-  Atualizado 28/02/2016

Como usar o metrô de Nova York

Publicado por: Silvia Oliveira Nova York

Metro de Nova York Chrysler

Embora tenha testado todas as possibilidades do transporte público de Nova York começo a escrever tensa. Não sei exatamente onde está meu trauma com o metrô da cidade (porque o ônibus só conheci no ano passado), mas estou quase certa de que as linhas nominadas basicamente com números e letras exigem demais do meu raso e inexistente raciocínio lógico.

Sem contar que nem sempre as estações do metrô estão interligadas como acontece em Paris, Londres ou Lisboa. Isso significa que é preciso entender bem o mapinha e saber exatamente aonde você quer ir. Algumas linhas atravessam Manhattan de norte a sul. Outras são curtas e servem rotas específicas.

Confesso que os posts que li por aí antes de viajar me ajudaram muito pouco. (Veja, o problema está comigo, não nos posts!) É difícil visualizar ou aprender a usar o metrô de Nova York só na teoria do texto. É muito número, é muita letra, tem um tal de Uptown para cá, Downtown para lá.

Pretendo ser o mais didática possível. Se você achar que eu estou tentando falar com um leitor de cinco anos, não se assuste. É que estou escrevendo e explicando para mim mesma! 😀

+ Nova York pela primeira vez: roteiro de 3 dias

Metro de Nova York

Como  circular de metrô em Nova York

1. Abra o mapa do metrô de Nova York. (É possível também fazer o download neste mesmo link.) Assim, sempre que eu começar a falar e você não entender a lógica do trampo, consulte o mapa para visualizar melhor. Ah, você pode conseguir este mapa gratuitamente nas cabines das estações.

2. O metrô pode nos levar a qualquer um dos cinco boroughs (distritos) de Nova York: Manhattan, Brooklyn, Queens, Bronx e Staten Island. (Para chegar a Staten Island você tem que pegar um ferry grátis no Whitehall Terminal — ao lado do Battery Park, Metrô Whitehall, Linhas N e R. Chegando à ilha você circula com a Staten Island Railway.)

3. Existem muitas linhas que cortam a cidade de norte a sul e poucas opções que levam de leste a oeste. As que fazem o trajeto norte a sul vêm do Bronx (ao norte), cruzam Manhattan inteirinha e chegam ao Brooklyn (já no sul de Nova York). As linhas 4, 5 e 6 sobem e descem pelo lado LESTE da cidade. Já as linhas 1, 2, 3, A e C circulam pelo lado OESTE. Não dá muito para ir pela cor da linha, porque uma mesma cor pode atender a diversas linhas. Vai vendo…

4. Para cruzar a cidade no sentido leste-oeste (ou o contrário) há poucas opções — aí é que entram os ônibus, tema para outro post, aliás. As principais linhas de metrô que fazem esse trajeto são N, R — que vêm do Queens para Manhattan. Há ainda o Shuttle, trem que faz somente o pequeno trajeto entre Grand Central e Times Square e a 7 (linha roxa), além da Q (antiga linha W) que sai do nada para lugar nenhum. Ela começa (ou termina) na estação Astoria-Ditmars Boulevard (pros lados do aeroporto La Guardia). É claro, ela deve atender a muita gente como os moradores. Mas turisticamente não ajuda muito, até porque quem quiser usar o transporte público para sair do La Guardia tem que pegar um ônibus até a estação Astoria Boulverda e de lá o metrô. Nhé! Não há linha de metrô atravessando o Central Park. Para cruzá-lo de um lado pro outro somente a pé, de ônibus ou táxi.

5. Compre seu MetroCard. É um cartão com tarja magnética que dá acesso ao metrô, ao ônibus e ao bondinho (tram) de Roosevelt Island em Nova York. Eu explico aqui como comprar e usar o MetroCard num passo a passo com fotos.

+ Hotel bom e barato em Nova York: dicas testadas e aprovadas

+ Alugue seu carro aqui com segurança e percorra os Estados Unidos com mais economia

Metro de Nova York como circular pela cidade

6. Antes de entrar na estação observe se o trem vai para o norte (Uptown) ou para o sul (Downtown) da cidade. Caso você pegue para a direção errada — e isso pode acontecer algumas vezes — fique calmo e tente fazer o caminho inverso para voltar. O detalhe é que, dependendo de onde você pegou o metrô, para mudar de direção é necessário pagar nova passagem (às vezes até sair daquela estação e pegar em outra no lado oposto da rua). Muitas estações não estão interligadas. Na prática, desenhando, é assim: se você está na 33 St (olha lá no mapa!) e quer ir para 110 St, significa que você quer subir, ir para o norte da cidade — sentido Queens e Bronx. Então sua direção é Uptown. Mas se o número diminuir (você quer ir para a 14 St, por exemplo), sua direção é o sul, sentido Brooklyn. Então, escolha Downtown.

7. Já a espera na plataforma é outro momento em que a pressão arterial explode. Saiba que vários trens (com diferentes destinos) vão passar por ali. Avisos luminosos destacam quais estão chegando. Então confira o mapa, leia o aviso eletrônico e confirme se o trem da vez é o seu ou não.

8. Mas nada é tão ruim para o nosso entendimento que não possa piorar. As linhas oferecem dois tipos de serviço: Local ou Express. A linha Local para em todas as estações. A Express pula várias e só para nas principais, geralmente as mais movimentadas e turísticas. É uma linha mais rápida, daí o nome: express. Na frente do trem e nos avisos eletrônicos aparecem a informação “local” ou “express”. Cuidado para não pegar a linha express como uns e outros fazem (serei eu, mestre?) e pular justo a estação na qual você queria descer. O mapa do metrô também indica as paradas. Quando a estação tiver bolinha preta somente param os trens locais. Já nas estações com bolinhas brancas param expressos e locais. Para não confundir, anote aí as linhas expressas: 2 e 3 (vermelha), A (azul), Q (amarela), 4 e 5 (verde), B e D (laranja).

9. Durante o horário de pico (6h30 às 9h30 e 15h30 às 20h, dias de semana) os trens passam, em média, de três em três minutos. Fora desse horário o tempo de espera pode variar de cinco a oito minutos. E quanto mais tarde fica, dependendo da estação, passam de 20 em 20 minutos. Eu já fiquei 25 minutos esperando numa estação do Brooklyn por volta das 22h30. Importante: o metrô de Nova York funciona 24 horas, mas algumas estações fecham determinadas entradas durante a madrugada.

10. Outra coisa que eu aprendi na raça, ou seja, me ferrando: condutores de trens e metrôs usam dialeto próprio feito para ninguém entender. Às vezes eles avisam que aquele determinado trem vai ser desmembrado ou pular alguma estação (por motivos de avaria, por exemplo). Mas é claro que você não entendeu (não se culpe, o problema não é do seu inglês, mas do dialeto empregado). Quando o cara fala algo e eu não entendo… pergunto aos outros passageiros e toco a vida. Atenção também aos cartazes nas paredes da estação, eles costumam trazer informações importantes.

+ Nova York | Como chegar e sair do aeroporto JFK

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial e dá para dividir em até 6 vezes!

Metro 96 street

11. Expectativa: as estações levam os nomes das ruas onde estão localizadas. U-hu, isso ajuda muito. 😀 Realidade: algumas estações têm nomes iguais, mas passam em linhas diferentes. Fuén fuén. 🙁 Por exemplo, temos a parada 96 St que fica no leste da cidade e a 96 St, no lado oeste de Manhattan (imagem acima). Há cinco (CINCO!) estações com o nome 23 St, uma na linha azul, outra na vermelha, outra na laranja, outra na amarela e outra na verde (imagem abaixo). Como é que uma pessoa de “humanas” como eu poderia entender essa dinâmica?

Metro 23 street

Como ir de metrô às principais atrações turísticas de Nova York

American Museum of Natural History | Linhas B e C. Descer na 81th Street

Brooklyn Bridge | Linhas 4, 5 e 6. Descer na Brooklyn Bridge-City Hall.

Cathedral of St. John the Divine | Linha 1. Descer na Cathedral Pkwy (110th Street).

Chrysler Building | Linhas, 4, 5, 6 e 7. Descer na Grand  Central Station-42nd Street

Chinatown | Linhas N, Q, R, Z e 6. Descer na Canal Street.

Empire State Building | Linhas N, Q, R, B, D, F e M. Descer na 34th Street-Herald Square.

Estátua da Liberdade | Linhas N e R. Descer em Whitehall St. Daqui você anda  uns cinco minutos até o embarque para pegar o ferry que leva ao monumento.

Grand Central Terminal | Linhas 4, 5, 6, 7 e S. Descer na Grand Central-42nd Street

Ground Zero | Linhas 2, 3, A, C, J e Z. Descer na Fulton Street.

Metropolitan Museum of Art (MET) e Guggenheim Museum | Linhas 4, 5 e 6. Descer na 86th Street.

Museum of Modern Art (MoMA) | Linhas E e M. Descer na 5th Av-53rd Street.

Nações Unidas | Linhas 4, 5, 6, 7 e S. Descer na Grand Central-42nd Street. (A ONU está a quatro quadras da estação, uns 10 minutos caminhando.)

Rockefeller Center | Linhas B, D e F. Descer na 47th-50th Streets-Rockefeller

St. Patrick´s Cathedral | Linhas E e M. Descer na 5th Av-53rd Street. Ou linhas 4 e 6. Descer na 51st Street.

The Cloisters | Linha A. Descer na 190th Street.

Times Square | Linhas 1, 2, 3, 7, A, C, E, N, Q, R e S. Descer na 42nd  Street-Times Square. Um trem chamado “Shuttle” faz o pequeno trajeto Grand Station-Times Square.

Wall Street | Linhas 4 e 5. Descer na Wall Street.

+ Hotel bom e barato em Nova York: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Outras informações

– O metrô de Nova York nem de longe lembra o de São Paulo ou o de Madri. As estações de NY geralmente são feias, sujas e mal cuidadas. Mas não vejo insegurança. No entanto, evitaria circular por ali sozinha e/ou de madrugada.

– As placas indicativas dentro do metrô com os nomes das estações trazem muita informação junta. Ou seja, são pouco intuitivas e de difícil compreensão numa primeira vez. Só para avisar que seu tilt cerebral será normal.

– Existem vários aplicativos para celular para entender melhor o metrô de Nova York. Eu usei o Google Maps mesmo, que dá a rota sem erros. Mas o próprio site do metrô traz uma lista com sugestões de apps: veja aqui.

IMPORTANTE | Os Estados Unidos têm um dos serviços de saúde mais caros do mundo. É imprescindível viajar com um seguro internacional de viagem para não ter que deixar um rim na hora de pagar a conta de uma simples consulta, caso venha precisar. A boa notícia é que leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro internacional da Mondial Assistance. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, viajante solo, luxo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes! Corra: promoção por tempo limitado!

Posts relacionados

Nova York pela primeira vez: roteiro de 3 dias

Nova York bairro a bairro: Harlem

Nova York | Como chegar e sair do aeroporto JFK

Nova York | Como comprar e usar o MetroCard

Hotel bom e barato em Nova York: dicas testadas e aprovadas

Como tirar o visto americano: passo a passo ilustrado

Compre seu ingresso antecipado e evite filas

+ Observatório do Empire State Building

+ Observatório Top of The Rock

+ Museu Guggenheim Nova York

+ Madame Tussauds em Nova York (Museu de Cera)

+ Imperdível tour de helicóptero em Nova York

+ Ônibus Hop On Hop Off em Nova York

Leia também

Orlando sem carro: como ir do aeroporto ao centro e como circular usando o transporte público + o I-Ride Trolley

Orlando | Red Roof Inn International Drive: hotel bom, bonito, barato e bem localizado

Orlando | Bibbidi Bobbidi Boutique: como é, quanto custa e como reservar o dia de princesa para sua filha na Disney

Orlando | Cici’s Pizza: buffet à vontade de massa, pizza, sopa e sobremesa

_____________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados. ©

Disclaimer | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda  a manter o blog com dicas fresquinhas e gratuitas, além de não pagar nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


14 comentários

  1. Renata
    Comentário do dia 04/8/2015 às 09:26

    Silviaaa! SO-CO-RRO! hahaha… aflita com seu post, mas no final super agradecida por falar (pelo menos pra mim) como se eu fosse um leitor de 5 anos! Eu tb nunca me achei com o metrô de NY.
    OBRIGADA! Mais confiante depois de seu post. Bjo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Força, miga! #tamujunto

    (Responder)

  2. Comentário do dia 04/8/2015 às 11:16

    Pra quem não entende o metrô de New York, até que você o entende muito bem! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Isso é só a teoria do texto, Marcie… ou cê acha que se eu não consultar esse roteiro vou saber me virar diboa? 😀

    (Responder)

  3. Virginia Lucia
    Comentário do dia 04/8/2015 às 13:31

    Sílvia, que post perfeito! Divertido e utilíssimo! Poxa, o metrô de Nova York poderia ser como o de Londres, que até eu, que também sou de humanas e nasci com a bússola com defeito, entendi. ?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahahaha! Virginia, somos de humanas, nossa bússola interna tem defeito e o mapa cerebral é invertido. Logo… 😀

    (Responder)

  4. Melissa
    Comentário do dia 04/8/2015 às 14:38

    Silvia, já estive em Nova York uma vez (só dois dias de passagem) e só agora entendi essa questão do local e expresso. kkkkkkk Acho que só agora entendi que o trem pulava as estações porque era expresso e não porque estavam “interditadas”. Obrigada por me trazer a luz, Matraca!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu também entendi quando caí na armadilha, Melissa! Rá rá rá! 😀 😀 😀

    (Responder)

  5. Aline
    Comentário do dia 04/8/2015 às 16:41

    Silvia!!!!
    Muuuuuito esclarecedor seu post! Parabéns!
    Fui duas vezes a Nova Iorque e me virei bem após ler alguns posts e graças ao aplicativo no celular NYC Subway.
    Ocorre que se alguém me perguntasse a lógica da coisa eu não saberia explicar até este post!
    Você foi tremendamente didática para pessoas como eu, também de humanas! hehehehe
    Obrigada, querida, nossas viagens ficam muito melhores com posts como este!
    Beijo grande!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Valeu, Aline!

    (Responder)

  6. Comentário do dia 04/8/2015 às 17:10

    Parabéns Matraca, você conseguiu em poucas linhas decifrar o metrô de Nova York. Você colocou o básico e necessário para as primeiras viagens, depois decifrar as placas indicativas na plataforma com tantos códigos só mesmo para os locais. Com este post qualquer pessoa pode se aventurar no metrô e chegar no seu destino.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    O objetivo foi essa, Adelaide. É para quem está iniciando no tema… 😉

    (Responder)

  7. Comentário do dia 04/8/2015 às 22:35

    Fazia um tempinho que não entrava aqui no teu blog, gostei que vc tirou aquela restrição de abrir novas páginas em outras abas.

    To pesquisando sobre o metro de NYC,.. olha, comparado com o de Viena, Londres e tudo mais, acho que entro no teu time.. coisa complicada, hein! =DD Adorei o post!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sabe que eu não usava estra restrição conscientemente, Bruna? Acho que me esquecia de marcar aquela caixinha “abrir em nova aba” quando inseria o link. Porque depois que algum leitor me avisou aqui eu passei a prestar mais atenção nisso! 😀

    (Responder)

  8. Guilherme
    Comentário do dia 09/8/2015 às 09:14

    Depois que pegamos ônibus pela primeira vez em NY não queremos saber de outra coisa. Você vai vendo a cidade, ganha um tour embutido. Muitas vezes descobre coisas legais pelo caminho e simplesmente desce.
    Depois de NY nós não paramos mais de usar ônibus. Londres, Paris. Dá ultima vez que estive em Buenos Aires foi só ônibus a semana inteira.

    O contra fica por conta do tempo que pode ser maior mas acho que no final vale a pena.
    Quem ler esse meu comentário vai por mim: vá de ônibus! 😀

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu só testei o ônibus de NY no ano passado (vai ter post específico aqui). Achei que vale muita a pena para trechos curtos (e para atravessar a cidade de lesta e a oeste). Como você falou, às vezes subir 10 quadras pode demorar 40 minutos (aconteceu comigo). Se fosse a primeira vez, tudo lindo. Mas como já conhecia Manhattan do avesso eu só queria chegar ao destino. 😉

    (Responder)

  9. Comentário do dia 11/8/2015 às 18:59

    Oi, Sil. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, valeu, muito obrigada! 😉

    (Responder)

  10. Victor Hugo
    Comentário do dia 11/8/2015 às 22:51

    Olá, muito bom o seu site, sempre passo aqui para aprender um pouco.
    Mas fiquei com uma dúvida. no item 4 você disse “além da W que sai do nada para lugar nenhum”, qual linha é essa? É a linha “G”?
    Obrigado

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Victor! No meu mapa (de papel) está a linha W, mas ela foi substituída pela Q (ou N). Só agora que eu vi, dãããrd! Ambas saem da estação Astoria-Ditmars Boulevard (pros lados do La Guardia), que era de onde saia a W. É claro, ela deve atender a muita gente como os moradores. Mas turisticamente não ajuda muito, até porque quem quiser usar o transporte público para sair do La Guardia tem que pegar um ônibus até a estação Astoria Boulverda e de lá o metrô. Ela está na cor laranja. Abs!

    (Responder)

  11. Aline
    Comentário do dia 13/10/2015 às 17:54

    Adorei as explicações do post.
    A melhor parte é como ir nos principais pontos, me ajudou muito.

    obrigada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que legal, Aline! Aproveite muito! Abs!

    (Responder)

  12. Elaine
    Comentário do dia 18/11/2015 às 11:03

    Adorei encontrar este site, procurando coisas sobre N.Y me deparei com esta obra de arte que e’ sua pagina, me identifiquei bastante com vc Silvia, escreve deliciosamente bem, que no final terminamos lendo tudinhoooo e embarcando nos seu relatos. Obrigadaaaa suas dicas sera muito util na minha ida a N.Y depois de amanha, vou pra 4 dias de comemoraracao do niver de um amigo, maaas como e’ minha primeira vez, nao tenho a minima intencao de perder esta oportunidade de conhecer o maximo, as demais pessoas ja conhecem N.Y e estao indo so pra festar hard durante os 4 dias niver, com um roteiro tipo excursao super chic de comes e bebes, excluindo a minha pessoa, q pretendo aproveitar o dia pra conhecer tudo como uma turista normal, bater perna, shopping, conhecer os ponto turisticos, comer food street, o chachorro quente mais famoso, aquele cookies delicioso. O metro ta super explicadinho, maaas q medooo, e olha q sou macaca veia em giro eplo mundo, acho q neh pra mim nao, q desisti do metro em Berlin, assim q vi passar varios metros diferentes numa mesma linha ?? berlin em taxi,onibus ate rola, pq o trafego e’ de boa, ja N.Y e’ complicado… Acho q terei q encarar o metro, pra nao pagar penitencia caminhando e nao ter forças fisica de noite para me juntar ao demais do grupo do niver, nao posso fazer feio neh, seria de de super ma educacao ????. Obrigadaaaa Silvia ?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Vá com fé, Elaine! Aproveite ao máximo e encare o metrô sem medo. No fim, dá tudo certo! Boa viagem! 😉

    (Responder)

  13. Cristian
    Comentário do dia 21/12/2016 às 12:06

    Quanto mais eu leio sobre o metro, mais apavorado eu fico … kkkkkk

    Parabéns pelo Blog, excelentes dicas.

    Vou ficar 8 dias em NY e vou estar hospedado no Hotel Days Inn Jamaica – JFK Airport.

    Por isso vou ter que me deslocar todos os dias para a região central.
    Qual a forma mais fácil de chegar ao Central Park?

    (Responder)

  14. Luciana
    Comentário do dia 10/4/2017 às 16:22

    DÚVIDA: Quero ir ao Brooklyn saindo do Rockfeller Center.

    Vou pegar o metrô no grand Central 42 St ???

    Esse lance de linhas 4-5-6 não entendi… é pra pegar o trem que vier escrito estes números de linha?

    Pra descer do lado de Manhatan e caminhar pela ponte em direção ao Brooklyn, desço no City Hall ??? Pego a linha 6?

    Desculpe se parecer óbvio é que eu nunca estive no metrô em N. Y e não faço idéiaaaaaaaaa de como ou o que vem escrito nos trens. Para piorar, não sou fluente em inglês!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Luciana!

    1.Para ir ao Brooklyn você pode pegar na Rockfeller Center Station. Pegue a linha F em direção a Coney Island – Stillwell Av e vai fazendo as baldeações. Um aplicativo, como mapa google vai te ajudar.

    2. As linhas são identificadas por um número e cor. Mas o nome da estação (geralmente o noem de uma rua, 110 St, 103 St) vem no painel. Então, você pode entrar numa linha 4 (verde), na estação 96 St, por exemplo.

    3. Para ir ao Brooklyn pela Brooklyn Bridge pegue qualquer metro nas estações das Linhas 4, 5 e 6 (verde) e descer na estação Brooklyn Bridge-City Hall.

    Boa sorte!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar