domingo, 22 de agosto de 2010

As sete maravilhas de Portugal


Palácio da Pena: um delírio excêntrico no topo da serra de Sintra.

Num concurso oficial promovido pelo governo, Portugal elegeu as sete maravilhas do país. A princípio foram selecionados 793 monumentos nacionais classificados pelo IPPAR – Instituto Português do Patrimônio Arquitetônico.

Depois, personalidades e peritos de diversas áreas artísticas classificaram 21 construções de relevância. Durante seis meses os portugueses votaram via internet, telefone, sms e elegeram os seus (deles!) sete monumentos preferidos. Aproveite, a maioria está em Lisboa e/ou arredores!

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

Castelo de Guimarães | Está na cidade de mesmo nome, na região do Minho, a 53 km do Porto. O município é considerado o berço de Portugal e foi neste castelo que nasceu – em 1110 – o primeiro rei do país, Dom Afonso Henriques. Aproveite e conheça a Capela de São Miguel, na área do castelo, onde o rei teria sido batizado. Guimarães é Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.
Local: Rua Conde Dom Henrique, Paço dos Duques.
Horário: De terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e 14h às 17h30.
Entrada: € 1,50 para subir na torre.

Castelo de Óbidos | A construção, do tempo dos romanos, hoje é uma pousada de luxo. Para quem quiser ter uma experiência diferenciada em termos de hospedagem passe uma noite aqui. Óbidos, a 100 km de Lisboa, é uma daquelas cidadezinhas perfeitas: casinhas brancas, com flores na janelas, ruas de pedras e tortuosas, onde carros não circulam. (Veja como foi nossa visita.)
Local: Paço Real
Diárias: a partir de € 160.

Mosteiro de Santa Maria (Mosteiro de Alcobaça)| Abriga, além da maior igreja do país, a trágica história de amor de Pedro e Inês de Castro. Aqui estão os túmulos dos dois. No melhor (ou pior) estilo Romeu e Julieta, Inês foi assassinada a mando de Dom Afonso IV (pai de Pedro). O lugar é lindo, com tetos abobados. Obra prima. O mosteiro está na cidade de Alcobaça, a 130 km de Lisboa.
Local: Praça 25 de abril. (Veja como foi nossa visita.)
Horário: das 9h às 16h30 (outubro a março) e das 8h às 18h30 (abril a setembro).
Entrada: € 5.

Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Mosteiro da Batalha) | A cidade de Batalha (a 150 km de Portugal e 20 km para frente de Alcobaça) praticamente nasceu por causa desse mosteiro. Demorou quase 200 anos para ficar pronto e é símbolo da vitória portuguesa sobre os espanhóis no século 14. (Veja como foi nossa visita.)
Local: Praça Mouzinho de Albuquerque.
Horário: das 9h às 17h (outubro a março) e das 9h às 18h (abril a setembro).
Entrada: € 5.

Mosteiro dos Jerônimos | É um dos meus preferidos. Tornou-se um marco da Era dos Descobrimentos. Dizem que foi na igreja deste mosteiros, que os navegadores rezavam, pedindo proteção nas viagens. É o ponto alto da arquitetura manuelina. Fica no bairro de Belém, em Lisboa. (Veja nosso passeio pelo bairro de Belém, onde está o Mosteiro.)
Local: Praça do Império.
Horário: das 10h às 16h30 (outubro a abril) e das 10h às 17h30 (maio a setembro). Fecha às segundas-feiras.
Entrada: € 7. Grátis domingos e feriados até às 14h.

Palácio Nacional da Pena | É um delírio no topo da serra de Sintra. Muitos reis e rainhas passaram por aqui. Cada um deixou sua marca e… gosto! Virou uma mistureba de estilos arquitetônicos que, no final das contas, deu certo! De mosteiro virou um excêntrico palácio. Abriga, curiosamente, o primeiro chuveiro de Portugal e as salas reproduzem fielmente a vida da Corte antiga.
Local: Estrada da Pena, a 500 metros de altitude. (Um ônibus leva os visitantes até o alto da montanha. € 4,50 – ida e volta.)
Horário: das 10h às 17h (outubro a março) e das 9h30 às 19h (abril a setembro). Fecha às segundas-feiras.
Entrada: € 8 (na baixa temporada) e € 11 (alta temporada ou € 9,50 até às 11h ou às segunda-feiras, dia todo)

Torre de Belém | Juntamente com o Mosteiro dos Jerônimos forma um complexo eleito Patrimônio Mundial da Humanidade. Está à beira do rio Tejo, em Lisboa, e dava aporte aos navios que chegavam do Novo Mundo cheio de novidade$. Já foi ocupado pelos espanhóis, período em que o subsolo foi prisão política. (Veja nosso passeio pelo bairro de Belém, onde está a torre.)
Local: Praça do Império.
Horário: das 10h às 16h30 (outubro a abril) e das 10h às 18h (maio a setembro). Fecha às segundas-feiras.
Entrada: € 4. Grátis Grátis domingos e feriados até às 14h.

Posts relacionados

ALCOBAÇA

Mosteiro de Alcobaça: o monumento português que abriga a história do amor trágico entre Pedro e Inês de Castro

BATALHA

Mosteiro da Batalha: guia prático para visitar o monumento que marcou a história de Portugal

FÁTIMA

Fátima: um manual para você planejar sua viagem ao maior santuário católico de Portugal

NAZARÉ

Nazaré: como visitar uma singela vila de pescadores debruçada sobre o mar

ÓBIDOS 

Óbidos: a cidade perfeita

LISBOA

Alfama

Baixa

Belém

Chiado e Bairro Alto

Parque das Nações

Leia também

Portugal a 50 euros por dia – Parte 1

Portugal a 50 euros por dia – Parte 2

Portugal a 50 euros por dia – Parte 3

Foto: Tânia Fonseca | Image Bank

Banner-venda-Lisboa1

Share