-  Atualizado 22/01/2016

A Mina de Gramado e Museu de Pedras Preciosas

Publicado por: Silvia Oliveira Gramado

A Mina de Gramado - horarios

Rapaiiiz, nem parece que sou autora de um guia de viagem sobre Gramado. Só no finzinho do ano passado é que descobri este atrativo na cidade e fiquei alucinada para conhecer: uma réplica de uma mina com direito a museu no fim do tour com mais de 800 exemplares de pedras preciosas do Brasil e do mundo.

A Mina de Gramado fica dentro do Parque Tomasini, uma enorme área verde com vários atrativos pagos à parte como pedalinho, pesca esportiva, kartódromo — além do Restaurante Carazal que serve almoço colonial.

A Mina de Gramado - citrino

Logo na entrada d’A Mina você já vê um lindo jardim com flores, pedras e uma pequena cascata. Mas caiu um toró bem na hora em que chegávamos ao lugar. Acabou que não consegui garantir nenhuma foto externa. Mas o que interessa mesmo está lá dentro.  (Aliás, falando em foto, já aviso que o lugar é superescuro e maquininhas tômaticas como a minha não dão conta de fazer nenhuma imagem decente do lugar!)

A Mina de Gramado - tunel

O passeio reproduz uma das minas da cidade de Ametista do Sul (450 km de Gramado), conhecida como a capital mundial da ametista. São 80 metros em galerias subterrâneas com dezenas de pedras preciosas em estado bruto cravejadas nas rochas.

A Mina de Gramado - como chegar

Você pode fazer o passeio sozinho ou acompanhado por um monitor que dá várias explicações, incluindo a finalidade terapêutica de algumas pedras. Passamos por uma cascatinha e por vários exemplares de citrino, ágata, quartzo e, claro, muita ametista — todas em forma de geodo, uma espécie de “ovo” oco que tem o interior parcialmente revestido de cristais ou outros minerais.

A Mina de Gramado fotos

Em determinado momento, capacetes disponíveis e equipamentos de mineração formam o cenário perfeito para sua memorável foto jacu. Aquela lembrança genial de viagem que todo mundo gosta de ter, mas que ninguém tem coragem de assumir. Rá!

A Mina de Gramado localizacao

Eu jamais havia visto sequer uma imagem de como são as minas de pedras preciosas, para mim foi uma novidade incrível. O máximo que visitei foi a Minas de Passagem em Mariana, a maior mina de ouro do mundo aberta à visitação, mas a proposta é bem diferente. Até porque a mina de Mariana é de verdade, a de Gramado é uma réplica temática e lúdica. O que agrada em cheio às crianças. 😀

A Mina de Gramado - Museu de Pedras Preciosas como chegar

Assim que a gente sai da galeria começa o museu, uma parte interessantíssima do passeio. São mais de 800 exemplares, repito, de pedras preciosas do Brasil e de países como Peru, Bolívia, Colômbia, México, Índia, Estados Unidos, entre outros. Algumas pedras são gigantes, quase 3 metros de altura e outras chegam a pesar 3 toneladas.

A Mina de Gramado - Museu de Pedras Preciosas

Terminado o pequeno tour (não dura mais do que 30 minutos, a não ser que você se demore muuuuito no museu) é hora de conhecer a loja d’A Mina. São diversas peças e objetos de decoração, joias e bijuterias (colares e brincos a partir de R$ 35). Junto à loja está o Ágata Café, uma área para tomar e comer alguma coisa, mas no dia em que fomos só havia bebidas, nada para beliscar.

A Mina de Gramado loja matriz

O passeio d’A Mina de Gramado é bem específico e vai agradar às crianças e a quem gosta do tema e de ver peças lindas (mesmo que não vá comprar!) feitas com pedras preciosas.

Como fica mais distante do centro talvez combine com o passeio à Vinícola Ravanello e/ou ao Snowland (o parque de neve indoor), já que estão todos na mesma direção!

A Mina de Gramado presentes compras

SERVIÇO

A Mina de Gramado

Local: RS 235 – KM 31 | Gramado (está a dois quilômetros do pórtico de Gramado, sentido Nova Petrópolis)

Horário: todos os dias, 9h30 às 17h40.

Ingresso: R$ 20. Estudantes, crianças de 6 a 12 anos e pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 10. (Valores de janeiro de 2016.)

Dicas da Matraca

– Você pode somente visitar a loja (entrada grátis, obviamente) sem necessariamente fazer o tour. Mas se seu objetivo for só conhecer ou comprar não é necessário vir até ao parque. A Mina (este é o nome do estabelecimento, “A Mina”) tem uma filial (somente loja) na Av. Borges de Medeiros, 2727 – loja 09, no centro de Gramado. E outra dentro do Parque Terra Mágica Florybal (RS 466 – KM 05), em Canela.

– No site Tchê Ofertas você encontra algumas promoções que incluem almoço no restaurante do parque + visitação à mina por preços bem atrativos.

Posts relacionados

Studio 109: hospedagem para família em Gramado com excelente custo benefício

Magnólia: o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha.

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Parque de Lavandas: a Provence chega a Gramado

E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Leia também

Bento Gonçalves | Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Bento Gonçalves | Vinícola Salton: visita guiada inclui degustação grátis

Bento Gonçalves | Pousada do Chalé: hospedagem fofa com ótimo custo benefício

Templo Budista a 30 km de Gramado: o Tibete mora aqui

______________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados. ©



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 comentários

  1. Juliana Godoy
    Comentário do dia 22/1/2016 às 00:05

    Que lindo Silvia! Já estive duas vezes em Gramado e não conhecia este lugar. É muito longe do centro?

    (Responder)

    Resposta de Rodrigo

    Fica a 6 KM do centro de Gramado…

    (Responder)

  2. Gustavo
    Comentário do dia 16/4/2017 às 20:14

    Hoje comprei dois ingressos para o Snowland pela internet e, junto com o voucher veio também um ingresso grátis para “A Mina”. Vou tentar conhecer.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Vale a pena. O passeio é rapidinho e agrega bastante conhecimento. Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar