-  Atualizado 01/11/2016

Piranhas, Alagoas: o que fazer na cidade que virou referência para a história do cangaço

Publicado por: Silvia Oliveira Aracaju, Piranhas

São pouco mais de 20 mil habitantes distribuídos entre casinhas coloridas, mirantes e um rio 100% nacional, o São Francisco. Piranhas acabou entrando para a história brasileira por ter sido o local onde as cabeças de Lampião e de seu bando ficaram expostas após a decapitação durante uma emboscada na Grota do Angico.

Aliás, foi daqui que a volante comandada pelo Tenente João Bezerra saiu para caçar o homem mais procurado pela polícia nordestina na década de 30.

+ Curta o Matraqueando no Facebook e receba dicas gratuitas sobre este e outros destinos!


Conjunto arquitetônico preservado rendeu o título de Patrimônio Histórico Nacional

Mais do que isso, o município soube preservar não só a memória, mas seu patrimônio. Piranhas tem um dos conjuntos arquitetônicos mais conservados do país, o que acabou dando ao lugar, em 2003, o título de Patrimônio Histórico Nacional, concedido pelo IPHAN. Ficamos dois dias hospedados aqui.

Nossa opção foi o hotel Pedra do Sino, do mesmo dono do restaurante Flor de Cactus. Ambos ficam no alto do morro, no Mirante Secular, e oferecem a mais linda vista da cidade e do rio. Adoramos o lugar! (Para ver mais opções de hospedagem em Piranhas, busque no Booking.com – onde sempre faço minhas reservas. O sistema não cobra taxa e tem cancelamento grátis!) 🙂

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Centro Historico Mirante Secular 1Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Centro Historico Casario Raul Mattar 5matraqueando-instagram1

Piranhas é porta de entrada para você fazer a Rota do Cangaço (o passeio sai do atracadouro da cidade) e ótima opção de pernoite para quem vem conhecer o Cânion do Xingó na vizinha Canindé de São Francisco.

O município de Canindé, a 15 quilômetros, tem um hotel estruturado, o Xingó Parque, mas a cidadezinha em si não tem tanto charme. Ficar em Piranhas deixa seu passeio redondo: patrimônio, história, cânion e sertão.

Além de diversas pousadas, Piranhas tem um centro de artesanato (que funciona de quarta a domingo, 10h às 17h) e uma noite agitada no fins de semana. O centrinho histórico recebe turistas e piranhenses com música ao vivo. Há vários bares e restaurantes, mas a melhor comida é a da Cachaçaria Altemar Dutra. Comemos aqui duas vezes.

Oferece desde pratos regionais até massas e pizzas. (Aliás, o seresteiro que dá nome ao restaurante tem até estátua na cidade. Dizem que Altemar Dutra costumava se refugiar na região para cantar e tocar seu violão às margens do São Francisco.)

+ Alugue seu carro com segurança e percorra o Nordeste com mais economia

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Cachacaria Altermar Dutra

O que fazer em Piranhas

Rota do Cangaço

Rota do Cangaco Piranhas Alagoas Poco Redondo Grota do Angico

O passeio, de quatro horas e meia, sai do atracadouro de Piranhas. Você navega pelo leito natural do Rio São Francisco até o distrito de Entremontes, onde vai conhecer de perto o rendedê, bordado típico da região.

Dali, o catamarã segue para o ponto de onde sai a trilha que leva à Grota de Angico (foto acima), já no município de Poço Redondo, em Sergipe — lugar onde Lampião, Maria Bonita e mais nove cangaceiros foram mortos durante uma emboscada. Veja nosso relato completo aqui.

+ Alugue seu carro com segurança e percorra o Nordeste com mais economia!

Museu do Sertão

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Museu do Sertao 1 MatraqueandoPiranhas Alagoas Rota do Cangaco Museu do Sertao 2 Matraqueando

São dois pequenos ambientes com peças, objetos, armas, roupas e vestimentas da época do cangaço. Murais contam a história do movimento que abalou o sertão nordestino na década de 30 e mostra uma reprodução da famosa foto de Lampião e seu bando expostas como troféu nas escadarias da prefeitura de Piranhas.

Fica na antiga estação ferroviária, no centro histórico. O casarão, em si, já é a atração: tem portas em forma de arcos e lambrequins criando uma espécie de franja no telhado. Tel. (82) 3686-3013. Funciona de terça a domingo, das 8h às 17. Entrada: R$ 2

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem e ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Torre do Relógio

Fica em frente ao Museu do Sertão. É a antiga torre do relógio (1879) da estação. Abriga um relógio inglês do tipo carrilhão. Dentro abriga o Café da Torre. Vale a foto.

Centro Histórico

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Centro Historico Casario Raul Mattar 1Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Centro Historico Casario Raul Mattar 2

Não foi à toa que Piranhas recebeu o título de Patrimônio Histórico Nacional. Casario colorido e preservado transformam qualquer passeio à cidade em saudades eternas. Logo na entrada do pequeno município você já pode apreciar um dos lugares mais fotogênicos do Brasil.

Por onde quer que você caminhe… uma porta, uma janela, um suspiro. A estátua de Padim Ciço também está lá. Eu, viciada, neste combo casinhas-igreja-praça não queria ir mais embora.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem. Pegue seu cupom aqui!

Piranhas Alagoas Estatua Padre CiceroPiranhas Alagoas Patrimonio Historico Portas

O belo cenário foi perfeito para os filmes Bye, Bye, Brasil (1979), de Cacá Diegues, e Baile Perfumado (1997), de Lírio Ferreira e Paulo Caldas. Este último conta a história do fotógrafo sírio-libanês Benjamin Abrahão, o único a fazer um registro iconográfico do cangaço e do próprio Lampião. A obra contou, inclusive, com a participação de ex-cangaceiros e ex-volantes que viviam em Piranhas.

Mirante Secular

O mirante foi construído no século 19. Funcionava como um pequeno farol para orientar as embarcações que navegavam pelo Rio São Francisco. No local há uma pirâmide quadrangular de 8 metros de altura que marca a passagem do século 19 para o século 20. Você pode chegar aqui de duas formas: a mais rápida — e cômoda — é de carro.

Saindo de Piranhas em direção a Canindé, você entra numa estradinha de terra que indica “Restaurante Flor de Cactus”, que fica no mesmo lugar. A outra maneira é subindo os 364 degraus de uma escadaria (não, obrigada!) até o topo. Se esta for sua opção, vá com calma e leve água. Você vai estar debaixo de um sol de 40º C do sertão.

Mirante da Igreja

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Rio Sco Francisco Igreja

Esqueci o nome da igreja (se alguém souber o nome deste lugar, me ajude, não encontrei em lugar algum! Opa, nos comentários disseram que é a Igrejinha do Senhor do Bonfim). Mas é outro mirante no lado oposto do Secular. E para chegar lá, só de escada. A gente apreciou de longe!

Prainha

Piranhas Alagoas Rota do Cangaco Rio Sco Francisco

Local à beira do rio, próprio para banho. Tem alguma estrutura para quem quiser se refrescar do calor do sertão. (Esta foto não é da prainha em si, ela está mais à direita).

+ Hotel bom e barato em Piranhas: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Dicas da Matraca

A cidade possui somente agências da Caixa, Banco do Brasil e Bradesco. Não há banco 24 horas. Por isso, vá prevenido.

No centro histórico não existe mercado grande, só pequenas mercearias vendendo água de 500 ml a R$ 3,50. Em Piranha Nova, parte da cidade que foi construída para abrigar os operários que trabalharam na Usina Hidrelétrica do Xingó, tem mais opções.

É melhor vir de carro para cá. Piranhas tem táxi e moto-táxi, mas o horário de funcionamento é irregular. À noite, é quase impossível conseguir um.

SERVIÇO

Como chegar a Piranhas vindo de Aracaju

– Carro | Pegue a BR 101 sentido Maceió. Vá em direção ao município de Areia Branca (BR 235) e siga para Itabaiana (passa por fora da cidade). Entre em Ribeirópolis e, em seguida, pela rodovia estadual SE -106, passe pelos municípios de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Glória (cidadezinha com mais estrutura, restaurantes, lanchonetes, lojinhas, posto de gasolina, etc). Siga pela rodovia SE-206 e passe por Poço Redondo, Canindé e, finalmente, Piranhas. São 220 quilômetros. Todo o trajeto tem placas indicativas e a estrada está relativamente boa. É difícil se perder. No mapa acima não aparece Piranhas como destino final, porque o Google Maps faz uma volta enorme de Canindé a Piranhas. Mas chegando a Canindé (SE) é só atravessar uma ponte e você está em Piranhas (AL). (Nós alugamos um carro em Aracaju). Em tempo: de Maceió, capital de Alagoas, são 280 km.

– Ônibus | Você pega o ônibus na rodoviária nova de Aracaju. São 4,5 horas de viagem entre Aracaju e Piranhas. Passagem a R$ 21. Caso prefira ir a Canindé primeiro, você pega o ônibus na rodoviária velha de Aracaju. Há várias saídas diárias. Tarifa a R$ 19. (De Canindé a Piranhas você pode ir de táxi ou moto-táxi. São 10 minutinhos, no máximo).

Posts relacionados

Rota do Cangaço: o passeio que leva você à história do sertão nordestino

Cânion do Xingó: como visitar o belíssimo atrativo que projetou o Sergipe no mapa turístico nacional

Hotel bom e barato em Piranhas: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Hotel bom e barato em Canindé: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Leia também

Laranjeiras: a cidade histórica que tinha tudo para ser a capital do Sergipe

Museu da Gente Sergipana: primeiro centro multimídia do Nordeste

Restaurante Caçarola: onde você come a Véia Fogosa, a Moça Virgem e o Negão Gostoso

Celi Hotel: hospedagem 4 estrelas com ótimo preço em frente à Praia de Atalia

Fotos: Raul Mattar  | Todos os direitos reservados.

_____________

Minha viagem a Piranhas faz parte da Expedição Brasil EXpress II, projeto do Matraqueando que leva recortes do nosso país até você.

______________
Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. O Matraqueando não faz post patrocinado. Somente nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados e não fazemos artigos em troca de almoço (ou jantar) grátis. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontrar aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 😉


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


14 comentários

  1. Osvaldo
    Comentário do dia 27/12/2015 às 19:54

    Olá,
    parabéns pelo site.

    Alguém saberia me informar qual a melhor alternativa de estrada vindo de carro de Recife para Piranhas/AL?
    Abraços e obrigado,
    Osvaldo.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Osvaldo! Tente colocar no Google Maps ou no Waze (aplicativo) e compare as rotas! Abs! 😉

    (Responder)

    Resposta de Gilberto

    Osvaldo, a melhor opção de Recife a Piranhas é pela BR101 até S. Miguel dos Campos, AL onde tomará a AL 220 para Arapiraca. Lá tome a AL 225 até Olho D’água do Casado. De Olho D’água é só pegar a AL 225. As cidades ficam bem próximas uma da outra. Tem uma ótima opção que é vir pela PE 60 do Cabo até Barreiros e de lá até a divisa PE/AL onde a AL101 te levará a Maceió pela AL101 via litoral. Em Macéio pode se chegar a Arapiraca pela AL 220 que também margeia o litoral passando pelas lindas paisagens das lagoas Mundaú e Manguaba até a Barra de São MIguel. Depois só seguir até S. Miguel dos Campos onde a mesma AL220 te deixara em Arapirtaca em 40 minutos. Essa opção pode ser mais longa mas com certeza será a mais bonita.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada pela ajuda, Gilberto!

    (Responder)

  2. Nazareno
    Comentário do dia 25/2/2016 às 21:56

    Olá Silvia, seus comentários foram importantíssimos para que eu escolhesse ficar em Piranhas e não em Canindé de São Francisco, estive em Piranhas em janeiro de 2016, uma viagem maravilhosa, moro em Goiânia/GO, passei férias em Maceió e deu uma esticadinha até Piranhas, sindo de Maceió, são 280 KM, estrada muito boa já sair com reserva na Pousada Sol Nascente, é novinha, fica na parte nova da cidade, próximo ao Ginásio de Esportes a recepcionista Renata, muito atenciosa, o proprietário, Sr, CICERO muito receptivo, bom de papo, daquelas pessoa que se voce tiver tempo fica de conversa o dia inteiro, a Pousada ótima, quartos grandes, café da manhã simples, mas farto, compramos os ingressos para o passeio do Canyon do Xingó, na própria pousada, fizemos o passeio no mesmo dia, saímos do Restaurante Carrancas às 11:00 e voltamos por volta das 13:30 hs, almoçamos no proprio Carrancas, à noite fizemos o passeio pelo centro histórico, jantamos no Restaurante e Cacharia Altemar Dutra, ótimo atendimento, comida boa, caipirosca de primeira e preço rasoável, a cidade estava movimentada, pois tinha uma equipa da Rede Globo, filmando cenas da próxima novela das 21:00, “Velho Chico” . Para quem não conhece a região, acho que as primeiras cenas da novela deve mostrar um pouco da paisagem local,. Minha família adorou o passeio, na próximo viagem ao Nordeste, quero voltar a Piranhas, e desse vez com mais tempo. Vale a pena.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Valeu pelo feedback, Nazareno! Obrigada! 🙂

    (Responder)

  3. Dulce Maria Vilela de Andrade Coelho
    Comentário do dia 13/4/2016 às 19:30

    Visitei Piranhas em Julho de 2012 com meus dois filhos e minha nora Passamos a noite neste lindo lugar. Inclusive, na área de trabalho do meu computador tenho há muito tempo estampada foto de Piranhas. Conheci mais uma parte da linda História do Brasil, que poucos conhecem. Meu filho que é Agrônomo e trabalha em Petrolina com o sertanejo e é muito culto me levou a conhecer esta maravilha. Sou servidora do Estado de Minas Gerais na área da Educação há 48 anos.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que legal, Dulce! Obrigada por compartilhar sua experiência conosco! Abs!

    (Responder)

  4. Tatiane Mendonça Ribeiro
    Comentário do dia 22/5/2016 às 17:12

    Boa tarde!! Vou me escrever num concurso do IFAL, e gostaria de saber como chego aí? Moro em Maceió-AL. O IfAL é perto da cidade?
    Desde já agradeço as informações enviadas.

    (Responder)

  5. Ana Carolina Coelho
    Comentário do dia 23/5/2016 às 19:39

    Vou para Piranhas esse ano e estava procurando algumas informações sobre a cidade, e o blog ajudou bastante. 🙂 Pretendo ir de ônibus à cidade, gostaria de saber se há taxis por lá ou é necessário alugar um carro?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sim, há táxi. Mas pouca opção.

    (Responder)

  6. LUCIA
    Comentário do dia 07/6/2016 às 00:51

    Eu e meu marido pretendemos ir a Piranhas no início de agosto. Quantos dias são suficientes para conhecer Piranhas e passear pelo Rio São Francisco?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Dois a três dias inteiros, Lucia.

    (Responder)

  7. Miriam Sampaio
    Comentário do dia 08/7/2016 às 12:11

    Eu e meu esposo estivemos nesta encantadora cidadezinha agora há pouco, entre 17 e 19 de junho de 2016, muito incentivados pelas belíssimas fotos e comentários de seu delicioso blog. Primeiramente fomos a Aracaju e de lá alugamos um carro até Piranhas, onde ficamos hospedados na Pousada D’Lia,simples, porém acolhedora pousada em Piranhas Nova, O passeio ao Canion do Xingó é imperdível e nos arrependemos de não termos reservado mais tempo para ficar neste lugar que nos fez voltar no tempo.Somos do RJ e pretendemos voltar ns próximas férias. Parabéns pelo caprichado blog. Beijocas e obrigada pelas dicas.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Brigada pelo feedback, Miriam! Bjs!

    (Responder)

  8. Márcia
    Comentário do dia 31/7/2016 às 19:27

    A cidadezinha de Piranhas é mais linda ainda qdo vista pessoalmente.
    Obrigada pelas dicas.
    Acabei de retornar de lá e ainda sinto forte o colorido das casas e a noite de sábado com show ao vivo de xaxado.
    Foi um verdadeiro alimento cultural. Vale a visita!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que bacana, Márcia!

    (Responder)

  9. Sírio
    Comentário do dia 08/8/2016 às 11:27

    Ouví de um colega que esteve em Piranhas, muitos elogios.
    Ficamos de passar um final de semana por lá em setembro, mas com esses relatos minha preocupação será a de conciliar o meu trabalho com o tempo que ficarei nessa bela cidade.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Tomara que dê certo, Sírio! 😉

    (Responder)

  10. Maria Bomfim
    Comentário do dia 10/9/2016 às 01:46

    Gostaria de saber chegando em Aracaju, como chegar em Xingo, os passeios, hospedagem, estou querendo fazer este passeio, tenho que saber todas essas informações grata Maria

    (Responder)

    Resposta de MARIA SOCORRO CAMILO DA SILVA

    OLÁ, FIZ ESTE PASSEIO NO MÊS DE SEMBRO E FOI O MÁXIMO. EM ARACJÚ ACHEI MELHOR ALUGAR UM CARRO. SAI CEDINHO DE ARACAJÚ E FUI DIRETO PARA O RESTAURANTE CARRANCAS ONDE FIZ O PASSEIO PELOS CANIONS, DEPOIS DO ALMOÇO SEGUI PARA PIRANHAS ONDE ME HOSPEDEI POR DUAS NOITES E FIZ O PASSEIO ROTA DO CANGAÇO. RESERVEI ADIANTADO A POUSADA EM PIRANHAS. MUITO BOM SUPER RECOMENDO

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que legal, Maria Socorro! 😀

    (Responder)

  11. maycon
    Comentário do dia 09/12/2016 às 16:56

    Queria saber se há um lugar legal pra acampar em canidé ou piranhas??? se alguém souber me avisa por favor!. obrigado

    (Responder)

  12. Cláudio Ramalho
    Comentário do dia 09/1/2017 às 11:23

    visitei Piranhas no ultimo dia 06 de janeiro 2017 gostei muito da cidade visitamos todos os pontos turístico. Gostei muito quero retornar em outra oportunidade. abraços a todos os Piranhenses.

    (Responder)

  13. Comentário do dia 13/2/2017 às 16:39

    Estou indo passar o Carnaval em piranhas vou ficar em uma pousada depois de muita procura encontrei uma, queria se possivel alguém que já foi mim falasse como fazer para conhecer todos lugares dessa cidade, vou de carro chegando lá ficaria mais fácil alugar outro carro e deixar o meu estacionado ou podemos contar com algum guia turístico, e qual o mais econômico.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Inaldo! Se você for de carro não precisa alugar outro. 😀 Há guias na cidade, mas o ideal é que você pergunte diretamente na sua pousada uma indicação. Muitas pousadas (se não todas) vendem os passeios como o passeio ao Cânion do Xingó e Rota do Cangaço. Abs!

    (Responder)

  14. Valquíria
    Comentário do dia 04/5/2017 às 03:17

    Olá, eu e meu namorado estamos com planos de ir a piranhas passar o fim de semana, mas estamos meio perdidos em relação a hospedagem e com os passeios. Queremos ir pra os Canions. O hospedagem lá é cara? E como faço pra fazer os passeios?

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar