional – alguns com sistema all inclusive, para comer e beber à vontade, piscinas imensas e uma praia na porta de casa. Para aquele momento Ócio Criativo a que todos temos direito. (Shhhhh, se o Domenico de Masi me escuta falando isso, ele processa o Matraqueando por danos morais).

.

VOCÊ TEM POUCO DINHEIRO?
.
Arrisque os passeios pelos arredores da sua cidade. Para quem está em Curitiba, tem a Serra da Graciosa, a Lapa e o Canyon Guartelá, o 6º maior do mundo. Estando em São Paulo, não vá a lugar nenhum. Fique na cidade e aproveite – insisto – a viagem ao Museu da Língua Portuguesa. (Estou parecendo um disco riscado: museu-língua-portuguesa, museu-língua-portuguesa, museu-língua-portuguesa, … mas é fascinante até mesmo para quem não gosta da matéria ou fala para MIM fazer.) Quem vive em Recife pode ver a encenação da Paixão de Cristo em Fazenda Nova, a 180 quilômetros da capital. O teatro-cidade tem 100 mil metros quadrados e é o maior do mundo ao ar livre. Se você não é chegado em religião, vá do mesmo jeito, vai estar assim ó de ator da Globo. Está no Rio? Petrópolis é o seu destino. A apenas UMA hora da babel carioca, você tem a cidade mais imperial do Brasil. Dom Pedro II e Visconde de Mauá são alguns dos personagens ilustres do município da região serrana fluminense. Não conheço, foi indicação do meu irmão e da minha cunhada que estiveram por lá no carnaval e adoraram.

.

VOCÊ NÃO TEM DINHEIRO?
.

Primeiro: se você continuar pensando assim não tenho dinheiro, estou quebrado, na pendura, sem a paia, durango… nunca vai ter mesmo! Diga: estou passando por um período de transição e nesta ocasião fico impossibilitado de fazer alguns passeios. Maktub. Bem, passada a seção zen-indiana-Deep-Choprak do Matraqueando, voltemos à realidade. Sem dinheiro, faça um risoto e sirva aos amigos. Risoto é prato internacional, italiano, chique, barato e fácil de preparar. E reunir amigos é a melhor viagem que você pode fazer.
.

Fotos: Raul Mattar (De cima para baixo: Nova York (EUA), Costa do Sauípe (BA), Lapa (PR) e Risoto de Queijo com Manjericão by Matraca Adriá-Troigros)


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


11 comentários

  1. Guilherme Lima Espeschit
    Comentário do dia 15/3/2007 às 08:28

    Chile!!!
    Tá aí um lugar interessante.
    E os preços estão tão atrativos quanto na Argentina?

    (Responder)

  2. Nair P. Siqueira
    Comentário do dia 15/3/2007 às 08:49

    Silvia,
    A Expressão "entrevista-pelourinho", nunca foi melhor utilizada, no caso do que acontece no consulado USA em SP. Tenho um casal de amigos q vive em Miami, (estão em processo bem adiantado para conseguir green-card, pois vivem lá há muitos anos) e a mãe dela não consegue visto de jeito nenhummmmm pra ir visitá-los. E olha que a sra. em questão tem 70 anos, propriedades etc.. Vai entender, né?? E toda vez ela volta tão triste… Bom, ainda bem que eu já conheci NYC (e AMEI por sinal), porque acho que hoje em dia o meu visto caducado não renova nem a pau…rsrs..
    Bjs querida (já respondi teu e-mail!! obrigadão).
    Nair
    ET. Iaaa me esquecendo adorei a dica do RISOTO…hehehehe, combina com meu bolso!!

    (Responder)

  3. silvia oliveira
    Comentário do dia 15/3/2007 às 14:06

    Super SAC-Guriri: (pode deixar, vou manter sua identidade secreta);-)

    Não é que o Chile seja mais caro, é a Argentina que está muuuito barata para os bolsos brasileiros. Chile é país latino-americano, portanto barato para quem gosta de uma viagem internacional. O melhor Hostal das Américas(albergue da juventude) eleito por estas organizações especializadas está no Chile, em Santiago: LA CHIMBA.

    Quando eu for para lá, cê acha que eu vou ficar onde????

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 15/3/2007 às 14:18

    Nair!
    Nossa, que historia triste. Que desespero deve ser isso. Pois eu também tenho uma coleção de histórias desse pessoal que vai para a entrevista no consulado americano. Quando eu tirei meu visto não precisava ir lá pessoalmente, foi tudo por despachante e foi antes do 11-S. O meu visto caduca em 2011 (era aquele de 10 anos), but eu não pretendo voltar tão cedo para lá! Beijos!

    (Responder)

  5. josé guimarães
    Comentário do dia 15/3/2007 às 18:32

    Silvia, fui a Petrópolis há muitos e muitos anos. É realmente uma belezura aquela cidade. Na época, a trabalho, tive a oportunidade de ficar num hotelzaço, mas a cidade é cheia de pousadas legais. Para quem gosta de história, aquilo é um museu a céu aberto!

    (Responder)

  6. Sirlene
    Comentário do dia 15/3/2007 às 19:00

    A receita do risoto, por favor!

    (Responder)

  7. Silvia Imaculada
    Comentário do dia 15/3/2007 às 19:41

    Estou com a Sirlene… a receita do risoto por favor!
    rsrs

    (Responder)

  8. malu bueno
    Comentário do dia 15/3/2007 às 20:40

    Pois eu entrei aqui justamente para pedir a receita. Faço coro com a Sirlene e Silvia: receita, receita, receita!

    (Responder)

  9. Felipe Martini
    Comentário do dia 16/3/2007 às 11:30

    Belo blogue.

    viajar é preciso!

    Ah, comentei lá no post sobre as 10 razão para visitar minha amada Argentina.

    Saludos!

    (Responder)

  10. silvia oliveira
    Comentário do dia 16/3/2007 às 13:42

    Meninas: tô providenciando a receita para inaugurar a "Cozinha maravilhosa do Matraqueando".

    (Responder)

  11. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 16/3/2007 às 13:46

    Felipe!

    Brigada. O comentário de Bs As é de tirar o fôlego. Recomendo aos outros matraqueadores que passem lá no post sobre a capital argentina (está nos links à direita, na página principal do blog).
    Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar