-  Atualizado 20/01/2019

Varig, Varig, Varig…

Publicado por: Silvia Oliveira Matraqueando

Sou do tempo em que viajar pela Varig era como chegar ao topo da pirâmide social de um turista. O menu era internacional. Os talheres, de prata e a passagem, a mais cara. Só por isso, qualquer voozinho de 45 minutos pela Viação Aérea Rio-Grandense nos enquadrava interinamente como “ricos”. Escolher a Varig era, também, uma decisão “inteligente”: pagava-se um pouco mais, mas o plano de milhas da companhia – associada à Star Alliance – era o melhor do mundo. Por fim, sendo a companhia brasileira que voava para mais destinos – nacionais e internacionais – dar preferência à Varig nos tornava “viajados”. E esse era o título mais simpático que a empresa poderia nos dar: afinal ser viajado é ainda bem mais interessante que ser rico ou inteligente.

Há alguns anos, numa incrível abertura do reverso, viajar pela Varig virou motivo de chacota. Os aviões foram ficando velhos e a comida – que teve até caviar! – se reduziu a sanduichinhos de presunto e queijo. O único que não mudou foi o preço dos bilhetes: sempre o mais caro. Ou seja, viajar pela Varig nos últimos tempos nos dava a denominação honorífica de acéfalo. Já o salseiro atual nos aeroportos – quando os vôos são cancelados – escreve na nossa testa exilado. De viajados passamos, por motivos de força maior, a turistas burros e expatriados.

Logo agora que fui promovida ao cartão prata do Smiles, a Varig resolve simplesmente falir! A empresa -ironicamente- não assume, o governo -sabiamente- ignora, os funcionários -discretamente- desconhecem. Na verdade, nem eu acredito. Seja lá qual for o desfecho dessa história, todo mundo sai perdendo: o Brasil que assiste ao fim de um orgulho nacional; os empregados que vão aumentar a fila do Sine; os passageiros que engrossarão a lista do Procon e eu, que provavelmente perderei minhas milhas acumuladas e, conseqüentemente, algumas viagens de graça. Que graça tem isso? Definitivamente, não acredito.

Posts relacionados

Varig, Varig, Varig… – Parte II
Varig perde rotas internacionais



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 Comentários

  1. Rico

    Silvia, mas veja pelo lado bom. Já imaginou na frente do guichê da Varig, na hora do Chek-in: "aos passageiros nós oferecemos, por motivo de cancelamento de seu vôo, o prazer de um passeio exótico…podem um montar uns nos lombos dos outros e voltar felizes para a casa. E não me entendam mal, não estou lhes chamando de burros. Équinos, cabe bem".
    No Brasil, o único emprego seguro é de faxineiro do congresso, CEGO! Vai ter serviço pro resto da vida! (risos)
    Abraços!

    responder
  2. Ana Cristina Gonçalves

    Nem me fale! Tenho quase 70 mil milhas. SETENTA! Também não acredito.

    responder
  3. Julio Almada

    Silvinha, se vc precisar, sou seu testemunha no processo contra a Varig!

    responder
  4. Anonymous

    Caviar??? Talher de prata??? Quando?

    responder
  5. Silvia Oliveira

    Na primeira classe, querido anônimo!… Mas hoje o máximo é um salmãzinho defumado!
    Abs!

    responder
  6. Nair P. Siqueira

    Silvia, mais uma vez concordo muito com você. E sabe que me dá muita pena? Ainda sou daquelas cidadãs brasileiras que tem orgulho de suas empresas e do seu patrimônio. E eis que outro dia, estava eu fechando minhas férias, e me surpreendi pedindo Ibéria e pensei quietinha: "Poxa… como era bonito pedir Varig, varig, varig…" Mas confesso fiquei com medo de ter alguma surpresa desagrável bem no dia do meu embarque e embarque para as férias!!! Com isso não se brinca, né? Um abraço.
    Nair
    Et. Você já está no Brasil?? Sucesso e espero que pronto chegue o retorno aos seus estudos e objetivos.

    responder
  7. Silvia Oliveira

    Nem me fale, Nair! Eu ia para a Espanha com a Varig e, mais uma vez, nem era a passagem mais econômica! Mas era "a" Varig! Pois vi que a coisa estava feia quando minha agente de viagens (super de confiança e descolada) me sugeriu que fizesse reserva em outra companhia. Fui pela TAP, que também faz parte da Star Alliance e, por isso, também conta milhas!
    Sim, já estou no Brasil e no fim de semana passado estive em Londrina, visitando minha família! Sigo entrando em órbita! 🙂
    Um abraço grande!

    responder
  8. Anonymous

    I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
    »

    responder
  9. Anonymous

    Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
    »

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar