-  Atualizado 21/03/2011

Passeio de Jardineira: os causos de Tiradentes

Publicado por: Silvia Oliveira Tiradentes

Tomava um café no Largo das Forras, a principal praça de Tiradentes, quando passou a folclórica Jardineira, um veículo de 1935 que leva os turistas para um tour divertido, histórico e instrutivo. Um casal ao meu lado disparou: “Quem será que tem coragem de fazer esse passeio tão jacu?” Virei e disse: “Eu, uai!”. Por certo, foi uma das melhores coisas que a cidade nos ofereceu.

O passeio só acontece à noite, oportunidade de percorrer Tiradentes – toda iluminada – no sacolejo do histórico automóvel. Mas o melhor da “viagem” é ouvir os causos do motorista-guia Luiz Fernando Neves, idealizador da ideia. A fofa Charmosa, apelido da Jardineira, passa pelas principais construções históricas.

Durante todo o trajeto o motorista fala sem parar, fornece informações importantes e conta causos interessantes. Um deles dá conta de associar os inconfidentes à maçonaria e a passagens secretas. Em certo momento do passeio, a Jardineira estaciona em um ponto estratégico para observar a Matriz de Santo Antônio.

É quando Luiz Fernando revela uma ilusão de ótica interessantíssima: de longe é possível observar uma imagem de Santo Antônio que se forma na porta da igreja por causa do jogo de luzes e sombras. E não para por aí. Quer saber mais? Faça o passeio. É causo que não acaba mais.

Passeio de Jardineira em Tiradentes

Local de saída: Largo das Forras
Horário: 18h ou 19h – dependendo da época do ano.
Duração: 1h30 a 1h45
Preço: R$ 35 por pessoa. Criança até 5 anos não paga.
Reservas: (32) 9948.2370. A Jardineira acomoda somente 7 pessoas. Reservar com antecedência é muito recomendado.
Dica útil: leve um casaquinho de frio durante o passeio.

Leia também:

Tiradentes: roteiro para uma viagem bem sucedida

Chico Doceiro: a melhor guloseima de Tiradentes



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


10 Comentários

  1. Marcia Cristina

    Que gostoso,muito fofa mesmo esta “Charmosa”! No meu tempo não tinha esse passeio, não. 🙂

    responder
  2. Marina

    Tiradentes é uma cidade MARAVILHOSA…
    Quero fazer esse passeio de jardineira! Parece ser muito legal!
    Me empolguei com essa ilusão de ótica também…Quero conferir!
    =)

    responder
  3. Vinicius

    Muito bom esse passeio, recomendo à todos. Vale a pena!!!

    responder
  4. Lucia

    Fizemos o passeio de Jardineira no último feriado de Novembro e ficamos decepcionados. Quando agendei este passeio, deixei claro ao condutor que levaríamos nossa filha de 2 anos e ele nos disse que não haveria problema. No entanto, durante o passeio, qualquer comentário feito pela criança era censurado, de maneira bastante desagradável, pelo condutor, que se mostrou extremamente intolerante e sistemático. Por fim, abandonamos o passeio! Não recomendo!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Que horror, tinha que abandonar mesmo! 🙁 E se eu fosse vocês mandaria um e-mail para ele reclamando e dizendo que não recomendaria mais o passeio. Quem sabe o rapaz pense duas vezes antes de ser intolerante com crianças!

      responder
  5. Lucy Previato

    Fiz o passeio c/ Sr Luiz Fernando em sua jardineira e foi muito bom! Passamos a ver Tiradentes de outra forma, muito mais interessante! Vale a pena conhecer!!

    responder
  6. EDSON FERREIRA AGOSTINHO E ESPOSA

    Boa noite, nunca fui a Tiradentes – mg, qual o melhor caminho indo do Rio,
    qual preço de hotel ou pousada, desejo ficar no cento de Tiradentes.
    Att. Edson

    responder
  7. Olá! O comentário de vcs é perfeito, Tiradentes é linda adorável o povo é muito simpático. O passeio na Charmosa é algo inesquecível. estou sempre por lá levando meus clientes para lindas caminhadas. Agora só uma pequena correção a imagem que aparece na Igreja é de São Francisco de Assis e não de Santo Antônio.
    Abraços!!!
    Syrthes.

    responder
  8. Juliana

    Olá.
    Fizemos o passeio de jardineira
    Foi uma decepção. O Luiz Fernando é extremamente intolerante e sistemático. Não aceita conversas durante o passeio. Chama atenção. Não aceita que tire fotos dos locais que quer. Somente de onde ele determina.
    E ele cobra valores de acordo com a cara do freguês. Nunca diga a pousada que está. Isso é critério para ele determinar o preço.
    Não recomendo.
    Ele é bem chato! Histórias sem graça

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar