-  Atualizado 17/06/2015

Rio de Janeiro: roteiro para quem vai pela primeira vez

Publicado por: Silvia Oliveira Rio de Janeiro

Rio de Janeiro Cristo Redentor

[Post atualizado em junho de 2015]

Quando leio reportagens sobre o Rio de Janeiro — a cidade mais visitada do Brasil — acho graça dos jornalistas que ficam tentando mostrar “o Rio que ninguém conhece”. É mesmo muito difícil falar de um lugar que todo mundo (sambista, poeta, cronista e autor de novela) já cantou ou mostrou em verso e prosa.

Rio Corcovado

Ora, mas o que seria de uma visita à capital fluminense se não fossem o Arpoador, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o calçadão de Copacabana, os Arcos da Lapa, a Confeitaria Colombo, o Maracanã, a Candelária, a Floresta da Tijuca, o Mosteiro de São Bento, a Ilha Fiscal, aquele monte de praia (Ipanema, Leblon, Barra da Tijuca e Grumari), o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor!.

Rio de Janeiro Turismo Matraqueando Blog de Viagens 15

Não adianta: se você vem pela primeira vez a um lugar tem de confirmar todas as expectativas que encontrou nos guias e, hoje —mais precisamente — nos blogs de viagem de turismo espalhados pela net. Se for a segunda visita volte àqueles pontos de que mais gostou na primeira. É no caminho que você acaba descobrindo as novidades.

O Rio de Janeiro é suave, afetuoso, engraçado e tem, de fato, “um doce balanço a caminho do mar”. Não, ele não é diferente do que mostram nossos últimos filmes que ganharam prêmios mundo afora.

Rio de Janeiro Turismo Matraqueando Blog de Viagens 04

Existe o lado complicado, é verdade. Mas veja, estou sugerindo que você vá fazer turismo (entende-se por fazer turismo — entre outras coisas — algo como percorrer lugares que despertam interesse e curiosidade) e isso pode incluir até o famoso Favela Tour.

A excursão antropológica mais inusitada que já vi é chamada de experiência educativa que busca uma perspectiva mais profunda da sociedade brasileira, segundo o criador do passeio, Marcelo Armstrong.

Rio de Janeiro Turismo Matraqueando Blog de Viagens 14
Então, como estava falando, acho graça dos jornalistas e blogueiros que tentam mostrar, a todo custo, lugares que ninguém nunca foi, viu ou ouviu falar — ainda mais quando o destino é um dos mais famosos do mundo.

O detalhe é que eu sofro da mesma síndrome dos meus colegas de trabalho: fico tentando selecionar o que poderia ser surpreendente e inesquecível para você, sem me dar conta de que os pontos turísticos óbvios muitas vezes são os mais surpreendentes e inesquecíveis da viagem.

Mas para não perder o costume aqui vai uma listinha do que considero delicioso no Rio — ATENÇÃO — depois de passar por todos aqueles lugares do primeiro parágrafo.

Rio-de-Janeiro-Turismo-Forte-de-Copacabana-Confeitaria-Colombo-Matraqueando-Blog-de-Viagem-03

 *** Tomar café da manhã na Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana. Custa R$ 36 individual ou R$ 64 para duas pessoas (Preço de junho de 2015.) Para entrar no forte tem de pagar R$ 6,00 (o que dá acesso somente às áreas externas). Independentemente do café — com uma das melhores vistas da cidades — vale a pena visitar a construção, lugar do dramático Movimento Tenentista, em 1922.

Há outra unidade da confeitaria no centro da cidade que – fundada há mais de 120 anos – foi ponto de encontro de Villa-Lobos, Chiquinha Gonzaga, Rui Barbosa e Olavo Bilac.) A matriz é mais famosa, vale conhecer as duas, mas o Café do Forte tem um agravante: vista para praia e Morro da Urca.  Veja aqui nossa visita à Colombo do Forte de Copacabana e à Colombo do centro da cidade!

*** Atravessar a ponte Rio-Niterói para visitar o Museu de Arte Contemporânea de Niterói. Em forma de disco-voador, o prédio foi projetado por Oscar Niemeyer, de onde se tem — desculpe — a melhor vista do skyline do Rio de Janeiro.

Feira de Sao cristovao Frei Damiao

*** Passar pela Feira de São Cristóvão, uma feira nordestina que ocupa 32 mil metros quadrados dedicados à culinária, música, artesanato e danças típicas do Nordeste. Apresenta, também, poetas populares, repente e literatura de cordel. Certo, eu sei que você está no Rio e quer ver samba e bossa-nova. Mas eu não resisto a uma feirinha. Veja aqui nossa visita à feira mais nordestina do Rio.

*** Conhecer o Museu do Bonde, no bairro de Santa Tereza. Uma caminhada pelo bairro (de dia) já é uma delícia e o museu tem uma exposição permanente com a história do bonde no Rio de Janeiro, com relógios registradores de passagens, uniformes antigos de condutores e até um vagão de 1907. Uma gracinha.

forte

*** Tirar uma foto ao lado da estátua de Carlos Drummond de Andrade, no fim do calçadão da praia de Copacabana. Todo mundo tira, porque você também não pode pagar esse mico? Não, engraçadinho, essa da foto acima não sou eu. Quando estive lá, a cidade recebeu aquela exposição constrangedora, a Cow Parade, em que artistas fazem suas criações e releitura em cima do pobre animal.

Rio de janeiro Trenzinho Corcovado 1

*** Ir de trem ao Morro do Corcovado, onde está o Cristo Redentor, o cartão postal do Brasil. A paisagem é linda, o Cristo —goste ou não — é uma das 7 maravilhas do mundo e a visita, obrigatória. Mas chegar até lá pela centenária Estrada de Ferro do Corcovado faz a diferença.

Rio de Janeiro trenzinho Corcovado 2

O Trem do Corcovado, que já levou reis, príncipes, presidentes e artistas, é também um passeio ecológico: atravessa a maior floresta urbana do mundo, o Parque Nacional da Tijuca — um trecho ultrapreservado da mata atlântica! 😉

Posts relacionados

Confeitaria Colombo: café da manhã no Forte de Copacabana

Feira de São Cristóvão: o repente da saudade

Aconchego carioca: boteco gastronômico

O curso Teacher & Dinner com a chef Roberta Sudbrack: eu fiz!

__________________ 
Fotos: Sílvia Oliveira e Raul Mattar | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


15 comentários

  1. Malu bueno
    Comentário do dia 03/3/2008 às 13:05

    Silvinha, eu também adorei passear pelo bairro de Santa Tereza e ir de trem ao Corcovado. Isso já faz muuuuito tempo, não sei se faria isso hoje d enovo. Aqui nos Estados Unidos quando chegam notícias do Rio não são nada animadoras. A violência assusta. É verdade tudo o que dizem? Quero passar as ferias de dezmebro no Brasil e quero levar meu marido para conhecer o Rio de Janeiro, mas fico pensando se será possível. O que você acha?
    Abraço.
    Malu, Flórida.

    (Responder)

  2. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 03/3/2008 às 21:02

    Malu!

    É muito complicado falar de violência em lugares altamente turísticos como o Rio. Como você vê, estou aqui: não levei nenhuma bala perdida, não fui assaltada e até pude fazer algumas caminhadas (de dia, porque não sou trouxa!) pelo calçadão da praia de Copacabana. Mas, existe, sim uma tensão social. Acho que não se pode facilitar. O Rio é uma cidade perigosa como tantas outras capitais do Brasil. No entanto, acho que se você se restringir aos lugares bem turísticos, não usar jóias, esconder a máquina fotográfica… enfim tomar aqueles cuidados "básicos", não haverá problema. É um passeio que vale a pena, seu marido vai gostar!

    (Responder)

  3. Ju
    Comentário do dia 14/3/2008 às 15:34

    Silvinha!
    Sou completamente apaixonada Rio de Janeiro, tenho amigos que moram la e sempre dá dou uma fugidinha para levar os nativos (meus amigos) fazer turismo. Ainda tenho algumas metas turísticas como Igreja da Penha (ainda não consegui convencer ninguém a me levar lá) e o Arpoador (total descaso da minha parte), mas tenho duas dicas imperdíveis que não constam na sua relação e valem a pena conhecer: Palácio do Catete (quarta-feira entrada franca) e não me lembro o nome do lugar (acho que é Pedra Bonita) que é o lugar onde as pessoas saltam de asa delta na praia de São Conrado, ainda não fui no Museo em Nitério, mas para mim aquele lugar tem umas das vistas mais lindas do Rio. Acabei parando la despreparada mas com certeza na minha próxima visita ao RJ vou fazer o passeio completo com direito a salto de asa delta e tudo mais que eu tiver direito. E quanto a violência também concordo com vc que a cidade é tão violenta quanto qualquer outra capital, no começo do ano passado fiquei com uns amigos parada sem gasolina na linha amarela, exatamente na entrada da Cidade de Deus, detalhe: meia noite e meia. Obviamente, morri de medo, assim como ficaria se estivesse parada sem gasolina na Av. das Torres aqui em CWB. Nesse episódio uma alma caridosa parou para prestar SOS e foi até um posto e voltou com um monte de garrafas pet cheias de combustível exatamente na época em que estavam botando fogo nos ônibus da cidade. Eu tinha certeza que dali alguns minutos chegaria o BOP (nem sabia o que era isso na época) nos metralhando, mas todos sobrevivemos!
    beijinhos

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 14/3/2008 às 20:08

    Palácio do Catete.
    Praia Bonita.
    Salto de Asa Delta.

    JU, tudo anotado. (Não que eu vá saltar de asa delta. Desculpe, tenho esses defeitos e restrições com esporte fitness-radical. hahahahaha!) Mas da próxima vez passo por lá, garanto umas boas fotos e posto aqui.

    Sobre a violência: eu invoco a armadura protetora do amado Arcanjo Miguel e seguro na mão de Deus! Não tem erro! 😉
    Beijos!

    (Responder)

  5. Ju
    Comentário do dia 15/3/2008 às 00:50

    Opa!! um equivoco, não é Praia Bonita é Pedra Bonita.
    Tenho fotos, vou te mandar por email.
    beijocas

    (Responder)

  6. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 15/3/2008 às 17:21

    Ui, JU, verdade! PEDRA bonita. Feita a correção. Tô esperando as fotos! Bjs!

    (Responder)

  7. Comentário do dia 24/1/2012 às 14:05

    Vista chinesa ( a mais linda do Rio) com parada para banho de cachoeira
    Cafe da manha no parque laje http://www.comerecocaresocomecar.com.br/search/label/Parque%20Lage?m=0
    Almoço no Bira de Barra de Guaratiba http://www.comerecocaresocomecar.com.br/2012/01/bira-restaurante-rio-de-janeiro.html?m=0

    (Responder)

  8. Ainoan
    Comentário do dia 04/11/2014 às 11:40

    Olá Silvia… estou já em planejamento para ir ao rio em março/2015, ja acertei alguns questões como hotel, passagem e etc… no moment estou no planejamento dos passeios que vamos fazer durante a estadia e um deles é conhecer o zoo rio. Porém não encontre empresas que facam translado para o zoo pois nao qria ficar andando de ônibus pra la e pra cá com minha mae e meu filho… vc conhece empresas q fazem esse tipo de serviço sem ser pacotes? Obg pela atenção! Ainoan de Recife!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Não conheço, não! 🙁

    (Responder)

  9. Camila
    Comentário do dia 22/1/2015 às 16:16

    Oi Sílvia,
    vc acha que dá pra visitar o Rio com uma criança de 2 anos. Iremos aproveitar (nós e nosso filho)?
    Quero muito conhecer o Rio, mas acho que uma criança, nessa idade, não aproveitaria muito.
    O blog é ótimo, estou adorando as dicas.
    Bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Tem muita coisa para os pequenos no Rio, a começar pelas praias e o Baixo Leblon! 😉

    (Responder)

  10. Comentário do dia 25/1/2015 às 22:50

    Silvinhaaaaaa! Helpppp!

    Vou em setembro com o marido ao Rio. É a nossa primeira vez lá! Ficaremos 10 dias, 18/09 a 28/09 e vamos alguns dias ao Rock in Rio. Estamos no maior dilema: Ficar perto da Cidade do Rock ou no centro para aproveitar melhor os outros dias? e outra! Hotel ou apartamento? em qual bairro? Você pode nos dar uma luz? Obrigadinha!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Bom, se são dez dias talvez compense ficar numa região mais turística. Ou dividir a hospedagem em duas, um pouco perto da cidade do rock e a outra metade em outro lugar. Apartamento costuma vale mais a pena. Você já entrou no site da AirBnb??? http://www.airbnb.com.br

    (Responder)

    Resposta de Cláudia Veras

    Obrigada pela dica do site, Silvinha! Vou olhar!
    Pensamos em dividir a hospedagem em dois lugares… Mas as atrações do Rock in Rio ainda não foram totalmente divulgadas e não sabemos exatamente o dia em que vamos ao Festival… Mas, ainda assim, muitíssimo obrigada pela atenção! Adoro seu site! Bjus,

    (Responder)

  11. Fernanda
    Comentário do dia 11/6/2015 às 08:59

    Olá, estou indo para o rj em julho para ficar 7 dias mas estou em dúvida de hotel, se perto da praia ou próximo de metrô. Queremos aproveitar ao máximo a cidade, conhecer pontos turísticos e a cidade a noite. O hotel está sendo meu maior problema. Queria ficar num hotel bacana porém que não estivesse muito acima do meu orçamento. Vc tem alguma dica.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu prefiro sempre ficar perto de um metrô. Qual é o seu orçamento?

    (Responder)

  12. marcia christina
    Comentário do dia 22/7/2015 às 15:55

    Fui ao Rio de Janeiro e aluguei um ap com a empresa carioca temporada, foi maravilhoso o serviço e o passeio. Recomendo

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada pela dica! 😉

    (Responder)

  13. Comentário do dia 27/6/2016 às 23:07

    Quando estiver no Rio de Janeiro, faça um City Tour Completo no Rio de Janeiro
    http://Citytournoriodejaneiro.com.br

    (Responder)

  14. CARLA
    Comentário do dia 11/7/2016 às 15:23

    Boa tarde!

    Ficarei em Ipanema, qual o a melhor opção de locomoção?Locar um carro?ou andar de taxi e metro?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Carla! Andar de metrô (ou uber quando necessário). Abs!

    (Responder)

  15. Dani
    Comentário do dia 08/6/2017 às 13:53

    Oi Silvia. Para uma primeira vez na cidade, qual região você acha que seria melhor se hospedar? Poderia dar alguma dica de hotel? Muito Obrigada!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar