-  Atualizado 10/01/2013

Fortaleza dos Reis Magos | Natal

Publicado por: Silvia Oliveira Natal

Quase fui linchada. Anunciei que estava em Natal, mas que não ia fazer o passeio de buggy pelas dunas de Genipabu. Entenda, nada contra. Minha visita à cidade fazia parte da Expedição Brasil Express – o projeto do Matraqueando que previa um ou dois dias nas cidades visitadas.

Entre sacolejar e comer areia no buggy (sim, vou fazer esse tour um dia!) preferi conhecer a Fortaleza dos Reis Magos (também chamada de Forte dos Reis Magos), uma construção de 1598 que abriga o documento histórico mais antigo das Américas. Minha ideia era fazer o passeio de helicóptero e sobrevoar a fortaleza que tem formato de uma estrela de cinco pontas. Mas, ao contrário do que informava o Guia 4 Rodas 2010, o passeio estava desativado há meses.

Fiquei bem frustrada, porque acho que deve ser um tremendo impacto ver o forte de cima, além de poder sobrevoar as lindas praias de Natal, incluindo Genipabu… Rá. Para nosso consolo, no museu da fortaleza há várias fotos aéreas do lugar pra gente matar a curiosidade.

Não é obrigatório contratar uma visita guiada, mas há monitores voluntários que dão uma aulinha de história bem bacana. (O valor pago ao guia fica a critério do visitante). O Seo Geraldo nos acompanhou durante uns 40 minutos, tempo que dura uma volta completa pelo forte, que foi fundado num dia 06 de janeiro, Dia de Reis – daí o nome do lugar.

A construção levou 30 anos para ficar pronta. Tem vista para o oceano, o Rio Potengi e a cidade de Natal. Como toda história de conquista e reconquista, o forte foi dominado pelos holandeses e depois retomado pelos portugueses, naquela guerrinha sem fim do “eu tenhô, você não têein”. Mais tarde foi usado como prisão pela Coroa Portuguesa para aplacar os ânimos dos que lutavam pela independência do Brasil. Depois, veja só, foi utilizado pelos próprios brasileiros para encarcerar os portugueses rebeldes.

No centro do forte há uma capela, onde havia um poço que era usado para coletar água para os soldados. Todos os canhões do forte são originais. Alguns pesam 400 quilos. Os que estão apontados para o mar chegam a 800 quilos – com tiros de maior alcance.

As paredes do forte têm nove metros de largura, um método arquitetônico para evitar que fossem perfuradas pelos canhões dos invasores. A visita termina no armazém de armas e munições – onde está o Marco de Touros, também chamado de marco do descobrimento, considerado o documento histórico mais antigo do Brasil e, segundo, o Seo Geraldo, também das Américas.

SERVIÇO:

Fortaleza dos Reis Magos
Local: Praia do Forte, junto a Barra do Rio Potengi.
Horário: diariamente, das 8h às 16h30
Entrada: R$ 3,00
Como chegar: você pode pegar um ônibus do centro e pedir para descer o mais próximo do Forte e caminhar uns dois quilômetros até ele. Ou pegar um táxi no Centro de Turismo de Natal (foi o que eu fiz) e descer quase dentro do monumento. O táxi do Centro de Turismo ao Forte sai uns R$ 15,00.
Infraestrutura: tem lanchonete, banheiros e uma lojinha de artesanato.

Fotos: Matraca’s Image Bank

Leia também:

Em Natal, como ir do aeroporto ao centro

Praia de Ponta Negra

Centro de Turismo de Natal

Hospedagem boa e barata em Natal

Onde comer bem e barato em Natal

———–
A visita à Fortaleza dos Reis Magos, em Natal, faz parte da Expedição Brasil Express, by Matraqueando. Entenda o projeto.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


11 comentários

  1. Comentário do dia 09/8/2010 às 16:19

    Vou pra lá em outubro, pretendo fazer o passeio de buggy, mas não perco por nada a visita a este forte. Maravilhosas as fotos.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu sou um pouco exagerada, Érica, ainda mais em circunstâncias históricas… mas eu me emocionei durante essa visita. Essa construção tem uma aura incrível e é de uma importância tremenda para a História do Brasil!

    (Responder)

    Resposta de Sandra

    Érica, tenho certeza que vais amar…

    E na sessão “compras” indico (sem medo de errar), os centros de Artesanato. Por lá tem vários…Mas os maiores são centro da cidade e em Ponta Negra (próx. ao Praia Shopping)….Reserve um dia pra cada um….Tem presentes originais e não são caros!!!

    (Responder)

  2. Comentário do dia 09/8/2010 às 19:29

    Acho que a Fortaleza também seria minha prioridade. Construções históricas sempre me fascinam!

    Beijos!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Recomendo, recomendo, recomendo! 😀

    (Responder)

  3. Marcia Cristina
    Comentário do dia 10/8/2010 às 02:09

    Já estava com saudade da Expedição Brasil! 🙂

    (Responder)

  4. Comentário do dia 10/8/2010 às 17:29

    Silvia…Natal é demais da conta …e o forte, em especial, dispensa comentários!!

    To estudando (doutorado) nesta cidade maravilhosa….

    Abraços….

    (Responder)

  5. Comentário do dia 10/8/2010 às 22:02

    Adorei! Passei 1 dia e meio em Natal, em um eu fiz o passeio das dunas, no outro fiz questão de conhecer o Forte, a localização, arquitetura e história dele são incríveis. Depois fiquei chateada por não ter feito a visita guiada, mas ninguém se habilitou… Mesmo assim, foi show!

    OBS: Fotos lindas!
    OBS 2: http://zigadazuca.blogspot.com/search/label/Natal – Forte dos Reis Magos no Ziga da Zuca!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nooossa! Eu ainda não havia visto esse seu post sobre o Forte!!!! Demais!!! Viu que a gente tem uma foto igualzinha, uma da porta escura com a capelinha branca do lado de fora…Que legal! Bjs!

    (Responder)

  6. Comentário do dia 11/8/2010 às 18:21

    Verdade!!!! Nossa foto está igualzinha =)) hahaha
    Acabei de ver que cometi a gafe de escrever Jenipabu e não Genipabu, é mole? Ainda bem que entrei para ver as fotos e corrigi! Rá! (adoro o seu “Rá!”) hehe
    Beijão!

    (Responder)

  7. Comentário do dia 28/1/2011 às 14:08

    Na visita ao Forte você terá uma bela vista da Foz do Rio Potengi e a Ponte Newton Navarro vista de baixo…acho que merece um click!

    Bon voyage

    (Responder)

  8. Caline
    Comentário do dia 07/12/2011 às 23:08

    Eu estive no Forte e realmente é de encher os olhos, belíssimo.Recomendo!

    (Responder)

  9. Marcone
    Comentário do dia 09/4/2012 às 10:48

    Onde fica comer bem e barato em Natal Hospedagem boa e barata em Natal?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Tudo sobre Natal está aqui: http://www.matraqueando.com.br/category/brasil/rio-grande-do-norte/natal-rio-grande-do-norte-brasil

    (Responder)

    Resposta de Laura virginia

    Silvia …Como vai ?Estaremos indo para Natal RN…gostei da sua página…queria algumas dicas de onde pudéssemos sair a noite em famíla para comer camarões ou comidinhas da região com preços mais em conta, e de lojinhas de artesanatos…ficaremos em ponta Negra…se puder nos ajudar seremos gratos!Um bjo e fica com Deus!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Laura! Só conheço essas dicas que coloquei aqui. Tem também o Mangai, um restaurante de comida nordestina famoso, mas não é muito barato. (Ou, sim, dependendo de quanto quer gastar!) 😉

  10. Michele Dias Lopes
    Comentário do dia 05/3/2013 às 10:56

    Eu fui em abril de 2011 e gostei muito, mas estava um sol de lascar e só esse caminho cheguei lá toda suada…rsrsrsr

    (Responder)

  11. João Jorge Peralta
    Comentário do dia 25/6/2015 às 15:10

    Legal, Silvia, o carinho que você tem pelos nossos monumentos históricos, testemunhas “vivas” de nossa história. O Forte dos Reis Magos, além de ter garantido aquele maravilhoso pedaço do Brasil, ainda tem outra peculiaridade: t.em a ver com Martim, o amado de Iracema (romance Iracema de José dem Alencar). Trata-se de Martim Soares Moreno, personagem emblemático de todo nordeste brasileiro, que ajudou na expulsão dos invasores holandeses, especialmente no RN e CE . Visitei o forte três vezes. A localização também é emblemática, na foz do Potengi que já foi chamado de Rio Grande e dá o nome ao Estado . Bem hajas, Silvia Oliveira, pelo teu trabalho.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nossa, que legal saber do Martim! Obrigada! Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar