-  Atualizado 26/10/2011

Buenos Aires: 10 motivos para ir…

Publicado por: Silvia Oliveira Buenos Aires
1. O destino está barato. Um pacote de cinco dias, com avião e hotel, fica em torno de US$ 400,00 – comprado com antecedência e fora dos feriadões. Com este valor você também pode ir para Natal ou Maceió – aliás, outras ótimas opções. A diferença é que Buenos Aires, além de ser um destino internacional, nunca esteve tão disponível aos brasileiros.

2. Acabou a cafonice. O famosésimo designer francês Philippe Starck – o mestre da vida, já deixou a marca dele por aqui. Contratado para recriar todo um quarteirão da cidade, a primeira investida de Starck foi (re) desenhar uma construção inglesa de 100 anos, que hoje abriga o espetacular Hotel Faena, no dique 02 de Puerto Madero (foto acima). Diárias a partir de US$ 350,00. (Quem sabe numa outra vida.) Mas é possível conhecer o hotel-design comendo em um dos seus restaurantes, o El Mercado. Uma pizza, claro. Tem que reservar. Calle Martha Salotti 445, tel. 4010-9000.


3. Parece mesmo um canto da Europa. Um pouco decadente, admito. Mas a cidade nasceu para ser a Paris sul-americana. Quase conseguiu: cheia de cafés, muitas livrarias, edifícios neo-clássico-rococó, praças arborizadas enormes no centro e até Carlos Gardel – dizem – veio de lá. 
  
4. O melhor do tango, obviamente, está aqui. E por toda parte. Há vários estilos: shows no estilo Broadway, intimista ou ao ar livre. Quem não quiser ver (e pagar) pelos grandes espetáculos tem a possibilidade de testemunhar os inúmeros shows na rua. De graça.
  
5. Cada bairro é um tour – ou uma cidade – diferente. Existem poucas no mundo com esta característica – talvez São Paulo, Jerusalém e a própria Paris. Isso quer dizer que os principais pontos turísticos não são um ponto exatamente, mas alguns quarteirões inteiros. Entre eles La Boca, San Telmo, Palermo e Abasto.
 
6. É o segundo lugar do mundo – dos que conheço – e talvez o único das américas que tem sorvete de marrom-glacê. (O primeiro é Paris, por supuesto!) Eu me lembro do marrom-glacê daquelas latinhas (iguais as de goiabada) que eu comia inteira quando criança. Pois aqui tem sorvete disso! Se sorvete por si só já é uma perdição, imagine a combinação dessas duas coisas? Procure pela sorveteria Persicco, há vários endereços na cidade.

7. Dá para pegar um táxi de vez em quando sem ter que cortar a janta. Uma corrida da Recoleta (região central) até Palermo Hollywood (onde começa o agito) sai por uns 19 pesos ou o equivalente a R$ 8 (atualizado em setembro de 2011). Para completar, as linhas de metrô servem boa parte da cidade e o passe custa 1,10 pesos de pesos ou 0,45 centavos da nossa moeda. Um leque de abanar moscas. Ou seja, nada!

8. Para quem gosta de produtos em couro, achou o lugar. Mas isso não quer dizer que vai encontrar os melhores preços, mas sim a melhor qualidade.

9. A cidade tem aquelas histórias – parecida em muita coisa com a nossa – de deixar o queixo caído: foi palco de ditaduras devastadoras, recebeu milhares de imigrantes e protagonizou um período de enorme força cultural. Até o espanhol Federico García Lorca morou por aqui no auge da sua carreira.

 
10. Buenos Aires é a cidade natal do escritor Jorge Luís Borges. Portanto, nada mais a acrescentar.

Fotos: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


23 comentários

  1. fernanda.
    Comentário do dia 14/9/2006 às 13:48

    "De todos os instrumentos do homem, o mais surpreendente é sem dúvida nenhuma, o livro".
    Jorge Luis Borges, era de origem portuguesa por parte do pai e britanica por parte da mae.
    Silvia, nao sei se vc sabe, mas no best-seller O nome da Rosa, o italiano Umberto Eco homenageou o autor no personagem cego Jorge de Burgos, o guardiao da biblioteca onde gira a trama.
    A cegueira atingiu o escritor aos 50 anos, o pai tb perdera a visao quando ele ainda era menino.
    O escritor colombiano GabrielGarcía Márques falou que "apesar de detestar Borges, carregaria um livro seu no bolso por toda a vida."
    Beijos. Fernanda -J.F. – M.G

    (Responder)

  2. Silvia Oliveira
    Comentário do dia 14/9/2006 às 16:28

    Falou e disse nossa historiadora oficial e consultora permanente do Matraqueando, FERNANDA!

    Muito obrigada uma vez mais! Não conhecia essas informações. E não só eu, mas muitos matraqueadores agradecem!
    Beijos!

    (Responder)

  3. Selmira
    Comentário do dia 15/9/2006 às 18:51

    Realmente, nunca pensei em ir a Buenos Aires, nem a qualquer recanto da Argentina, mas lendo o matraqueando a gente começa a ver que há muuuito que fazer e admirar nessa cidade!
    Beijos!

    (Responder)

  4. Felipe Martini
    Comentário do dia 16/3/2007 às 11:25

    Tapado por los yuyos de la Pampa hubiera debido estarme largas horas prestando oído al correr del peludo o la germinación laboriosa de la cinacina. Dulces y tontas palabras folklóricas, prefacio inconsistente de toda sacralidad, cómo me acarician la lengua con patas engomadas, crecen a la manera de la madreselva profunda, me libran poco a poco el acceso a la Noche verdadera, lejos de aquí y contigua, aboliendo lo que va de la pampa al mar austral, Argentina mía allá en el fondo del telón fosforescente, calles apagadas, cuando no siniestras de Chacarita, rodar de colectivos envenenados de color y estampa!Todo me une porque todo me lacera.

    Cortázar.

    (Responder)

  5. Pity
    Comentário do dia 09/8/2007 às 17:11

    Caramba! Conheci BsAs em março do ano passado, fui assisti o show da banda irlandesa U2 lá… Viagem que JAMIS meesquecerei!!!
    Uma cidade simplesmente MARAVILHOSA! Digna de uma outra visita prá lá… rsss Lugares fantásticos, históricos… Fui muuuuito bem recebida pelos portenhos…

    (Responder)

  6. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 10/8/2007 às 13:21

    É verdade, Pity!!! Bs As é um tipo de cidade que a gente tem de voltar mais vezes!!!!

    (Responder)

  7. Mariana Sanchez
    Comentário do dia 11/11/2008 às 19:17

    Anos atrás escrevi um texto sobre Buenos Aires inspirado em Julio Cortázar, que adorava manuais de instruções. Pra quem interessar, vai o link:

    http://valisedecronopio.blogspot.com/2007/03/instrues-para-conhecer-buenos-aires.html#links

    abrazos

    (Responder)

  8. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 12/11/2008 às 13:57

    Adorei, Mariana! Divertido e inteligente o manual! Abs!

    (Responder)

  9. Solange
    Comentário do dia 21/10/2010 às 23:10

    Olá Silvia,

    Eu e 2 amigas vamos passar o reveillon em Buenos Aires e gostaríamos de dicas de restaurantes legais p/comemorar a passagem do ano. Me falaram que Puerto Madero é o lugar mais animado, porém não tenho a mínima idéia sobre restaurantes bons e q sejam frequentados por pessoas na faixa de 45 anos em diante. Vc poderia nos ajudar?
    Aguardo seu retorno.
    Um abraço,
    Solange

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Solange, faz tempo que não vou a Buenos Aires, ando meio desatualizada. Puerto Madero é, sim, uma região de restaurantes. Mas uma matéria na revista Viagem e Turismo trouxe uma seleção de boas mesas na cidade. Aqui: http://viajeaqui.abril.com.br/vt/materias/vt_materia_582846.shtml
    Espero que ajude! Abs!

    (Responder)

    Resposta de Adriana

    Não pense que o reveillón de BA é como aqui no Brasil, vc vai no máximo pagar uma ceia de ano novo, acompanhada de um bom vinho e só. No mínimo U$ 100,00 por pessoa. Procure se informar nos restaurantes q oferecem ceia se vai ter música, se sim, ao menos fica mais animado. Boa sorte e Feliz Ano Novo!

    (Responder)

    Resposta de Luciana França Lucca

    Eu tb vou passar o reveillon Em Buenos Ayres..e gostaria de dicas de restaurantes legais p tal comemoração, e tb gostaria de dicas de onde comprar peças em couro, obrigada

    (Responder)

  10. Regina
    Comentário do dia 10/12/2010 às 14:18

    Boa tarde Sílvia!!!!
    Em primeiro lugar quero agradecer as dicas de Lisboa.
    Sou aquela que pediu dica para 1 dia apenas.Vc falou doMosteiro dos Jerônimos e da Torre de Belém.
    Fiz isto apenas mesmo e fiquei andando por lá e comendo os pastéis que vc sugeriu.Foi tão bom!!!!!!!!Valeu!!!
    Novamente peço ajuda: estou indo em fevereiro para Buenos Aires com navio e ficaremos atracados 2 dias inteiros.
    O que poderei fazer de maneira suscinta, indo de taxi ou à pé,e incluindo um pouquinho de comprinhas?Bjs e obrigada!!!Regina

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    1º dia:
    Manhã: Caminito
    Tarde: Palermo Soho (do outro lado da cidade) para fuçar nas lojinhas descoladas de decoração e design. Tem feirinhas aqui aos sábados e domingos, acho que só a partir das 12h. Na volta, fique pela Recoleta, calle Florida (o centrão)
    Noite: Show de tango para fechar o dia (eu amei o espetáculo do Piazzolla Tango, na Calle Florida. Mas não pagaria o jantar, só o show.)

    2º dia:
    Manhã:Outlets da Rua Córdoba
    Tarde: Museo Malba – onde está o Abaporu de Tarsila do Amaral. (sim, está em Buenos Aires!)
    Noite: Puerto Madero (jante por ali) tem uma iluminação noturna bonita.

    Se você passar um domingo por lá vale apena dar uma fuçada na Feria de San Telmo (antiguedades).
    Importante: lojas só abrem depois das 10h.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ah, que legal que deu tudo certo em Lisboa! Abs!

    (Responder)

    Resposta de Regina

    Sílvia!!!!!

    Obrigada pelas dicas e pela pronta resposta!!!!!
    Depois postarei sobre as dicas que trarei!!(até rimou…)

    Bjs!!

    Regina

    (Responder)

  11. Comentário do dia 22/3/2011 às 17:39

    Olá Silvia,
    Amei seu blog, matei a saudade de Buenos Aires através das fotos.
    Visito muito a Argentina mas vou sempre a Rosário e San Ruan não sei se voce conhece, Buenos Aires visitei por duas vezes, mas foi rápido e não conheci quase nada na verdade só puerto madero.
    ´Te felicito é lindo teu blog!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Valeu, Edinete. Apareça sempre! 🙂

    (Responder)

  12. Claudileide
    Comentário do dia 27/6/2011 às 13:42

    Gente, gostaria de saber se alguém conhece um hotel bem localizado, limpo e baratinho para ficar em Buenos Aires.
    Bjs!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Quanto é baratinho para você??? Ou seja, até quanto você está disposta a pagar?

    (Responder)

  13. Ana
    Comentário do dia 04/11/2011 às 16:07

    Olá, Silvia, estou indo pra Buenos Aires dia 21 ou 22 de novembro com meu marido e gostamos de agito noturno. Gostaria de saber se nesse sentido os dias da semana fazem alguma diferença, ou seja, se durante a semana também há opções de divertimento. Obrigada!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ana, Buenos Aires é bem notívaga. Creio que você encontrará agito em qualquer dia da semana! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Adriana

    Não deixe de ver algum musical, eu vi DRACULA, de Cibrian e Mahler, devo confessar que me senti na Brodway!!! Os Teatros ficam na Av. Corrientes!! Vale muito a pena!! Melhor que o TANGO!

    (Responder)

  14. Karol Gurgel
    Comentário do dia 30/12/2011 às 13:23

    Estou indo de Lua-de-mel com o meu esposo e gostaria de uma dica de hotel em Buenos Aires – Argentina. Grata!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Depende de quanto você quer gastar, seu estilo de viajante e qual a localização preferida…

    (Responder)

  15. Comentário do dia 16/2/2012 às 21:29

    Estou indo hoje para BA e seu blog é ótimo!! Estou devorando cada dica…. obrigada!

    (Responder)

  16. Eli
    Comentário do dia 27/4/2012 às 15:45

    Nossa adorei seu site…estou aqui “viajando na cadeira do escritorio”,preciso de um resumo para 04 dias em Buenos Aires,o que fazer,…
    obrigada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira
  17. Comentário do dia 30/4/2012 às 23:02

    Quem for pra Buenos Aires, não deve deixar de ir tbm para o Zoo de Luján, extraordinário e uma experiência única de sua vida… =D Passe as mãos em leões, tigres e elefantes… ótimo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu ainda não conheço o Zoo de Luján, todo mundo fala muito bem da experiência!

    (Responder)

  18. Comentário do dia 22/8/2012 às 13:03

    Olá, que legal falar sobre BAs, meu esposo e eu queremos muito ir lá este ano. Mas não sabemos qual hotel escolher, já viajamos para alguns lugares, mas só no Brasil, é a primeira vez que saíremos para o exterior. Poderia nos ajudar na escolha de um hotel dar dica de pelo menos uns 3… obrigada… no meu blog eu falo um pouco sobre as viagens que fizemos https://nossasviagensporai.wordpress.com.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Carla, muito difícil indicar hotel, depende de quanto você quer gastar, seu estilo, etc. Procure em Booking.com ou Hoteis.com.br. Nestes sites há avaliação dos hóspedes com notas para os hotéis. Veja também tudo o que a gente já falou sobre Buenos Aires aqui: http://www.matraqueando.com.br/tag/buenos-aires
    Abs!

    (Responder)

  19. Grazi
    Comentário do dia 28/8/2012 às 12:03

    Olá Silvia. Gostaria de fazer um alerta e não sei bem em qual post colocá-lo. Acabei de voltar de BA e tivemos somente uma situação desagradável na cidade. Logo na chegada, quando fomos trocar o dinheiro no Banco de La Nación no aeroporto de EZEIZA, só havia uma atendente naquele horário e, por não estarmos acostumados com essas situações, não percebemos que a luz azul que fica no balcão para identificar notas falsas estava DESLIGADA. A atendente nos entregou uma nota falsa de 100 pesos no meio das originais. Na hora não percebemos. Mais tarde, verificando as notas, percebemos que aquela era diferente das outras e perguntamos no hotel se tinha alguma coisa errada, daí descobrimos que ela era falsa. Voltamos para o Banco de La Nación e chegando lá, já havia mais atendentes trabalhando e todos com as luzes azuis ligadas. Tentamos conversar com o pessoal do banco, mas, logicamente, não acreditaram e tivemos que colocar a nota fora. A tal atendente já tinha ido embora. Não tivemos problema nenhum com taxistas que todos nos alertaram e no lugar que achamos ser o mais seguro, acontece uma coisa dessas. Obrigada pela atenção.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nossa, Grazi, lamentável! Obrigada pelo alerta! Eu mesma nunca me liguei nesse coisa de “luz azul”! Abs!

    (Responder)

  20. juliana
    Comentário do dia 25/10/2012 às 11:14

    Oi Sílvia! Estou indo pela primeira vez a B.A. em janeiro.
    Não tenho noção de que bairro é melhor para se hospedar (mesmo depois de ter lido seus post bairro a bairro). Vc tem alguma sugestão??
    Adoro seu blog! bjus

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu gosto da Recoleta. Mas para quem vai pela primeira talvez o centro seja mais prático! Abs!

    (Responder)

  21. Comentário do dia 07/11/2012 às 16:16

    Pretendo ir a Buenos Aires por 5 dias em janeiro, com meu filho de 10 anos, uma amiga e seu filho, também com 10 anos. Poderiam dar uma dica de programa para esses niños?
    Obrigada,
    Angele

    (Responder)

  22. Vera
    Comentário do dia 17/3/2014 às 17:42

    Olá, Silvia!
    Eu e meu esposo estamos indo em abril para Buenos Aires,pretendendo ficar 5 dias,contando com a chegada e depois irmos para Colonia del Sacramento,Punta del Leste e Montivideu.Pensamos em 2 dias em Colonia,2 em Punta,3 em Montivideu.
    Nossa duvida:é melhor fazer Montivideu primeiro?Ou ir até lá e voltarmos por Buenos Aires?
    Pode nos ajudar no roteiro?
    É a nossa primeira vez.Somos da “melhor idade”64 eu e 67 ele.
    Obrigada!!!

    (Responder)

  23. Eva
    Comentário do dia 24/10/2016 às 11:04

    Oi Silvia! Eu acabei de voltar de BA e posso dizer que os preços estão exorbitantes lá. Em Hostel e transporte público ainda acaba saindo barato.
    A tarifa de taxi tá bem alta. 20 pesos no embarque. De Palermo até o Aeroparque: 120 pesos. Paguei o mesmo valor tanto na ida, quanto na volta. Por sorte você consegue pagar 80 pesos. Comer então?! Caríssimo. Almoço e jantar não sai menos de 120 pesos. Isso barateza. Eu descolei empanada (muito boa!) na Scalabrini Ortiz por 9,50 pesos e Choripan na Defensa (no domingo) por 60 pesos. O mercado está caro, enfim ainda vale a pena devido a diferença da nossa moeda, mas os preços estão bem diferentes 🙁

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar