-  Atualizado 17/02/2010

Porto Seguro, para expiar os pecados. Ou não.

Publicado por: Silvia Oliveira Bahia, Porto Seguro
Se você decidiu que qualquer dia passará suas férias – ou parte dela – em Porto Seguro deve escolher se vai para expiar seus pecados ou para passar uma semana muito agradável no paraíso. Ta certo que é um pedaço pequeno do paraíso. E anjo não é bem o que você vai encontrar por lá. Muito menos tocando harpa e comendo maçã. No entanto, dependendo da sua expectativa em relação à cidade você poderá conhecer, segundo o publicitário Ricardo Freire, o purgatório – ao vivo e a cores.

Exagero. Olha só minha descrição: as praias de águas calmas têm, às margens, uma moldura de coqueiros. Areias grossa e fina se intercalam nas Praias de Curuípe, Mundaí, Itacemirim e Taperapuã- a mais famosa. A Praia do Cruzeiro – de águas limpas, mas escuras – foge à regra devido o encontro do mar com o Rio Buranhén. O fenômeno pode ser visto por quem passa na rua, ao lado da orla. Barracas espalhadas nos cem quilômetros de areia são pontos de encontro dia e noite. Viu, que lindo! Continuando…, ao longo do areião, água de coco é a bebida oficial e o axé (toc, toc, toc, pé de pato, mangalô três vezes), o ritmo sagrado. E aí você pode procurar um padre para se confessar. (Dizem que se a gente se arrepender de todos os pecados antes de morrer, vai por céu – diretinho.)

Foto: Treak Earth

Continua no post abaixo


Artigos Relacionados


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 comentários

  1. chapeuzinho vermelho
    Comentário do dia 31/10/2006 às 12:21

    para que uma boca tão graaaande?

    hoohohoho

    Anita

    (Responder)

  2. silvia oliveira
    Comentário do dia 01/11/2006 às 20:25

    Você não quer que eu diga, quer?

    HAHAHAHAHAHAHA

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar