-  Atualizado 04/04/2011

Chico Doceiro: a melhor guloseima de Tiradentes

Publicado por: Silvia Oliveira Tiradentes

Quanto mais tempo você passa em Tiradentes percebe que a fama da cidade se dá principalmente pelos personagens do lugar. Ao contrário de outros recantos históricos de Minas – onde a gente procura por arte, igreja e arquitetura colonial  – aqui o turista quer conhecer o fuxico da Carmem, o Bar do Celso, o Tempero da Ângela e, claro, o Chico Doceiro.

Chico Doceiro é mítico. Confesso que achava quase impossível encontrar esta figura emblemática de Tiradentes com a mão na massa. Pois lá estava ele e seu enorme tacho de cobre. O ambiente é modesto. Se você passar por ali meio distraído talvez nem perceba que no número 74 da Rua Franscisco P. de Morais está o melhor canudinho de doce de leite da Terra. Com massa própria e crocante. Por R$ 0,50 cada um.

Seo Chico, de 80 anos, produz desde 1965 diversos doces caseiros como cocadinha, doce de banana e até o tradicional brigadeiro. Durante os quatro dias que fiquei na cidade passava lá quase sempre. A lojinha ficava bem no meio do caminho entre minha pousada e o centrinho da cidade. E saía com a sacolinha cheia, recheada com aqueles docinhos suaves e cremosos. Todos por menos de R$ 1,00 cada.

O negócio é familiar. A mulher e o filho ajudam na produção. Chico Doceiro está acostumado com o assédio da imprensa. Já foi notícia em diversas publicações. Na maior paciência do mundo também colaborou com o Matraqueando.  Simpático e calmo, Seo Chico conta que a massa do primeiro canudinho que fez abriu com uma garrafa. Foram anos de dedicação até abrir a empresa que hoje se tornou referência na região.

Esse é o Chico Doceiro: empreendedor, chef, boa-praça e mineiro bom de prosa.

SERVIÇO

Chico Doceiro
Rua Francisco P. de Morais, 74 (Canjica) |  Tiradentes – MG
Tel. (32) 3355.1900
Horário de atendimento: 8h às 20h

Leia também:

Tiradentes: roteiro para uma viagem bem sucedida

Passeio de Jardineira: os causos de Tiradentes

Tiradentes combina com

Ouro Preto
Mariana

Fotos: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


13 comentários

  1. Comentário do dia 19/3/2011 às 11:02

    Adorei ver o Seu Chico por aqui.
    Eu também amei conhecer a doceria e os docinhos dele.
    Todas as vezes que vou a Tiradentes passo por lá.
    BTW, notei que faltam botões de compartilhamento aqui no blog. Distração ou conviccção?
    De qualquer maneira, vou (re) compartilhar no Twitter e no FB.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Distração ou convicção??? Acho que é burrice mesmo!!! Hahahaha! Não tenho a menor ideia de como se faz isso.Vou procurar saber, você não é a primeira que me pergunta isso! 🙂

    (Responder)

  2. Sirlene
    Comentário do dia 19/3/2011 às 12:38

    Que simpático mesmo, só de vê-lo aí no tacho… já demonstra ser uma grande pessoa. Deu água na boca! Abs!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Já imaginou??? Seu Chico está com 80 (oitenta!) anos e tá lá na maior força!!! É um personagem e tanto!

    (Responder)

  3. Comentário do dia 19/3/2011 às 13:27

    Silvia, estou verdadeiramente curtindo suas postagens de Tiradentes! Estive lá rapidamente há anos, quando ainda não era tão ‘fashion’ rsrs… planejo voltar e estou guardando com carinho seus textos. Estas fotos dos doces e do Chico mexendo o caldeirão estão de matar 🙂 Bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Luciana, visitar o Chico Doceiro (e comer suas guloseimas) foi uma das minhas melhores experiências em Tiradentes. Para encontrá-lo por lá.. vá pela manhã! Abs!

    (Responder)

  4. Beatriz Oliveira
    Comentário do dia 20/3/2011 às 22:00

    Olá Silvia !
    Estou no Atacama e fiquei muito feliz de entrar no seu site e ver o Sr. Chico. Me deu muita saudade de casa!
    Moro numa cidade muito próxima e nos almocos de final de semana o doce de banana com doce de leite é sobremesa obrigatoria!
    Justa homenagem!
    Um abraco

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Uia, noticias direto do Atacama… que luxo! 🙂

    (Responder)

  5. Alessandra
    Comentário do dia 20/3/2011 às 23:19

    E o ritual? Não dá pra ter pressa…Eles servem devagar. Embrulham os pacotes com barbante, nada de modernidade. E é isso que torna o lugar ainda mais irresistível…

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Quando a gente conhece pessoas do naipe do seu Chico… tudo fica mais harmonioso e colorido!

    (Responder)

  6. Comentário do dia 20/3/2011 às 23:30

    com gosto de canudinho de doce de leite na boca…

    (Responder)

  7. Comentário do dia 11/8/2011 às 13:58

    Oi Silvia, td bem? eu criei um blog há pouco tempo e estou escrevendo sobre Tiradentes, gostaria de saber se posso postar o seu blog na minha pagina?….

    Abraços

    Sheyla

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Olá Sheyla!
    Aqui só não é permitido copiar textos e fotos integralmente – mesmo que citada a fonte. Mas se você quiser deixar um link lá do Matraqueando, fique à vontade! 🙂

    (Responder)

  8. Ronado Zini
    Comentário do dia 21/2/2013 às 20:21

    Conheço Tiradentes, mas passei ao lado desta Casa de verdadeiros sabores. Quando retornar a Tiradentes – mais uma casa a visitar. Diretamente de Lisboa.

    (Responder)

  9. Leandro Alves
    Comentário do dia 05/4/2013 às 18:36

    Visito Tiradentes desde 1992 e cada vez que vou lá tenho que comer uns doces e papear com Seu Chico. Não há como ir até lá sem trazer uns doces de lembrança para amigos e familiares.
    Outras tradições que não podem ser deixadas de lado:
    – beber água no Chafariz de São José
    – ver o por-do-sol no morro de São Francisco
    – almoçar no Bar do Celso
    – almoçar no Tempero da Angela, no Bichinho (já posso me lembrar do perfume do cheiro do fogão de lenha! que saudade!)

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Leandro! Legal! temos posts de todos estes lugares que você falou, até do Tempero da Ângela! 🙂

    (Responder)

  10. Comentário do dia 17/8/2013 às 11:40

    Seu Chico é uma figura. Tipicamente tiradentina: morre de orgulho de Tiradentes e lida muito bem tanto com turistas, quanto com tiradentinos e são joanenses…um amor!

    (Responder)

  11. Comentário do dia 26/9/2013 às 14:45

    Sílvia, estou postando essa semana sobre minha viagem a Ouro Preto e Tiradentes e no post de hj (http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/09/cidades-historicas-de-minas-tiradentes-compras.html) coloquei o link pra 3 posts seus. Seu blog me ajudou muuuito a planejar tudo! Obrigada pelas dicas! Na época dessa viagem nem planejava ter um blog, mas já acompanhava vários!

    (Responder)

    Resposta de Fernanda Scafi

    quer dizer, foram 4 posts seus citados! rs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigadíssima pela menção, Fernanda! Abs!

    (Responder)

  12. antonio lucio danelon
    Comentário do dia 17/2/2014 às 18:36

    pessoas como chico doceiro,cada dia mais raro nesse mundo moderno,mas que traz muita alegria e vontade de continuar a viver e desfrutar dessa douçura que é a vida.

    (Responder)

  13. waldir andrade
    Comentário do dia 30/7/2015 às 16:07

    boa tarde
    Alguem que more ai em tiradentes,nao enviam pelo correio aqui para o parana?kkkkkqueria muito experimentar os doces

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar