Paris | Dicas incríveis e roteiro econômico para quem vai pela primeira vez

Publicado por: Silvia Oliveira Paris

PARIS PELA PRIMEIRA VEZ

Uma vida inteira não seria suficiente para explorar Paris. A capital francesa reúne bistrôs charmosos, grandes vinhos, passeios românticos e suas atrações estão entre as mais visitadas do mundo. A cidade mistura um ar de vilarejo antigo com uma metrópole moderna. Fatos e personagens da cidade influenciam tendências e muitos marcaram a era contemporânea.

Há séculos a França dita moda e impõe debates que vão da segregação racial à união civil de pessoas do mesmo sexo. Para entrar no clube dos que têm bom gosto, sabem tudo de vinho, apreciam boa gastronomia, contemplam arte e filme-cabeça é fundamental ter no currículo uma viagem a Paris. E não dá nem para achar ruim! 🙂

Ruas de Montmartre

A Revolução Francesa colocou fim à monarquia, mas nem Jean-Marie Le Pen — o ultraconservador político que faz José Sarney se sentir o último dos comunistas — mitiga o sopro sedutor que impõe vossa alteza, os franceses.

Encontrar a Paris dos seus sonhos sem que ela cause um rombo no orçamento não é exatamente uma tarefa fácil. Por outro lado, a cidade que mais recebe visitantes no mundo é altamente democrática.

AVISO | Este post pretende matar duas questões com uma só postada: orientar quem vai pela primeira vez a Paris e dar dicas para quem está com o orçamento restrito. Não ambiciono esgotar todos os aspectos da cidade, muito menos elaborar listas do que é ou não é obrigatório fazer na capital francesa.  A proposta é oferecer alternativas que gerem satisfação através da economia inteligente. 🙂

COMO IR DO AEROPORTO CHARLES DE GAULLE AO CENTRO

O Aeroporto Charles de Gaulle não é servido pelo metrô. O RER (trem metropolitano) faz ligação com o metrô no centro da cidade. O ticket deve ser comprado antes do embarque. Para chegar à bilheteria ou aos terminais de autoatendimento siga as placas “Paris par train”.

O trajeto dura 25 minutos até a Estação Gare du Nord. Já a Estação Châtelet-Les Halles (uma depois da Gare du Nord) está interligada com mais linhas de metrô. Mas para saber onde vai descer leve em consideração a localização do seu hotel. Funciona das 4h45 às 22h50, de segunda a sexta, e até às 23h50 nos finais de semana. A passagem custa € 10,30.

O Roissy Bus é um ônibus especial do transporte público de Paris que faz o trecho Aeroporto-Ópera. Você pode pegá-lo nos terminais 1, 2 e 3 e descer na Ópera/Palácio Garnier. Funciona das 6h às 23h. O trajeto dura em torno de 1 hora e o bilhete custa € 12.

O Aeroporto de Orly, a 14 quilômetros de Paris, recebe a maioria dos voos low cost. O ônibus OrlyBus leva até a estação Denfert-Rochereau (linhas 4 e 6 do metrô e linha B do RER). A passagem custa € 8,30. Funciona das 5h à 0h00.

Já quem desce no Aeroporto de Beauvais, a 1 hora da capital, pode pegar o micro-ônibus oficial por € 17 (ou € 15,90 on-line) e descer na estação Porte Maillot (metrô linha 1 ou RER C)

COMO CIRCULAR NA CIDADE

A melhor forma de conhecer Paris é a pé. Os ônibus têm janelas panorâmicas e o metrô (16 linhas e quase 300 estações) funciona das 5h30 à 0h30. O Paris-Visit permite o uso do transporte público por determinado período e inclui benefícios como entradas para museus e viagens até o Palácio de Versalhes. Para a área turística (zona 1 a 3) custa de € 12 (por um dia) a € 38,35 (por cinco dias).

Se preferir compre apenas o Carnet 10 Voyages – 10 tíquetes válidos para metrô e ônibus, por € 14,90. O bilhete individual sai por € 1,90. Importante: guarde o bilhete do metrô durante o trajeto. Caso seja abordado por algum fiscal e você não apresentar o ticket receberá uma multa de € 60, mesmo sendo turista.

PARIS MUSEUM PASS

Benefícios | Entrada gratuita em mais de 60 atrações de Paris e região.

Validade | 2, 4 ou 6 dias.

Quanto custa | O passe de 2 dias custa  € 48, o de 4 sai por €  62 e o de 6 dias está € 74.

Onde comprar | Nos aeroportos, nos principais museus, nas livrarias FNAC, em alguns quiosques da cidade e pelo site.

Vale a pena? | O maior benefício do passe não é exatamente o preço, mas tirar você das gigantes filas dos atrativos mais disputados da cidade. Além de dar direito à entrada nos principais pontos como Louvre, Museu Rodin, Museu D’Orsay e Arco do Triunfo, você também evita a fila-pelourinho do Palácio de Versalhes. Só por isso, já valeria a pena.

Dica | Somente coloque a data de início no seu passe no dia em que você efetivamente começar a usá-lo. Inicie seu passeio pela manhã, assim você aproveita um dia inteiro com ele.

17 ATRAÇÕES GRÁTIS EM PARIS

1. A foto da Torre  Eiffel — com você na frente — a partir do Champ de Mars e do Trocadéro, que fica na margem oposta do Rio Sena.

2. As ruelas de Montmartre, imortalizadas por artistas como Picasso, Renoir e Toulouse-Lautrec. Abaixo, estou em frente a La Maison Rose (2 Rue de l’Abreuvoir), um café tradicional que já foi ponto de encontro de Matisse e Van Gogh.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Tenho mais de 300 mensagens no direct esperando resposta ou permissão. Desculpe a demora. Não consegui nem ler a maioria ainda. Vou falar com todo mundo, não se preocupem. É que acabo priorizando as perguntas que são feitas nos comentários, porque minha resposta no aberto pode ajudar a muito mais gente. Mas o curioso é a pergunta campeã no inbox. Vocês não querem saber sobre hospedagem ou o que fazer com crianças em Paris. E, sim, onde eu comprei a saia amarela “mãe e filha”. Gente! ? Hahaha! #jupurdeus. Então vou deixar registrado aqui porque não vou mais responder a essa questão no direct: eu não comprei. Mandei fazer na minha costureira de confiança, Dona Alice (41 3336-2244), em Curitiba! Três metros de tecido oxford para as duas saias, modelo godê. E voilà! ? #paris #france #montmatre #saiaamarela #saiaamareladamatraca #matraqueando #matracanazoropa #matracadivando #matracanafrança

Uma publicação compartilhada por Matraqueando | Sílvia Oliveira (@matraqueando) em

3. A Basílica de Sacré-Coeur, mais bonita por fora do que por dentro. Está em um mirante que proporciona uma ótima vista da cidade.

4. Um passeio pela Place Émile-Goudeau que abriga o Bateau-Lavoir  (nº 13), antiga residência de artistas como Juan Gris e Pablo Picasso. Aqui, Picasso pintou a célebre tela Demoiselles d’Avignon. A residência não está aberta ao público.

Basílica de Sacré-Coeur

5. O Cemitério Père-Lachaise, onde estão os túmulos de ilustres (com seus fãs ajoelhados ao lado) como Oscar Wilde, Jim Morrison, Edith Piaf, Balzac, Proust, entre outras dezenas de celebridades.

6. A delicada Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, um espaço de peregrinação de fiéis de todo o mundo. Aqui está o corpo incorrupto de Santa Catarina de Labouré. A santa presenciou as aparições da Virgem Maria que pediu para cunhar a medalha milagrosa. (Em frente à capela, na mesma rua, está a loja de departamento mais incrível de Paris, o Le Bon Marché.)

Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa

7. A imponente Catedral de Notre Dame. Milhões de pessoas visitam a igreja mais famosa de Paris, mas pouca gente sabe que a Notre Dame abriga uma das maiores relíquias do Cristianismo. São fragmentos da Santa Coroa de espinhos usada por Jesus durante sua Paixão e Morte. A relíquia é exposta para veneração dos fiéis toda primeira sexta-feira do mês, às 15h.

Jardim de Luxemburgo

8. As 8 mil obras do Museu d’Art Moderne la Ville de Paris.

9.  O mais lindo parque do mundo (na opinião do Matraca Ibope), o Jardim de Luxemburgo.

10. A Maison Victor Hugo, casa-museu do escritor e poeta francês. Fica na Place des Vosges, uma das mais emblemáticas praças de Paris. Foi aqui que Victor Hugo escreveu Os Miseráveis. Veja post completo da casa aqui!

11. Vista do terraço da maravilhosa Galerias Lafayette. A terrasse fica no 7º andar e o acesso é gratuito. Daqui é possível contemplar vários pontos turísticos da cidade como a Ópera Garnier, a Torre Eiffel e a Basílica de Sacré Coeur.

12. A história da cantora francesa mais famosa do mundo no Museu d’Edith Piaff. Segunda a quarta, 13h às 18h, e quinta, 10 às 12h. Agendamento das visitas somente por telefone e em francês: +33 1 43 55 52 72

13. O interessantísmo Musée Carnavalet que conta sobre a história da cidade. Veja post completo do museu aqui!

14. O incrível Musée Bourdelle, a casa-ateliê do discípulo prodígio de Rodin. Veja post completo do museu aqui!

Museu Bourdelle

15. A suntuosa Bibliothèque Nationale de France, também chamada de Biblioteca François Mitterand. As quatro torres de 80 metros formam o desenho de livros abertos ao redor de um jardim.

16. O criativo Parque La Villette. Uma enorme área com mais de 30 hectares abriga extensos jardins e uma programação cultural invejável.

17. O colorido e cheiroso Marché Popincourt, um dos mais autênticos mercados de rua de Paris. Veja post completo do mercado aqui!

VALE O INVESTIMENTO

– O Museu D’Orsay. Um dos mais conceituados museus da Europa funciona em uma antiga estação de trem. Entrada € 14. Grátis no primeiro domingo do mês.

– A vista da Torre Eiffel e Avenida Champs-Élysées a partir do mirante do Arco do Triunfo. (Eu prefiro a visão daqui do que a que a gente tem do topo da Tour Montparnasse). A subida é por escadas, são quase 300 degraus. Elevadores disponíveis somente para pessoas com dificuldades de locomoção. Ingresso € 12. Grátis para menores de 18 anos. Entrada free para todos no primeiro domingo do mês.

– O Museu do Louvre. Se esta é sua primeira vez recomendo a visita guiada. Aqui estão os clássicos Monalisa e Vênus de Milo. Do lado de fora, a polêmica Pirâmide — obra do arquiteto Ming Pei —  instalada no museu em 1989, é mais bonita à noite quando está iluminada. Entrada € 15. Se comprar on-line por € 17 você tem direito a pegar uma fila mais rápida para entrar. Grátis no primeiro domingo do mês.


Vista da Torre Eiffel na Av. Suffren com Rue Buenos Ayres (assim, com “y” mesmo)

PARIS DE BARCO (COM DICA DE CRUZEIRO GRÁTIS)

Há duas formas de conhecer Paris pelo Rio Sena. Uma delas é com os passeios tradicionais em barcos de turismo. Oferecem visitas guiadas que explicam os principais monumentos vistos do rio.

A outra opção, mais charmosa (e beeem mais cara), é jantar a bordo de barcos refinados. Várias empresas oferecem o passeio. A duração média do tour tradicional é de uma hora e o preço por pessoa está a partir de € 15.

O passeio com jantar custa a partir de € 95 por pessoa e inclui entrada, prato principal, queijo, sobremesa e vinho. O cruzeiro, nesse caso, pode durar até duas horas e meia.

Aproveite para ir ao entardecer: você ganha de brinde uma Paris iluminada. Ah, você pode fazer a reserva on-line antecipada. As empresas Bateaux MouchesLes Bateaux ParisiensVedettes de Paris fazem o passeio.

Aniversariante do dia ganha o passeio e champã grátis! 🙂

DICA DA MATRACA | A empresa Vedettes de Paris oferece um cruzeiro cortesia para aniversariantes do dia com direito à taça de champã grátis. Eu fui no meu aniversário! Mááá cê acha que uma jacu como eu ia perder essa? Jamé, mon ami! É só levar documento com foto para comprovar! A cara da riqueza! 😀 As saídas são do Port de Suffren (perto da Torre Éiffel). Metrô: Birk-Hakeim (linha 6).

REFEIÇÕES POR MENOS DE € 10

Chartier | Um dos poucos lugares de Paris onde a gente pode dizer que serve a verdadeira “comida caseira” francesa. Tem pé direito alto e mezaninos em cobre. Entradinhas a partir de € 1 e pratos adoráveis a partir de € 8,50 (o mais caro custa € 13,50). ) O mau humor e a pressa dos garçons fazem parte do folclore da casa. 🙂 Metrô Grands Boulevards (linhas 8 e 9).

Restaurante Chartier

Fluch | É uma cadeia francesa de fast food e self service com duas unidades bem localizadas em Paris. Oferece diversos combos que incluem um tipo de carne (ou frango ou peixe ou frutos do mar), uma bebida e légumes à vonlonté. Uma unidade fica perto do Centre Pompidou (metrô Rambuteau – linha 11) e a outra em Montmartre (metrô Blanche – linha 2 ou Place de Clichy – linhas 2 e 13). Veja  meu post completo do restaurante Fluch aqui!

Restaurante Higuma

Higuma | Fica na Rue Sainte-Anne, chamada de Little Tokyo de Paris, área que abriga alguns dos mais tradicionais (e baratérrimos) restaurantes japoneses da cidade. O Higuma é o meu preferido. Uma cantina japonesa tradicional, clássica e sem frescura. Aqui, a partir de € 10 você garante entrada, bebida e uma tigela enorme de arroz, macarrão ou sopa atolados até o topo com carne, frutos do mar ou salada. Metrô Pyramides (linhas 7 e 14) Veja aqui meu post completo sobre a Rue Sainte-Anne em Paris!

L’As du Fallafel | Está numa portinha praticamente escondida da Rue de Rosiers, no bairro Marais. Como o próprio nome anuncia, o local é especializado no falafel (bolinho de grão de bico no pão árabe) com um tempero maravilhoso. Sai por € 6,50 se pedir para levar. O pequeno restaurante caiu no gosto das celebridades e turistas depois que o guitarrista Lenny Kravitz disse que este era o falafel preferido dele na cidade. Não abre no sábado, durante o shabat, dia sagrado dos judeus. Veja meu post completo sobre o L’As du Fallafel aqui!

Gostou dessas dicas? No guia O Barato de Paris eu dou mais 30 sugestões de onde comer bem e barato em Paris, além de um roteiro completo pelas feiras e mercados livres da capital francesa! 3ª edição, revista e ampliada. São quase 120 páginas com roteiros incríveis desbravando a cidade bairro a bairro com todas as atrações geolocalizadas no Google Maps! Baixe o seu aqui!

5 DICAS DE HOSPEDAGEM BOA E BARATA

Você não precisa ficar hospedado na região mais cara da cidade para aproveitar melhor a capital francesa. Basta que seu hotel ou albergue/hostel fique próximo a uma estação de metrô.

O sistema de transporte é eficiente e cobre os principais pontos turísticos. De todosmodis, seja lá onde você for se hospedar em Paris vá com tudo reservado, sempre. Se sua intenção é garantir cama barata, outro detalhe: a reserva deve ser feita com muita antecedência.

St Christopher’s Paris | Considerado um dos melhores hostels de Paris, o St Christopher’s já ganhou vários prêmios. Tem restaurante e wi-fi grátis. Café da manhã incluído. Está fora da área mais turística, mas há três estações de metrô próximas. Quarto de casal a partir de € 97. Nos dormitório, a diária está a partir de € 27. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

Quarto do Ideal Hôtel Design

Ideal Hôtel Design | Hospedagem com ótimo custo benefício em Montparnasse (veja meu relato aqui sobre o hotel). Decoração harmoniosa, tudo novo. Colchão e lençóis excelentes. Banheiro pequeno, porém funcional. O hotel fica exatamente em frente ao metrô Porte D’Orléans. Diárias para casal a partir de € 89. Café da manhã à parte por € 14. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

Hotel Kyriad 18 | Tem quartos novos com ar condicionado, aquecimento, TV de tela plana com canais via satélite e banheiro privativo. Há restaurantes, bares e comércio nos arredores. Diárias para casal a partir de € 95. Café da manhã à parte por € 9. A hospedagem fica bem em frente à estação de metrô Porte de Clignancourt (linha 4) com acesso direto aos principais pontos de Paris. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

Ibis Bastile Opéra |  Segue o padrão da rede Íbis.  Novo e próximo de estações de metrô, que levam a qualquer lugar na cidade. Diárias desde € 105. Dependendo da época, é possível encontra quartos por € 80. Café da manhã à parte por € 10,50. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

Smart Place Hostel | Hospedagem barata a uma quadra da Gare du Nord, de onde parte o trem Eurostar para Londres e Bruxelas (veja meu relato aqui sobre o albergue). Quartos coletivos apertados, mas bom colchão e chuveiro. Os banheiros são privativos, mesmo nos dormitórios. Diárias a partir de € 31 por pessoa no quarto coletivo ou € 77 em quarto duplo. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

Nadaud Hotel | O hotel tem certificação ecológica. Está a 50 metros do Cemitério Père Lachaise, no 11º arrondissement. O quarto, pequeno, tem TV a cabo, wi-fi grátis e o café da manhã, simples, está incluído. Diárias para casal a partir de € 90. Veja fotos e faça sua reserva aqui!

DICA ESPERTA | Procurando hospedagem boa, bonita e barata com até 50% desconto em Paris? Agora temos a facilidade do Booking.com, o site líder mundial em reservas on-line de acomodações, onde faço minhas reservas há anos! Além de ter cancelamento gratuito para a maioria dos quartos, todas as hospedagens têm notas ranqueadas com as avaliações dos hóspedes. Ficou muito fácil reservar com segurança, antecedência e pelo melhor preço! Faça você mesmo uma simulação e reserve aqui!

COMPRINHAS LEGAIS

O Les Puces de Saint Ouen é o mercado de pulgas mais famoso da cidade. Aqui você encontra de discos raros a cristais antigos. É considerado um dos maiores mercados de antiguidades do mundo. Pegue o metrô para Porte de Clignancourt (linha 4) e siga as placas. Sábado, domingo e segunda, 9h às 18h.

Para encontrar pontas de estoque que ainda não saíram de moda percorra o bairro Marais e os arredores da Rue Etienne Marcel, no 2ème.

O slogan da rede Tati —  “os preços mais baixos” — é levado a sério. Há de tudo, é uma espécie de Rua 25 de Março embutida numa loja de departamento. Há diversos endereços espalhados por Paris, com enorme diversidade de produtos.

DICA DA MATRACA

O ônibus nº 95 da linha regular do transporte público vai de Montparnasse a Montmatre. Você garante um belo city tour pelo preço de uma passagem normal.

IMPORTANTE | A França faz parte parte do Tratado de Schengen, um acordo que estabelece normas para quem pretende visitar os países membros. A determinação EXIGE um seguro de viagem obrigatório com cobertura mínima de € 30 mil que muitas vezes deve ser apresentado na imigração, caso solicitado. A boa notícia é que Leitor do Matraqueando tem até 30 % de desconto no seguro internacional. Pegue seu cupom aqui e viaje tranquilo! Vale para mochileiro, luxo, viajante solo, aventureiro e família. E ainda dá para dividir em até 6 vezes!

INFORMAÇÕES ESSENCIAIS

DDI | 33
Língua Oficial | Francês
Fuso Horário | Quatro horas a mais do que o Brasil
Quando ir | No verão tudo acontece em Paris. Mas os preços disparam, obviamente. No outono tem feito bastante frio mas os parques ficam com lindos tons de amarelo, vermelho e alaranjado. Para dias ensolarados e floridos aposte na primavera.
Site do país | www.france.fr
Site da cidade | www.parisinfo.com
Informações turísticas em português | www.pt.parisinfo.com
Embaixada brasileira | Cours Albert, 1er, 34, bis | Tel. (1) 4561-6300 | Site: www.paris.itamaraty.gov.br/fr
Brasil Direto a cobrar via Embratel | 0800990055

Posts relacionados

Europa Barata: Praga pela primeira vez

Europa Barata: Londres pela primeira vez

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Leia também

Museu de Montmartre: onde você encontra o jardim que inspirou Renoir

E ainda

Café da Amélie Poulain: ponto de peregrinação em Montmartre

Fauchon: a célebre épicerie e pâtisserie francesa

Fotos: Raul Mattar e Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

PLANEJE SUA VIAGEM COM QUEM ENTENDE

Reserve hotel no Brasil e no mundo pelo Booking.com | Cancelamento grátis!

Seguro de viagem na Mondial/Allianz | 30% de desconto para Leitor Matraqueando

Alugue carro no Brasil e no mundo na RentCars | Sem IOF e parcelamento em 12x

Política editorial | Pagamos todas as nossas contas de viagem. Não aceitamos convites nem cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. O Matraqueando não faz post patrocinado. Alguns posts contêm links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Tudo o que você encontra aqui foi determinado unicamente pelo interesse do leitor, nosso gosto pessoal ou critério particular. Isso é transparência e credibilidade. Pode confiar! Para ajudar a manter o blog sempre com dicas fresquinhas adquira nossos guias na Loja Matraqueando. Desde já agradecemos a preferência! 🙂


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


46 comentários

  1. Comentário do dia 06/8/2012 às 11:44

    Hahahahaha, morri de rir com a foto da evolução da espécie! Ficou ótimo o post! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu deveria servir de estudo para Darwin… 😀

    (Responder)

    Resposta de João Telles

    Realmente muito bom huahuahua, parabens !

    (Responder)

  2. Comentário do dia 06/8/2012 às 11:49

    Perfeito! Tudo anotadinho para a minha tão sonhada viagem.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, boa sorte! 🙂

    (Responder)

  3. Nivea
    Comentário do dia 06/8/2012 às 12:19

    Estou adorando o blog! Farei minha primeira viagem à França em Janeiro, será para um curso em Lyon de um mês, gostaria de dicas de cidades ao redor que eu possa visitar nos finais de semana. Paris será minha entrada e saída, ou seja, ficarei alguns dias por lá, desse modo queria conhecer outras cidade. Pode me dar essa dica?
    Levando em consideração que serão apenas sextas, sabados e domingos e também inverno. Já agradeço pelas dicas que tenho lido por aqui! Obrigada!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ihh, Nìvea não conheço muito bem essa região. Mas sei que por ali tem Saint Etienne (a 50 km) com linda arquitetura e ruas tranquilas. Lyon também está perto das Beaujolais Villages, região produtoras de um dos vinhos mais famosos do mundo. Já Vienne fica a 30 quilômetros de Lyon com tem arquitetura romana e bons museus. Abs!

    (Responder)

  4. Tatiana
    Comentário do dia 06/8/2012 às 13:35

    Ótimo post!
    Só gostaria de dizer que comprei o Museum Pass e ele não me livrou da fila gigantesca em Versailles: você se livra da fila para comprar ingressos mas ainda assim tem que encarar a fila enorme da revista na entrada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que horror, tá cada dia mais difícil visitar Versalhes. 🙁

    (Responder)

    Resposta de Teresa

    Também fiquei indignada com a fila caracol mesmo tendo o Museum Pass e também com a muvuca dentro do palácio. Mas quando parti vi que tudo podia ter sido diferente…
    Minha dica pra Versailles é a seguinte:
    Se pretende passar o dia por lá, primeiro visite as outras atrações: petit e grand trianon, bosques e jardins (pra entrar no jardim propriamente dito tem que comprar entrada a parte). Em seguida almoce e depois visite o palácio, cuja entrada é permitida até às 18h na alta temporada.
    É o que vou fazer na próxima vez, pois ainda não entrei nos jardins.

    (Responder)

  5. Sirlene
    Comentário do dia 06/8/2012 às 16:09

    Como sempre, demais! Voce facilita a nossa vida, dá vontade de pegar uma avião gora mesmo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Pegue djá! 🙂

    (Responder)

  6. Comentário do dia 06/8/2012 às 19:03

    Obrigada pelo post. Estou organizando uma viagem a Paris com as crianças, pretendemos ficar uns 30 ou 40 dias, por isso queremos alugar um apartamento !!
    bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Uh-lá-lá!!! 40 dias?? Que sonho!!! Melhor coisa mesmo será um apartamento! Boa sorte! 🙂

    (Responder)

  7. Jana
    Comentário do dia 07/8/2012 às 17:10

    Olá Silvia, estou planejando uma viagem à Londres e Paris e estou amando suas dicas! Parabéns pelo blog! Gostaria de saber qual Hostel, em Paris, vc indica: “St Christopher’s Inns”, o “Jules Ferry” ou o “Auberge Internationale des Jeunes”?!
    Abraços!
    Jana.

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Entre os três, sem dúvida, o St Christopher’s Inns. O Jules Ferry ouvi dizer que está decadente, apesar de melhor localizado que o St Christopher’s Inns. Abs!

    (Responder)

    Resposta de Jana

    Ok! Obrigada!

    (Responder)

  8. Comentário do dia 18/8/2012 às 05:37

    Que post maravilhoso Silvia! Super completo! Estou adorando o blog! Cheguei aqui atraves da indicacao da revista Viagem e Tursimo e suas materias sao excelentes! Ja visitei Paris alguns vezes, mas ja anotei algumas das suas dicas para a proxima viagem!

    Abracos e sucesso!

    Sani
    Caindo no Mundo

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada pela visita, Sani! Volte mais vezes! 🙂

    (Responder)

  9. Nathália
    Comentário do dia 21/8/2012 às 10:02

    Sílvia, ano que vem farei minha tão sonhada viagem à Europa, mas estou com o orçamento bem apertado. Você saberia informar quais cidades tem o custo de hospedagem em albergues mais baratos? Porque vendo seus posts percebi que Paris, por exemplo, é um pouco mais caro do que eu esperava, nesse quesito. Desde já agradeço.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Lisboa, Sevilha, Praga e até Berlim são mais baratas do que Paris, por exemplo. Mas no guia O Barato de Paris você encontra boas dica spara economizar na capital franmcesa! 🙂

    (Responder)

  10. Comentário do dia 30/8/2012 às 09:46

    Oi, Sil. Tudo bem?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia Paulista

    (Responder)

  11. Andresa Rocha
    Comentário do dia 28/10/2012 às 16:36

    Boa tarde! Estou adorando seu blog, suas dicas são muito boas, vou para a Europa em dezembro, o que acha do Hostel Le d’Artagnan? Faz parte do Hostel International, tenho carteirinha de membro e queria aproveitar os descontos.

    Obrigada!!

    Abraços

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Andresa, o pessoal costuma reclamar da região no período da noite. Abs!

    (Responder)

    Resposta de Andresa Rocha

    Obrigada pela rápida resposta Silvia.
    Qual outro hostel recomenda além do St. Christopher?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Andresa! No site http://www.hostelword.com você poderá fazer uma pesquisa interessante. Este site reúne vários hostels com avaliação dos hóspedes. Então, é mais fácil de achar o que você procura de acordo com seu perfil e orçamento! 🙂

    Resposta de Andresa Rocha

    Silvia, acabei ficando no Maison Bacana http://www.maisonbacana.com/ , não é muito central, mas tem uma estação de trem muito perto, é um ótimo lugar, vale a pena conhecer. Suas dicas foram muito úteis para a minha primeira Eurotrip, obrigada!! Abraços

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, obrigada pela dica! 😉

  12. Ivonildo Fontes
    Comentário do dia 10/11/2012 às 00:05

    Silvia, estou planejando uma viagem para a europa, mas focada em Paris, minha duvida é saber qual o período que as passagens aereas são mais baratas e hoteis. Desde já agradeço a atenção.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ivonildo! Março e abril e outubro e novembro. Abs!

    (Responder)

  13. CYNTHIA CARDONI
    Comentário do dia 13/11/2012 às 14:05

    Oi Silvia, adorei suas dicas e gostaria de imprimir para levar junto com meu roteiro de viagem (vou para Paris e Londres em fevereiro), consegui nas dicas de Londres, mas não estou conseguindo nas dicas de Paris… Vc pode me enviar por email. Obrigada Cynthia Cardoni

    (Responder)

    Resposta de CYNTHIA CARDONI

    Desculpe Silvia, achei o guia matraquando dicas Paris e vou comprar!! Bj

    (Responder)

  14. Jocelita
    Comentário do dia 09/12/2012 às 19:57

    Silvia, Em todas as minhas viagens, pesquiso muito antes de sair, foi maravilhoso encontrar voce, suas dicas sao otimas e descobrir que voce e do Parana foi uma grata surpresa. Sou de PinhaoPR perto de Guarapuava. Esta semana vou para Olinda com as suas dicas registradas, tambem falta pouco para terminar meu roteiro para maio/13 e como tudo que programei foi baseado no seu blog e na sua opiniao, gostaria da sua sugestao de qual e o melhor roteiro de Interlaken a Paris e qual o melhor meio de transporte.
    Beijos
    Jocelita

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ish, Jocelita, nunca fui a Interlaken! 🙁 Mas eu imagino que o melhor meio de transporte seja o trem, pelas paisagens! Abs!

    (Responder)

  15. Pretty
    Comentário do dia 28/1/2013 às 11:17

    Paris é linda demais! Faz 6 meses atrás que estive nesta cidade fascinante durante o meu intercâmbio na França. Eu participei de um curso de francês em Paris na escola de idiomas Sprachcaffe Languages Plus e me apixonei pela cidade, pelo clima, pela culinária entre outros. Vale a pena visitar essa cidade multicultural e recomendo também a escola de idiomas onde eu tomei minhas aulas de francês. Compartiçho o link da escola com vocês logo ao lado http://www.sprachcaffe.com/portuguese/study_abroad/language_schools/paris/main.htm

    (Responder)

  16. Dayane
    Comentário do dia 03/2/2013 às 14:49

    Silvia, estou indo à Paris em maio e a ideia é alugar um apartamento de temporada pela Airbnb, será minha primeira vez na Europa e a primeira vez usando o site. Não há contrato de aluguel, o que existe é um voucher da reserva e recibos do pagamento. Acredita que poderei ter algum problema na imigração? Obrigada!

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Problemas na imigração por causa disso, não! Estes vouchers são amplamente aceitos e reconhecidos como comprovantes de reservas! Abs!

    (Responder)

    Resposta de Tatiana Guidio

    Dayane, seu aluguel pela AirBnb deu certo?

    (Responder)

  17. Grace Rossetti
    Comentário do dia 17/3/2013 às 09:41

    ótimas dicas de viagem, imprimi os artigos e foram totalmente úteis na minha viagem, mas deixo uma dica importante, antes de viajar pesquisem bem a companhia aérea, pois a Air France sumiu com minha bagagem, não forneceram a ajuda de custo de 100 euros conforme aparece no site deles e passei todos os dias da minha viagem com a mesma roupa. Foi péssimo. E ninguém da empresa se responsabiliza.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nossa, Grace, que chato, hein! 🙁

    (Responder)

  18. maria carolina
    Comentário do dia 24/3/2013 às 23:12

    oI silvia, com o endereço dessa foto da torre eifel na esquina?

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Oi, Maria Carolina! Esta esquina é a Avenida Suffren, n. 5 (na altura do Café Castel).Abs!

    (Responder)

    Resposta de maria carolina

    Obrigada!!Muito bom seu blog!!me ajudando muito na minha viagem para Paris em setembro! Com certeza vou tirar uma foto nessa esquina!!Bj

    (Responder)

  19. Marília Lucena
    Comentário do dia 02/5/2013 às 02:21

    Silvia, me tira uma dúvida, caso saiba: meus pais vão semana que vem para Paris pela TAM, que desce no terminal 1. Para eles pegarem o RER eles terão que ir para o terminal 3 é? De que terminal saem os trens para Paris (gare du nord, mais precisamente?) Outra coisa, tem um trem que vai mais rápido, que não fica parando nas estações. Nesse trem tem alguma coisa escrito na frente, tipo Express?? Obrigada pela atenção e adooooro seu blog. Já tirei muitas dicas daqui! :*

    (Responder)

  20. Filipe
    Comentário do dia 21/5/2013 às 12:40

    Olá Silvia, primeiramente “parabéns” pelo conteúdo do seu site. Muito precioso mesmo! Estou lendo tds seus posts e os comentários sobre frança e paris, mas não soube onde postar meu comentário, então me desculpe desde já. entendi que vc não faz consultoria mas eu agradeço se puder me encaminhar qualquer ajuda pelo seguinte: sou surdo e aqui no Brasil existe meia entrada para deficientes, comprovo minha condição mostrando minha carteira de motorista. E na frança? vc sabe se os museus de paris também adotam essa política? Estou pesquisando mas não encontro essa info. nem sobre o documento que comprovaria a deficiência. Mandei e-mails aos sites oficiais de turismo mas nada de resposta. te agradeço e parabéns pelo seu trabalho. Um abraço, Filipe

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Uia, Filipe! Puxa, eu também não saberia informar com precisão. Mas em muitos museus de Paris, falam em entrada gratuita para deficientes e seus convidados e/ou ajudantes. Resta saber que documento você teria que apresentar para comprovar sua condição. Abraços!

    (Responder)

  21. Renata Araujo
    Comentário do dia 31/5/2013 às 13:37

    Oi Silvia!
    Esse city tour gratuito precisa de algum agendamento ou é só aparecer lá na Place St Michel nos horarios programados?
    Obrigada!

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Oi, Renata!
    Quando eu fiz era só aparecer. Mas agora o site pede uma reserva, acho melhor garantir antes: http://www.newparistours.com/daily-tours/paris-free-tour.html CLiquem “Book Now”.
    Abs!

    (Responder)

  22. Elisa
    Comentário do dia 10/6/2013 às 22:13

    Olá, Silvia! Primeiro quero dizer q AMEI o seu blog! De todos q li o seu é o dá informações mais úteis e concretas! Parabéns!
    Estou quase fechando uma viagem à Paris em outubro, para passar uns 5 dias. Sou marinheira de primeira viagem e ainda por cima estou indo sozinha. Li a sua matéria sobre lugares para comer por menos de 10 Euros; adorei a matéria. Mas queria te perguntar: para quem viaja dessa maneira, tipo mochilão, a única alternativa é comer na rua todos os dias em todas as refeições? Desculpa se minha pergunta soar meio burra, mas é q realmente estou preocupada!
    Para quem não conhece o lugar e não fala a língua, é complicado achar um lugar bom para comer! E barato tb, pq 10 euros é uma das mais baratas, agora imagina ter q fazer d 2 a 3 refeições por dia, durante 5 dias, pagando com certeza bem mais q 10 Euros.
    Espero q vc possa me ajudar!
    Desculpa a pergunta dessa ansiosa apavorada preocupada!
    Bj!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Elisa!
    Você vai poder comer comprando nos mercados, pagando beeem menos de 10 euros por refeição. Se você ficar em hostel com cozinha disponível para o hóspede, por exemplo, poderá comprar pizzas, lasanhas… por menos de 5 euros. 🙂

    (Responder)

  23. Deborah
    Comentário do dia 07/8/2013 às 13:11

    Silvia, bom dia. Adorei seu blog 🙂 Estou planejando em ir para Europa pela primeira vez ano que vem e pretendemos ir para Paris e Londres. Quantos dias no minimo em cada pais podemos ficar para conhecer o basico sem gastar muito , por onde devemos começar e qual a melhor maneira de ir de um pais para o outro. Obrigada e saiba que ao ler seu blog fiquei bastante entusiasmada para viajar. abraços Deborah

    (Responder)

  24. Ivin Lais
    Comentário do dia 17/8/2013 às 15:08

    Nossa, faça um Praga barato pela primeira vez e uma Holanda barata pela primeira vez, rsrs adoro elas, mas a Holanda é tão cara.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira
  25. Luana Luz
    Comentário do dia 28/8/2013 às 15:57

    Oi Silvia! Estou indo à Europa mês que vem e amando seu blog. Comprei o guia Matraqueando de Paris e “engoli”! rs
    Só uma dúvida: você acha que esse serviço de van (pelo que entendi) que te leva do aeroporto ao centro vale a pena e é seguro? É que vamos chegar em 5 pessoas em horário de pico e estamos com medo do trem… rs
    Obrigada e bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olha, seguro, é! Mas tem sempre uma pessoa ou outra que reclama de um motorista, de um atraso. Sugiro colocar o nome da empresa no google junto com “tripadvisor”, para ver a opinião das pessoas que utilizaram o serviço!

    (Responder)

  26. Verônica
    Comentário do dia 02/10/2013 às 00:15

    Olá, Sílvia… Estou devorando todas suas dicas de Paris, e amando!!!
    Vou com meu marido e filha pela primeira vez, em maio do ano que vem, mas já estou planejando tudo…
    Estou quase reservando apartamento com a empresa “My Apartament in Paris”… mas estou um pouco receiosa, pos nunca fiz isso… sempre que viajo só reservo hotel pelo booking. Mas agora vendo que essa empresa vc recomenda aqui no site, fiquei mais tranquila. Vc os citou pq conhece, ou alguns leitores do blog já reservarm com eles e deu tudo certo???
    Serão 8 dias apenas, mas achei a opção de AP mais fácil por estar com criança, poder fazer alguma refeição, lavar uma roupinha, etc…
    Aguardo sua ajuda e opinião… Abraços!!! 🙂

    (Responder)

  27. Comentário do dia 27/10/2013 às 22:43

    Oi Silvia!
    Voltei de férias e tinha que vir aqui pra dar o feedback, o Guia de Paris valeu demais. Pena não dar para aproveitar todas as dicas, por falta de tempo!

    Deixo uma dica que testei e ainda não tinha lido por aí, para o passeio de Barco utilizamos os serviços do Vedettes du Pont Neuf. Comprando online, o passeio de 13 euros sai por 9, e o bilhete tem validade por 1 ano. Só tem que imprimir pra lerem o QRCode. Não tem que marcar horário, é só chegar e apresentar o papel. Como éramos 4, pra nós foi uma economia de 16 euros! E ainda por cima não enfrentamos fila! 😉 Bjo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, adorei a dica, Adri! Valeu, mesmo! beijos!

    (Responder)

  28. Comentário do dia 27/10/2013 às 22:46
  29. Erica
    Comentário do dia 14/11/2013 às 11:57

    Bom dia. Leio sempre as tuas postagens, até pra ter alguma orientação na hora de eu viajar (serviu bastante qdo fui a Curitiba – passeio no ônibus de turismo). To com algumas dúvidas, com relação a Paris (depois tiro outras nas páginas de outras cidades): vou ficar na cidade do dia 27/02/14 a 03/03/14, e pensei em ficar no Ibis Styles Asnieres Centre, que fica na parte oeste da cidade, mas não tenho a menor ideia se a região é boa, a localização idem, se o Paris-visit ou o carnet (tiquete diário) cobrem a região, onde comer muquiranamente por perto… enfim, são essas dúvidas e o que visitar no período do inverno.
    Obrigada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Erica!

    Eu nunca fiquei hospedada nessa região em Paris. Mas o grande inconveniente do Ibis Styles Asnieres Centre é que ele fica longe do metrô. A estação mais próxima (Gabriel Peri) esta a mais de 10 quadras do hotel, quase 1,5 km.
    Eu optaria por um hotel perto do metrô, porque estando perto de uma estação você pode ir a qualquer canto da cidade! 😉

    (Responder)

  30. Mariana
    Comentário do dia 29/1/2014 às 16:08

    Oi Silvia, tudo bom? Meu voo de volta de Paris para o Brasil é as 23h num sábado e o checkout do hotel é 12h… Gostaria de curtir este dia ainda na cidade, passear, comprar souvenirs, tomar um café, mas antes de embarcar gostaria de tomar um banho. O que você indica? Ouvi falar do Icare Lounge no aeroporto, mas achei um pouco salgado. Existe algum outro ou um hotel perto do aeroporto que “venda um banho”? Beijos

    (Responder)

  31. Lana Cristina
    Comentário do dia 19/2/2014 às 10:33

    Ola querida…
    Como sempre amei seu post…
    Quando visitei Paris pela primeira vez, usei muitas das suas dicas e foram especiais, lógico!!!
    Concordo com voce que o Jardim de Luxemburgo é o Parque mais bonito do mundo… 🙂
    E uma dica mega legal que vi no Conexão Paris e fui conferir, foi a visita a vinícola em Montmartre …
    Obrigada por suas dicas sempre tão preciosas…
    Que Deus nos abençoe e que um dia consiga ficar ao menos uns 30 dias em Paris (rs, meu sonho também, rs)
    Beijinhos
    😉

    (Responder)

  32. Priscila Marques
    Comentário do dia 08/4/2014 às 02:42

    Olá Matraca,
    Poxa, queria copiar muita coisa no Word e imprimir pra levar pra viagem, mas não consigo copiar!!
    Ainda estou no meu primeiro post, mas já vi que vou gostar muito do seu blog! Já conheço o Conexão Paris, onde tirei várias dicas!

    Eu vou pra Paris em junho e gostaria de mais dicas pra ir do aeroporto ao meu Hotel.
    Eu tenho que fazer a conexão apenas na Gare du Nord?? Li horrores dessa estação no Conexão Paris.
    Eu vou ficar perto das estações Jussieu e Cardinal Lemoine. Quais as minhas opções?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Priscila!

    Imagino que você já esteja em Paris, portanto acho que não vou ajudar muito. Não sei em qual hotel você ficará, por isso não sei dizer se seria necessário fazer essa conexão na Gare Du Nord. Já passei diversas vezes por esta estação e não vejo problemas. Abs!

    (Responder)

  33. Comentário do dia 16/4/2014 às 19:04

    Olá querida,
    Seu blog é simplesmente fantástico, amo muito!
    Estou escrevendo um post sobre Paris no meu blog, pois estou contando minhas experiências nas férias de 2014. E gostaria muito de indicar o seu blog, pois foi extremamente importante nas minhas pesquisas antes da viagem! Você é nota 10!

    Posso indicar o seu blog?
    Vai lá conhecer o blog!
    Quando postar sobre Paris eu posso te marcar no face!

    Beijinhos
    Bia

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Beatriz! Sim, claro, pode indicar o Matraqueando! Abs!

    (Responder)

  34. Nathália
    Comentário do dia 19/2/2015 às 19:42

    Seu blog é maravilhoso!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigadinha! 😀

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, brigadinha! 🙂

    (Responder)

  35. Liliane
    Comentário do dia 27/2/2015 às 16:07

    Silvia, adoro seu blog e suas dicas. Tenho um estilo de viagem parecido com o seu. Em outubro vou ficar 5 dias em Paris. Poderia me indicar um local para me hospedar que não seja um fígado mas que fique fácil se locomover já que serão poucos dias e não haverá muito tempo a se perder nos deslocamentos.
    Obrigada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Qualquer hotel perto de um metrô te levará a qualquer lugar em Paris. De Montmatre a Torre Eiffel são uns 15/20 minutos de metrô. 😉

    (Responder)

  36. Priscila
    Comentário do dia 13/3/2015 às 17:27

    Oi Silvia, parabens pelo site ele é de muita ajuda a todos. Tenho uma duvida, vou chegar em Paris no domingo 05/04 pelo CDG as 23 horas e meu hotel é o George Opera Astotel. Qual seria a melhor maneira de ir para lá? Pensei em descer na Gare du Nord e ir a pé, é muito arriscado?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    O hotel fica na 46 Rue Notre Dame de Lorette??? Se sim, a Garde du Nord está a umas dez quadras. Além de longe, o horário é bem inconveniente, principalmente com mala, por menor que seja. A estação de metrô Saint-Georges está do lado do hotel (o ideal é fazer mais baldeação) para descer o mais próximo possível devido ao horário. 😉

    (Responder)

  37. Vicente
    Comentário do dia 18/3/2015 às 18:19

    Olá Silvinha, por favor me tire uma dúvida, se alugo um apartamento para 2 pessoas, será que cobrarão a mais pela minha filha de 7 anos? Obrigado pela atençao

    (Responder)

  38. Fernanda Alexandre
    Comentário do dia 03/4/2015 às 15:01

    Olá! Adoro seu blog, viajei para Curitiba no ano passado e segui suas dicas, foi ótimo!
    Agora irei a paris em lua de mel, estou amando as dicas!
    Só me ajuda numa questão, em relação ao dinheiro, vale a pena levar toda quantia a ser usada em espécie? Como funciona? Qual sua dica? Beijos!! Parabéns pelo belíssimo trabalho ????????

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Fernanda! É bom dividir o dinheiro em espécie, cartão pré-pago e de crédito (mesmo que incida IOF depois). É mais seguro que levar todo o dinheiro em cash. Veja também se seu banco permite saques direto da sua conta corrente e as tarifas que cobram. Abs!

    (Responder)

  39. Fábio
    Comentário do dia 18/5/2015 às 11:17

    Gostaria de tirar um dúvida sobre a compra de ingressos pro Museu do Louvre. Tenho lido que os ingressos não são mais enviados por email, devendo ser retirados em lojas FNAC e outros pontos de troca. Como funciona essa venda do ingresso aqui do site matraqueando? Recebemos por email o ingresso ou ainda preciso resgatá-lo ao chegar em Paris?

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Oi, Fábio!

    Se você comprar o ingresso aqui pelo blog, o sistema envia o voucher por e-mail que tem, sim, que ser trocado num ponto em Paris. No entanto, este ponto de recolha é justo ao lado do Museu do Louvre –> Pyramides Welcome Centre, 25 rue des Pyramides. 😉

    (Responder)

  40. Claudia
    Comentário do dia 26/8/2015 às 15:41

    Boa tarde. Pergunto se esse ticket para 24 horas que custa 3,60, pode ser utilizado simultaneamente por duas pessoas, já que é ilimitado por 24 h, ou cada pessoa deve portar um cartão? Obgdo.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Um por pessoa. Se os agentes pedirem para mostrar o tíquete, cada pessoa deve ter o seu.

    (Responder)

  41. Mine
    Comentário do dia 18/3/2017 às 10:34

    Olá! Gostei bastante das dicas. Viajarei para Paris pela primeira vez em maio deste ano e pegarei o primeiro domingo do mês. Pensei em aproveitar as entradas gratuitas de alguns museus mas imagino que as filas devem estar ainda maiores por conta da gratuidade, não é? Vale a pena?
    Além disso, esse city tour gratuito tem opções de quais línguas?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Mine! Sim, as filas estão ainda mais gigantes de que tempos atrás. Não sei se vale a pena perder uma manhã (três horas na fila) para economizar 15 euros. Os city tours gratuitos geralmente são em inglês, com algumas opções em espanhol. Mas veja no site deles o que oferecem. O meu city tour grátis em Praga, por exemplo, tinha até em português, por conta da demanda de brasileiros na cidade! 😉

    (Responder)

    Resposta de Mine

    Obrigada pela resposta! Mais uma dúvida: Onde posso comprar entradas para o Louvre com áudio-guia ou visita guiada em português?

    (Responder)

  42. Filipe
    Comentário do dia 27/3/2017 às 05:47

    Bom dia,

    os links abaixo estão com o direcionamento errado no post Europa Barata: Paris pela primeira vez. Deve ter passado desapercebido.
    Otimó blog. Parabéns.
    Site do país | http://www.franceguide.com
    Site da cidade | http://www.parisinfo.com
    Informações turísticas | http://www.franceguide.com

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada, já foram corrigidos! 🙂

    (Responder)

  43. Michelle
    Comentário do dia 29/5/2017 às 10:49

    Olá, Silvia!
    Estou adorando as dicas e estou com uma dúvida: estarei na Europa a partir de 12/10 e, pelo meu roteiro de cidades, poderia encaixar Paris no início ou final(voltarei dia 02/11) da viagem. Em relação ao clima, fará muita diferença? Existe muita variação entre o meio e o final de Outubro? Obrigada desde já.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Pode haver uma certa variação, sim, em qualquer mês do ano em Paris! Uma semana antes de sua viagem consulte sites de previsão do tempo para saber como será naquela semana! 🙂

    (Responder)

  44. Comentário do dia 15/5/2018 às 11:03

    Adorei as dicas!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada! Volte sempre! 🙂

    (Responder)

  45. Comentário do dia 21/1/2019 às 14:44

    Silvia, comprei o guia O Barato de Paris e queria deixar aqui meu depoimento. É simplesmente maravilhoso! Recomendo muito. Minha viagem foi inesquecível (fui com marido e minha sogra, sim com a sogra rsrsrsrsrs). Mas nos divertimos muito, seus roteiros bairro a bairro ajudaram a nos localizar e render muito mais os passeios. Agradeço as dicas de restaurantes bons e baratos. Foi sensacional, adoramos o Chartier. Estava lotadissimo quando fomos, mas mesmo assim fomos bem atendidos. Obrigada e que você continue por muitos anos fazendo esse trabalho incrível!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Denise! Realmente fico MUITO feliz em saber que sua viagem foi incrível e que, principalmente, os Guias Matraqueando fizeram parte dessa história! Obrigada pela confiança! 🙂

    (Responder)

  46. Beatriz
    Comentário do dia 24/1/2019 às 18:47

    Oi Silvia! Tudo bem? Parabéns pelo post (inclusive pelas fotos lindíssimas)!!!! Fiquei com uma dúvida: tem como fazer a visita guiada do Louvre sem comprar o ingresso tradicional? É que vou a Paris em abril e pretendo comprar o Paris Museum Pass, mas um tour direcionado pelo Louvre me parece bastante interessante… É possível adquirir somente a visita (na hora ou de forma antecipada)? Como funcionam esses tours? Muito obrigada!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Beatriz! Você pode adquirir somente o tour guiado, que é oferecido em francês ou inglês! É possível comprar na hora, mas por ser bastante disputado convém garantir antecipadamente on-line. No link Guided Tours você tem que escolher a data, depois selecionar “Guided tour in english” e depois “Guided tour Full price/Does not include admission for the museum” (que sai por 12 euros, só o tour que dura 1h30). Outra forma de fazer um tour guiado é contratando alguém por fora, um guia especialista que possa te acompanhar, mas no momento não tenho ninguém para indicar! Abraço!

    (Responder)

    Resposta de Beatriz

    Muito, muito, muito obrigada Silvia!!! Como sempre, salvando a vida dos viajantes!!!! =DDDDD

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar