Fortaleza: guia de viagem

FORTALEZA | ROTEIRO TURÍSTICO COM PRAIAS E PASSEIOS

O Ceará é conhecido pelo litoral ensolarado, pelas jangadas à beira-mar e pela devoção popular a Padim Ciço. Uma região brasileira com 570 quilômetros de praias recheadas de falésias, dunas, famosas barracas e águas esverdeadas.

Terra de escritores como José de Alencar e Rachel de Queiroz, de grandes atores e humoristas, cenário de filmes e novelas, o Ceará foi o primeiro estado da federação a abolir a escravidão — cinco anos antes da Lei Áurea. Temos aqui ainda o berço do saudoso Dom Hélder Câmara, o bispo ativista católico que pregava a não-violência com uma igreja simples e voltada aos pobres.

Como se não bastasse essa biografia tão intensa, o estado abriga a capital nordestina mais disputada nos últimos anos pelos turistas brasileiros e estrangeiros. Fortaleza oferece o combo perfeito para quem viaja sozinho, com amigos ou família — tratando bem tanto quem busca economia ou turismo confortável.

Além de ter sol praticamente o ano inteiro, a cidade oferece extensa programação cultural, gastronomia variada (quem nunca ouviu falar das tradicionais caranguejadas às quintas-feiras?) e muitas opções para quem viaja também com crianças. O Beach Park, por exemplo — considerado o maior parque aquático da América Latina ­— está a 25 quilômetros daqui.

Contando com as praias urbanas de Meireles, Iracema, Mucuripe e do Futuro, além dos passeios às vizinhas Cumbuco, Morro Branco e Canoa Quebrada, a capital cearense oferece atividades e passeios distintos para quem quiser passar 3, 5 ou 7 dias na cidade.

Fortaleza é um destino sincero e eficiente. Mesmo passando por reformas estruturais importantes, mantém viva as tradições do artesanato da renda de bilro, labirinto, bordados, cestarias com palha de carnaúba e peças indígenas.

É o lugar perfeito para provar ainda o pargo assado no sal grosso, a paçoca nordestina (farinha de mandioca com carne de sol e outros temperos), sorvete de sapoti ou cupaçu e uma extensa coleção de rapaduras nos mais diferentes sabores. Eu não poderia deixar de mencionar também que estamos na terra do queridíssimo forró, incluindo suas variações como o xaxado e o baião.

GUIA DE VIAGEM COMPLETO | FORTALEZA E ARREDORES

Quantos dias em Fortaleza?

Fortaleza é um destino de praia com vários passeios nos arredores. O ideal seria passar uma semana na cidade, principalmente se você quiser esticar a Jericoacoara, a 300 quilômetros da capital. (Não, eu não recomendo o bate e volta porque você fica mais tempo em trânsito do que aproveitando o lugar.)

Levando em conta que a maioria dos turistas quer conhecer Morro Branco, Cumbuco, Canoa Quebrada e Beach Park, você pode dividir seu roteiro assim:

O que fazer se você tem 3 dias em Fortaleza

1º dia – Fique uma manhã na Praia do Futuro, na orla urbana da cidade. À tarde você pode se dedicar aos incríveis atrativos do centro histórico de Fortaleza. À noite, opte por jantar em Meireles e aproveite a Feirinha de Artesanato que começa às 17h.

2º dia – Passeio a Cumbuco (28 km a oeste) *ou* Morro Branco (90 km a leste). Observe que eu sugeri um ou outro. Fica difícil incluir os dois destinos no mesmo dia porque cada um fica para um lado da cidade.

3º dia – Beach Park. Se o parque aquático não for do seu interesse você pode conhecer Prainha (32 km) ou Águas Belas (60 km), duas praias mais rústicas e próximas de Fortaleza.

“Ah, mas você não incluiu Canoa Quebrada!” Amigo, você tem só 3 dias. Cada escolha, uma renúncia. Canoa Quebrada está a 160 km de Fortaleza e, assim como Jericoacoara, merece pelo menos um pernoite por lá.

O que fazer se você tem 5 dias em Fortaleza

1º dia – Manhã: Praia do Futuro. Tarde: Centro Histórico. Noite: Feirinha de Artesanato na Praia de Meireles.

2º dia – Passeio a Cumbuco (28 km)

3º dia – Beach Park. Se o parque aquático não for do seu interesse você pode conhecer outras praias da região: Prainha (32 km) ou Águas Belas (60 km) no litoral leste *ou* Lagoinha, praia com dunas e coqueiros a 110 km no sentido oeste de Fortaleza.

4º dia – Morro Branco (90 km) e Canoa Quebrada (160 km). Como Morro Branco está no caminho de Canoa Quebrada, você pode incluir uma parada estratégica nesta belíssima praia das falésias. Durma em Canoa Quebrada.

5º diaCanoa Quebrada (160 km)

O que fazer se você tem 7 dias em Fortaleza

1º dia – Manhã: Praia do Futuro. Tarde: Centro Histórico. Noite: Feirinha de Artesanato na Praia de Meireles.

2º dia – Beach Park. Se o parque aquático não for do seu interesse você pode conhecer outras praias da região: Prainha (32 km) ou Águas Belas (60 km) no litoral leste *ou* Cumbuco (28 km) e Lagoinha (110), ambas no sentido oeste de Fortaleza.

3º dia – Morro Branco (90 km) e Canoa Quebrada (160 km). Como Morro Branco está no caminho de Canoa Quebrada, você pode incluir uma parada estratégica na belíssima praia das falésias.

4º dia – Canoa Quebrada

5º dia – Jericoacoara (Atenção: de Canoa Quebrada a Jericoacora são 470 km, feitos em, no mínimo, sete horas de viagem. Saia bem cedo se não quiser passar o dia inteiro na estrada e ter tempo de desfrutar pelos menos a tarde do quinto dia no destino.)

6º dia – Jericoacora

7º dia – Jericoacoara

“Ah, mas você tirou o dia específico para Cumbuco dessa vez!” Olha, se você quiser conhecer Fortaleza, arredores e Jericoacoara e tem apenas uma semana é preciso optar. Mas se você faz questão de incluir tudo (isso porque eu nem falei da Praia de Flecheiras) é só acrescentar mais dias no seu roteiro ou deixar o Beach Park para outra oportunidade. 🙂

IMPORTANTE | A ordem dos passeios fica a seu critério. Você pode começar o primeiro dia pelo Beach Park, por exemplo, e deixar as praias urbanas de Fortaleza para depois. O meu critério seria: nos dias ensolarados optaria pelos passeios nos arredores. Nos dias mais nublados eu ficaria na cidade. Acompanhe a previsão do tempo em Fortaleza aqui.

Quando ir a Fortaleza?

Das coisas que eu mais gosto em Fortaleza: faz calor o ano inteiro. Com temperaturas médias anuais de 27ºC, não há grandes variações térmicas no inverno ou no verão. Aliás, é a alternativa perfeita para quem só pode viajar em julho, mas quer fugir do inverno do sul e das chuvas em outras regiões do nordeste.

Como é de se esperar em destinos disputados, nos meses de férias escolares como dezembro, janeiro e julho ­— assim como em grandes feriados ­— a cidade fica mais cheia. É certo que atrações para a família, como o Beach Park, estarão mais muvucados.

Mas chove?

Não existe certeza absoluta para essa pergunta, já que os aguaceiros têm variado bastante nos últimos anos. Os meses mais chuvosos estão no primeiro semestre, normalmente de janeiro a maio, sendo que março e abril têm o maio índice pluviométrico do ano.

No entanto, as chuvas costumam ser passageiras. Dificilmente chove por dias a fio, como acontece no sul e sudeste do país, por exemplo. De uma maneira geral, Fortaleza é uma das capitais nordestinas com mais dias de sol por ano.

A época mais seca vai de julho a dezembro, sendo que a probabilidade de você pegar sol intenso todos os dias acontece em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Para você se programar melhor confira os principais eventos em Fortaleza mês a mês:

Janeiro

Mês de férias escolares, espere a cidade mais cheia, principalmente nos primeiros dias depois da virada do ano. É nesta época que ocorre o evento Férias na P.I com shows na Praia de Iracema organizado pelo Instituto Iracema em parceria com a Prefeitura de Fortaleza.

Fevereiro

Carnaval na cidade, com programação diária no Aterro da Praia de Iracema. Para quem quiser curtir nos arredores, uma dica é o Festival de Jazz & Blues que acontece, anualmente, durante o carnaval na cidade de Guaramiranga, no alto da serra do Maciço de Baturité. Localizado a 105 quilômetros de distância da capital, o festival desce a serra depois do período carnavalesco e as principais atrações fazem apresentações também em Fortaleza.

Abril

Feriado nacional de Páscoa, perfeito para conhecer a cidade ou dar uma escapada para outras praias nos arredores. No dia 13 de Abril é comemorado o aniversário da cidade, com programação festiva e cultural. Também é o mês de abertura do Salão de Abril, uma das principais exposições de artes plásticas que acontece na cidade.

Junho

A cidade não recebe grandes festas de São João como outros destinos no Nordeste, mas quem gosta do festejo pode conferir o Campeonato Estadual Ceará Junino de quadrilhas.

Julho

Férias escolares, temporada de cidade mais cheia. Para os que gostam de mais carnaval, julho é o mês do Fortal, um dos maiores carnavais fora de época do Brasil. Reúne quase 500 mil pessoas nos quatro dias de folia. Artistas de renome nacional são a grande atração do evento. Em 2020 acontecerá de 23 a 26 de julho.

Agosto e Setembro

O Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema acontece entre os meses de agosto e setembro. Já no calendário de grandes festivais brasileiros, a programação do Cine Ceará é toda gratuita. O dia 15 de agosto é feriado local para comemorar a festa de Nossa Senhora da Assunção, a padroeira de Fortaleza.

Outubro

Em meados de Setembro e começo de Outubro acontece o evento Winds for Future na praia do Cumbuco, a 28 quilômetros de Fortaleza. O evento reúne tecnologia, educação e sustentabilidade com kitesurfistas de todo o mundo. A primeira edição foi em 2019, mas a expectativa é que novas edições aconteçam até, pelo menos, 2022. Para quem curte música sertaneja, o evento Villa Mix Fortaleza também costuma acontecer no mês de outubro.

Novembro

No mês de novembro acontece o For Rainbow – Festival de cinema e cultura da diversidade sexual e de gênero. O evento inclui espetáculos musicais e mostra competitiva de cinema. Para 2020, a expectativa é que ocorra a 14ª edição.

Dezembro

Mês de férias. Todos os anos, em dezembro, acontece o Ceará Natal de Luz, evento na Praça do Ferreira, no centro da cidade, com atrações musicais. Se sua ideia é passar o réveillon aqui, nas praias de Iracema e Mucuripe há queima de fogos e são montados palcos para apresentações de artistas renomados.

O que fazer em Fortaleza?

Reserve pelo menos 3 dias inteiros para conhecer a capital. São diversos atrativos culturais que vão muito além do sol e mar. Mas se seu negócio é mesmo a praia, adicione mais 2 ou 3 dias ao seu itinerário de viagem para conhecer outras paisagens nos arredores da cidade.

As praias urbanas de Fortaleza

Fortaleza é a segunda capital mais populosa do Nordeste com quase 2,6 milhões de habitantes. Quando o turista chega aqui o que ele busca é o trio sol, calor e água.

Com exceção da Praia do Futuro — um pouco mais afastada do centro — as outras praias urbanas da cidade (Iracema, Meireles e Mucuripe) têm poucos pontos próprios para banho.

Mas todas possuem estrutura de orla bem desenvolvida para caminhadas e passeios de bicicleta, aproveitando a agradável vista litorânea.

Praia de Iracema | VEJA NO MAPA

Até bem pouco tempo nenhum trecho da Praia de Iracema era próprio para mergulhos. Mas hoje em dia alguns pontos são frequentados, inclusive por moradores. Os locais mais acessados são o do Aterro ou da “Praia dos Crush”, bem em frente ao Centro Cultural Belchior — na altura da Rua dos Pacajús, 123. É nesta praia que você tira a foto clássica com a Estátua de Iracema, uma referência à celebre obra de José de Alencar.

O entorno da praia tem alguns bares e casas noturnas (como o famoso Pirata, bar que promove “a segunda-feira mais louca do mundo”). É bom lembrar que a Ponte dos Ingleses, um antigo píer que proporcionava um belo ponto para apreciar o pôr do sol, está fechada para reformas desde 2018. Já na Espigão da Rui Barbosa, uma passarela de 230 metros que avança sobre o mar, você tem uma das melhores vistas da orla.

+ Hotéis bons e baratos com até 50% de desconto na Praia de Iracema

Praia do Meireles | VEJA NO MAPA

É uma das praias mais movimentadas da Beira-Mar e ótima região para hospedagem (já fiquei aqui uma vez e adorei!). Tem um amplo calçadão com estrutura de barracas e quiosques. Logo em frente ao Clube Náutico há pontos próprios para banho, ficando melhor em períodos de maré baixa.

É na Praia de Meireles que acontece a concorrida Feirinha da Beira-Mar (leia mais em Onde comprar em Fortaleza) e o pequeno e fotogênico Jardim Japonês que, no momento, está fechado para reformas.

+ Hotéis bons e baratos com até 50% na Praia de Meireles

Praia do Mucuripe | VEJA NO MAPA

O verso “as velas do Mucuripe vão sair para pescar” — da música lindamente interpretada pelo cearense Belchior — representa bem o espírito dessa praia. Trata-se de uma continuação da Praia de Meireles com coqueiros e as famosas jangadas e embarcações dos pescadores. É daqui que saem alguns passeios de barcos que navegam pela orla da capital. Informações na Associação de Veleiros de Fortaleza.

A Praia do Mucuripe tem menos movimentação turística e nunca está própria para banho. Mas é uma opção para quem gosta de esportes de quadra ou para quem quer provar um camarão fritinho na hora no novo e revitalizado Mercado dos Peixes.

Você pode comprar o pescado ou frutos do mar ali e pedir para ser preparado na hora por uma taxa adicional (em torno de R$ 10). O mercado funciona todos os dias, das 5h às 22h. Os boxes de vendas abrem a partir das 5h, quando os barcos estão chegando com as cargas fresquinhas. Já os boxes de frituras, a partir das 9h.

Praia do Futuro | VEJA NO MAPA

Agora, se sua meta é passar o dia inteiro numa praia com água morna e águas esverdeadas, com extensa faixa de areia e enorme estrutura você deve ir à Praia do Futuro, a 10 quilômetros da região central da Beira-Mar. São 10 a 15 minutos de táxi ou Uber. É a única praia de Fortaleza com boa balneabilidade o ano inteiro.

É aqui que você vai encontrar as famosas barracas de praias — das mais simples às mais equipadas — como a Crocobeach e Itapariká (excelentes para famílias com crianças, tem piscinas com brinquedos e toboágua), Chico do Caranquejo (a mais famosa pela caranguejada de quinta-feira), Vila Galé (pertence ao hotel de mesmo nome, mas a barraca também pode ser frequentada por não hóspedes, é ótima para quem gosta de menos muvuca), Terra do Sol (conhecida pela excelente cozinha, veja o cardápio aqui), Cabumba (célebre por receber bem o público LGBT) e as descoladinhas Órbita Blue e Guarderia Brasil, voltadas para o público jovem.

O modus-operandi aqui é escolher uma dessas barracas e deixar a vida te levar. Todas oferecem petiscos, bebidas, sorvete, banheiros e  têm guarda-volumes para seus pertences. O grande movimento acontece de dia.

À noite, as barracas fecham e só abrem quando há alguma festa especial ou às quintas-feiras — o dia tradicional de comer caranguejo na cidade. O horário de funcionamento das barracas geralmente vai das 9h às 17h (segunda a domingo). Nas quintas-feiras, também funciona das 18h30 à meia-noite.

IMPORTANTE | Antes de pensar em dar um mergulho na cidade confira aqui o Mapa de Balneabilidade das praias de Fortaleza.

+ Hotéis bons e baratos com até 50% de desconto na Praia do Futuro

ALERTA DE SEGURANÇA | Fortaleza é um grande centro urbano, com trânsito difícil e alta circulação de pessoas e turistas. Recomendo fortemente que você não ande —  principalmente se estiver sozinho/sozinha — em ruas escuras e com pouca movimentação. Na Praia do Futuro não circule fora do eixo das barracas para evitar abordagens indevidas. Há relatos de assalto. (Já nas barracas é bem seguro, inclusive a maioria trabalha com segurança particular!) Nas aglomerações cuidado com os pertences, celulares e máquinas fotográficas. Ou seja, são os mesmos cuidados que você deve ter em qualquer lugar do mundo, incluindo a sua cidade.

3 bate e volta a praias próximas de Fortaleza

1. Cumbuco (litoral oeste) | VEJA NO MAPA

A pequena vila de pescadores localizada na cidade de Caucaia está apenas a 28 quilômetros de Fortaleza. Cumbuco não tem as águas tão clarinhas, mas é emoldurada por dunas, coqueiros e lagoas.

Há passeios de jangada, bugue e quadriciclos — o que, eventualmente, gera polêmica entre os ecologistas da região. De julho a dezembro, por conta do aumento dos ventos na praia, o destino passa a ser ponto de encontro mundial para a prática de kitsurf e windsurf.

Você pode chegar a Cumbuco com carro próprio (veja a rota no Google Maps) ou contratar alguma van nas agências de turismo que ficam na Beira-Mar, o traslado ido e volta sai em torno de R$ 35. Se quiser ir por conta, a Empresa Vitória faz a rota Fortaleza – Cumbuco em uma hora. Os ônibus saem da Praia de Iracema e a passagem custa R$ 8,35. (fev/2020)

+ Hotéis bons e baratos com até 50% de desconto em Cumbuco

2. Morro Branco (litoral leste) | VEJA NO MAPA

Cenário de novelas e filmes brasileiros, Morro Branco é uma das praias mais fotogênicas do Ceará. Localizada na cidade de Beberibe, a 90 quilômetros de Fortaleza, a linda praia é formada por falésias de areias coloridas. É com este material, aliás, que muitos artesãos criam paisagens dentro das tradicionais garrafinhas de vidro.

Um dos principais passeios aqui é justamente caminhar e apreciar o labirinto de falésias. No lugar dos bugues, você pode optar por uma passeio nas famosas jangadas, símbolo da cultura cearense. Para se refrescar do calor, a praia oferece extensa faixa de areia com águas límpidas e mornas.

Pertinho de Morro Branco, cinco quilômetros para frente, está a Praia das Fontes. Conhecida também pelas falésias de cor avermelhada, o local tem fontes de águas naturais. São uma espécie de bica d’água, limpa e doce, que nasce dos lençóis freáticos da região. É ótima para um banho depois do mergulho no mar. O detalhe é: está sempre muvucada.

Você pode chegar a Morro Branco com carro próprio (veja a rota no Google Maps) ou contratar alguma van nas agências de turismo que ficam na Beira-Mar. Se preferir ir por conta, a Viação São Benedito faz a rota Fortaleza – Beberibe (saindo do Terminal Rodoviário Engenheiro João Thomé em Fortaleza). O trecho é feito em duas horas e a passagem custa R$ 13,50 (fev/2020). Beberibe está a 5 quilômetros de Morro Branco. De lá é preciso pegar um táxi até a praia.

+ Hotéis bons e baratos com até 50% de desconto em Morro Branco

3. Prainha e Águas Belas (litoral leste) | VEJA NO MAPA

São duas praias próximas de Fortaleza que mantêm o padrão ainda rústico, sem muita badalação. Embora já tenham sido descobertas pelas empresas de turismo, tanto Prainha (32 km) quanto Águas Belas (62 km) oferecem paisagens belíssimas, contato com um bom banho de mar e comidinhas regionais.

Na Prainha procure pela barraca da Diva. Além da boa comida, tem redário, banheiros limpos e um pequeno espaço kids com piscininha. Você ainda pode visitar o Centro das Rendeiras, onde senhoras muito simpáticas apresentam diversos trabalhos feitos com renda de bilro, renda filé e bordados como toalhas, porta copos, pano de bandeja e saídas de banho. O espaço, que conta com 38 boxes, fica na rua principal da Prainha (R. Damião Tavares de Souza s/n). Funciona todos os dias, das 8h às 18h.

Agências de viagem levam até Águas Belas por R$ 40, trecho ida e volta. Não estão inclusos passeios adicionais e alimentação.

IMPORTANTE | Para fazer todos estes passeios você pode alugar um carro aqui com até 60% de desconto (foi minha opção) ou utilizar as diversas opções de empresas de traslado, principalmente para conhecer praias mais distantes como a disputada Jericoacoara, a bonita e tranquila Flecheiras e, uma das mais badaladas atualmente, Icaraizinho de Amontada.

2 praias que merecem mais do que um bate e volta de Fortaleza

1. Canoa Quebrada | VEJA NO MAPA

Ao chegar a Fortaleza você encontrará muitas empresas oferecendo o tradicional “Passeio das 3 praias”, um tour que inclui a visita a Morro Branco, Praia das Fontes e Canoa Quebrada (que fica no município de Aracati, a 160 quilômetros da capital) numa única viagem bate e volta. Já aviso, é fria!

Salvo se sua ideia é só garantir um clique para o Instagram (e nada mais), o passeio até funciona bem ao passar pelas duas primeiras paradas (Morro Branco e Praia das Fontes). Mas Canoa Quebrada acaba sendo totalmente injustiçada. O turista chega lá tarde para o almoço, faz um passeio rapidíssimo — muitas vezes nem dá para aproveitar o mar —  e tem que voltar para Fortaleza às 16h. Não, né!

Canoa Quebrada merece mais do que um bate e volta (eu fiquei três dias aqui) por ser a praia que une tudo o que as outras da região têm: falésias vermelhas, águas mornas e clarinhas, barracas pé na areia, passeios de bugue, jangada e parapente, pôr do sol nas dunas, visita às lagoas para atividades de tirolesa ou esquibunda, além de ter um centrinho animado (com bares e restaurantes) chamado de Broadway (Rua Dragão do Mar).  Sem contar que se você quiser fazer a Rota das Falésias**, Canoa Quebrada é uma boa opção para ser sua base.

O símbolo de Canoa Quebrada, uma lua e uma estrela, está cravado nas falésias da praia e é o principal cartão postal da cidade. Na minha primeira vez aqui, passei três dias na queridíssima e econômica Pousada Colibri (falei dela aqui). Uma hospedagem familiar com apenas quatro quartos, pertinho da praia e café da manhã delicioso. Diárias a partir de R$ 150 no quarto duplo.

Para as refeições nós batemos ponto quase todos os dias no restaurante Panela Cearense. Ambiente bem simples, comida farta e atendimento simpático. No almoço tem pratos executivos por R$ 16. Peixe com camarão para 3 pessoas sai por R$ 70 (fev/2020).  Fica na Broadway  – Rua Dragão do Mar, 502. Funciona todos os dias das 11h às 21h.

Você pode chegar a Canoa Quebrada com carro próprio (veja a rota no Google Maps) ou contratar alguma van nas agências de turismo que ficam na Beira-Mar. Dica: você pode ir com a excursão das “3 praias em 1 dia”, ficar para dormir em Canoa Quebrada e voltar outro dia  — de ônibus ou com a própria empresa que te levou para lá (quando estiverem retornando com novos grupos). Se quiser ir por conta, a Viação São Benedito faz a rota Fortaleza – Canoa Quebrada. O trecho é feito em três horas e meia e a passagem custa R$ 28,50 (fev/2020).

** A Rota das Falésias é um circuito de 320 quilômetros que liga o Ceará ao Rio Grande do Norte. Passa por mais de 40 praias de 13 municípios nos dois estados.

+ Hotéis e pousadas em Canoa Quebrada com até 50% de desconto

2. Jericoacoara | VEJA NO MAPA

Eu sei que pode parecer inacreditável, mas existem diversas agências que propõem viagem de um dia a Jericoacoara, a 300 quilômetros de Fortaleza. Ou seja, você passa quase cinco horas sacolejando na ida, mais cinco horas sacolejando na volta para ficar metade do tempo da viagem no destino desejado. Não. Por favor, não!

Jericoacoara merece um guia inteiro só para ela. Ao contrário de Fortaleza, Jeri é um lugar para você ficar, sem muitos passeios distantes pelos arredores. Uma das coisas lindas da vilinha é que o sol se põe no mar, transformando o pôr do sol visto da duna num evento turístico performático.

Não é permitido entrar de carro particular em Jericoacoara. Ao chegar em Jijoca é necessário deixar o veículo e seguir com as caminhonetes — chamadas de jardineiras, todas 4×4 — disponibilizadas pela prefeitura. Estando em Jeri, você pode contratar bugueiros para ir às lagoas e outras praias próximas. A empresa Fretcar tem ônibus que saem tanto do aeroporto quando do centro de Fortaleza em direção a Jijoca. A empresa também oferece um pacote que inclui o traslado com as jardineiras até o destino final.

+ Hotéis e pousadas em Jericoacoara com até 50% de desconto

4 passeios nos arredores de Fortaleza que valem a visita

1. Beach Park

Considerado um dos melhores e maiores parques aquáticos da América Latina, o Beach Park é destino certo para quem gosta deste tipo de atividade, principalmente se estiver com crianças. O Beach Park fica na praia de Porto das Dunas, no município de Aquiraz. São apenas 25 quilômetros de distância de Fortaleza, aproximadamente 40 minutos de carro.

Caso não queira ficar hospedado em um dos quatro hotéis do complexo, é possível passar o dia no parque ou no restaurante da praia. A estrutura ainda conta com a Vila Azul do Mar, um centro de conveniência com lojas, restaurantes de alta gastronomia e atrações musicais.

Endereço: Rua Porto das Dunas, 2734 – Porto das Dunas, Aquiraz – CE | VEJA NO MAPA
Horário de Funcionamento: das 11h às 17h. A bilheteria abre meia hora antes. Os dias de abertura do parque e do restaurante podem mudar de acordo com os meses do ano. Confira no site.
Ingressos: a entrada no complexo é gratuita, tanto na área externa do parque como nos restaurantes.
Para acessar o parque aquático – valores de fev/2020:
Ingresso antecipado para 1 dia: R$ 215
Passaporte para 3 dias: R$ 350
Passaporte para 7 dias: R$ 380

+ Encontre aqui hospedagem boa e econômica pertinho do Beach Park!

2. Centro das Tapioqueiras e Casa José de Alencar

Outro passeio fora do circuito turístico de Fortaleza é o Centro das Tapioqueiras e Casa José de Alencar. O primeiro fica no caminho do Beach Park e pode ser uma boa dobradinha no dia da sua ida ao Porto das Dunas (praia do município de Aquiraz, onde fica o parque aquático).

O Centro das Tapioqueiras fica em Messejana, na região metropolitana da capital. É um espaço dedicado ao prato típico nordestino, com diversas opções de pequenos restaurantes para comer essa iguaria. O lugar é simples, gostoso e oferece preços bastante populares. Experimente tapioca de diversos sabores, como presunto e queijo e até de carne de sol com queijo coalho.

Próximo ao Centro das Tapioqueiras, a apenas 10/12 minutos de carro, está a Casa José de Alencar, local de morada do escritor cearense e autor de obras primas como Iracema e O Guarani. Veja aqui meu post completo sobre os dois passeios.

3. Rota dos Engenhos de Rapadura

Percorri os engenhos de rapadura da região metropolitana de Fortaleza há cinco anos. Batizei o nome da rota e até hoje meu post, orgulhosamente, é o único da internet a mapear este trecho da região.

A rapadura é um dos doces mais tradicionais e típicos da culinária alencarina. Se você quiser uma atividade mais antropológica que não inclua sol e mar, a Rota dos Engenhos de Rapadura é fácil de percorrer.

Num pequeno trecho de estrada — saindo da capital em direção ao Litoral Leste, na altura do km 37 da CE 040 — eles começam a aparecer. Tímidos, rústicos, simplórios. A produção é artesanal, passada de geração em geração.

O passeio é contemplativo. Observar a produção de rapadura em engenhos centenários coloca você como testemunha contemporânea do que restou desta parte do Brasil Colonial.

Os turistas que vão em direção a Aquiraz (cidade onde fica o Beach Park), Águas Belas, Morro Branco ou Canoa Quebrada podem dar uma paradinha por aqui. Veja aqui o post completo sobre a Rota dos Engenhos de Rapadura.

4. Redenção

Redenção, a 60 quilômetros de Fortaleza, foi a primeira cidade do Brasil a abolir a escravidão — cinco anos antes da Lei Áurea. Um dos atrativos do lugar é o Museu Senzala Negro Liberto que funciona num antigo engenho. O museu foi criado em 2003 e a temática está ambientada nas construções originais da casa grande e da senzala, ambas do século 19.

O local abriga ainda registros importantes como a cópia do pioneiro documento da libertação dos africanos escravizados, assinada em março de 1883, e objetos de tortura usados contra os cativos. Faz parte ainda da visita um canavial, a moageira de cana e o Mercado da Sinhá, uma lojinha onde é possível degustar a cachaça Douradinha, de produção própria e envelhecida em tonéis de bálsamo por 30 anos.

Especialmente a senzala causa comoção e tristeza. É uma visita relativamente rápida, mas profunda e necessária para entender esse período tão sombrio da nossa história.  Funciona de segunda a sábado, 7h30 às 17h; domingo, das 8h às 17h. Av. da Abolição, s/n. Veja como chegar aqui. Agende sua visita pelos telefones (85) 3332-1116, (85) 9 9987-04 ou (85) 9 8796-6810.

Quem quiser ampliar o passeio, Redenção tem ainda o Museu da Liberdade (com documentos históricos e raros como livros de compra e venda de escravos), igrejas, capelas e a Cachoeira de Paracopeba com 12 metros de altura.

Principais Pontos Turísticos de Fortaleza

Centro Dragão do Mar

O Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar é o maior centro cultural da cidade. Equipamento do Governo de Fortaleza, promove muita programação gratuita ou com baixo custo.

Dentro do Dragão do Mar, como é carinhosamente chamado, estão museus, cinema, um anfiteatro para shows, planetário, a Praça Verde e uma biblioteca. A programação completa e atualizada pode ser sempre conferida no site oficial.

Vale a pena visitar lá dentro:

  • Planetário:

Principalmente se estiver com crianças. O Planetário Rubens de Azevedo oferta sessões de quarta a domingo, em diversos horários. Confira a programação na área do espaço no site do Dragão do Mar.

Endereço: R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema | VEJA NO MAPA
Horário: enquanto estiver com sessões. De quarta a sexta, das 18h às 20h. Sábados e domingos: das 17h às 20h.
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

  • Museu da Cultura Cearense

O Museu da Cultura Cearense, ou MCC, também é um dos espaços dentro do Centro Cultural Dragão do Mar. Sua exposição permanente tem como objetivo mostrar objetos simbólicos do Patrimônio Cultural do Estado do Ceará.

Endereço: R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema | VEJA NO MAPA
Horário: de terça a sexta, das 9h às 19h. Sábados e domingos, das 14h às 21h. Fechado às segundas. Entrada gratuita.

  • Museu de Arte Contemporânea

O MAC do Ceará recebe obras de grandes artistas locais, nacionais e estrangeiros, em exposições permanentes e itinerantes ao longo de suas 13 salas. Conta, atualmente, com mais de mil obras em seu acervo.

Endereço: R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema | VEJA NO MAPA
Horário: de terça a sexta, das 9h às 19 horas. Sábados e domingos, das 14h às 21 horas. Fechado às segundas. Entrada gratuita

Museu da Fotografia Fortaleza

Espaço cultural novíssimo na cidade, o Museu da Fotografia Fortaleza divulga obras nacionais e internacionais em uma coleção que fomenta a discussão do papel da fotografia na nossa cultura. O espaço, além de gratuito, leva exposições temáticas e temporárias, junto com o acervo permanente, oficinas e workshops na área.

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 – Varjota | VEJA NO MAPA
Horário: de terça a domingo, das 12h às 17 horas. Fechado às segundas. Entrada gratuita.

Caixa Cultural Fortaleza

Fortaleza já recebe, há alguns anos, a programação da Caixa Cultural. Entre exposições, espetáculos de música, teatro e dança, o local virou um dos pontos turísticos da cidade. Com localização privilegiada, é um ótimo passeio dobradinha com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura: fica bem em frente, em uma das principais avenidas da Praia de Iracema. Confira a programação no site da Caixa Cultural Fortaleza.

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema | VEJA NO MAPA
Horário: Visitação: terça a sábado, das 10h às 20 horas. Domingo, das 12h às 19 horas. Bilheteria: terça a sábado, das 10h às 20 horas. Domingo, das 12h às 19 horas.
Ingressos: gratuito para acesso às exposições. Os valores dos espetáculos são sempre acessíveis, variando de acordo com a apresentação do dia.

Theatro José de Alencar

O Theatro José de Alencar (TJA), em Fortaleza, é um dos queridinhos da cidade e de seus moradores. Inaugurado em 1910, tem papel significativo na vida cultura cearense. Atualmente, funciona como um Centro Cultural, com apresentações teatrais, de música, de dança, tanto no palco principal, como das salas menores, e em seu grande jardim.

Tombado em 1964 pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional, é interessante, também, pela sua arquitetura: é considerado um dos mais belos Teatros Monumentos do Brasil. Veja a programação do espaço e aproveite a visita para assistir a uma peça, um espetáculo de dança, ou simplesmente fazer uma visita guiada a preços populares. No mês de fevereiro costuma ter programação de carnaval, para adultos e crianças.

Endereço: R. Liberato Barroso, 525 – Centro | VEJA NO MAPA
Horário: Geral: terça a sexta, das 9h às 18h. Sábados e domingos, das 14h às 18h. Bilheteria: terça a domingo, das 14h às 18h.
Visita Guiada TJA: Terça a sexta, às 9h, 10h, 11h, 14h, 15h, 16h e 17h. Sábados: 14h, 15h, 16h e 17 h. Domingos: 4h, 15h, 16h. Visita guiada:  R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

Os valores dos espetáculos são sempre acessíveis, variando de acordo com a apresentação do dia.

Catedral Metropolitana de Fortaleza

Em estilo gótico, a Catedral de Fortaleza foi construída pelo engenheiro francês George Mounier como uma pequena referência da majestosa Notre Dame de Paris. Ela está no local da antiga Igreja da Sé. Aproveite para conhecer a área interna da Catedral. Com torres de 75 metros de altura, a igreja tem capacidade para abrigar até 5 mil pessoas. Fica no centro da cidade, bem próximo de outros pontos turísticos.

Endereço: Praça da Sé, s/n – Centro | VEJA NO MAPA
Horário de Funcionamento: segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados, das 8h às 12h. Entrada gratuita.

Praça do Ferreira

A Praça do Ferreira é conhecida como o coração da cidade de Fortaleza. Recebeu esse nome em 1871 como uma homenagem ao Boticário Ferreira, responsável pela reforma e urbanização do local. É ali que fica a famosa torre do relógio e é local, também, de manifestações artísticas e culturais. É na Praça do Ferreira que fica o Cineteatro São Luiz e bem próximo, a 7 minutos de caminhada, o Theatro José de Alencar.

Endereço: R. Floriano Peixoto – Centro | VEJA NO MAPA
Horário: diariamente, 24 horas. Acesso gratuito.

Espaço Cultural Unifor

Situado dentro da Universidade de Fortaleza, o Espaço Cultural Unifor reúne um acervo com 251 obras de alguns dos principais nomes das artes plásticas brasileiras e internacionais como Portinari, Raimundo Cela, Monet, Renoir, Miró e Dalí. Conta com exposições permanentes e temporárias. Fica um pouco longe do centro, mas é uma boa parada no dia que você for ao Beach Park ou à Casa José de Alencar, por exemplo.

Endereço: Av. Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz | VEJA NO MAPA
Horário: terça a sexta, de 9h às 19h. Sábado e domingo, das 10h às 18 horas. Entrada gratuita.

Cineteatro São Luiz

Outro queridinho dos fortalezenses, o Cineteatro São Luiz também virou mais um equipamento cultural na cidade. Antes apenas um cinema de rua, bem no coração de Fortaleza, agora recebe filmes e espetáculos culturais.

Inaugurado em 1958, o antigo Cine São Luiz foi, ao longo de sua história, um dos principais espaços de entretenimento, cultura e lazer de Fortaleza. Hoje é Patrimônio Histórico e Cultural, tombado pelo Governo do Estado do Ceará, já tendo recebido meio milhão de espectadores só na linguagem cinema.

Vale a pena conferir a programação. Aos domingos costuma ter shows musicais. Desde que virou Cineteatro, com apresentações que vão além do cinema, já recebeu artistas como Chico César, Elza Soares, Zeca Baleiro, Fagner, Nando Reis, Margareth Menezes, João Bosco, entre outros.

Endereço: Rua Major Facundo, 500 – Centro | VEJA NO MAPA
Horário de Funcionamento: a bilheteria atende de terça a sábado, das 10h às 18h30.
Ingressos: os valores dos espetáculos são sempre acessíveis, variando de acordo com a apresentação do dia. Os ingressos também são vendidos online através da plataforma Tudus, com taxa de conveniência.

Passeio Público

E quando estiver passeando no Centro de Fortaleza, aproveite para conhecer a Praça dos Mártires, mais conhecida como Passeio Público. A praça mais antiga de Fortaleza já foi um lugar perigoso mas, depois de revitalizada, virou ponto de encontro para quem deseja almoçar em um lugar ao ar livre e com vista para o mar.

Entre os atrativos, estão árvores centenárias. A mais conhecida é o famoso baobá, plantado por Senador Pompeu em 1910. O Café Passeio serve um delicioso almoço (R$ 55,90 o quilo de segunda a sexta e R$ 65,90 aos finais de semana). Sábados e domingos tem feijoada e apresentações musicais. Cafezinho espresso por R$ 4,50.

Endereço: Rua Dr. João Moreira, 198-250 – Centro | VEJA NO MAPA
Horário de Funcionamento: diariamente, 24 horas. Acesso gratuito

Casa José de Alencar

Fora da rota do centro está a Casa de José de Alencar, um local sentimental na história de Fortaleza e do Ceará.

Além da casa do célebre escritor cearense, preservada e mantida há mais de 50 anos, o Museu Arthur Ramos conta a história do autor, resgata a história do Ceará e tem em sua coleção peças africanas e relacionadas à escravidão do Brasil. A Pinacoteca Floriano Teixeira também está no local e conta com 32 telas a óleo e desenhos que retratam os personagens dos livros de José de Alencar.

Outro artista cearense também tem mostra na Sala Iracema. O acervo conta com 33 desenhos de Descartes Gadelha, incluindo alguns que mostram cenas de Iracema. Veja aqui meu post completo com a visita a Casa José de Alencar.

Endereço: Av. Washington Soares, 6055 – José de Alencar, Fortaleza | VEJA NO MAPA
Horário: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17 horas. Sábados, das 8h às 12 horas (com agendamento prévio). Entrada gratuita.

Museu do Ceará

Localizado num palacete de estilo neoclássico (1871) no centro de Fortaleza, o Museu do Ceará tem acervo com quase 15 mil peças. O trabalho expositivo faz referência à história do estado desde a herança indígena até o martírio de Frei Tito, sacerdote cearense torturado na ditadura. Entre quadros, objetos e documentos, o museu abriga ainda a bengala e a batina que pertenceram ao Padre Cícero (foto acima) e um punhal usado por Lampião, o cangaceiro.

Endereço: Rua São Paulo, 51 – Centro | VEJA NO MAPA
Horário: terça a sábado, 9h às 17h.
Ingressos: gratuito – mas até o fechamento da edição deste guia (fev/2020) o museu está com as visitas suspensas temporariamente para reformas. Consulte antes de ir. 

A Secretaria de Turismo do Município lançou, no início deste ano, o aplicativo Viver Fortaleza, com dicas culturais atualizadas diariamente. O projeto também reúne informações sobre acomodações, restaurantes, pontos turísticos, tempo e tábua das marés. Disponível tanto para Android como para IOS.

Onde comer em Fortaleza?

Tradicionalmente, a cena gastronômica de Fortaleza está concentrada nos bairros Aldeota e Varjota. Mas nos últimos anos, outras regiões da cidade têm recebido novos restaurantes e bares que apostam na culinária típica utilizando cada vez mais os produtos locais.

Para uma experiência cearense legítima, aproveite às quintas-feiras de caranguejada. As barracas da Praia do Futuro abrem à noite para servir um dos pratos mais típicos da cidade. A Terra do Sol e o Chico do Caranguejo são tradicionais.

Veja sugestões de alguns lugares na cidade:

Mercado dos Peixes  | Depois de passar por uma bem-vinda revitalização, o Mercado dos Peixes de Fortaleza é um dos melhores lugares para você ter uma experiência culinária autêntica com pescados e frutos do mar à beira da praia. Você pode comprar peixe, camarão, lagosta, entre outros, tudo fresquinho e pedir para preparar na hora por uma valor adicional, em torno de R$ 10 para fritar um quilo de camarão, por exemplo. Fica no final da Beira-Mar, na região de Mucuripe. O mercado funciona todos os dias, das 5h às 22h. Os boxes de vendas abrem a partir das 5h, quando os barcos estão chegando com as cargas fresquinhas. Já os boxes de frituras, a partir das 9h. VEJA NO MAPA

Mar de Rosas | Aberto no ano passado, o Mar de Rosas foi eleito como o restaurante revelação 2019 pelo juri da Veja Comer & Beber. Com ambiente simples e acolhedor, oferece comida tradicional como a carne de sol com arroz de leite cremoso e o faláfel do sertão, preparado com feijão-de-corda e servido com molho de iogurte, hortelã e pepino. Ótima pedida para almoço ou um drink no final do dia. Fica na Praia de Iracema. VEJA NO MAPA

Culinária da Van | Culinária típica nordestina com sabores bem regionais. Prove o bolinho de feijão de corda ou o bolinho de vatapá, que é um dos carros-chefe da casa. Os pratos principais ficam em torno de R$ 28 e servem uma pessoa. O local abre 12h e costuma lotar no almoço. Chegue cedo. VEJA NO MAPA

Cantinho do Frango | Restaurante tradicional em Fortaleza, com cardápio variado de pratos e cachaças. Oferece o melhor frango desossado na brasa da cidade, acompanhado de baião de dois, farofa de ovos e purê de batatas. De sobremesa peça a Maria Bonita & Lampião – goiabada cascão com sorvete de queijo. À noite, principalmente nos finais de semana, costuma ter apresentações musicais com ótimos artistas locais. VEJA NO MAPA

 Restaurante da Zena | Para comer uma feijoada das boas de quarta a sábado, com ótimo custo-benefício: R$ 30 (individual) ou R$ 60 (serve até 3 pessoas). Durante a semana, também tem cardápio que varia dependendo do dia. Pratos com Carne de Sol, Filé de Pargo, Peixada e Porco Guisado ficam em em torno de R$ 20 e R$ 25 por pessoa. Às sextas-feiras, o Restaurante da Zena oferece o Sarrabulho, prato feito com miúdos de porco, típico da culinária nordestina — mas de origem portuguesa. Não saia sem provar o bolinho de carne e o de feijoada. VEJA NO MAPA

O Mar Menino | Cardápio DOC – denominação de origem cearense. Gastronomia mais requintada com ingredientes da terra. Para quem gosta de drinks “exóticos” prove a caipirinha de rapadura. Os pratos elaborados ficam em torno de R$ 60 (servem uma pessoa). No almoço tem menu executivo por R$ 49, com entrada e prato principal. VEJA NO MAPA

Coco Bambu Frutos do Mar | Um clássico de Fortaleza com várias unidades na cidade (e no país). Mas o mais badalado da capital é o Coco Bambu localizado na Beira-Mar, n. 3698. Com cinco ambientes diferentes — Salão Principal, Salão Jardim, Mezanino, Terraço e a charmosa varanda — é uma excelente opção para quem quiser se deliciar com frutos do mar. Os pratos não são muito baratos, mas são muito bem servidos e geralmente atendem de três a quatro pessoas. Tem espaço kids pago à parte. VEJA NO MAPA

Sorveteria 50 Sabores | Fundada em 1975,  a sorveteria hoje tem um vasto cardápio e já passou dos 50 sabores faz tempo. Com quase uma centena de opções, oferece desde os clássicos doce de leite, flocos e frutas vermelhas até os regionais como sorvete de sapoti, cajá, seriguela, graviola, jaca e tapioca. Atendendo à demanda atual, foi criada uma linha especial sem glúten, sem lactose e diet. O detalhe é que cobra R$ 16 por uma bola ou R$ 21 duas bolas. Ou seja, é caro pro nosso padrão mão de vaca muquirana. É muito bom, mas querendo economizar só vale a pena se for pelo sabores diferenciados que não encontramos em outros lugares do país. Tem várias unidades na cidade. A que fica na avenida Beira Mar (n. 2982) está próxima da feirinha de artesanato do Meireles. VEJA NO MAPA

Centro das Tapioqueiras de Messejana | Um espaço dedicado à comidinha mais típica do Nordeste. O centro é organizado por uma associação que padronizou os 26 boxes-restaurantes. Todos servem tapiocas gigantes e recheadíssimas. Tudo é muito simples, com decoração rústica e cadeiras de plástico. Quase todos os espaços oferecem o mesmo cardápio, alguns com mais de 70 sabores de tapiocas doces e salgadas. Como fica na região metropolitana de Fortaleza, a caminho para a cidade vizinha de Aquiraz (onde está o Beach Park), aproveite para combinar a viagem com uma vista à Casa de José de Alencar, que fica na mesma região. Eu falei do centro das tapioqueiras aqui. VEJA NO MAPA

Onde comprar em Fortaleza?

Aproveite a ida a Fortaleza para comprar lembrancinhas locais, principalmente artesanatos da terra. A cidade oferece alguns lugares bem específicos para isso:

 Feirinha de Artesanato |  Com mais de 600 barracas oferecendo artesanato local, a Feirinha da Beira-Mar, como é conhecida, é um dos melhores lugares da cidade para levar lembranças e produtos típicos a preços convidativos. São artigos em cisal, madeira, palha, cerâmica, peças em crochê, renda de bilro, bordados, roupas e calçados. Aproveite para comprar castanhas de caju, rapadura e doces em compotas. Funciona todos os dias, das 17h às 23h. Fica na Praia de Meireles, mas por causa das obras de revitalização da prefeitura na área, a feirinha está sendo montada provisoriamente no Aterro da Praia de Iracema e ainda pode se deslocar para outros lugares durante as melhorias. Confira antes de ir. VEJA NO MAPA

 Emcetur – Centro de Turismo de Fortaleza | Fundado no início dos anos 70, o centro funciona na sede onde foi construído o primeiro presídio do Ceará, no século 19. A velha cadeia pública passou por uma revitalização e as lojas do local foram montadas dentro das antigas celas. Abriga vários pontos de venda de produtos típicos cearenses. Peças únicas e feitas artesanalmente, principalmente para casa como toalhas, tapetes e panos de prato. Tem licores e cachaças regionais. Funciona todos os dias, das 8h às 18h. Aos sábados fecha mais cedo, às 16h, e aos domingos às 12h. VEJA NO MAPA

 Mercado Central de Fortaleza | Funcionava no século 19 como mercado de hortifrutigranjeiro. Com a proibição da venda de carnes, frutas e verduras no local, o Mercado Central de Fortaleza passou a receber dezenas de lojas de artesanato. São mais de 500 boxes vendendo toda a sorte de produtos típicos como artigos em couro (chapéus, calçados, bolsas e malas), peças de cama, mesa e banho, além das tradicionalíssimas rendas de bilro e diversos tipos de castanhas. Lembra um pouco tudo o que você vai encontrar na Feirinha Beira-Mar, mas fica no centro da cidade num prédio de quatro andares. Se quiser levar uma boa rede de balanço, aproveite as lojas nos arredores do mercado. Funciona todos os dias, das 8h às 18h. Aos sábados fecha mais cedo, às 17h, e aos domingos às 13h. VEJA NO MAPA

Ceart | É uma espécie de vitrine mais sofisticada do artesanato cearense. Peças exclusivas com fino acabamento feitas por artistas conhecidos da região. Os preços costumam ser mais altos do que nos outros centros de artesanato da cidade. A boa qualidade, porém, determina os valores. São peças de palha, renda, cerâmica, couro e madeira. Fica no bairro de Aldeota. Abre de segunda a sábado, das 9h às 21h, e domingo, das 14h30 às 20h30. VEJA NO MAPA

Avenida Monsenhor Tabosa | É um tradicional corredor de compras. Mesmo com o fechamento de diversas lojas por conta da crise, ainda existem muitos empreendimentos, um ao lado do outro, num pedaço dessa avenida — entre as ruas D. Manuel e João Cordeiro, na Praia de Iracema. Você encontra roupas e calçados a preços mais populares. Uma unidade do Supermercado Pinheiro foi aberta recentemente neste trecho com praça de alimentação com valores bem acessíveis para uma refeição.

Onde ficar em Fortaleza?

Quarto amplo do Gran Mareiro Hotel

Grande parte dos hotéis de Fortaleza está concentrada na avenida Beira-Mar em torno das praias do Meireles, Iracema e Mucuripe. Embora essas três praias não sejam as melhores em balneabilidade, estão mais próximas do centro, dos bares e restaurantes.

A Praia do Futuro, própria para banho o ano todo, também oferece algumas opções, mas está mais afastada, a cerca de 10 quilômetros do centro. Se sua opção é ficar só nesta praia, pode ser uma boa. Se pretende circular pela cidade e arredores, sugiro optar por hospedagem na orla central.

Opções confortáveis com bom custo-benefício:

Seara Praia Hotel | Hotel categoria 5 estrelas com excelente custo-benefício na Beira-Mar (Praia de Meireles). Estacionamento privativo no local pago à parte. Média de diária: R$ 300 em quarto duplo, com possibilidade de encontrar preços promocionais em alguns meses do ano. Café da manhã incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Gran Mareiro Hotel | Outro 5 estrelas com ótimo preço, só que dessa vez localizado na Praia do Futuro, quase em frente às barracas Órbita Blue e Cabumba. Tem quartos amplos e decoração moderna. Oferece espaço kids e estação de crepe. Média de diária: R$ 320 em quarto duplo. Café da manhã com muitos produtos regionais incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Ecco Hotel Fortaleza | Opção nova na cidade, o Ecco fica localizado na Praia de Iracema, bem próximo do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Ambiente moderno, compacto e funcional. Oferece estacionamento gratuito em localização próxima. Média de diária: R$ 190 em quarto duplo. Café da manhã muito bom incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Quarto e café da manhã do Aquidabã Praia Hotel

Aquidabã Praia Hotel | Um bonito 4 estrelas na Praia de Iracema com ótimo custo-benefício. Os quartos não são muito grandes, mas é todo equipado com ar condicionado, frigobar e TV com canais a cabo. Tem piscina na cobertura com vista para o mar. Está a meia quadra da praia. Media de diária: R$ 205 em quarto duplo. Café da manhã incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Opções econômicas para quem quer boa localização pagando pouco

Vila Azul Praia Hotel | Um 3 estrelas com quartos pequenos, mas funcionais. Está a duas quadras da Praia de Meireles, perto da feirinha de artesanato. Não tem elevador, portanto não recomendado para pessoas com dificuldade de locomoção. Tirando este detalhe, a localização, atendimento e café da manhã compensam a tarifa. Média de diária: R$ 160 em quarto duplo. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

La Perla Residence | Opção para quem busca hospedagem em apartamento com cozinha equipada. Decoração simples. Internet wi-fi disponível somente no saguão. Tem serviço de limpeza diário e lavanderia à disposição do hóspede. Média de diária: R$ 135. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Full Sail Hostel | Categoria hostel (albergue). Simples, mas bem avaliado. Tem armários individuais e depósito de bagagens. Wi-fi gratuito e disponível em todas as áreas. Fica a três quadras da Praia de Iracema. Média de diária: R$ 25 por pessoa, em dormitório misto com 10 camas. Café da manhã incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Opção para seu momento de extravagância

Hotel Gran Marquise | Um 5 estrelas de luxo. Considerado um dos melhores hotéis da cidade. Quartos amplos com decoração moderna. Piscina com bar e vista para a Praia de Mucuripe. Tem sauna e spa. Se você estiver pensando em passar a lua de mel em Fortaleza, o Gran Marquise oferece uma linda Suíte Nupcial. Média de diária: R$ 630 em quarto duplo. Café da manhã sensacional incluído. Faça sua reserva aqui. O cancelamento é gratuito.

Onde agitar em Fortaleza?

Uma das coisas boas de Fortaleza é poder ter o frescor do mar em diversas partes da cidade. Os bares costumam oferecer bons preços, petiscos de bom gosto e, em alguns locais, música ao vivo.

Veja algumas sugestões de onde agitar na cidade. A maioria dos locais ficam bem próximos, pelos arredores do Dragão do Mar e na Praia de Iracema.

Bar do Mincharia | Sugestão para uma cerveja no fim de tarde com pôr do sol e mar ao fundo. O Bar do Mincharia é um clássico da cidade e fica no calçadão da Praia de Iracema.

Órbita Bar | Uma das baladas mais conhecidas de Fortaleza, o Órbita Bar é a opção para quem quiser dar uma esticada. Funciona como boate e casa de shows. Fica nos arredores do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema.

Mambembe Comida e Outras Artes | Mais uma opção de baladinha na noite de Fortaleza. O Mambembe recebe diversas festas da cidade.

Zelig Drink Bar | Um dos bares mais recentes de Fortaleza, o Zelig é para quem quiser desfrutar de drinks e uma boa conversa.

Moleskine Gastrobar | Alta gastronomia com ambiente descontraído. Alguns dias da semana é possível ver um show de jazz & blues.

Moto Libre | mais um espaço de programação noturna na cidade com apresentações de samba, forró e festas com ritmos brasileiros.

Home Less | Localizado no centro da cidade, na Praça dos Leões, a dica é curtir o forrózinho pé de serra às quartas-feiras.

Ritmo Urbano Bar e Pub | Para quem quiser dançar, o Ritmo Urbano, na Praia de Iracema, também é uma boa opção.

Café Couture | Em estilo jazz-bar, shows artísticos, drinks e comidinhas, bem em frente ao calçadão da Praia de Iracema.

Mercado dos Pinhões | Mercado antigo da cidade que virou um espaço com apresentações de artistas locais, desde forró, até samba e chorinho. Funciona às quintas, sextas e domingos, a partir do final de tarde.

Para quem prefere agitar em um local estilo botecão, com mesas ao ar livre e samba, seguem duas sugestões: o Serpentina Bar de Cultura e o Alpendre, dois clássicos da cidade.

Como chegar a Fortaleza?

A escolha do transporte para chegar a Fortaleza vai depender muito do seu ponto de partida. Veja qual é a melhor opção no seu planejamento de viagem:

De avião:

O Aeroporto Internacional de Fortaleza é moderno e vem passando por várias melhorias. Tem boa praça de alimentação e oferece serviços como correios, caixas eletrônicos e lojas de souvenirs.

Saindo de várias cidades do Brasil, é bem fácil encontrar voos diretos para a capital do Ceará. Belém, Belo Horizonte, Campinas, Juazeiro do Norte, Natal, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Teresina, por exemplo, possuem voos sem escala.

Vindo do exterior, Lisboa, Cabo Verde, Miami, Paris e Amsterdã também já possuem voos diretos com companhias aéreas como TAP, LATAM, Gol, KLM, Air France.

Se você estiver procurando passagens econômicas baratas, garanta seu voo aqui pelo menor preço, com compra simplificada e atendimento eficiente no pré e pós venda!

De ônibus:

As viagens de ônibus vindas de cidades do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte do país costumam ser muito demoradas. Sugiro chegar a Fortaleza por esse meio de transporte apenas se já estiver em outros destinos do Nordeste como Recife (PE), Maceió (AL), Natal (RN), São Luís (MA) e Salvador (BA).

As empresas com saídas das principais capitais do país que operam até Fortaleza são Itapemirim, São Geraldo/Gontijo e Guanabara. Só para ilustrar, a passagem de Recife a Fortaleza está a partir de R$ 189 pela Viação Guanabara. Já de Maceió a Fortaleza sai por R$ 223 pela mesma empresa.

De carro:

O acesso via estradas do país depende do seu local de saída. Se vier do Sul, Sudeste ou da maioria das capitais do Nordeste, o acesso é  pela BR-101 (até Natal, no Rio Grande do Norte), BR-406, BR-304 e BR-116.

Se estiver vindo do Maranhão, o acesso é BR-135 e BR-316 até Teresina, no Piauí, e depois pela BR-343 e BR-222. Veja no Google Maps. 

Está procurando carro para alugar barato em Fortaleza? Eu conto aqui a minha experiência! Descontos incríveis de até 60%, sem IOF nas reservas internacionais, parcelamento em até 12 vezes e cancelamento gratuito. Faça sua simulação e reserve agora mesmo aqui!

Como circular em Fortaleza?

Para quem está na capital cearense apenas para turismo, é fácil entender como circular. O centro, a parte mais antiga, fica a oeste e as principais praias de dentro da cidade estão entre Praia de Iracema, Beira-Mar e Praia do Futuro.

Fortaleza conta com ônibus, metrô e VLT em sua rede de transporte público. Esses dois últimos, no entanto, circulam fora do perímetro mais turístico da cidade, sendo mais utilizado por moradores que vivem ou trabalham nas áreas mais periféricas.

O melhor meio de locomoção é a pé, principalmente se você estiver hospedado em uma região mais central da cidade, como nas praias de Meireles, Beira-mar e Praia de Iracema. No entanto, apenas recomendo caminhar por ali se for de dia.

Para ir a locais mais distantes, o melhor ainda é utilizar carro (quando fui a Canoa Quebrada alugamos o veículo aqui), transportes de aplicativo como Uber e 99Taxis, ou os táxis da cidade.

Transporte público em Fortaleza: ônibus

Se preferir ir de ônibus, o site da Prefeitura de Fortaleza não conta com um serviço que mostra as melhores rotas. Mas os aplicativos como o Google Maps e Moovit ajudam a visualizar os melhores caminhos.

O portal da Etufor, a operadora de serviço de transporte público, informa os principais horários das linhas disponíveis. No total, são 339 rotas de ônibus em Fortaleza e região metropolitana.

Do Aeroporto de Fortaleza para a Beira-Mar e Meireles

Caso queira utilizar um transporte público para a Beira-Mar ou bairro Meireles, locais onde estão localizados os grandes hotéis da cidade, utilize a linha 917 (Aeroporto/Beira-Mar) que sai do Aeroporto e é a mais próxima dessa região. O bilhete custa R$ 3,60 (janeiro/2020), por trecho.

Do Aeroporto de Fortaleza para o Terminal Rodoviário Eng. João Thomé

Saindo do Aeroporto de Fortaleza para a Rodoviária, use a linha 404 (Aeroporto/Benfica/Rodoviária). De lá, partem ônibus intermunicipais para praias nos arredores da cidade como Canoa Quebrada.

Aplicativo de transporte coletivo

Para facilitar a busca por rotas e ônibus de linha, começou a funcionar na cidade o aplicativo TopBus+. Com ele, é possível solicitar corridas em 18 veículos, que atendem áreas pelo Centro, Praia de Iracema, Aldeota e Mucuripe.

O aplicativo da TopBus+ está disponível para Android e IOS.

Ônibus Turístico Fortaleza

A cidade agora conta com o ônibus turístico Fortaleza Bus. Em estilo Hop-On Hop-Off, como acontece em outras grandes cidades do Brasil e do mundo, o viajante pode subir e descer em diversas paradas, espalhadas pela cidade, quantas vezes quiser.

A rota passa por locais como Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Mercado Central, Praça do Ferreira, Museu da Fotografia Fortaleza, Estoril, entre outras.

É possível adquirir o bilhete para 1 ou 2 dias, que funciona das 8h às 17h. Veja os preços:

  • Adulto – 1 dia: R$ 50
  • Idoso e Infantil – 1 dia: R$ 45
  • Adulto – 2 dias: R$ 70
  • Idoso e Infantil 2 dias: R$ 65

A venda dos bilhetes para o Fortaleza Bus acontece em pontos de venda, localizados em grandes hotéis da cidade, na loja do site oficial ou dentro do próprio ônibus. O transporte ainda conta com tradução simultânea em inglês, francês e espanhol.

FORTALEZA | INFORMAÇÕES ESSENCIAIS

Site: fortaleza.ce.gov.br

DDD: 85

Distância de outras cidades: João Pessoa 680 km, Natal 525 km, Recife 778 km, São Luís 900 km, Salvador 1188 km, Rio de Janeiro 2590 km, São Paulo 3100 km e Curitiba 3480 km.

Fotos | Raul Mattar e Sílvia Oliveira – Todos os direitos reservados. 

Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda o Matraqueando a se manter sem publicidade! Tudo o que você encontra aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira também nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 🙂

_____________________________________

Colaboração: Travessia Conteúdo & Branding | Especial para o Matraqueando